IMPORTANTE: O Banco de Séries não serve para assistir séries! Somos uma rede social onde os fãs de séries podem controlar os episódios que assistiram, dar notas, comentar, criar sua agenda, saber quando passa o próximo episódio. Somos totalmente contra a pirataria e não disponibilizamos conteúdo que fere direitos autorais.

Smash By Johnathan Fernandes





Episodio 1x1 - Nota 8.5

Piloto muito bom!!! Gosto de filmes musicais, então a ideia de uma série sobre a produção de um musical da Brodway me é muito atrativa.
Aparentemente temos muitos personagens para acompanhar, mas o piloto foi bem em apresenta-los para gente com calma. Impossível não olhar o Derek, por exemplo, e não pensar no carinha de Cisne Negro, acho que rolou uma inspiração ali para compor o personagem, hehehe.
Tô curioso para esse embate aí entre as duas moças pelo papel de Marilyn, apesar já ter em mente um palpite de quem vai acabar ganhando esse papel.

PS: já estava investido no piloto, daí me tocam Beautiful, aí me fisgou de vez < 3

2019-04-02 22:41:40


Episodio 1x2 - Nota 8.5

Nossa, estou adorando. Os episódios passam voando, e o fato de a gente estar acompanhando o desenvolvimento da produção do espetáculo é o que mais está me agradando.
Não consigo odiar nem a Yvy nem a Karen, para mim, as duas são boas e merecem o papel. Na verdade, penso que as duas se completam, acho que a Yvy se dá melhor na parte de interpretação (atuação) e Karen me passa mais verdade na hora de interpretar as músicas, fica menos teatral. Não sei....
O drama dos personagens é bacana também, já estou envolvido com questão da Julia e sua dificuldade com a adoção de um filho, Debra Messing está ótima por sinal. Acho que em relação a isso, Julia e Eileen são as que tem as melhores histórias paralelas. Aquele marido, ou ex, não sei se entendi esse aspecto muito bem, é um pé no saco. Adorei quando a Eileen jogou a bebida na cara dele kkkk. Porém, nada me irritou mais do aquele assistente enxerido do Tom, meu pai amado, o cara não trabalha não, só fica escutando as conversas dos outros pelas portas alheias. Sinto cheiro de cobrinha no ar....
Pô, acho que dava sim um tempinho para a Karen, pelo menos, mandar um sms pro noivo avisando que iria furar o rolê, mas mesmo assim, achei que ele estourou demais ali, fiquei até com medo. Já posso prever que esse relacionamento já está com dias contatos, né? Acho que vai por esse caminho.
Chocado que a Ivy ganhou o papel, estava apostando na Karen, achei isso bem bacana. Acho que quando descobrirem que ela está dormindo com o Derek, apostaria que isso pode acontecer pelo assistente curioso, ela vai acabar perdendo o papel.

2019-04-02 22:42:09


Episodio 1x3 - Nota 8.5

Olha, vamos bater palmas para esse moço Ellis, que com apenas três episódios conseguiu me irritar e me fazer pegar ranço dele em níveis estratosféricos. Ô amiguinho, não te ensinaram que é feio ficar escutando as conversas dos outros, não? Para pessoas assim eu indico um remédio infalível, se chama: VAI CUIDAR DA SUA VIDA! Recomendo...
Eu estou chocado que em todo episódio a Yvy continua na sua saga de dar loucamente para o diretor. Para mim, ela já se apaixonou, enquanto que para ele é só curtição mesmo. Aliás, nada me tira da cabeça que ele também tá a fim da Karen, pelo menos, para mim, nas cenas entre os dois eu fico muito com essa sensação. Só sei que eu não tenho esse ódio todo da Yvy como alguns têm, não, inclusive ela até ficou mó preocupada de ter ganho o papel só porque está dormindo com o Derek.
Cada vez mais gostando da Eilleen. Como não amar uma personagem que joga bebida no embuste do marido/ex marido em todos os episódios? Hahaha, sério, toda as vezes que ela faz isso eu dou um berro. No mais, força guerreira, mostra para ele que você consegue produzir esse musical sem precisar de nenhum tipo de favor dele.
Plot “garota do interior” de Karen foi bem fraquinho, foram os momentos do episódio que menos me prenderam, me lembrou Show Bar, não sei por que kkkkkk. Enfim, entendi o propósito desse plot ali, só que não me prendeu. Ah, só queria dizer que esse namorado dela é bem água com chuchu, e aquele diálogo entre ele o Derek no bar foi bem vergonhoso. Fuen, fuen, fuen para os dois.
O desenvolvimento da Julia tá bem bom, ela vai ter que trabalhar com um amor antigo na produção do espetáculo e é claro que isso não vai dar bom, mas foi a amizade dela com o Tom que foi a melhor parte, adorando a dinâmica dos dois. E ainda teve o bummm de que Tom já tá ciente que Yvy tá trepando com o Derek.

2019-04-02 22:42:40


Episodio 1x4 - Nota 8.5

Que raiva que me deu com todos os dançarinos tratando a Karen mal, ainda bem que ao longo do episódio eles se deram a oportunidade de conhecê-la e acho que irá brotar uma amizade bacana daí.
Cara, eu gosto da Yvy, mas ela não se ajuda no quesito carisma, não é mesmo? Eu não sei se isso é fruto de insegurança, mas foi bem infantil aquela atitude dela com a Karen durante o ensaio. A menina está na dela, fazendo o trabalho dela quietinha, você já conseguiu o papel mesmo, então por que ficar implicando? Me ajuda a te ajudar.
Sigo me apaixonado pela Eileen a cada episódio que passa. Triste ela ter que abrir mão de coisas que ela gosta, como o quadro, em prol de angariar dinheiro para a peça. O quão chocado eu fiquei com Nick Jonas fazendo uma participação especial na metade final do episódio, dando esperanças para a nossa Eileen? Kkkkkk a justificativa para ele ter tanto dinheiro foi épica! O cara tinha uma série que foi para o syndication e tem nada mais nada menos do que 80 milhões na conta. Hahahaha SENSACIONAL !!!Porrã, essa série deve ter sido um mega sucesso estrondoso, porque 80 fucking milhões? O cara tá feito.
Os números musicais estão muito bons, esse número na festa de Nick foi maravilhoso e gostei da versão dele de “"Haven't Met You Yet".
PS1: as caras que a Julia faz todas as vezes que Ellis, com sempre, aparece do nada me representa demais.

PS2: os dançarinos chamando o Derek de Lorde das trevas é muito bom kkkkkkkkkk. Não vou mentir, o apelido faz jus a personalidade do moço.

