IMPORTANTE: O Banco de Séries não serve para assistir séries! Somos uma rede social onde os fãs de séries podem controlar os episódios que assistiram, dar notas, comentar, criar sua agenda, saber quando passa o próximo episódio. Somos totalmente contra a pirataria e não disponibilizamos conteúdo que fere direitos autorais.

Supernatural By Johnathan Fernandes





Episodio 2x16 - Nota 9

Muito bom o plot twist final! Nem desconfiei.
2017-02-26 14:53:55


Episodio 2x18 - Nota 8.5

Poxa, precisou morrer três pessoas pra poderem suspender as filmagens! Cedo, não? kkkkkk
2017-02-27 13:54:54


Episodio 3x4 - Nota 8

Quando a moça demônio falou: "Acha que eu trabalho sozinha? Não me subestime", logo eu gritei: " É o padre!!!", e ERA! Me senti tão inteligente, hehehehe.
Entendendo bulhufas da personagem da Katie Cassidy
2018-01-28 18:14:14


Episodio 3x5 - Nota 9

Diálogo do episódio - Sam: "Qual terá sido o motivo?, Dean: " Pode ter sido Mischa Barton..... O sexto sentido, não The OC" kkkkkkkkkkkkkkkkkkk rachei.Esse episódio foi muito bom, as mortes estarem envolvidas com contos de fadas foi uma sacada bem interessante. Chocado com aquela velhinha mega evil esfaqueando o moço devagarinho várias vezes, pior foi ela fazendo isso com aquela cara de "sou só uma velhinha fofinha e inocente", hehehe.Triste com o doutor no final.
2018-01-28 19:09:25


Episodio 3x6 - Nota 8.5

O episódio foi bom, mas a resolução foi bem fraca. Cara, a velha tarada dando em cima do Sam foi hilário kkkkkkkkkkk
2018-01-28 20:16:30


Episodio 3x8 - Nota 9

Adorei esse especial!
2018-01-28 22:22:38


Episodio 3x9 - Nota 8.5

Aeeee, finalmente pude entender qual é a da Ruby, pensei que ficariam nesse mistério até o fim da temporada. Dean é muito pavio curto, o que foi aquele barraco dele com Ruby? Perdeu a finesse, Dean.
2018-01-30 18:55:10


Episodio 3x10 - Nota 9

Episódio muito bom, junto com a premiere é o melhor até aqui.
Morto com o Sam tendo um sonho erótico com a Bela, melhor ainda foi o Dean: "Você estava gemendo enquanto dormia. Estava sonhando com quem? Angelina Jolie?..... Brad Pitt?" hahahahaha.
2018-01-30 21:00:59


Episodio 3x11 - Nota 9

Dean morreu nesse episódio 439 mil vezes, adorei que uma foi mais criativa que outra. Tentando descobrir até agora como que aquele cão matou o Dean kkkkkkk. Tadinho do Sam. The Trickster é muito debochado, mas não vou negar que os episódios com ele são sempre muito bons.
A temporada entrou em uma sequência de episódios muito bons, espero que o restante da mesma mantenha esse nível.
2018-01-30 21:48:08


Episodio 3x12 - Nota 10

Episódio muito fodaaaaaaaaaaaaaa! O meu favorito da temporada. Cara, eu amei a Ruby, mas pra mim, ela está enganando o Sam e o Dean bonito, e se realmente estiver, vou adorar muito essa twist. Fui no chão com o final, o detetive que perseguia eles era um personagem excelente.
2018-01-31 19:26:23


Episodio 3x13 - Nota 6.5

Episódio muito ruim e totalmente avulso, principalmente quando considero a empolgação que seu antecessor me deixou. Pra piorar, o episódio se utiliza do found footage,que eu detesto muito por sinal, como elemento narrativo, o que só contribuiu para que eu odiasse esse episódio.
2018-01-31 20:20:07


Episodio 3x15 - Nota 9

Eu gostava da Bela como personagem, as interações dela com os Winchesters eram ótimas, mas como Dean disse, ela foi muito burra. Poderia muito bem ter contado para eles seu real objetivo ao obter a Colt, que eles a ajudariam, principalmente com o Dean estando na mesma condição que ela. Pisou na bola, Bela.
2018-02-01 18:47:28


Episodio 3x16 - Nota 10

Season finale excelente, nossa, passou tão rápido. Já posso dizer que Lilith é a melhor vilã ever dessa série até aqui? Meu, que menina demônio mega evil! Sempre que colocam criancinhas fofinhas, que se revelação maléficas eu sempre fico com medo. A desse episódio por exemplo, arrasou na atuação. Outra cena da hora foi Dean sendo atacado pelo cão dos infernos, gente que horror! Agora com Dean no inferno preciso logo saber o que vai acontecer. Começando a quarta temporada em 3..2..1
2018-02-01 18:57:33


Episodio 4x1 - Nota 9

Wtf, se não bastasse demônios, temos anjos agora também.
Mas que mulher é essa interpretando a Ruby? Cadê Katie Cassidy? Ahhhhhhhh
2018-02-01 20:05:40


Episodio 4x3 - Nota 9

Um episódio esclarecedor que veio como uma reviravolta pra mim, afinal, Mary era caçadora antes mesmo do John.
2018-03-31 20:41:08


Episodio 4x4 - Nota 8

Tadinho do Jack, triste.
2018-03-31 21:27:27


Episodio 4x5 - Nota 7

Adorei a ideia de fazerem um episódio em preto e branco e utilizarem figuras icônicas do cinema de horror como Drácula, lobisomem e múmia, mas esse episódio tem um seríssimo problema: ELE É MUITO CHATO!!!!!
2018-03-31 22:14:30


Episodio 4x6 - Nota 9

HAHAHAHA rachei de rir nesse episódio.
Jensen Ackles deu um show no final kkkkkkk
2018-05-22 18:51:31


Episodio 4x7 - Nota 8.5

Sam virando o "pica das galáxias".
2018-06-30 19:47:04


Episodio 4x8 - Nota 9.5

Socorro que eu não esperava por esse episódio. Que episódio maravilhosoooooooo!!! Mds, eu ri muito.
Não sei o que foi melhor, se foi o urso gigante depressivo, o menino tarado invisível, ou o menininho hulk fazendo cara de evil tocando terror nos coleguinhas. "Aí, tio, alguma coisa errada?" hahahaha. Dean todo inocente "Com grandes poderes existem grandes..." pufff, soco na cara kkkkkk
A cena deles atropelando o menino invisível na estrada foi muito cretina, hehehe.
2018-06-30 20:32:06


Episodio 4x9 - Nota 8.5

Wtf, os anjos dessa série se comportam como demônios e vice versa kkkkkkkk. Entendendo mais nada...
2018-06-30 21:16:26


Episodio 4x10 - Nota 9

Eu não estou entendendo mais nada dos anjos dessa série. A Ruby parece mais anjo do que eles, hehehe.
2018-07-03 21:00:10


Episodio 4x11 - Nota 8.5

As duas twists do episódio foram bem bacanas. Foi totalmente contrário do "lugar comum" da série, que trata de coisas sobrenaturais. Isso, de certa forma, deixou o episódio mais assustador do parece.
Não tem como não ficar triste com a história dessa moça que, por conta de um pai escroto abusador, teve a vida que teve.
2018-07-03 21:03:59


Episodio 4x12 - Nota 7.5

Achei esse episódio muito chato, pra falar a verdade. Esperava mais da resolução do mistério.
2018-07-03 21:05:21


Episodio 4x13 - Nota 9.5

Junto com o episódio do poço dos desejos, esse aqui é o melhor episódio da temporada até o momento.Além de ter rendido momentos divertidos, os flashbacks foram muito pontuais e trabalhou muito um dos principais dilemas entre o Sam e a vida de caçadores que os Wincheters levam.Eu ainda fico de cara na facilidade que o Sam e o Dean conseguem de se infiltrar nos lugares com esses disfarces deles, mas os disfarces são cada vez mais engraçados. Dean de professor de educação física foi hilário, e claramente ele não leva nenhum jeito kkkkkkkk
2018-07-03 21:10:20


Episodio 4x14 - Nota 9

O Dean as vezes me mata de rir com algumas frases: " Você transou com ela, não é? Poxa, cara, a gente está no meio do Instinto Selvagem e você pega a Sharon Stone?".... " Primeiro a Madison, depois a Ruby e agora a Cara? Estou achando que você gosta de transar com monstros " hahahaha. Pior que é verdade.
Muito bom a parte que o carinha do FBI apareceu, até demorou aparecer um de verdade para colocar em cheque o disfarce deles. Mais morto ainda eu fiquei quando mostrou que o Bob tem um telefone pra cada tipo de disfarce e servir de álibi. Gostei, muito bom.
A twist do final me pegou, porque desconfiei da Cara desde o início.

2018-07-05 19:52:26


Episodio 4x15 - Nota 8.5

Pamela apareceu nessa série só pra sofrer, tadinha!
2018-07-05 20:44:49


Episodio 4x16 - Nota 10

Woowww, acho que acabei de assistir o melhor episódio da série! Claro, ainda tem muito caminho pela frente, mas com certeza “On the head of a Pin” entra no meu top de melhores episódios que já vi na vida.
Tudo nesse episódio foi incrível, mas os diálogos entre Dean e Alastair foram maravilhosos, principalmente com as revelações que eles proporcionaram, que me ajudaram a encaixar as peças e entender melhor os planos de Lillith. A dinâmica dos dois foi perfeita. Veja o tanto de informações importantes: Dean, ao ir para o inferno, foi torturado por Alastair, o demônio responsável por torturar as almas no inferno. Ele não aguentou mais a tortura e aceitou um acordo com Alastair de ele mesmo se tornar torturador de almas. What????? Minha cara foi no chão com isso. Mas, tem mais: ao derramar a primeira gota de sangue como torturador, Dean quebrou o primeiro selo da jaula de Lúcifer, permitindo que os demônios, dentre eles Lilith, procurasse os demais selos e, assim, poder dar início ao Apocalipse! Cara, muito, muito, muito FODA!!!! Devo elogiar Supernatural, por criar seus protagonistas, não como heróis imbatíveis que não cometem erros, muito pelo contrário, e Sam, nessa temporada, só me prova isso. Mas daqui a pouco eu comento mais sobre ele. Só preciso dizer que foi bem mal da parte de Castiel e Uriel colocarem o Dean para lembrar de seu “eu” torturador e fazer o trabalho sujo em Alastair.
Por falar em anjos, finalmente eu entendi qual é a do Castiel e de Uriel. Lá atrás, eu já vinha comentado sobre como os anjos dessa série são meio que evils, porque eu estava perdido no proposito deles e com um pé atrás com ambos. Eu não estava preparado pra maravilhosa trama política que eles escreveram para os anjos. O maldito do Uriel, que estava matando os anjos (anjos só podem ser mortos por anjos), o mais interessante foi descobrir suas motivações: basicamente, Uriel se cansou de seguir ordens divinas, e por ter inveja dos humanos, por julgar que Deus prefere essa raça a deles, se tornou partidário de Lúcifer, passando a matar todos os anjos que não concordaram em ajudar a libertar o coisa ruim. C-A-R-A-L-H-O!!!! Nossa, foi plot twist, atrás de plot twist in my face, que eu não consegui nem respirar. Isso é uma jogada narrativa tão boa, que o que estou vendo aqui não é só um simples embate anjos x demônios, ou Dean e Sam x demônios, e sim, anjos x anjos x demônios, com Dean e Sam no meio dessa loucura toda. Essa parada “política” entre os seres do céu ficou tão bacana, porque geralmente sou acostumado a ver os anjos serem abordados como seres do bem e tal, mas aqui foi diferente. Tem anjo que não presta!!!! Aliás, eu me faço a pergunta: Onde está Deus?????
Curtir o embate Castiel x Uriel, apesar de que eu estou achando o Castiel bem fraquinho, primeiro ele não consegue deter Alastair, depois ele leva uma surra do Uriel. Nem parece que aquele anjo que acabou por cegar a Pamela. Ainda bem que Anna apareceu para salvar a pátria. Devo dizer que eu odiava o Uriel, ele era bem grosso, mas depois dessa revelação, eu não queria que ele fosse morto, porque agora o personagem começava a ficar bom. Porém, acredito que deva ter mais anjos partidários de Lúcifer e que eventualmente possam aparecer mais pra frente. Será? Tomara, porque tá muito bom.
Gente, e o Sam? Cara, tu é burro? O que você está fazendo???? Ele tomando sangue de demônio da Ruby, pra mim, vai dar merda. Tudo sobre o pretexto de pra ele ficar forte e assim matar Lilith, mas sei não, hein. Eu não consigo não ficar com um pé atrás com a Ruby. Pra mim, ele está sendo feito de trouxa.
PS1: adorei esse ator que interpretou o Alastair nesse episódio. Não o conheço, mas o cara lacrou muito na atuação. Vou até dar uma olhada no imdb dele pra conhecer outras coisas que ele fez.
PS2: o pai dos Winchesters resistiu a 100 anos de tortura no inferno? Wow, chocado.

2018-07-20 21:38:20


Episodio 4x17 - Nota 8

Eu não gostei tanto assim desse episódio, achei meio “filler”, porém com alguns momentos que salvaram. Eu gosto quando Supernatural faz esses episódios diferentes, mas esse aqui não me desceu muito. Até a metade, quando o amigo do Sam é morto (btw, adorei esse amigo dele, deu pena quando ele morreu), mas depois ficou bem chatinho.
A cena da morte do elevador foi muito foda. De resto, a aparição do Zacarias, chefe de Castiel (olha aí mais um anjo sendo introduzido na série), me foi interessante.

2018-07-21 15:48:07


Episodio 4x18 - Nota 9.5

Caraca, Supernatural expandindo sua mitologia e brincando com as possibilidades e só está me deixando animado, empolgado e feliz demais pro rumo que a temporada tomou.
Que episódio, foi esse? Muito, muito bom. Foi divertido, mas também com mais coisas interessantes do enredo principal reveladas. Esse carinha que interpretou o escritor é muito engraçado. Morri de rir na parte que o Dean e Sam tentam convencê-lo de que as histórias são reais. “Ah, meu Deus, isso aqui tá igual aquele filme Misery. Ah, meu Deus, é Misery”, hahaha muito bom. Melhor ainda foram os vários shades pra cima do Sam que teve nesse episódio, principalmente por ele não acreditar que seria possível ele dormir com a Lillith, quando na verdade ele está transando com a Ruby. Gosto do Sam, mas nessa temporada ele bem que está merecendo uns shades. Tá se achando demais!!!
Eu estava o episódio inteiro achando que a explicação para o escritor seria mais simples e mais zueira, mas não, Castiel aparece e revelou que na verdade o cara é um Profeta de Deus, que escreve acontecimentos do futuro da vida dos irmãos Winchesters!!! Os roteiristas de Supernatural estão pegando todos esses elementos bíblicos e inserindo na série das formas mais criativas possíveis. E estou amando isso. De verdade, não poderia estar mais feliz com a reta final de Supernatural, e no quão boa a série está.

2018-07-21 15:48:33


Episodio 4x19 - Nota 7

O episódio mais inútil de Supernatural? Bom, se não for, é um seríssimo candidato. Que episódio ruim. Nada salvou!!!
Primeiro que tiraram esse meio irmão dos Winchesters daquele lugar e pra piorar mal souberam aproveitar o plot, porque no final o menino já estava morto e era um Ghoul que estava se passando por ele pra se vingar de John por ter matado seus pais. HÃ??? Sério mesmo? Que trama mais boba e fora de tom, divergindo completamente do clima que a temporada estava tendo até aqui. Eu só queira entender o porquê de investirem um episódio nesse meio irmão que já estava morto, sendo que isso não vai ter interferência nenhuma na narrativa. Resumindo: o episódio foi de lugar nenhum para lugar nenhum. Muito ruim. Dispensável!

2018-07-21 15:49:09


Episodio 4x20 - Nota 10

Desde que entrou na série, Castiel se demonstrou um personagem interessante com um potencial enorme para crescer e acrescentar ainda mais a trama dos irmãos Winchesters. Com ele vieram os anjos, e toda a mitologia dos partidários de Lúcifer, mas sempre ficou faltando explorar um pouco mais do histórico do personagem. Bom, esse episódio finalmente me trouxe isso, e ouso dizer que depois desse capítulo, o personagem é a melhor coisa dessa temporada.
Não sou muito fã de flashbacks, uma escolha narrativa muito comum no mundo das séries, mas que, se bem-feita, é exatamente válida, como é o caso desse episódio. Ver o background de Castiel desde quando ele era apenas Jimmy, o ser humano usado como casca por Castiel, foi excelente, e só me fez me apaixonar e entender ainda mais o personagem, que vinha pouco a pouco me ganhando. Jimmy era um cara de fé, suas cenas fizeram questão de mostrar isso, e talvez por esse motivo que ele tenha sido escolhido pelo anjo para se manifestar em ambiente terrestre. Esse, pra mim, foi o elemento mais interessante do episódio, porque ele não possuiu uma pessoa aleatória, teve um processo de identificação, ou até mesmo de conversão ali, sendo exigido do Jimmy ter que se afastar da própria família para isso. Basicamente, Castiel precisava de alguém como ele mesmo, pois o que mais vi da parte de Castiel nessa temporada foi sua demonstração de fé e obediência ao seu Criador, sendo todas as suas ações justificadas por isso, inclusive retirar Dean do inferno. Em paralelo a isso, é mostrado que Castiel foi banido de volta para o céu, muito provavelmente por ele ter começado a ter questionamentos sobre as ordens divinas, principalmente depois do embate com Uriel e do conselho de Anna. Só não entendi muito bem quem foi o responsável por isso. Meu palpite é que foi Zacarias, afinal, ele é seu chefe, e eu havia entendido que Deus não é bem quem está no comando por lá. Só sei que o negócio foi bastante feio, pra ele dizer algo como: “Eu aprendi minha lição enquanto eu estava fora, Dean”. Parecia até uma lavagem cerebral, uma coisa meio “não é pra você questionar, apenas obedeça”.
O final do episódio foi eletrizante, finalmente Dean percebeu que o Sam não está muito bem, e me parece que ele e Bobby vão colocá-lo contra parede e fazê-lo perceber que, ao contrário do que ele pensa, tomar sangue de demônio não parece que está ajudando.

2018-07-23 18:55:57


Episodio 4x21 - Nota 10

Essa reta final de temporada está excelente. Assim como o episódio anterior, esse aqui me mostrou que Supernatural alcançou um nível de qualidade altíssimo. Eu não poderia estar mais empolgado para ver uma season finale como estou agora.
Qualquer coisa que te vicie não é bom, acho que Sam deveria saber disso. O cara está completamente viciado no sangue da demônia lá, sem contar que está cego pelas coisas que a Ruby fala pra ele e com a ideia de que é ele quem deve matar Lilith e evitar o Apocalipse. Já disse isso antes e repito, não confio na Ruby. Tá, não vou mentir que no começo da temporada eu até acreditei nela, mas, pô, ELA É UM DEMÔNIO!!!! E essa série já me mostrou que demônios não tem boas intenções. Além disso, o próprio Castiel retirou o Dean do inferno e disse para ele que é ele quem deve evitar o Apocalipse. Pra mim, Ruby quer separar os irmãos, ela de fato ela conseguiu, e usar o Sam para matar Lilith, pelo menos é o que ela diz. Eu só não entendo por que um demônio quer matar outro demônio? E por que ela precisa do Sam para isso? Afinal, se anjos podem matar anjos, então eu concluo que demônios podem matar demônios, hehehe.
Cara, foda foi a cena da tentativa de desintoxicação de Sam. O mais legal foi a analogia com os sintomas de abstinência que fizeram. O negócio pega como uma droga mesmo. O cara ficou malucão, e os demônios fizeram a festa. Apareceu de um tudo aqui: Alastair e seu famoso sarcasmo, interpretado por aquele ator maravilhoso (por favor, podem trazê-lo de volta mais vezes), apareceu uma visão da mãe dele, e até mesmo uma versão infantil de Sam, jogando na cara de si próprio os questionamentos que ele sempre fez de “Como será que teria sido minha vida se as ações de meu pai não tivesse me feito um caçador?”. Tudo muito bacana. Sério, me deu pena do Sam nesse episódio. Dean teve que ter um baita coração de pedra pra não ceder aos gritos de agonia que o irmão soltava na cela. Agora o plot twist mesmo ficou por parte de Castiel, que sambou na minha cara e libertou Sam, permitindo que ele fosse com Ruby procurar Lilith. Gente, COMO ASSIM? Castiel tá muito diferente, entendi porra nenhuma. Quem se deu mal foi Anna, que apareceu só pra ser pega por uns anjos lá, com Castiel vendo tudo e não fazendo N-A-D-A!!! Wtf, Castiel!!!!
O cenário preparado para a season finale está propício pra muita merda acontecer, mal posso esperar pra ver no que isso tudo vai dar, pois não faço ideia do que vai acontecer. A única coisa de que tenho certeza é que Supernatural está foda demais.