2019-04-07 19:25:16


Episodio 1x5 - Nota 8.5

EU NÃO ACREDITO!!! Cancela a Julia. CANCELA! Passei o episódio todo torcendo para que ela não traísse o marido com o Michel e não adiantou. Julia, o que você está fazendo? E pior foi que o Tom, maravilhoso como sempre, avisando, dando conselhos de que iria dar merda, mas não adiantou. E Leo viu, ou seja, vem drama por aí.
Por falar no Tom, gostando muito que a série investe nos dramas pessoais dos personagens, e a do Tom é um dos melhores. Primeiro que tá bem bacana ver ele saindo como o moço advogado que a mãe descolou para ele, mas ao mesmo tempo tem o Sam na jogada, que, para mim, está interessado no Tom, tem uma tensão sexual ali, não tô doido que eu sei que tem, hahahaha. O legal é o Tom achando que o cara é hétero quando na verdade ele é gay kkkkkk. A parte dele resgatando o filho da Julia na cadeia foi boa, mas não consigo ver muita utilidade na atenção que dão para esse garoto. Ele é bem irritante, tem uma cara de bocó, e parece que está lá mesmo só para causar ainda mais drama na vida da Julia, que já tá bem cheia com o plot da adoção plus essa traição aí, ou seja, avisem aos roteiristas que não precisamos desse menino.
Queria entender qual é a desse Ellis, nossa, como esse personagem me irrita. Ele parece aquele típico puxa saco que se mete em tudo sem ser chamado, esperando uma oportunidade para conseguir algo que ele possa utilizar para benefício próprio. Essa aproximação da Eileen é uma prova. Sei lá, esse cara é muito cínico, não me desce. Não mesmo.
Sobre o Derek, o que tenho a dizer além do óbvio? Grosso, estúpido e escroto. Yvy já é insegura, daí o cara vem e acaba com ela, é para deixar a mulher ainda mais insegura. E, minha filha, como você ainda quer dormir com uma cara que te trata feio lixo? Como disse no episódio anterior, se ajuda para a gente te ajudar.
Nem preciso dizer que esse plot político do namorado da Karen é a pior coisa dessa série. É chato, não me interessa e o que eu tenho a ver. Não é ser chato, é que numa série com tantos personagens legais e a trama da produção da musical, personagens como Leo e o namorado da Karen ficam deslocados e seus plots não me atraem muito com a dos demais, até Ellis cobriane é mais personagem do que eles. Sei lá, minha opinião. Thanks.

2019-04-07 19:26:07


Episodio 1x6 - Nota 8.5

Derek, que é estourado e briga com todo mundo de um lado. Tom e Julia, que demoram seis episódios para escreverem o roteiro de outro. E eu no meio me divertindo horrores com esse povo que mais briga do que se ajuda. Porra, PAREM DE BRIGAR, todo mundo está atrás do mesmo objetivo!!!! Enquanto isso, queen Eileen se desdobrando, tomando martinis de sete dólares, se matando para conseguir fundo para esse show. Ai, ai, ai...
Gente, é surreal esse Ellis. Ele escuta as conversas dos outras pelas costas e sai correndo para contar para Eilllen kkkkkkkkkk. Eu juro, estou impressionado com o quanto esse cara é um fofoqueiro mór, nunca tinha visto um personagem tão stalker numa série antes. A maioria das cenas dele ele está escondido escutando as conversas alheias. Leo Dias muito que bem representada nessa série. Surreal!
Esse problema na voz da Yvy era o que estava faltando para a rixa entre ela e a Karen degringolar de vez. Karen como substituta? Tá na cara que sempre que acontecer algum problema que impeça a Yvy de cumprir seu papel, eles vão optar pela Karen para substituir. Achei uma ótima ideia para a serie continuar alimentando o feud entre as duas e sustentar esse plot da Yvy se sentir ameaçada pela Karen. Inclusive, muito evil a Yvy vendo a Karen de Merylin no espelho.
Caralho, Julia, escuta os conselhos do Tom e para de ver com esse Michel. Affs, e aquela cena que ele chega nela falando “Se não falar comigo, vou fazer uma cena e todos irão saber”? Tipo, só por aí já para ver que o cara tá descontrolado. Ele nem parece se importar com a mulher e a criança pequena que tem. WTF!!!!
Gosto bastando do Tom com o John, mas só pela cena que ele teve com o Sam na casa da Yvy, já deu para ver que ele tem muito mais química com o Sam do que com o Joh, parece que ele e o John são muito diferentes, sem contar que ele parece sempre estar entediado quando tem que acompanhar o namorados em seus eventos profissionais.
O final foi ótimo. Finalmente a Yvy revidou as grosserias do Derek, e soltou tudo para todo mundo escutar. Muito bom!!! Rachei de rir com a cara dele kkkkkkk. Eu não sei por que, mas eu gosto do Derek como personagem.
Os números musicais desse episódio foram excelentes. Meu favorito foi a cena da Karen cantando esse hino “Shake It Out” no bar mitzvah.

2019-04-07 19:26:28


Episodio 1x7 - Nota 9

Essa situação da Julia com o Michel já está me deixando nervoso. Na verdade, Michael me irritou bastante nesse episódio. O cara é a definição de grude. Percebe-se que Julia quer sair, salvar seu casamento, apesar de ficar em claro que o sentimento entre eles é forte e ele meio que fica puxando-a para essa situação. No mais, com ele eu percebo que, se continuar no caso extraconjugal está bom, como se o fato dele ter família não é importante ou digno de nota, como é para Julia. Não sei.... só sei que está mais do óbvio que o Frank vai descobrir e aí vai ficar ainda pior.
Só queria deixar mais do que claro que Eileen é a rainha dessa série, e isso ficou ainda mais evidente depois que ela deu aquele esporro homérico na fofoqueira de plantão, vulgo Ellis. “Não vou fingir que essa informação não é útil, porque é. Mas se eu ouvi-lo contar a alguém, nunca trabalhará nessa produção ou na cidade de novo”. LOL kkkkkkkkkkkkkk. Já disse isso, mas vou ter que me repetir, é impressionante o quanto esse moço sai fofocando sobre a vida alheia por aí. Meu, é muito surreal. Isso me irrita muito. Eu vejo assim, parece que ele acha que se demonstra muito útil e necessário passando essas informações, mas na verdade, tudo que ele consegue é se demonstrar uma pessoa baixa, fraca e pouco confiável, além de um belo puxa saco. A própria resposta da Eileen prova isso. Ou seja, migo, para que está feio!!!

Gostei bastante do enfoque que deram a vida pessoal da Yvy nesse episódio. A presença da mãe dela, que é uma estrela bastante conhecida e prestigiada, permitiu aprofundar mais na história pessoal da personagem, e vou te dizer, não consigo odiar a Yvy, pelo contrário eu percebo que ela é um pessoa bem insegura e cheia de complexos, e isso me fez me relacionar com ela em alguns momentos. Eu acho que a série se aproveita disso para pintá-la como vilã, quando sentem necessidade de fazer isso, mas, pelo menos para mim, Yvy é uma personagem profunda demais para ser interpretada de uma maneira tão superficial assim.