2018-07-23 18:56:56


Episodio 4x22 - Nota 10

Caraca, essa série está lacrando muito! É só tiro atrás de tiro e essa não foi a season finale, essa foi “A” season finale. Gente, que episódio foda!!! Eu sei que estou falando muito isso, mas não tenho outra palavra pra descrever minha reação vendo essa excelente reta final de temporada. S-E-N-S-A-S-I-O-N-A-L!!!!!
Antes, eu só preciso dizer que o selo “trouxa da vez” vai para... música de suspense... nem precisa de música porque tudo mundo já sabe: Sam Winchester!!!! Olha, já vi muito personagem burro, mas Sam com certeza se superou. Eu sabia! Eu SABIA que aquela vaca não era flor que se cheire e estava usando-o. Agora lide com isso, OTÁRIO! Agrhhhh, que raiva da Ruby, que raiva do Sam, que raiva de tudo que aconteceu nessa finale. Tudo que não poderia acontecer, aconteceu.
Agora eu finalmente entendi o que a Ruby estava tramando. Putz, a mitologia dessa série é muito incrível. Sério, eles fazerem que o último selo a ser quebrado ser justamente o primeiro demônio criado por Lúcifer, consequentemente Lilith, foi uma sacada genial. Por isso que a vagabunda estava dando sangue de demônio pro Sam, ela queria que ele ficasse forte o bastante para o mesmo conseguir matar Lillith, e libertar o coisa ruim. E o pior, DEU CERTO!!! Parabéns, Ruby, você é uma cretina, mas devo aplaudir por ter conseguido ser tão eficiente nos seus planos. Mas você morreu!!! HAHAHAHAHA (eu mentalmente rindo da cara dela). Affs, sério, eu amo o Sam, mas no momento eu queria matar ele por ter sido tão trouxa assim. Burro demais.
As cenas do Dean com Zacarias foram igualmente fodas. Primeiro aquela sensacional dimensão que ele foi levado tinha uma decoração de cenário show de bola. Zacarias é outro que eu quero matar. Ô anjo pé no saco!!! Eles não queriam impedir o Apocalipse, eles queriam é ajudar a libertar o Lúcifer da jula, por isso Castiel ajudou a libertar o Sam do cativeiro no episódio passado. Olha que filhos da mãe! Pior é que a justificativa deles é que eles querem derrotar Lucifer para que o lado dos anjos pudesse vencer. Tipo, Hã? Arrogantes para não dizer outra coisa. Gente, onde está Deus pra colocar ordem nessa porra toda???? Nossa, que raiva. Tá difícil, é demônio mega evil, é anjo mega evil, é irmão Winchester dormindo no ponto. Olha, não tá fácil. Pelo menos Castiel recobrou a consciência e disse “Basta, quem vai pensar por mim vai ser eu mesmo, então foda-se Zacarias. Vamos embora, Dean”. Uhulll, maravilhoso é isso mesmo!!!
A única coisa que eu não gostei no episódio foi o embate Sam x Lilith. Lilith sempre foi badass, e mesmo preferindo ela em um corpo de criança do que de mulher, ela era muito sarcástica e poderosa. Vimos isso na terceira temporada. Por isso, achei meio ruim Sam matar ela com aquela facilidade, mas entendo que tinha muita coisa acontecendo no episódio e tinham o pretexto de Ruby ter deixado o cara bombadão e incrivelmente poderoso.
Então, com tudo isso, eles ainda me terminam a temporada com Lúcifer sendo liberto, abrindo uma gama de possiblidades e deixando qualquer um maluco para ver a quinta temporada o quanto antes. Já pensei aqui com meus botões, e o quão foda seria se a quinta temporada começasse com Lúcifer usando Sam como casca e a temporada fosse Dean X Sam, com Sam como vilão da temporada? Nossa, se acontecer isso eu vou ficar louco. Será?

2018-07-23 18:57:56


Episodio 5x1 - Nota 10

Que bela maneira de se começar uma temporada, hein. “Sympathy for the Devil” já me mostrou que o apocalipse chegou e agora, meus amigos, É GUERRA!!!
Zacarias definitivamente já assumiu o posto de personagem que vou odiar para sempre, porque mais cara de pau não tem. Estou chocado com o nível de soberba desses anjos, affs é de dar ódio!!!! E o episódio já chega chegando com eles me revelando que Dean foi escolhido como a casca de Miguel, que os anjos querem que Dean ajeite de bom grado que o arcanjo assuma seu corpo. Ata, Claudia, senta lá!!! Com Dean negando, o que era óbvio, eles fizeram o quê? Isso mesmo, tortura neles. Eu estou adorando como os anjos nessa série estão sendo trabalhados, algo totalmente diferente do que já vi, mas, nossa, quanta maldade nesse Zacrarias. Até tirar o pulmão do Sam ele tirou. Sério, muito evil. Quando esse cretino morrer, e eu espero que seja logo, eu vou comemorar igual final de copa do mundo.
Não julgo que o Dean tenha ficado putíssimo com o Sam pelo o que aconteceu, afinal de fato ele pisou muito na bola, mas não acho que essa birra vai durar muito. Só espero que o Sam fica no drama de “Ah, eu iniciei o Apocalipse. Foi minha culpa!” e blá, blá, blá. Sim, foi sua culpa, mas não tem tempo pra isso. Tem uma guerra celestial acontecendo. Bobby foi outro ponto alto do episódio. Eu super estava acreditando no passa sermão que ele estava dando no Sam, que bem que mereceu, mas depois que eu me dei conta de que o Bobby nunca que falaria daquele jeito com o Sam. Dito e feito. Btw, Meggie voltou. Nunca dei muita bola pra ela, mas nesse episódio ela foi até bacana.
Lúcifer também apareceu aqui, acabando com a minha teoria de que ele iria possuir Sam para andar na terra. Confesso que isso seria bem mais legal do que ele possuir um avulso que apareceu nesse episódio. Mesmo contando a historinha de que o cara perdeu mulher e um filho recém-nascido, mostrando que o cara estava mesmo com ódio do mundo e de Deus, e assim mais aberto a aceitar entregar o corpo para o capiroto. Mas, com certeza, outras pessoas no mundo devem ter passado por algo ruim parecido e poderiam aceitar também, então não vejo por que esse cara recebeu essa atenção de Lucifer. Porém, gostei da personalidade dele, contrariou todas as minhas expectativas se mostrando um ser calmo, que sabe manipular uma pessoa e se beneficiar das situações. O mais engraçado é ele falar que não mente, quando o que os demônios mais fazem é mentir.
PS1: adorei que o Chuck apareceu mais uma vez. Ele é um ótimo alívio cômico e a menina fã do livro do Supernatural é igualmente engraçada. Chorei de rir com ela apalpando o Sam, enquanto para o Dean ela me solta “Ah, você não é como eu imaginei”;
PS2: Mark Pellegrino é mesmo um arroz de festa. É incrível como esse cara já fez participação em todas as séries do universo. Quando eu começar uma série, eu vou apostar que ele vai aparecer nela em algum momento, hahahaha.

2018-07-23 21:54:01


Episodio 5x2 - Nota 9

O que mais está me deixando feliz com Supernatural é que eles resolveram expandir sua mitologia. Antes, vimos demônios, fantasmas, vampiros e outros seres das trevas, dai chega a quarta temporada e inserem anjos, adicionando uma nova dinâmica e elegendo ainda mais o nível da série. Tudo com uma criatividade ao meu ver absurda. Amei que nesse episódio inseriram mais um elemento bíblico de uma forma muito boa: um dos 4 cavaleiros do apocalipse (Guerra) apareceu, bicho!!! “eu estou esperando para ficar com meus irmãos. Eu tenho três.... nós vamos nos divertir muito juntos”.
Primeiro que a construção do ambiente da cidade abandonada, parecendo mesmo uma guerra foi ótima. Me convenceu mesmo que o mundo está passando por um apocalipse. Eu não estava entendendo mais nada, tinha gente, vendo gente como um demônio, daí Sam me aparece demônio, só depois que revelaram que tudo era um feitiço do dito cavaleiro que eu fui entender. Obviamente eu fiquei triste pela separação dos irmãos no final do episódio, a série é os dois juntos. Eu entendo o Sam, mas novamente é mais uma atitude burra por parte do personagem. Afinal, está acontecendo o apocalipse, vocês têm que ficar juntos, não se separar. Eu no lugar dele iria ficar puto e querer deter Lúcifer de todo jeito, não tirar umas férias porque nem eu mesmo confio em mim mesmo. Que? Não, Sam, não é hora de pensar com o coração, é hora de pensar com a cabeça. PENSA! É algo que você está deixando de fazer há um bom tempo.
Apesar de não ter sido um episódio tão bom quando o anterior, o episódio manteve o bom nível da série e o clima está bem épico mesmo, trazendo um senso de urgência muito bem-vindo. Está impossível parar de ver.
PS: Castiel disse que vai procurar Deus. Fico me perguntando se Deus vai aparecer nessa série algum dia. Eu espero que sim, porque eles precisam me explicar onde Ele estava que deixou Zacarias e companhia fazer a festa lá nas alturas e deu no que deu.

2018-07-23 22:37:30


Episodio 5x3 - Nota 9

Sam ainda insistindo no plot de querer evitar a vida de Hunter. Amigo, não deu certo e não vai dar, apenas aceita!
Mds, já posso afirmar que Castiel é meu personagem favorito? Que homem maravilhoso!!! Eu ri demais dele com o Dean nesse episódio kkkkkk. Aliás, melhor dinâmica da série são os dois juntos, rende altos momentos cômicos. O Dean as vezes viaja na maionese, tipo ele nesse episódio levando o Cas no bordel, hahahhaha. Porra, Dean, tá querendo tirar a inocência de um anjo?!!! Hahahahahha.
Odiei esse Arcanjo Rafael, chatíssimo!!! Quando ele falou que Deus estava morto, eu fiquei meio chocado, mas depois conclui que isso era meio que uma interpretação dele mesmo então continuo com a esperança de o Todo Poderoso possa fazer uma participação na série. Em contrapartida, eu descobri que minhas previsões para esse começo de temporada não estavam tão erradas assim, com Lúcifer aparecendo e revelando para Sam que ele é o seu verdadeiro receptáculo e que Sam vai acabar por permitir que o mesmo possua seu corpo. Olha, eu não duvido que ele consiga, porque afinal estamos falando do Sam.

PS: se Lúcifer vai mesmo conseguir o corpo de Sam eu não sei, mas é interessante o paralelo bem/mal sendo utilizado nos irmãos. De um lado, Sam é o receptáculo ideal do diabo, por outro, Dean é o receptáculo para o Arcanjo Miguel. Interessante, não?

2018-07-26 19:30:04


Episodio 5x4 - Nota 8.5

Ao contrário da grande maioria dos comentários aqui embaixo, eu não gostei muito desse episódio. Por enquanto, ele é o episódio que menos gostei da temporada, e isso, paradoxalmente, não é algo ruim.
Meu grande problema com o episódio foi que eu o achei bem maçante, porém com algumas coisas bem legais. Por exemplo, eu amei a ideia de mandarem o Dean para o futuro, com tudo fudido, e ele acabando encontrando a si mesmo liderando um grupo de refugiados/ sobreviventes. Ver o Dean do futuro arrependido por não ter aceito servir como casca para o Arcanjo Miguel, além de revelar que Sam aceitou sim ser possuído por Lúcifer, foram o que fizeram valer o episódio. Mas de resto, é um episódio que me pareceu trabalhar somente com sugestões, não que de fato é isso mesmo que vai acontecer. Até porque isso tudo foi obra de Zacarias, e ele pode estar apenas manipulando Dean e força-lo a cumprir seus planos. Pelo menos foi assim que eu entendi. Agora os irmãos estão reunidos de volta. Ainda bem!

PS: por favor, continuem explorando mais o Castiel como alívio cômico, porque ele estava H-I-L-Á-R-I-O nesse episódio. Gargalhei com a cena dele todo hippie kkkkkkkkkk.

2018-07-26 19:30:42


Episodio 5x5 - Nota 8

Podemos chamar como um episódio tapa buraco? Claro que a dinâmica de Supernatural é essa. Para uma série com 23 episódios em média por temporada, tem que ter esses episódios mais isolados ditos “casos da semana” no meio. Esse até que foi engraçadinho, muito por conta da Paris Hilton, pra gente rir um pouco, do que pelo o plot em sim. Dean apanhando da Paris e a piadinha com o “A casa de cera”, por exemplo, foram as melhores coisas do episódio.
Tá aí, é um episódio meio esquecível, mas justificável, além de ar um respira de todo o plot de Lúcifer e Apocalipse.

2018-07-26 19:31:17


Episodio 5x6 - Nota 9

Eu comecei achando o episódio bem boring, porém da metade para o final o episódio dá uma virada maravilhosa e eu terminei aflito e achando-o muito bom.
Curti que o menino era na verdade o anticristo e que, se usado como arma por Lúcifer, ele poderia destruir o céu num piscar de olhos. Gente, o que é a vida dessa criança? Triste, né? Achei pesado para uma criança como aquela lidar. A conversa do Sam e do Dean com o menino foi de partir o coração.
Castiel estava bem frio nesse episódio, me lembrou o início da quarta temporada.

2018-07-29 22:12:37


Episodio 5x7 - Nota 7

Eu adoro a veia cômica de Supernatural, e nessa temporada então me parece que estão apostando muito nisso. O que, pra mim, está dando muito certo, porque é um equilíbrio perfeito pra toda a tensão que a trama apocalítica trouxe para a série. No entanto, aqui, salvo raros momentos, não funcionou. A trama dos bruxos foi chatíssima, talvez os piores antagonistas avulsos que os Winchesters já enfrentaram em toda série, e a resolução foi bem óbvia. A única coisa que fez valer o episódio foi Bobby e seu dilema: o personagem ficou bem abatido pelo seu novo condicionamento, ele ficou paralítico, rendendo uma cena bem bacana entre ele e o Dean. Fora isso, foi bem méh!
2018-07-29 22:13:07


Episodio 5x8 - Nota 10

Se um dia eu fizer um top 10 episódios de Supernatural, acredito que esse aqui entraria na briga pelo o topo do ranking. QUE EPISÓDIO BOM!!! Bom, não, EXCELENTE. Foi divertido, engraçado e ainda teve uma revelação bem importante pra trama principal que me pegou de surpresa. Ou seja, não dá pra esperar mais nada de Supernatural do que mais episódios como este. Esse com certeza vou querer rever e rever até cansar.
Uma vez, se não me engano lá na terceira temporada, disse que os episódios com o Trickster são sempre muito bons. Talvez eu colocaria o personagem com um dos melhores vilões que os irmãos Winchesters já enfrentaram, e não abro mão dessa afirmativa. O personagem é realmente muito bom! Pois então, ele está de volta!!!
Eu adorei que ele mandou Dean e o Sam pra fazer um tour nos canais de televisão, abrindo espaço para os roteiristas ligarem o botão da zoeira e aproveitar pra tirar sarro de várias séries como Two and a half men, Grey’s Anatomy, CSI Miami e mais uma infinidade de procedurais policiais. Sério, eu mijei de rir em praticamente o episódio inteiro. Foi muito divertido!!! O Trickster é muito sarcástico, não tem como não amar ele. Mds, eles chamando o cara de Dr. Sex, e brincando com o jeito que os médicos sempre arranjam um jeito de fazerem sexo no hospital foi hilário. Sem contar com Dean tirando e colocando os óculos estilo Horatio Caine, hahahaha muito bom. Ah, e foi nessa cena que o Dean solta uma frase que me representou muito: “eu não gosto dessas séries policiais procedurais. São todas iguais!” hahahahaha. E o que foi o comercial de remédio de herpes genital? HAHAHAHHAHA. O Sam tendo que falar: “Eu tenho herpes genital” kkkkkkkkkkkkkkkkk eu tô é morto!!!!
Mas, do nada eles resolvem sambar na minha cara e revelar que o Trickster na verdade era o Arcanjo Gabriel disfarçado e eu: What????? Cara, muito bom! Resumindo, Gabriel não estava nada satisfeito com o que estava acontecendo no céu com seus irmãos, resolveu se esconder na Terra brincando. O melhor foi o Dean passando uma lição de moral no Arcanjo me deixando na duvida se ele no futuro Gabriel vai ajuda-los na luta contra Lúcifer.

2018-07-29 22:13:34


Episodio 5x9 - Nota 8.5

Só eu não gostei muito desse episódio??? Estou me sentindo um peixe fora d’agua, porque só vejo comentários bons e eu não curti tanto assim. Claro que teve partes legais como a volta do Chuck e da Becky, mas de resto... hum, não sei.
A ideia da convenção foi bacana, rendeu momentos engraçados e tal, mas acho que teria sido mais divertido se fosse um caso mais bacana, achei a história do fantasma da mulher e das crianças tão sem graça, não consegui me envolver. Talvez seja isso que me tirou um pouco do episódio.

2018-07-29 22:14:02


Episodio 5x10 - Nota 10

Pausa para meu momento de luto pela Jo e pela Helen, e quase por mim mesmo, porque Supernatural não está de brincadeira e quase me fez ter um infarto assistindo a esse excelente episódio. Wow, melhor episódio da temporada, e que EPISÓDIO!!!
Primeiro me é apresentado esse novo demônio, Crowley, que, segundo Becky era ele quem estava sob posse da Colt. Como ela sabia disso mesmo? Eu não sei, não entendi, ela só sabia. O mais interessante é que aparentemente ele está contra Lucifer e tinha por objetivo ajudar Sam e Dean a se livrar do coisa ruim. Hã? Confesso que fiquei com um pé atrás aqui, porque se os Winchesters bem sabem, o apocalipse chegou na terra porque eles confiaram em um demônio, então eu logo pensei: “Não, não, não isso vai dar merda, não confia nele!”. O mais bacana é que nessa guerra céu x inferno, nem todo mundo que é anjo ajuda, e nem tudo que é demônio atrapalha. Você não sabe em quem confiar, EU não saberia em quem confiar, e isso é muito foda, porque trás aquele senso de urgência, perigo, guerra mesmo, saca, muito bom. Depois que Crowley entregou a colt para os Winchesters, o episódio não parou mais e só foi tiro porrada e bomba e, claro, algumas lágrimas minhas.
Preciso falar sobre Lúcifer dessa série: Mark Pellegrino está muito bom na interpretação, eu pego no pé do ator, porque ele é realmente um arroz de festa, mas tenho que o aplaudir pois ele sabe empregar as características do personagem muito bem. Aliás, os roteiristas construíram um Lúcifer muito legal, o cara é bom de lábia, sabe manipular as pessoas, tem um certo sarcasmo, que eu adoro, e uma calma, mesmo quando tudo não parece estar saindo como nos planos, impressionante!!! É totalmente diferente do que eu imaginei. O diabo é tão filho da mãe, que tentou puxar para o seu lado o próprio Castiel, e eu realmente temi por isso, porque vai que né. Mas eu lembrei que Castiel é o cara da fé. Aliás, senhor Lúcifer, não mexe com meu Castiel!!!!! Ah, e não posso me esquecer que foi muito bom também saber o motivo do Lúcifer estar onde estava, que era para libertar a Morte, mais um dos cavaleiros do apocalipse. Gente, e aquele tanto de ceifador???? SOCORRO, DEUS ME FREE!!!!
Ahhhh que raiva daqueles malditos cães do inferno, literalmente do inferno, hahahha, junto com aquela vaca da Meg, só para encher o saco e dar ruim. Nossa, que os roteiristas de Supernatural não estão de brincadeira eu já sei, mas pô, baixou a J.K Rowling neles e resolveram tirar duas peças do tabuleiro em uma cajadada só no meio da muvuca toda. Tipo, nem se eu tivesse me preparado para o que iria acontecer, o baque seria menor. Nãooooo, Jo e Helen eram tão bacanas, mas por mais que eu esteja fazendo drama aqui, e realmente tenha sentindo a perca das personagens, eu tenho que dizer que eu estou amando a audácia dos escritores de não terem medo de matar personagens em prol de uma narrativa bem construída. Vão fazer falta? Muito, porque sempre que apareciam acrescentavam muito, mas isso só mostra que está acontecendo um apocalipse, e nenhum personagem está a salvo. Então, mais um ponto positivo para a série.
PS1: Lúcifer é bom de lábia, mas também é poderoso: tem como não ficar com raiva depois que Dean pega a Colt e mate uma bala bem na cabeça dele, pra depois de segundos ele se levantar como se não tivesse acontecido nada, e soltar: “ Pois é, é o seguinte: tem cinco coisas que a Colt não mata. Eu sou uma delas”. Eu gritei: VAI SE F-U-D-E-R
Caralho que merda.
PS2: se a Colt não mata o diabo, o que será que mata? Será que Dean aceitar servir de casca para Miguel seja a única saída? Eu odiaria ter de lidar ou dar razão para Zacarias.