PS1: gente, só eu achei que rolou um clima entre a Eileen e o bartender?

PS2: morri com o povo morrendo de calor porque não consertaram o ar condicionado.

PS3: não sei o que faço, porque shippo Tom e o seu boyfriend, mas não tem como não se divertir com Tom percebendo que Sam é gay, e com isso não ficar ansioso com um possível envolvimento romântico entre os dois.

2019-04-17 23:46:19


Episodio 1x8 - Nota 8.5

Será Karen uma potencial diva pop star? A julgar pelo número do lençol...... NÃO!!!!

O conceito de Smash é bom demais. Acompanhar a produção de um show desde o conceito, processo de escrita e audições até a parte de finanças e conseguir capital é muito interessante. E é isso que está me agradando na série. Eu quero ver sim o musical acontecendo e dando certo, mas o embate Tom e Julia vs Derek é muito divertido de se assistir, não consigo negar. Primeiro que os três atores estão dando um show de atuação, segundo que os três não dão certo, não mesmo, daí o tom cômico que isso injeta nas cenas fica gostoso demais de se acompanhar. Fato é que eles estão ferrados, porque ninguém se entende, e eles precisam entrar em sintonia logo se querem tocar esse projeto para frente.
Se Nick Jonas já foi uma participação especial que me chamou atenção pela imprevisibilidade, eu fiquei ainda mais impressionado de ver Ryan Tedder aparecendo do nada como responsável pela produção da ideia sem noção do Derek. Gente, o que foi aquilo??????????? Até agora eu não entendi qual era a proposta do Derek, mas, amigo, definitivamente NÃO. Não foi só ruim, foi bem tosco, também. E os caras com a máscara de papelão na cara? HAHHAHAHHAHA. Socorro, muito vergonha alheia. Engraçado, porque eu nunca iria imaginar uma ideia como aquela brotando da mente do Derek.
Se para mim o número solo de Karen não funcionou, a cena do boliche foi maravilhosa. Sério, perfeição define. Que número musical divertido!!!! Com cara de musical, sabe. Foi tão boa que eu fiquei com vontade de estar nela e participar também. Talvez um dos meus números musicais preferidos da série até então.
Algumas tramas paralelas não caem no meu gosto. Eu até tento me envolver, mas o resto dos plots são tão bons que esses acabam ficando desinteressantes. Sim, estou falando dos personagens que menos ando curtindo: Leo e Dev. Essa draminha legal do Leo é chato, assim como toda a trama política do namorado da Karen. Por mim, os roteiristas poderiam cortar facilmente que não me faria falta alguma.

PS: tô adorando o Ellis tomando esporro de todos os personagens possíveis e imagináveis. Até filha da Eleen deu uma tirada nele. Me representou muito!!!! Olha, mal te conheço e já te considero pacas.

2019-04-17 23:46:57


Episodio 1x9 - Nota 9

Que episódio sensacional!!! Muito coisas acontecendo. Estou adorando essa série.
Começando pelo momento mais dramático: é aqui que eu viro e falo para Julia um sonoro “Estava na cara que iria dar merda, né, amiga”. Tom tentou abrir os olhos, mas era óbvio que o Frank iria descobrir, assim como era óbvio que a reação dele seria como foi. Mesmo a Julia sendo a pessoa errada nessa história toda, não foi fácil ver ela chorando daquele jeito e vendo seu casamento indo para o ralo. Eu gosto da personagem, então fiquei triste por ela e pelo Frank também. Aliás, parabéns aos dois atores pela entrega na cena, que foi espetacular.
Eu estava esperando sim que Frank descobrisse sobre a traição de Julia, porque era algo previsível que acontecesse na série, diferente dessa aproximação da Yvy e Karen que aconteceu nesse episódio. Eu adorei toda a narrativa das duas personagens: Karen fazendo o teste da propaganda de suco de laranja e Yvy naquele trabalho estranho como anjinha. O número musical das duas na Times Square foi muito bacana, e confesso que estou torcendo para que uma amizade entre as duas esteja sendo construída daqui para frente. Se isso vai vir acontecer, eu não sei, até porque eu não acho que a série vá deixar de apostar no conflito entre as duas pelo papel de Marilyn, mas acho que a longo prazo, é algo possível, sim. Ainda sobre Yvy, é interessante ver como a vida pessoal dela tem paralelos bem legais com a própria Merilyn. A questão da insegurança e da autoestima e tal. Estou gostando bastante desse aspecto.
Podem cancelar Tom e John e podem fazer Tom e Sam acontecer. Tom é muito antagônico e está mais do que claro que ele e Tom são pertencentes a mundos muito diferentes, o que impede de dar certo. A questão política é só mais um fator para jogar uma pá de terra de vez nesse relacionamento. Com Sam é completamente o contrário. Os dois já estão envolvidos no mundo do teatro e tal... já tô shippando, obviamente.


PS: alguém, por favor, para o Ellis, porque ele próprio se supera.

2019-04-17 23:47:25


Episodio 1x10 - Nota 8.5

Meu, nada dá certo nesse musical kkkkkkkkkkkkkkkkkk. A história da atriz substituta que ficou presa em Cuba foi surreal!!!!
Agora as coisas ficaram bem invertidas. Até porque Karen está sendo treinada para ser a substituta de Rebecca Durvall e Yvy no coral. Aquela visão que o Derek teve da Karen de Merilyn foi muito sugestiva, será que ele vai se apaixonar por ela? Será que isso foi um sinal de que ela é a Merilyn perfeita? Aposto que não vai dar certo com essa Rebecca Duvall e a Karen vai acabar sendo a nossa Merilyn. Quem não vai gostar disso? Isso mesmo, Yvy. E, gente, essa Rebecca tem mó cara de problema a vista, sem contar de péssima atriz.
Os plots políticos do Dev são péssimos, já disse isso, mas por incrível que pareça vou ter que elogiá-lo por defender sua amada, dando um soco na cara do Derek. Como assim a Karen solta que sofreu um assédio do diretor naquela naturalidade toda, como se fosse algo normal? Oi? Porrã!!!


PS1: arranje um amigo que seja como o Tom < 3
PS2: Eileen preciosa demais, como não amar essa personagem? Só espero que esse investidor aí não seja encrenca.

2019-04-17 23:48:09


Episodio 1x11 - Nota 8.5

Hahahaha de onde brotou essa Rebecca Duvall? A mulher é completamente fora da caixinha. Ela está querendo mudar tudoooooooo kkkkk.
Eu achando que ela iria chegar ali e iria arrasar, mas ela é um fiasco cantando e, me desculpa, a atuação dela também é péssima. Se bem que no final ela fez direitinho, ou seja, será que alguma salvação?
A melhor parte foi todo mundo fazendo reunião para saber como lidar com essa mulher. E aquele homem, Colin? Que barraco foi aquele? O que está acontecendoooooo?
Eileen é tão fofa. Lógico que já estou shippando ela com o moço do bar, mas tenho medo do tal segredo dele que está no arquivo. Espero que não seja nada demais e não mele o meu shipp.
Outro casal em potencial que estou amando é Tom e Sam, mas parece que os roteiristas querem postergar os dois ficando juntos, porque eu não colei aquela desculpa de Deus e tal que o Sam falou, não. Ficou parecendo que isso foi algo jogado ali para servir de desculpa. No mais, Julia rainha dizendo tudo que eu queria dizer ao jogar na cara deles que eles estavam flertando a tempo demais e ainda estavam no zero a zero. Amo muito essa amizade Tom e Julia < 3
Se tem uma coisa que eu adoro é quando o Ellis toma umas na cara. Já tomou várias verdades vindo da Julia, da Eileen e agora do moço lá que foi usado por ele, que agora não me lembro o nome. Só sei que ele foi pisado com força e amei cada segundo daquela cena. Tomou, distraída. Aliás, esse moço quer se fazer de espertão, se aproveitar das pessoas, mas ele só flopa, porque nem para fofocar direito nas ligações ele presta. Seja menas.
Se por um lado estou adorando a aproximação da Yvy com a Karen, sério os momentos entre as duas nesse episódio foram ótimos, por outro, estou cada vez mais de saco cheio desse Dave. Para mim, está mais do que óbvio que ele vai acabar traindo a Karen com aquela moça e não vejo a hora dela chutar esse moço para fora da série. E esse plot político dele é o mais chato ever.
Outro chato foi Frank. Sim, é normal ele ficar chateado e bravo com a Julia, mas pô, custa ouvir? Afinal, você ainda tem um filho. Ahei desnecessário ele não abriu o jogo logo para a diretora. Enfim, ainda bem que o plot de Leo indo mal na escola já começou e, pelo visto, já acabou. Assim espero.

2019-04-17 23:48:44


Episodio 1x12 - Nota 8

Caraca, fumaram um ácido forte na hora de escrever esse número de bollywood para a série. Teria sido bom se ele tivesse feito sentido. O que eu não entendi foi por que tinha personagens numa cena que não tinha nada a ver com eles. Tudo bem que foi um devaneio da Karen, mas mesmo assim não fez o menor sentido. Achei um número muito micoso.
E, por favor, tirem esse Dev dessa série!!!! Tô garrando um ódio desse homem sem proporções. Só não ganha do Ellis porque aquele ali segue a risca a cartilha de como se tornar um personagem detestável.
É uma pena que a Yvy seja uma personagem tão insegura. Sim, baixou uma vilã de malhação ali e não teve como defender aquele plano absurdo dela. Pra quê? Ai, Yvy, eu quero te defender, mas você mesmo não se ajuda.
Que desespero que eu senti pelo Tom e a Julia na trama do filho desaparecido, não pelo Leo, que é totalmente uó, mas por ver o quanto a amizade dos dois é sincera e ambos sofrem as dores do outro.
2019-05-05 13:31:17


Episodio 1x13 - Nota 8.5

Na boa, não estou gostando do direcionamento que estão dando para a Yvy. Tudo bem que o que estamos vendo é uma personagem insegura que mete os pés pelas mãos, mas daí chegar a dormir com Dev por questão de vingancinha? Affs, achei too much.
Sinto que a série quer voltar a abordar a rixa entre Yvy e Karen, que, entre aspas, era o conflito principal da série, mas eles meio que estão perdendo um pouco a mão.
Enfim, sobre o Dev, parabéns, cara, você conseguiu se demonstrar mais ridículo do que já estava sendo. Trai a mulher duas vezes no mesmo episódio, e ainda tem a pachorra de pedi-lá em casamento e logo após ter um ataque de pelanca quando essa diz estar ocupada. Kkkkkkk muito chacota mesmo.
Michael vai voltar. Prevejo mais drama, drama, drama para o plot da Júlia.
Gostei muito do plot do Sam, ele foi um hino naquele discurso do porquê ele ama a profissão dele.
Eu gosto do Derek como personagem, ele soma muito a série, e amo esse ator, mas vamos combinar que ele sabe ser um embuste.
2019-05-05 13:32:25


Episodio 1x14 - Nota 9

Ah, eu gostei do final, foi mega triste, mas foi bacana, não entendi por que não aplaudiram. Talvez tenha sido óbvio demais pelo suicídio ser uma das coisas mais comentadas da vida da Marilyn.
Socorro que eu já estou até vendo a Karen descobrindo essa traição, ou não, porque estava tão escrito no rosto do Dev e da Yvy e mesmo assim a trouxa nem desconfiou.
Vai ter o plot "Quem envenenou Rebecca?" Adorei!!! Minha aposta é no Dev, já que ele e a Karen são os únicos personagens que a gente sabe até então que sabiam que a Rebecca era alérgica a amendoim. Eu super vejo o Dev fazendo isso como uma tentativa estúpida para ajudar a Karen e aliviar o peso na consciência. Porém, não ficaria nem um pouco surpreso se fosse o Ellis, até porque só falta isso para essa cobra fazer nessa série.
Ahhhhhh que preguiça desse Michael. Sai de cima, cara!!!
Não acredito que vão tentar acabar com a minha amizade do pop aos 45 min do segundo tempo. NAAAAÃO!!!!!!! Ah, Julia, tome responsabilidade pelos seus erros e não coloque a culpa no Tom. Ele está sendo profissional, e não mentiu, Michael pode ser um escroto mas é um ótimo performer, e isso é tudo que Bombshell precisa.
2019-05-05 13:33:42


Episodio 1x15 - Nota 9

CARALHO, eu amei a metalinguagem que criaram nessa finale em relação as duas facetas de Marilyn. Karen, que no fim conseguiu o papel, representando o momento de glória e sucesso, enquanto Yvy estava nos bastidores representado a depressão, indicando uma tentativa de suicídio com os remédios. Sensacional.
Cara, Bombshell é um hino. Adorei todas as perfomances e parece que o musical ficou incrível!!!! Aquele número musical da Karen no final foi muito icônico!!! Que belo jeito de se fechar uma temporada.
Ai, Yvy, estava gostando tanto de você, é de certo modo ainda gosto, mas por que você me matastes??? POR QUÊ???? Golpe baixíssimo o que ela tentou fazer, e por um momento eu até pensei que a Karen iria desistir e daria certo. É uma pena que ela tenha recorrido a isso. Torço que Yvy não tenha tomado aqueles remédios e encontre a sua rendenção na próxima temporada. Ainda acredito em ti, Yvy.
Momento "Yes" do episódio foi Eileen demitindo aquela víbora do Ellis por ela ter tentado envenenar a Rebecca. Cara, como vibrei. Meu, como esse Ellis é afrontosa. Abaixa esse topete, querida, que você não é produtor de bosta nenhuma. Isso, pisa nela! Por favor, me diz que esse cara não volta na próxima temporada. Não aguento mais!!!!
2019-05-05 13:35:00