2018-07-29 22:14:26


Episodio 5x11 - Nota 8

Voltamos ao molde “caso da semana”, depois do melhor episódio da temporada, e.... bem deslocado na real, nem parece que esse episódio foi uma sequencia do episódio anterior.
Tipo, no anterior eles perdem duas amigas caçadoras de forma brutal, o Lúcifer debochou da cara deles, a principal arma que eles tinham na verdade não vai funcionar de nada e Lúcifer ainda estava evocando a Morte para a participar da festa. Daí nesse ele vão se internar em um sanatório para resolver um caso? Sei lá, bem deslocado isso aqui. Parece que não encaixa, não convence!
Após assistir esse episódio eu fiquei matutando uma certa questão: será que os episódios ditos “fillers” dessa temporada estão abaixo em termo de qualidade do que os das temporadas anteriores, ou a trama do apocalipse está tão boa, mas tão boa que faz esses episódios não serem totalmente satisfatórios? Eu não sei. Esse em si até que foi bom, adorei a brincadeira com o filme “Garota Interrompida”, mas não sei, acho que tá mais para a segunda opção, porque sempre termino esses episódios com uma sensação de que poderia tido aquele algo a mais, saca?
PS: Dean gritando: "PUDIM!!!" KKKKKKKKKKKK
2018-07-29 22:14:58


Episodio 5x12 - Nota 8

Ok, Supernatural, chega de fazer fillers, entendo que tem que preencher o buraco, mas “sexta feira muito louca”, só é bom no filme mesmo. O lance de troca de corpos teve momentos divertidos, mas toda a explicação com os adolescentes querendo o Sam, por conta dos demônios foi bem chato. A grande surpresa pra mim foi ver a atriz que faz a April de Greys kkkkkkkk.
2018-08-14 20:04:29


Episodio 5x13 - Nota 9.5

Aí sim, voltamos a velha boa qualidade que a temporada vinha tendo. Eu amei forte esse episódio, uma mescla de drama e ação permeados de diálogos muito bons. Eu curto muito a Anna, e achei muito bom ela ter voltado, mesmo com a ideia maluca de matar Sam, por esse ser o receptáculo de Lúcifer. Munida de sua tarefa, foi bem inteligente por parte da personagem voltar ao passado para impedir o nascimento dos irmãos. Adoro quando eles abordam o passado dos Winchesters, pincipalmente quando envolve a mãe deles. Enriquece a trama e sempre rende bons episódios.
Finalmente o Arcanjo Miguel apareceu! Muito bom também foi ele aparecer no corpo do John e, friamente, matar a Anna. Porém, foi seu discurso que mais me intrigou. Se parar para pensar, foi basicamente o mesmo discurso que Lúcifer fez para Sam: Dean Wichester vai dizer sim para Miguel, e não existe livre arbítrio, é assim que as coisas têm que acontecer. Hum... interessante. Isso só faz pensar que talvez o esforço de Dean e Sam em refutar a proposta no fim vai acabar dando em nada, já que o argumento utilizado pelos anjos é o “destino”, ou será que isso é só balela? Nos anjos dessa série eu já não confio, apenas em Castiel. Porém, até agora nenhuma alternativa, que não a casca, foi apresentada. Nem conto Deus, porque pelo que eu entendi do discurso de Miguel, é do desejo do mesmo que Dean diga sim. Ou seja, o Deus de Supernatural é a minha grande incógnita nessa série, afinal, me parece que grande parte das merdas que estão acontecendo foram permitidas por Ele.

2018-08-14 20:05:02


Episodio 5x14 - Nota 10

Caraca, não tem como eu não amar a criatividade com que Supernatural está brincando com todos esses elementos que envolvem o apocalipse. De verdade, os cavaleiros então, um poço de criatividade. Guerra, foi ótimo, mas a Fome foi sensacional. Nunca que eu iria prever que o cavalheiro iria ser retratado como um velho babão, que de tanto desejo e fome, teve que ficar preso em uma cadeira de rodas, se alimentando de suas vítimas sugando suas almas após sucumbirem pela gula de seus desejos. E o plus de não ser apenas aquela fome por comida, mas também por outros desejos como sexo ou bebida, só deixou a coisa ainda mais interessante.
Até o Castiel não ficou imune a esses poderes, o que rendeu momentos hilários. Sério, como não amar o Castiel???? NÃO TEM COMO!!! Como eu ri dele nesse episódio HAHAHAHA. Sam, sob influência da Fome, novamente sucumbiu a vontade de beber sangue de demônio, porem que bom que ele conseguiu usar isso a seu favor. A cena dele puxando as almas dos demônios que a própria Fome tinha ingerido foi muito foda. Eu fiquei o tempo todo curioso do por que Dean ficou imune, mas a resposta disso foi muito da hora. O diálogo que Dean teve com Miguel no episódio anterior deixou nosso protagonista sem esperanças e sem vontades, sem desejos, a ponto dele, em uma cena desesperadora, suplicar aos céus por ajuda. Eu gostei bastante dessa justificativa, fez sentindo e não me pareceu forçado.
PS: eu não poderia deixar de fazer uma menção ao cupido que apareceu nesse episódio. Que diachos de cupido era aquele? HAHAHHHAHAHA, muito bom! Nem preciso dizer que rachei de rir com ele abraçando tudo mundo, e com a cara que o Dean fez.

2018-08-14 20:05:37


Episodio 5x15 - Nota 8.5

Eu sempre vou amar quando um episódio dá uma enfoque maior no Bobby. Ele sempre foi um personagem querido, e sua participação na série é algo que eu louvo muito. Esse episódio me deixou muito triste, principalmente pela volta da mulher zumbi do Bobby, e de ver como isso mexeu com ele e como as coisas terminaram. Ter que ser forçado a matar a própria mulher duas vezes é foda!!!
No mais, eu gostei de ver que mesmo em um episódio aparentemente filler eles deram um jeitinho de encaixar elementos do apocalipse. Afinal, atingir as pessoas que seu inimigo ama, é uma boa forma desestabilizá-lo. Tô louco para ver a Morte.

2018-09-22 23:24:47


Episodio 5x16 - Nota 9.5

O episódio começa com dois avulsos entrando no quarto dos irmãos Winchesters e simplesmente matando os dois, e eu fiquei como vendo isso? “What the fuck is going on?!”.
Esse episódio foi muito bom, adicionou mais drama na trama apocalíptica da temporada e, mesmo apostando num final feliz, afinal essa não é a temporada de encerramento, a narrativa está cada vez mais focada em tirar a esperança dos nossos protagonistas de que eles não vão vencer essa batalha. Isso por mais irônico que possa soar me agrada, pois me faz acreditar mais no poder do inimigo e da situação que estou acompanhando. É o apocalipse, não é algo qualquer e a série está fazendo tudo ficar bem plausível em fazer os protagonistas e eu temer o pior.
Há alguns episódios comentei que o Deus representado em Supernatual literalmente fundiu minha cabeça, porque estava com grandes dificuldades em entender o posicionamento da divindade nessa história toda. Um dos vários fatores que me fizeram gostar desse episódio, foi justamente uma explicação com relação a isso. E fiquei pasmo! Deus aqui é bem mesquinho, devo dizer. Pelo menos foi como interpretei. Por mais que ele tenha salvado ambos quando Lucifer surgiu, Ele não pretende se envolver nos acontecimentos. Em resumo: Ele não parece se importar muito com o que vai acontecer. Fiquei foi com pena do Castiel, que ficou arrasado ao descobrir que dedicou tanto sua fé e tempo a alguém que tem muito poder, mas não está disposto a usá-lo de forma mais efetiva para pôr fim nos planos de Lucifer. Ou seja, fudeu! Valeu, Deus, ajudou muito!
A abordagem do céu não foi totalmente original, mas foi bem-feita e nostálgica. Tivemos o retorno mais do que bem-vindo de Pamela e Ash, ambos mortos, mas que, como uma forma de acalento por parte dos roteiristas a quem sofreu muito pela perda dos personagens, são encontrados felizes no céu. Eu adorei vê-los novamente, sem contar nos diálogos maravilhosos de Pamela com Dean, que serviram para dar aquela injeção de incentivo já que Deus não contribui. Mas nem tudo são flores, o chato do Zacarias apareceu para tentar angariar o sim de Dean, mas novamente não deu certo. Até agora a série não apresentou uma narrativa concreta para Dean e Sam para que eles não precisem aceitar Miguel, e isso me preocupa, porque se no final essa for mesmo a única saída contra Lúcifer, por que perdemos tanto tempo com essas sequencias de negação na temporada?
PS: a temporada está muito boa, a única grande ressalva que faço nesse ponto é que gostaria de ver mais o Lúcifer aparecendo. Sim, a trama do apocalipse está sendo bem conduzida, mas o personagem pouco aparece e seria legal vê-lo em mais episódios, mesmo que não seja interagindo com os Winchesters.

2018-09-22 23:25:22


Episodio 5x17 - Nota 8.5

Foi um episódio bom, não é um dos meus favoritos da season, mas foi bom. Mas uma vez Supernatural está sabendo brincar com elementos conhecidos do Apocalipse e usá-los ao seu favor. Adorei a brincadeira com o falso profeta e da abordagem da cidadizinha povoada de caçadores, que clama por salvação diante do fim dos tempos. Só achei que a twist do episódio foi manjada demais, matei o que estava acontecendo rapidamente, e isso meio que me tirou do episódio na sua metade final.
Porém, o grande acontecimento desse episódio está no porquê Dean conseguiu matar a prostituta da Babilônia: somente um verdadeiro servo de Deus poderia fazer, ou seja, Dean se entregou mesmo e aceitou ser receptáculo de Miguel. Sabia que isso iria acontecer, pra ser sincero, justamente porque estamos chegando na reta final da temporada e até o momento não surgiu nenhuma outra alternativa que não fosse essa.
Ps: Castiel segue como o melhor personagem da vida. É incrível como ele funciona pra tudo, até como alívio cômico ele rouba a cena. Ele bêbado foi sensacional demais.
2018-10-20 09:23:29


Episodio 5x18 - Nota 9

PARA TUDO QUE EU VOU GRITAR MESMO: ESSE MOMENTO É MEU!!!!! Bae, bae, Zacarias, se fodeu bonito! Essa morte fui eu que pediu sim, comemorei mesmo. Gritei, vibrei, subi na cama em frente a tv, sim e sambei também. Manda mais que tá pouco! Olha, nunca odiei tanto um personagem como esse anjo maldito, e se Supernatural me trazer essa coisa de volta, eu vou ficar puto! Não quero ver esse personagem nunca mais!
Passado meu momento de euforia, tenho que ser sincero: sério mesmo que esse foi o episódio 100? Esperava mais? Muuuuuito mais, no entanto, eles mataram o Zacarias, então estão com crédito comigo. Gente, que plano foi esse? Usar o Adam, vulgo pior inserção de personagem da história dessa série, como armadilha pra convencer Dean a aceitar o Miguel? Putz, isso foi muito ruim, desculpa aí. Pelo menos o episódio teve diálogos sensacionais, principalmente entre o Dean e o Bobby. Além disso, como não amar o Castiel puta revoltz jogando umas verdades pra cima do Dean,e virando o exterminador de anjos pé no saco e matando geral? Gente, eu amo muito um certo anjo rebelde.
O final deu a entender que Adam vai se tornar recipiente provisório de Miguel, o que pode até ser bacana, mas me faz questionar o porquê de Miguel já não ter feito isso muito antes. Acho que ele gastou tempo demais esperando convencer Dean, quando já poderia estar por aí com uma casca de improviso, afinal, Lúcifer está fazendo isso desde o início da temporada.
2018-10-20 09:50:17