Episodio 2x1 - Nota 8

Foi uma premiere bem morna, porém com algumas decisões criativas que me agradaram muito. Morri com eles, aparentemente, limando vários personagens insuportáveis da série. Dev não voltou, assim como Ellis e o filho da Julia, e ainda já acabaram com o casamento da nossa roteirista, dando a entender que Frank também não volta. Achei a resolução desse plot bem porco, é bem verdade, mas considerando que eles acertaram em cheio em tirar quem não acrescentava nada à série logo no primeiro episódio, não poderia me importar menos.
A inserção dos novos personagens foi interessante, mesmo que tanto a trama da Jennifer Hudson como a do Jimmy ainda não tenha demostrado seu potencial. O melhor mesmo foi ver que não vai ser tão fácil assim levar a atração para a Broadway, visto que eles estão enfrentando críticas sérias na produção do show.
2019-05-09 20:27:38


Episodio 2x2 - Nota 8

O comportamento da Karen é super justificável, não que eu concorde, é claro. Por um lado acho bom, porque tira um pouco aquela imagem de menina cem por cento boazinha. Acho que algumas pessoas perdoam mais rapidamente e outras ainda levam um processo mais demorado até chegar a isso, acredito que seja isso que estejam propondo nesse plot da Karen com Yvy.
Foram só dois episódios, mas estou sentindo a Yvy bem apagadinha, sei lá, vou aguadar mais alguns episódios para dizer melhor sobre como estão conduzindo a personagem.
A trama dos moços do bar são boas, mas ela tá um pouco confusa. Afinal, estão querendo apostar na produção de outro musical com Bombshell enfrentando percalços? Não vejo muito muito sentido na existência dessa trama. Além disso, já vi que esse Jimmy vai me irritar muito. Nossa, a menina querendo ajudar e ele fazendo aquele drama todo???? Por outro lado, Kyle é uma fofura.
A trama das acusações de assédio contra Derek (mesmo tendo algumas críticas a alguns pontos dentro disso) e as críticas ao roteiro da Julia, estão sendo os melhores plots.
2019-05-09 20:30:19


Episodio 2x3 - Nota 8

Por mais que a personagem de Jennifer Hudson seja boa, não ando curtindo muito a finalidade dela na trama, assim como todo o plot do Hit List. Assim, por mais que eu ache ambos plots interessantes, me parece meio deslocados do que a trama principal significa.
Jimmy tem até química com a Karen, mas seu gênio irritante é muito problemático. Porém, a trama do musical dele até consegue me prender, então fico nesse dilema de ora tô gostando, ora não.
O grande problema dessa segunda temporada, ao meu ver, está no direcionamento que estão dando a personagem de Yvy. Ela praticamente se tornou uma coadjuvante de luxo com todo esse plot dela de fazer audição para um outro espetáculo. Assim, eu me importo com ela porque é uma personagem que eu gosto, mas o plot me parece muito deslocado.
Dito isso, o plot de Julia é disparado o melhor plot até então, tudo porque está ligado ao que realmente importa, Bombshell, e tá bem legal ela ter que aceitar a interferência de Peter para a reescrita do roteiro. Gostei do personagem e do conflito entre os dois, além do paralelo que criaram entre a visão artística de Julia e seu caso com Michael com os homens na vida de Merilyn.
2019-05-10 22:39:19


Episodio 2x4 - Nota 8.5

Foi um episódio bom. Adorei como trabalharam a personagem da Jennifer Hudson, mesmo eu ainda achando essa trama da personagem dela muito desconexa com o que o show era na primeira temporada. No entanto, foi legal unirem os plots e usarem ela como ponte para dar um empurrão no tal Hit List.
Porém, o que anda me prendendo mesmo é a parte de Bombshell. Nossa, que ódio mortal do Ellis, que nem apareceu mas mesmo assim causa nessa série, e desse ex-marido da Eileen. Não acredito que vou ter que aturar esse cara como produtor.
Julia e Peter ainda continua bem legal.
2019-05-10 22:40:43


Episodio 2x5 - Nota 8.5

Eu estou bastante chateado com o plot que deram com para a Yvy. É uma personagem boa demais, independente de seus erros e vilanias, digamos assim, para ser desperdiçada em um plot tão ruim. Parece que ela realmente ficou renegada a um papel extremamente coadjuvante. A participação do Sean Hayes foi horrorosa, assim como o personagem que ele interpreta. Não funcionou nem para comédia, se essa era mesmo a intenção de Smash, e para piorar, não se deram nem o trabalho de fazer uma reunion de Will and Grace, com ao menos uma cena entre Sean e Debra.
Continuo minha relação de amor e ódio com o plot de Hit List, e confesso que o plot está conseguindo me agradar, mesmo com Kyle fazendo aquela fofoca sem sentido de que Karen namora Derek. Ele é a fim do Jimmy? Se sim, confesso que não tinha notado isso.
Bombshell continua sendo a melhor coisa de Smash. Adorei a interação de Julia com Peter, portanto eu estava torcendo até o último segundo para que ele não fosse evil, como o episódio tentou nos vender, e ainda bem que no fim ele não estava enganando a Julia. A grande surpresa foi Tom e Julia terem ficado em lados opostos nas divergências. O que me irrita é ver Jerry tomando as decisões aqui. Tomando entre aspas, porque o cara tira a Eileen da jogada para depois deixar na mão dela a decisão? Oi?????
2019-05-10 22:41:45


Episodio 2x6 - Nota 8.5

A graça de Smah sempre foi acompanhar os bastidores da criação de um espetáculo, e isso foi muito bem feito na primeira temporada. Porém, chegou nessa segunda, e resolveram apostar em duas tramas paralelas: Hit List, que é até legal, mas não tão interessante quanto Bombshell, e o plot horrível de Yvy, que, cara, sem condições o que fizeram com essa personagem. O problema é que agora até o plot de Bombshell está sofrendo um pouco e, sinceramente, tá um pouco repetitivo.
Vamos lá, desde que a temporada começou tiveram problemas de críticas com os roteiros de Julia, Jerry e Eileen brigando e agora desavenças entre Tom e Derek, ou seja, coisas que de certa forma já tínhamos visto na primeira temporada. Impossível não ficar com essa sensação de repetição, como se não tivesse evolução. Esse show está o tempo todo sendo alterado e modificado, sem contar que essa equipe está sempre discordando sobre tudo e entrando em conflito. Fico me perguntando como que pessoas que, aparentemente, se odeiam conseguem trabalhar juntas??? Fico impressionado de sair alguma coisa disso daí, porque olha, difícil!!!
O ataque de fúria de Derek e consequentemente sua auto demissão foi o ponto alto do episódio. Acho que ele entrar como diretor em Hit List pode ser o que faltava para esse plot me agradar de vez.
Falando nisso, o grande problema desse núcleo está em Jimmy, não resta dúvidas. Na boa, não dava para escrever um personagem menos insuportável não? O cara além de ser mirradinho e mimado, é um completo de um ingrato. Ele ficando com raiva da Karen por ela ter escolhido Bombshell, um musical que está indo para a Brodaway, ao invés de um musical ainda em etapa embrionária foi uó. Ele esqueceu tuda a ajuda que a Karen já ofereceu por eles??? Esse aí não só quer uma mãozinha, ele quer o braço, as pernas, quer o corpo todo. Sem condições.
2019-05-10 22:42:53


Episodio 2x7 - Nota 8.5

Karen é realmente uma personagem de personalidade muito fraca. Eu não entendo esse fetiche que os roteiristas têm em construir uma protagonista tão boazinha e sem sal, que faz de tudo pelos outros, até mesmo desistir de seu maior sonho. Meu, essa desgraçada passou a primeira temporada toda querendo o papel da Marilyn, para quando finalmente consegue, abandoná-lo com essa facilidade toda? Ah, vá tomar banho!!! Tudo bem que ela se dava muito melhor com Derek do que com Tom, mas mesmo assim não dá para levar essa garota a sério. Pelo menos isso vai servir para trazer Yvy de volta a Bombshell. Parece que os roteiristas perceberam a cagada que fizeram com essa personagem e resolveram resgatá-la do limbo que a jogaram. Sendo assim, vai Karen, vai correr atrás do seu macho escroto e não me aborrece mais.
O plot do Hit List deu um salto de qualidade tremendo e isso se deve a um personagem: Derek. Tá certo que Derek como ser humano é um pouco intragável, mas não podemos negar que ele é um personagem que acrescenta muito à série, a prova disso foi que sua inserção nesse plot já adicinou um tempero à trama, tornando-a bem melhor. Além disso, nada melhor do que ver Derek batendo de frente com Jimmy, que bem tá precisando baixar a bola.
Outro ponto positivo foi Eileen novamente tomando controle do show, só faltou mesmo ela jogado um martine na cara do Jerry.
Eu espero que agora com ela de produtora e Tom de diretor os roteiristas resolvam dar uma evolução nos acontecimentos e esse show saia do lugar.
2019-05-10 22:44:13


Episodio 2x8 - Nota 8.5

A abordagem do trabalho de Tom como diretor nesse episódio foi muito boa e até serviu para apresentar uma lição: não dá para ser sempre bonzinho e tentar agradar a todos por um simples motivo.... É PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL AGRADAR A TODOS!
Tom parece bastante confiante e até feliz com sua nova função dentro na produção do show, porém foi só entrar em contato com os primeiros desafios que ficou evidente que, como tudo em Bombshell, nenhuma decisão é simples de ser tomada.
Eu já estava me perguntando o que diachos fizeram com o Sam, o cara praticamente sumiu. Foi bem legal tê-lo de volta, principalmente tendo cenas com o Tom, esse que eu julgo ser o casal da série. Aquela cena musical de ambos, Julia e os bailarinos do show foi bem legal e divertida. Um dos melhores números da temporada, por sinal. A princípio estava achando bem problemático esse conflito que o episódio colocou entre eles, mas vendo o desenvolvimento, fiquei bastante satisfeito ao ver quais eram as intenções da série. Obviamente é triste ver Sam e Tom brigados, porém a decisão dele foi mais do certa e já fico aqui na torcida para que Sam entenda e eles se acertem futuramente. Ainda nesse plot, mais uma vez Smash mostrando que a amizade de Tom e Julia é o que tem de melhor. Que amizade linda, e que bacana a Julia ter levado o Tom até Derek para que esse percebe-se que na função de diretor, você vai estar em frente a várias decisões difíceis de serem tomadas.
Ainda não entendi se a série pretende juntar a Julia com esse antigo colega dela, até então eu estava na torcida para Julia e Peter rolar, mas esse é mais um personagem que sumiu, então já nem sei.
Na parte de Hit List, a cena musical de Jimmy com Karen foi bacana, na verdade estou gostando da construção desse musical, fiquei curioso para conhecer essa história. Porém, fica impossível engolir o Jimmy e seu ego e gênio mimado. Nossa, ele abre a boca e eu já começo revirar os olhos. Faço a mesma pergunta que muitos já fizeram nos comentários abaixo: o que a Karen viu nesse cara? Se bem que a Karen é outra que nem está dando para defender também. Pelo menos temos Derek para confrontar o Jimmy. No mais, Kyle você deveria dar graças pelo Jimmy não te corresponder, você merece mais, deixa esse pepino para Karen mesmo kkkkkkk.
PS: as vezes a própria Eileen e a equipe caça sarna para se coçar e complicar as coisas. Sério que eles pensaram mesmo que chamar a mãe da Yvy, a estrela do show, vai ser mesmo uma ideia que pode dar certo? A surpresa vai ser se realmente dar certo, o que eu estou zero por cento de confiança de que dê.
2019-05-10 22:45:01


Episodio 2x9 - Nota 8.5

Adoro quando Smash cria conexões entre a fatos importantes da vida de Marilyn, tema central de Bombshell, com os dramas pessoais dos personagens. Foi assim com Yvy e Leigh nesse episódio, e foi impossível não se emocionar com aquele número musical do final. Aliás, fico me perguntando quanto tempo deve durar esse show, porque a quantidade de segmentos da vida da famosa figura é tanta que esse show deve ficar imenso kkkkkkk. Dentro de Bombshell, a única coisa que me irritou foi Sam, achei primário ele instigar um atrito entre Tom e Yvy, no fim, essa briguinha entre eles já está se tornando desnecessária.
Por falar em desnecessário, ai, gente, está sendo uma verdadeira provação ter que digerir o Jimmy e seus dramas nessa temporada. Se na primeira temporada eu torcia arduamente para que personagens como Ellis e Dev fossem limados da série, nessa season essa minha torcida é para Jimmy. Simplesmente não dá. A única coisa digna de nota nesse plot foi Derek demonstrando maturidade e ajudando o moço. Ah, sobre o Karen e seu pai? Boringgggggggggg!!!!!!!!!!!!!!!