Episodio 5x19 - Nota 10

Cara, que grata surpresa esse episódio, hein. Olha, palmas. Palmas para a criatividade desse episódio,porque merece. Supernatural feat American Gods bem aqui, diante dos meus olhos. Como não amar? Foi muito bom! Esse sim deveria ter sido o episódio 100.
O quão criativo é você fazer um episódio sobre um monte de deuses se reunindo num hotel pra discutir como evitar o Apocalipse? Gente, teve de tudo, desde Odin e Mercúrio até a deusa Kali, sem contar na aparição sempre bem vinda do Trickster, que é nada mais nada menos do que anjo Gabriel. Uma verdadeira viagem de ácido por parte dos roteiristas, que me levou junto e a cada segundo de episódio eu estava mais e mais empolgado com o que eu estava vendo. Pra melhorar o Lúcifer ainda aparece, com Mark Pellegrino possuído na atuação, e dizimando a galera toda. Bicho, tu é poderoso. Confesso que fiquei triste quando o Lúcifer matou Gabriel, mas não há como negar que essa cena foi do caralho! Uma verdadeira briga entre irmãos. Também foi interessante ver que Gabriel estava bem chateado com o duelo polarizado de Lúcifer e Miguel, e que suas ações aqui na Terra foram motivadas por ele não querer tomar partido por nenhum dos lados . Achei que isso combinou com a personalidade do personagem. Trickster, sorry prefiro esse nome a Gabriel, vai fazer muita falta, não lembro de nenhum episódio que ele tenha aparecido que eu não tenha gostado. Já falei isso antes, mas repito: ele é fácil um dos melhores coadjuvantes dessa série.
O episódio ainda serviu pra nos dar uma alternativa para derrotar Lúcifer sem que Dean diga sim para Miguel. Ora, ora ,quem diria, meus amigos! Gostei de alternativa: reunir os quatro anéis dos cavalheiros do Apocalipse e abrir um portal para o inferno e jogar Lúcifer lá. Uma verdadeira caça as esferas do dragão. Só achei que eles poderiam ter apresentado essa alternativa muito antes, afinal, eles já têm dois anéis, restando apenas dois. Mas como já estamos no fim da temporada, fica conveniente que seja essa a resolução apresentada.
Os próximos episódios prometem: Peste deu as caras, ainda tem a Morte para aparecer e eu mal posso esperar para ver o embate entre os Wincheters e Lúcifer.
PS 1: eu não poderia deixar de mencionar que amei o caso amoroso entre o Gabriel e a Kali.
PS 2: o vídeo porno do Trickster me fez chorar de rir. Vou sentir falta desse personagem.
2018-10-20 10:33:10


Episodio 5x20 - Nota 8.5

Eu gosto de quando a série mostra que mesmo entre anjos e demônios há divergência de idéias, e ,as vezes, é cada um por si. Crowley está contra Lúcifer, e tem seus próprios objetivos. Eu não sei se confiaria no Crowley novamente, alguém aí lembra que a Colt não funcionou contra Lúcifer e por isso um monte de gente inocente morreu? Pois então, não confiaria. Mas ele jogou bem. Localizou a Peste e propôs uma aliança com os Winchesters. Nesse momento, Crowley é o demônio mais procurado no inferno e está com a corda no pescoço. Só acho que seus objetivos não são nobres e possivelmente o personagem pode se tornar o novo vilão da série, caso Lúcifer perca a guerra.
O sequestrou do ajudante da Peste foi interessante, principalmente pela conexão que fizeram entre ele e o passado de Sam. Confesso, que a história da morte da Jessica é chata, e não gosto quando a série fica voltando nisso, mas eu entendo que essa é a genesis das motivações do Sam, e aqui o lance do amigo da faculdade ficou bacana.
Eu só queria entender a finalidade desse pacto entre o Crowley e o Bobby, como uma maneira de localizar a Morte. Achei gratuito e não me convenceu, isso só serviu para me mostrar que a série tem intenções de investir em Crowley como vilão da próxima temporada e em algum momento vai usar esse pacto como plot.
2018-10-20 10:57:42


Episodio 5x21 - Nota 8.5

Calma gente, tão fazendo as coisas de forma muito apressada! Como disse alguns episódios atrás, a alternativa de reunir os anéis dos quatro cavalheiros do Apocalipse foi muito boa, mas inserida de forma muito tardia na série, e isso ficou muito evidente aqui. O desenvolvimento da Peste foi ridículo, o que é uma pena, porque a caracterização do personagem estava excelente e o plot da disseminação do vírus Croation era igualmente bom, mas foi tudo feito tão nas coxas e tão mal desenvolvimento que foi tudo por água abaixo. Uma pena.
Ainda bem que o plot do cavalheiro Morte salvou o episódio. A atuação do ator foi da hora e se queriam me surpreender, eles conseguiram. Foi uma ótima quebra de percurso mostrarem que a Morte tinha o desejo de ajudar Dean por ter sido aprisionada por Lúcifer. Aparentemente, o tinhoso não é lá muito popular entre os seus. Tá cheio de "amigos" querendo de mandar pro inferno, literalmente. Abre o olho!
O plot twist maior foi a Morte revelar que, para o plano dar certo, Sam teria que dizer sim para Lúcifer.
PS 1: a foto do Bobby beijando o Crowley entrou para a história da série, sem dúvidas.
PS 2: o quê? Castiel sem poderes?
2018-10-20 11:24:18


Episodio 5x22 - Nota 7

Essa finale foi a coisa mais broxante que já vi. Me recuso a acreditar que as pessoas elegem esse como o melhor episódio de Supernatural, quando as finales da terceira e quarta temporadas pisam sem dó nessa aqui.
Eu tô muito decepcionado e triste. Foi tudo tão óbvio e péssimo, que chega ser uma ofensa contra tudo que a série construiu até aqui e na temporada como um todo. Tá, talvez eu esteja sendo severo e exigente demais, mas foi a própria série que elevou minhas expectativas para depois jogá-las por terra. Teve coisas boas sim, utilizarem o Chuck como narrador do episódio, por exemplo, foi bem legal, principalmente a parte do Impala. Mas, pô, o que eu queria mais ver mesmo, que era o embate com Lúcifer, foi decepcionante demais.
Senti que Lúcifer descaracterizado aqui. O tempo todo na temporada ele foi mostrado com um cara inteligente, persuasivo e manipulador e isso torna difícil de acreditar que ele não iria prever que Sam iria se entupir de sangue de demônio para, assim, controlar a possessão. Achei que o emburreceram demais e foi difícil de engolir, mesmo com essa possibilidade,ele preferiu possuir Sam.
O Miguel no final usar Adam como casca só fez parecer que o grande mote da temporada, que é o Dean aceitar ser receptáculo, parecesse bobo, porque ele poderia ter feito isso muito antes depois das 400 milhões de recusas por parte de Dean.
Eu estava esperando uma batalha muito mais grandiosa e bem feita, afinal, era contra o Lúcifer com quem eles estavam lidando e eles estavam tentando evitar o Apocalipse. Aliás, é triste ver o Mark Pellegrino, e por consequência o próprio Lúcifer, ser tão mal aproveitado na temporada. Incrível como em uma temporada de 22 episódios ele tenha aparecido em no máximo seis. Sem contar que Miguel é um bundão e fraco, o que deixa tudo ainda pior. A única coisa que não achei óbvia nessa luta foi a morte do Castiel, que realmente me pegou de surpresa. De resto, blé!
E, tipo, foi muito clichê o Sam lutando dentro de si mesmo, recuperando as memórias. Em uma temporada em que foram incontáveis as vezes que eles me surpreenderam pela criatividade, é triste ver eles indo para um caminho óbvio e tão pouco criativo como esse para suas resoluções. Ah, e era claro que o Sam iria pular na jaula e ir parar no inferno, uma coisa que nunca aconteceu na série, não é mesmo?
Mesmo detestando essa finale com todas as minhas forças, eu concordo que serviria como um final para a série. Teria a parte triste do final do Sam preso na jaula de Lúcifer, mas eu veria esse fim para o personagem como algo bem ousado, e o Dean seguiria em frente, construindo uma família e livre do fardo da vida de caçador.
Algumas pessoas já me alertaram que a sexta temporada é o inicio da perca de qualidade da série, o que não duvido devido meu descontentamento com essa season finale, inclusive vários pessoas consideram a quinta temporada como a última. Até agora, minha experiência com a série está muito boa, com ressalvas, como toda a série, mas muito boa. Eu adorei a construção de mitologia da série, principalmente a partir da terceira temporada. Não lembro de ter visto uma produção audiovisual com essa temática de guerra celestial com uma mitologia tão bem construída assim. É por esse motivo que esse alerta me causa medo, porque é ruim demais ver algo que você tá curtindo perder a qualidade, mas eu sigo em frente com a série buscando ter minhas próprias experiências e tirar minhas próprias conclusões. Vou tentar ir até onde eu conseguir, quem sabe não seja tão ruim assim, hehehe.
PS1: uma das coisas que mais irrita em uma série é essa coisa de ficar ressuscitando personagens. Fizeram isso aqui duas vezes com Castiel e Bobby e, por mais que eu tenha ficado feliz por gostar dele, me faz parecer uma saída fácil. Espero que Supernatural pare de ficar recorrendo a isso, porque me irrita demais. Não subestima minha inteligência, porra!
PS 2 : aposto que a próxima temporada vai começar com o Sam voltado do inferno magicamente, porque alguém o retirou de lá. Putz, Supernatural!
PS 3: eu não consigo imaginar por qual caminho eles vão seguir. Mas acredito que Crowley vai assumir o inferno e de alguma forma vai ser o vilão da temporada, mas eu gostaria mesmo de ver o Dean seguindo seu plano momentâneo e indo atrás de Deus em busca de vingança. Ainda não desisti de ver Deus aparecendo nessa série.
2018-10-20 12:23:57


Episodio 6x1 - Nota 7

Alguém retirou Sam da jaula de Lúcifer e trouxe ele de volta. Uau, quem poderia prever!
Achei uma premiere bem fraquinha, na verdade, não disse muito bem a que veio e nem sobre a trama principal da temporada.
O interessante mesmo foi ver o retorno de Samuel e o outros caçadores lá.
2018-10-20 14:43:08


Episodio 6x2 - Nota 7.5

Típico caso da semana água com chucu que de fato não acrescenta absolutamente nada. Ver um metamorfo correr atrás de um bebê foi até divertido, mas, na verdade, a série não tem trama no momento. O único mistério é como Sam voltou e mesmo assim, ele poderia se dar o trabalho de abrir a boca e falar logo as coisas pro Dean.
Eu tô gostando bastante da Lisa.
2018-10-20 14:45:38


Episodio 6x3 - Nota 9

Bem melhor que os dois primeiros episódios, nem preciso dizer o porquê. Castiel is back!!!
Eu morri com ele falando que tem mais afinidade com o Dean kkkkkkkkkkk. E de fato tem, isso chocou um total de zero pessoas. Curti que eles aparentemente estão dando forma a temporada e o que tá acontecendo é que o céu tá um caos. Além do Castiel, Chatael, mais conhecido como Rafael, voltou porque ele quer porque quer que o Apocalipse aconteça, ou melhor, nas palavras do próprio Castiel: "Ele é tradicionalista". Será que vamos ter uma segunda tentativa de Apocalipse?
Não só isso, teve esse tal cajado de Moisés, olha aí a série se utilizando mais um elemento bíblico em sua mitologia de forma criativa, é isso que eu espero de Superntural, sempre! E agora , além do levante de Rafael, também tem esse mistério do roubo das armas do Paraíso. Sem contar que eles ainda têm que explicar quem tirou o Sam da jaula de Lúcifer.
PS1: Gostei do Balthazar, a julgar por esse episódio, ele tem muito potencial para ser um bom antagonista para Castiel.
PS2: O Deus dessa série é muito sem noção, o Cara queria que o primeiro apocalipse acontecesse, porque estava escrito, e agora abandona o Paraíso e deixa os anjos lá se rebelarem. Não entendo qual é a Dele.
PS3: o Sam definitivamente está muito estranho.
2018-10-20 15:07:15


Episodio 6x4 - Nota 8.5

Sabia que o pacto entre Crowley e Bobby seria retomado nessa sexta temporada. Continuo com a mesma conclusão que cheguei quando esse plot foi lançado lá na reta final da quita temporada: dispensável! Porém, quando se considera os dois primeiros episódios dessa sexta temporada, esse episódio foi bom.
O passa sermão que o Bobby deu no Dean e no Sam foi de longe a melhor coisa desse episódio. Eu vibrei com cada palavra dita naquele discurso e no fim ele não disse nada além de verdades que o Winchesters uma hora ou outra tinham que ouvir. Eu fiquei com pena, torci horrores que o flerte com a vizinha desse certo, mas, tadinha, não tem como não ficar assustada.
Tá na cara que o Sam está diferente por conta dele ter voltado do inferno, agora resta saber o porquê. Meu único problema com esse plot é que me parece que a série quer enrolar prolongar as respostas até quando puderem, o que pra mim é um tiro no pé, porque eles precisam dar mais propósito nessa temporada, visto que de quatro episódios até agora, apenas um acrescentou de verdade a série. Preocupante.
2018-10-20 15:23:04


Episodio 6x5 - Nota 6.5

Tá pra nascer episódio mais chato que esse em Supernatural.
A única coisa boa nesse episódio foi a tirada de sarro que eles deram em Crepúsculo, porque de resto chatooooooooooooooooo!!!!
Sam pego na mentira, há falsianes entre nós.
2018-10-20 16:08:05


Episodio 6x6 - Nota 7

Péssimo jeito de se começar uma temporada, nossa, tá sofrível essa sequência de episódios, exceto o terceiro.
Gostei da temática da deusa da verdade, mas meu interesse pelo episódio foi só diminuindo da metade para o final. Só os últimos segundos foram interessantes. Será que o Sam é algum tipo de demônio? Tem uma sósia no lugar dele?
Uma pena que o relacionamento do Dean com a Lisa está fadado ao fracasso.
2018-10-20 16:58:55


Episodio 6x7 - Nota 8.5

Finalmente um episódio interessante que trouxe respostas, só não sei se gostei de todas elas.
Curti o lance do Sam voltar sem alma e ficar sem sentimentos, tinha notado que ele estava diferente e meio insensível e apático para as coisas, mas não me liguei que poderia ser isso. Porém, não sei se gostei muito do Crowley usar a alma do Sam como chantagem para que Sam e Dean saem a procura dos monstros alfa por ele. Pelo o que eu entendi, Crowley quer localizar o Purgatório, e somente esses monstros sabem onde é, o problema que eu vejo nisso é que, poxa, o Crowley é um demônio, um demônio não poderia saber a localização do Purgatório? Sei lá, achei sem graça que esse seja o plot central da temporada, sem contar que é uma explicação muito da sem vergonha para justificar que ele retirasse o Sam da jaula de Lúcifer. Preferia muito mais que focassem na rebelião do céu, com Rafael no comando do que esse plot do monstros alfa. Mas enfim....
Acredito que o Crowley prometeu a Samuel que traria a mãe dos Winchesters de volta por meio do Purgatório, só que tenho quase certeza que o Crowley está usando todo mundo, e me surpreende Samuel cair nessa.

2018-10-21 14:27:26


Episodio 6x8 - Nota 7.5

Eu tô tentando, mas está difícil encontrar graça nesse plot do monstros alfa, parece que estamos na primeira temporada, onde cada episódio eles investigavam um caso e só. A série já evoluiu disso, e de forma muito criativa e bacana. A sensação com essa temporada é que eles estão regredindo e voltando muito o que era no começo, mas sem aquele "que" a mais que vimos ao longo das demais. Se lá, gostaria de um arco central mais interessante do que isso, tipo na temporada passada com o lance do apocalipse.
Pelo menos, o lance do Sam desalmando está rendendo pequenos momentos legais, mas ainda assim é pouco para que eu me empolgue com os episódios.
2018-10-21 14:32:44


Episodio 6x9 - Nota 10

"Eu acredito em fadas! Acredito! Acredito!".

Finalmente um episódio que eu gostei muito. Há bastante tempo que eu não tinha esse tipo de sensação assistindo a um episódio de Supernatural.
"Clap your hands if you belive" acerta em todos os sentidos. Seja na sua homenagem a Arquivo X, seja nas suas referências, ou no tom cômico que casou muito bem com a proposta do episódio. Primeiro que a abertura emulando a do Arquivo X foi muito boa, e foi legal ver o Castiel dividindo o protagonismo com os irmãos Winchesters nos créditos, mas, surpreendentemente, ele mesmo não aparece no episódio, o que me deixou levemente decepcionado.
Cara, se você vai com sua namorada no meio do milharal e começa a escutar barulhos estranhos, você pega sua namorada e VAI EMBORA! Você não dá uma de burro e se mete no meio do milharal pra curiar, senão você se ferra. E foi o que aconteceu. Puff, cadê Patrick?
Mesmo sendo um episódio de caso da semana, este episódio não deve em nada episódios mais importantes, como aqueles em que se trabalha o plot central de uma temporada, provando pra mim que, quando Supernatural quer fazer um episódio semanal isolado bom, eles conseguem. Devo dizer que menino Padalecki pegou bem o jeito sem alma de Sam, me fazendo acreditar e até ter medo da frieza e grosseria do personagem. Eu senti daqui aquela patada que ele deu na velhinha que disse serem fadas: "Olha, se você gosta de colocar purpurina na cola que você tá cheirando, tudo bem, mas não joga suas abobrinhas na gente..." LOL, até o Dean arregalou os olhos depois dessa. E não parou por aí, porque ele bem que deu aquela humilhada básica num alvuso caçador de OVINIS e ainda tirou onda da higiene da moça com quem ele acabara de transar. Ou seja, pray for Sam, que basicamente virou um grosso, frio e estúpido. O que a falta de uma alma não faz, hein.
Falando em OVINIS, está aí o ponto mais legal desse episódio. O tempo todo eles te levam a crer que sejam ET's quem está por trás dos desaparecimentos, inclusive, até uma nave aparece, sem contar na abertura estilo Arquivo X (conhecida por tratar sobre esse tema) e nos símbolos no milharal, referenciando Sinais, do M. Night Shyamalan. Mas não, na verdade, eram mesmo FADAS!!! Tá certo que bastasse você ter assistido qualquer versão do Peter Pan, que você entenderia o significado do título do episódio e mataria a charada, mas mesmo assim a estrutura do episódio ficou incrível, e eles foram competentes nisso. Ah, e não posso deixar de comentar de umas das cenas que com certeza vou lembrar pra sempre, que é quando o Dean luta com uma fada estilo Tinker Bell, soltando uma frase hilariante: "Pera, mamilos?" Kkkkkkkkkkkkk SENSACIONAL!!! E ainda teve eles indo pedir ajuda pra velha das fadas para saber como que se derrota um leprechaun.
Com certeza o episódio mais divertido da temporada até aqui. Se eles vão apostar em uma sexta temporada basicamente feita de casinhos assim, que pelo menos sejam tão bons e divertidos como esse. Tomara que eles tenham se reencontrado e a temporada só melhore daqui pra frente. Por favor, Supernatural, nunca te pedi nada.
2018-10-22 23:28:15