2019-05-10 22:45:53


Episodio 2x10 - Nota 8.5

Comentei isso nos primeiros episódios dessa temporada, e quando eu achava que estava finalmente ficando satisfeito com o plot de Hit List, esse episódio vai por direções criativas que me fizeram relembrar minha relação de amor e ódio com essa parte da trama de Smash. Na boa, achei completamente aleatório enfiarem a Julia como consultora nesse plot, tudo bem que eu sei que fizeram isso para aproximá-la de vez de seu novo interesse romântico, mas ainda assim ficou desnecessário. Para piorar, vão aumentar a participação da amiga de Karen no show, sorry não gravei o nome dessa personagem, dando a entender que devem investir em atritos ente as duas, como se já não tivéssemos atritos demais (Tom e Sam, Derek e Jimmy e por aí vai). Eu espero estar errado com relação a isso, mas fato é que, novamente, Bombshell é o que mais me interessa e me incomoda muito ter que ver esse foco sendo dividido com um plot tão montanha russa quanto o Hit List.
Derek vinha me agradando muito com seu crescimento, mas quando este percebeu que suas chances com Karen são praticamente nulas, ele voltou a ser o Derek estourado de novo. Fiquei com pena foi da Yvy, que mais uma vez vai ser usada apenas para sexo pelo nosso diretor. Se Derek está sendo um macho escroto, Jimmy tá sendo uma competição a altura. Aquela balela dele no final para Karen não valeu de nada, afinal, ele ainda não contou a ela sobre as drogas. Outra coisa, essa Karen vê a droga no bolso do casaco e não faz nada? Porrã, mulher, assim fica difícil de te defender. Olha, estou começando achar que esses dois se merecem: o marrento e a sonsa.
Sinceramente, preferia Julia com Peter, nada contra Scott, só não fico tão envolvido com os dois. Por outro lado, Eileen e Richard juntos são uma gracinha e torço para que ambos terminem juntos.
Sobre Yvy e Tom, ambos têm suas parcelas de erros, Yvy foi bem falsa com ele no começo do episódio, mas quem nunca brigou com um amigo e fez coisas movido pela raiva? A lição que se tira de tudo é isso é: diálogo. Só uma conversa sincera é capaz de resolver um atrito entre duas pessoas, ainda mais entre dois amigos. Sinceramente, melhor plot do episódio sem dúvidas.

2019-05-10 22:46:25


Episodio 2x11 - Nota 8.5

Meu Deus, esse Hit List é muito qualquer coisa. Para falar a verdade, eu nem entendi direito os acontecimentos do show, muito menos aquela personagem da Ana, Diva. Só sei que, se eu tivesse na plateia vendo aquela cena da Ana com a arma, iria querer rir, porque aquilo foi muito brega kkkkk.
Em compensação, Bombshell parece grandioso e digno de uma superprodução. Todas as cenas sobre o show foram bem legais. Fiquei impressionado com a Yvy aceitando fazer a cena de nudez. Eu não teria essa coragem então palmas para ela.
O começo do episódio foi bem cômico. Ri demais daquele sonho do Tom kkkk. Imagina você virar do lado na cama e me aparece Ellis ali do lado? Deus me free!!!
Sabia que o envolvimento da Júlia em Hit List iria causar algum atrito entre ela e Tom.
Já falei que não suporto o Jimmy? Pois é, ô cara chato!
2019-05-19 18:56:30


Episodio 2x12 - Nota 8.5

Eu não acredito que estão investindo num fight entre Julia e Tom aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo. Não que isso não tenha trago emoções ao episódio, mas a amizade entre os dois são uma das coisas que eu mais gosto na série então é difícil vê-los brigados. Não sei nem o que dizer dessa briga. Pô, vocês passaram um tempão tentando fazer Bombshell acontecer e quando ele finalmente estreia, vocês ficam nessa por causa do que vem no futuro? Stop!!!
Tô muito feliz pela Yvy. A personagem começou renegada a uma mera coadjuvante nesse início de temporada, mas os roteiristas conseguiram salvar a personagem e ela de Marilyn fica ótimo. No entanto, parece que Hit List está se encaminhando para a Broadway, então parece que vamos ver uma briga entre os dois shows e, consequentemente, entre as duas protagonistas, me lembrando um pouquinho da premissa do começo da série.
Não entendi, o Kyle não estava namorando com o mocinho da produção de Hit List? E agora ele vai se envolver com o Tom? Desistiram do Sam??? Que bagunça.
2019-05-19 18:57:44


Episodio 2x13 - Nota 8.5

Talvez o grande mérito de Smash seja seus personagens. Rapidamente eu me apaixonei por personagens como Eileen, Júlia, Tom, Yvy, Derek e até mesmo Karen, que ultimamente vem me desagrando muito. Porém, ao mesmo tempo tínhamos aquela dose de personagens insuportáveis como o marido de Julia, o filho da Julia e o pior de todos: Ellis. Não achando que fosse possível, Smah consegue se superar nesse quesito e nos entrega.... Jimmy!!!!
Puta que pariu esse cara já me irritou em vários episódios, mas nesse episódio em específico ele foi além. Gente, que ataque de pelanca foi aquele? Escrotíssimo o que ele fez depois da apresentação. Eu espero que o Kyle não morra por causa desse imbecil. Pelo menos a Karen parece que não vai deitar para esse otário e quem se seu bem foi Derek, que parece que vai sair do zero a zero com a moça.
Sobre Hit List, os números e as músicas são até bacanas, mas o conceito e a história em si não me pega. Sei lá.... Não curti tanto.
Eu já estou de saco cheio dessa briga entre Julia e Tom. Eu não sei onde isso vai dar, mas é duro vê-los falar aquelas coisas um pro outro. Nossa, já deu dessa briga, please!
2019-05-19 18:59:10


Episodio 2x14 - Nota 10

Impossível não se emocionar com esse episódio, sem dúvidas um dos melhores da série!
A morte do Kyle foi bem abrupta, do nada ela aconteceu. Fiquei na expectativa dele sobreviver a esse acidente, mas o episódio já começa nos confirmando a morte. É claro que esse recurso narrativo foi utilizado aqui para trazer uma redenção ao personagem do Jimmy, mas, por mais que eles tenham acertado na homenagem feita ao Kyle, tudo que consigo pensar nesse momento é na raiva que eu tenho do Jimmy.
O episódio como tudo foi perfeito, a utilização dos flashbacks foi bem boa, somente a envolvendo Kyle e Tom que não me suou certa. Afinal, desde quando eles tiveram esse relacionamento tão profundo a ponto de dedicarem um espaço do episódio a isso? Esse relacionamento começou do nada, não teve aprofundamento algum e os roteiristas tentaram me vender isso como se eles tivessem uma ligação muito forte. Não me fez muito sentido para mim.
Obviamente o final foi o mais emocionante, com a cena do apagar as luzes do teatro, até onde eu sei, uma tradição no meio da Broadway quando alguém importante no meio se vai. Com certeza uma cena marcante.

PS: Jerry levando Hit List para a Broadway é legal e tal, mas, como sempre, o objetivo dele é tirar os Tonys de Bombshell e consequentemente derrotar Eileen. Gente, esse marido dela é um monstro!!!

PS: o final da série com essa briga entre Bombshell e Hit List no Tonys tem tudo para ser bacana. Nem preciso dizer que minha torcida é total de Bombshell.

2019-05-19 19:01:22


Episodio 2x15 - Nota 8.5

Derek estava tendo uma evolução na série, mas ele sempre dá um jeito de nos lembrar como ele é um idiota. Todo o lance da substituição da Ana em Hit List foi bem escrota, e eu não entendi muito bem por que estão investindo nesse plot restando apenas dois episódios para a série terminar. Dito isso, pela primeira vez eu vi Hit List como um show bacana e de Broadway, mas mesmo assim, Bobmshell pisa muito. Vou ficar puto se eles perderem o Tonys para isso....
A melhor coisa desse episódio sem dúvidas foi Julia e Tom. Gente, a amizade deles é linda e eu não estava aguentando aquela briga entre os dois. No mais, esse dueto foi sensacional!
Eu sempre pensei que a Yvy poderia terminar a série com o Derek, agora estando grávida então pode ser um indício de que vá ser isso mesmo que vai acontecer, porém, o Derek está fazendo tanta merda e pisou tanto na bola com ela que eu não sei se eu gostaria que eles terminassem juntos.


2019-05-19 19:02:26


Episodio 2x16 - Nota 8.5

Esse clima de rivalidade entre Bombshell e Hit List deixou os episódios finais bem interessantes. Mas, obviamente, minha torcida é total de Bombshell, afinal, estamos acompanhando a construção desse espetáculo desde o primeiro episódio da série e o único final perfeito para mim seria a produção levando vários prêmios. Logo, eu fiquei mega irritado com esse tanto de lobby para cima de Hit list e do show ter ganhado uma nomeação a mais que o musical de Marilyn. NÃO!!! EU NÃO ACEITO. Kkkkkkkk eu sei que isso é Smash querendo adicionar emoção para nós espectadores, e de fato conseguiram, pois, aquela leitura dos indicados me deixou muito aflito. Na boa, aquela parte que a apresentadora fala “Ops, eu pulei um nome... Yvy Lynn” foi muito fake kkkkkkkkkkk, morri de rir daquilo. Ahhhhhhhhhhhh, eu não me aguentei quando leram o nome do Kyle como indicado por roteiro, somente esse prêmio que eu aceito Bombshell perder, me desculpe Julia.
Nem preciso comentar que eu amei que enfiaram o Luke MacFarlane aqui do nada (Ah, saudades Brothers and Sisters, uma das minhas séries favoritas da vida), como um potencial novo par romântico do Tom. Olha, a trama do vinho foi engraçada e tal, e o Luke é ótimo, mas eu não curto quando os roteiristas enfiam pares românticos avulsos, se é isso mesmo que estão tentando fazer, bem no final das séries, porque tal personagem não pode terminar sozinho ou tal. Pô, poderiam ter investido esse tempo em tentar trabalhar uma reconciliação entre ele e o Sam, ou cortar mesmo. Enfim... não vou reclamar se o Tom terminar com o Patrick no final, porque é o Luke MacFarlane, mas mesmo assim, vai ficar meio agridoce se isso for mesmo acontecer.
Que venham os Tonys!!!!!

2019-05-19 19:03:24


Episodio 2x17 - Nota 10

AHHHHHHHHHHH QUE SERIES FINALE MARAVILHOSAAAAAAAAAAA!!!!
Eu gostei de praticamente tudo e confesso que não estava esperando muita coisa, não sei por que. Ainda bem que eu estava enganando.
Primeiro que eu preciso dizer que começarem o episódio com todo o elenco cantando Under Pressure foi espetacular, até o Jack e a Eileen cantaram, olha só que grata surpresa. Gente, por que não colocaram essa mulher para cantar mais vezes? Adorei!!! E digo mais, Eileen dona e proprietária da série, sim!
O nome do episódio é The Tonys, e, claro, tivemos o dia da tão famosa premiação. Eles conseguiram me deixar bastante ansioso pela a entrega dos prêmios e logo minha raiva foi crescendo porque a caralha do Hit List estava levando tudo, porém foi impossível não ficar feliz com o prêmio póstumo que Kyle levou por roteiro. Obviamente, eu vibrei muito e tenho que dizer que o discurso do Jimmy para o amigo/irmão foi bem emocionante. A única coisa que eu não queria era que Hit List levasse como melhor musical e nem que a Yvy ganhasse de atriz e, felizmente, isso não aconteceu. Era mais do que justo Bombshell ganhar o prêmio principal por toda a trajetória que tivemos com o show na série. Acho que isso foi o que todo mundo que acompanhou a série esperava, imagino. A coroação de um trabalho que vimos nascer desde o comecinho e sofreu vários empecilhos para chegar até ali. Ah, legal também foi o conselho da Eileen deu para a Karen após sua derrota. Essa mulher não cansa de ser maravilhosa!!!
Todos os personagens tiveram desfechos satisfatórios. Derek teve sua redenção e confessou todos os seus erros, ficando com Yvy. Karen e Jimmy juntos era bem óbvio. E Eileen ficando com Nick foi ótimo, fiquei feliz de a série ter se lembrado dele nesse final. O meu maior choque foi Julia ter ido atrás do Michael. WTF!!! Sério? Tipo, eu entendo que eles eram o amor da vida um do outro, mas, nossa, não esperava isso e ainda não sei muito bem se gostei ou não.
O número final foi muito bom e me arrancou risadinhas com a brincadeira do trocadilho com o fato de a série estar acabando.
Essa segunda temporada não foi tão boa quanto a primeira, mas eu me apaixonei pelos personagens de Smash e isso fez com que eu passasse por qualquer decisão ruim de roteiro. Além disso, os roteiristas conseguiram dar uma boa salvada na temporada com esses episódios finais e me entregando um final emocionante, lindo e condizente com o que se esperava da série. Apesar de ser curta, com certeza Smash é uma série que vale a pena ser vista.

The Show Is Over!!!!

2019-05-19 19:03:55



Obs:Precisa de mais de 5 comentarios para aparecer o icone de livro no seu perfil. Colaboradores tem infinitos icones de livrinhos, nao colaboradores tem 5 icones de livrinho do perfil

Johnathan Fernandes

Copyright© 2019 Banco de Séries - Todos os direitos reservados
Google+ | Índice de Séries A-Z | Contatos: | DMCA | Privacy Policy
Pedidos de Novas Séries