Episodio 6x10 - Nota 10

Neste momento, dentro da minha cabeça, aparecem anjos com trombetas soltando um sonoro Aleluia!!! Aleluia, irmão! Tivemos um episódio trabalhando a trama central, é pra glorificar de pé, igreja.
Brincadeiras a parte, a grande reclamação que tenho com essa temporada é a falta de direcionamento, ou melhor, a enrolação para nos apresentar a trama central. Sinceramente, mesmo achando esse episódio excelente, continuo achando a trama dos monstros alfa e a busca de Crowley pelo Purgatório fraquíssima, principalmente quando sei que tem uma guerra celestial acontecendo no céu. Nem preciso colocar na balança pra saber qual trama me parece mais promissora. Mas é aquele negócio: se contente com o que você tem, porque poderia ser bem pior. Logo, estou tentando enfiar esse plot guela a baixo e pagar pra ver no que vai dar.
Indo para o episódio em si, devo dizer que curti a aparição da Meg. Ela é uma vadia, cretina? Sim, ela é uma vadia, cretina, mas eu não imaginaria que ela e o Castiel renderiam uma dupla e tanto. Sem contar que adoro quando Supernatural escreve plots que colocam demônio x demônio, ou anjos x anjos, porque mostra que as coisas na série não são preto e branco e as personagens têm camadas. Meg não gostou de Crowley mandando no inferno e tratou de oferecer aliança com os Winchesters pra derrubar seu inimigo. "Não vou com a cara do Crowley, querem minha ajuda pra derrotá-lo eu estou aqui. Ou vai ou racha", tá, ela não falou exatamente assim, mas foi a forma como imaginei porque é mais legal, hehehe.
Preciso dizer que acertei qual era a motivação do Samuel em seu pacto com Crowley: obter Mary de volta. Também pudera né, coisa mais óbvia que isso não há. Aliás, Samuel ganhando o prêmio de pé no saco da vez e me irritando a níveis estratosfericos com isso de atrapalhar os Winchesters. Como essa família dos Winchesters é burra né? Insiste em ficar confiando em demônio e sempre são passados pra trás. O Crowley era um demônio da encruzilhada for God's sake, a última coisa que você deve esperar dele é que ele cumpra sua palavra. 99% de certeza que esse cara vai se ferrar.
Episódio bom é sinônimo de quê? Isso mesmo, Castiel aparecendo. Ah, gente, por que não colocam Castiel como fixo? É incrível como só a presença dele te deixa com um sorriso de olha a orelha, e os episódios crescem. E podem continuar apostando nele como alívio cômico, porque funciona e funciona muito! O que foi a cena dele vendo filme pôrno na sala? kkkkk hilária. Olha, os Winchesters tinham que ter vergonha de estarem disvirtuando um anjo como eles estão fazendo. Esse anjo já ficou bêbado, já fumou, já foi numa casa de striptease e agora tá vendo pôrno. Nem imagino onde isso vai parar, hahaha. Chocado com o beijão que a Meg pregou no Castiel, do nada, e depois com ele mostrando que tem pegada e retribuindo com um super beijo que deixou até os Winchesters constrangidos.
"Nossa, o que foi isso? "
" Eu aprendi com o cara da pizza do filme"
"Hum... nota 10 pra você"

Meu, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk melhor diálogo ever, sem mais. I'm done depois dessa cena.
Eu fiquei confuso com o final do episódio, não contava que eles teriam coragem de matar o Crowley agora visto que ele é o vilão da temporada. E talvez eu tenha gostado tanto por causa disso, pela coragem. E também porque isso pode significar o fim desse plot ruim da busca pelo Purgatório e dos alfa. Btw, surpreendido com a frieza do Castiel para matar Crowley, mostrando que ele é o fodão dessa série, sim.
PS: Eu só espero que o Crowley não volte por meio de uma desculpa esfarrapada só porque os roteiristas querem. Se entrarem nessa de ficar matando e ressuscitando personagem over and over again eu vou começar a ficar puto.
PS 2: seria ilusão demais desejar que esse tenha sido o fim do plot caça ao Purgatório e que na próxima metade da temporada eles foquem na guerra que está acontecendo no céu? Queria tanto!
2018-10-22 23:34:34


Episodio 6x11 - Nota 10

Uau, eu estou chocado com essa sequência de episódios muito bons de Supernatural. Será que a temporada engrenou de vez e vai se redimir comigo? Nem vou falar muito, porque vai que no próximo o nível cai de novo.
O episódio já começou com os dois pés na porta, com Freddy Kruger, quero dizer, Robert Englund interpretando um médico e ajudando Dean a ter uma experiência extra corpórea para que ele possa entrar em contato com a Morte.
A Morte faz seu retorno nesse episódio e eu não poderia ficar mais feliz. Adorei o personagem na temporada passada, e aqui eles acertam mais uma vez na trama que justifica sua volta. O objetivo de Dean é saber se a Morte pode conseguir tirar a alma de Sam da jaula de Lúcifer, e para a minha surpresa, sim, ela pode. O problema é que a Morte é aquela amiga que vai te ajudar, mas não vai facilitar as coisas pra você. Em troca, a Morte exigiu de Dean que ele passasse 24 horas fazendo o seu trabalho. Essa sacada foi muito inteligente por parte do roteiro, porque além de entregar um episódio triste, cruel e verdadeiro,com uma mensagem de que a morte inevitavelmente acontece - mesmo que as vezes de uma forma que nem é tão justa- ele também permitiu que aprofundasse mais na Morte, me fazendo gostar ainda mais desse personagem.
O Dean foi muito ingênuo achando que seria um trabalho fácil, mas bastou ele ter que lidar com uma garotinha de 12 anos, em seu leito de morte, pra ele perceber que as coisas não são tão fáceis assim. E, claro, como Dean é o Dean, logicamente que ele não permitiria deixar a garota falecer, o que fez com que ele mudasse todo curso natural das coisas e gerasse problemas. Tá certo que o Dean deu uma puta mancada provocando a morte da enfermeira, mas não consigo julgar o personagem e muito provavelmente acabaria tomando a mesma atitude e aprendendo a mesma lição. Aliás, esse é um episódio que te dá um puta tapa na cara. No fim, você entende que coisas ruins acontece o tempo todo com todo tipo de gente, e a morte é algo que vai acontecer com todos, inevitavelmente.
A parte do Sam também foi bem boa, não esperava que o lance da alma do Sam fosse render tanto e o cara tá loucão, até invocar Baltazar e tentar matar o Bobby ele tentou. Chocado com esse plot.
No fim, Morte trouxe a alma de Sam de volta, mas a série ainda deixou uma dúvida no ar: será que vai ter algum tipo de efeito colateral, já que a alma pode ter sido corrompida por Lúcifer e Miguel? Confesso que gostei muito disso e quero saber.

PS: adorei a participação do Robert Englund, mas confesso que gostaria que ele tivesse aparecido mais vezes ao longo do episódio.
2018-10-22 23:37:39


Episodio 6x12 - Nota 7

Ahnnn, ok, voltamos a trama dos alfas e me desculpa, mas eu detestei esse episódio. Meu, eu estou tentando, mas esse plot é muito ruim. Brasil, me salvaaaaaaaa!
Eu gosto de dragões? Claro, eu adoro dragões, mas em Supernatural, pelo menos pra mim, não funcionou.
O mais interessante do episódio foi a relação Sam/Bobby. Bobby, com razão, está puto com Sam, que com amnésia não se lembra do que aconteceu. Eu adoro que mesmo com raiva o Bobby nunca vira as caras e sempre está disposto a ajudar.
Ao que tudo indica, teremos uma mãe alfa dos monstros aí que deve ser a vilã da metade final da temporada e saber a entrada do Purgatório. O problema é que eu não poderia me importar menos com esse plot e com casos fracos como o desse episódio.
2018-10-22 23:40:21


Episodio 6x13 - Nota 8.5

Um episódio bem melhor que o anterior, e tudo por conta do retorno do Sam desalmado.
Adorei a ideia deles abordarem o flashback do ano que o Sam estava caçando com o Samuel, e gente, Sam sem alma é muito evil!!! Não vou mentir e dizer que gosto mais do Sam com alma, porque não é verdade. Sam sem alma, mesmo pelos motivos errados, deixa o personagem muito mais interessante. Eu me divertido muito, não porque gostei de ver o policial apanhar, longe disso, mas é porque é tão diferente do que estamos acostumados do personagem que fica bom. Um exemplo disso foi a frieza dele em atirar naqueles prisioneiros, não esperava aquilo. Totalmente inesperado, ainda mais vindo do Sam. Mas depois a série deu crise de consciência e tratou de redimir isso.
Fiquei com pena da mulher que perdeu o marido.

Ps: Samuel passou esse tempo todo caçando com Sam sem alma e não notou nada diferente? O episódio sugeriu que ele notou uma coisinha ali, mas mesmo assim ele parece que não fez nada e nem questionou isso depois. Aliás, agora que Crowley morreu e a promessa foi por água abaixo, onde estará Samuel?
2018-10-22 23:43:28


Episodio 6x14 - Nota 8.5

Mas gente, só isso? Deixaram um puta cliffhanger no final do episódio passado com Sam pegando fogo internamente, pra nos primeiros cinco minutos de episódio resolverem assim? Então tá né. Quebraram toda a expectativa que deixaram em aberto.
Mas enfim, gostei, hehehe. Mas um episódio totalmente de caso da semana, again, mas foi um bom caso da semana. Então tá valendo. Pensei que seriam apenas manequins possessos, mas construíram um bom background do fantasma da menina lá. Inclusive o plot twist do rim foi bem bom. Quando Sam queimou os ossos da falecida, ainda restavam dez minutos de episódio, então logo pensei que não tinha acabado, mas nunca iria pensar no lance do rim. Boa sacada.
A volta da Lisa e do Dean júnior foi bacana também. Dean júnior fazendo a jogada do "vou armar uma armadilha para meus pais se reconciliarem" foi engraçada. Não sei se esse foi o fim definitivo desse plot, pelos diálogos acredito que sim, mas me deu pena do Dean, porque claramente ele ama muito a Lisa e o filho e queria muito viver aquilo ali. Mas vida de caçador é assim, não tem jeito.
2018-10-24 11:23:17


Episodio 6x15 - Nota 10

Se tem uma coisa que Supernatural sabe fazer, são episódios metalinguísticos. O episódio em que Chuck aparece e se revela o autor das histórias dos Winchesters talvez seja imbatível nesse quesito, mas esse aqui foi tão bom quanto.
Mesmo que a guerra entre Castiel e Rafael não tenha sido o enfoque do episódio, foi legal ver que a loucura toda foi motivada por isso. Essa é a terceira vez que Baltazar aparece, e em todas as vezes o personagem deu um up no episódio, se provando um dos grandes acertos dessa temporada. Pois então, Bathalzar estava fugindo de Rafael, acaba envolvendo os irmãos no meio, dá uma chave whatever pra eles e os manda para um universo alternativo onde eles são dois atores de tv de um seriado chamado Supernatural. É a partir daí que eles ligam o botão da zoeira e eu me deleito com essa loucura toda.
Se o objetivo desse episódio era me fazer rir igual a um idiota, parabéns, eles conseguiram. Foi muito divertido!!!! Eu adoro filmes/séries que se auto parodiam e riem de si mesmos, então esse episódio foi feito para mim. É difícil de dizer até qual foi a melhor parte. Dean estranhando os seus nomes e errando o nome do Jared a todo momento, com Jared o corrigindo : " É Padalecki. Lecki. Lecki" kkkkkk, a produção aparecendo e tirando sarro da troca de escritores (aliás, aqueles eram mesmo os produtores, ou eram atores interpretando os produtores? Fiquei com essa dívida), e até a tirada com a audiência foi bacana " Segundo pesquisas: não tem muita gente que vê a gente não". Legal também foi ver o Sam dando uma pesquisada no nome do Jensen e aparecendo a página dele no Google de verdade. Confesso que meu lado fã de Dawson's Creek iria amar se ao invés deles mostrarem uma cena do Jensen em Days of our lives, eles mostrassem uma cena dele em Dawson's.
Foi tudo muito bom e muito engraçado, mas, cara, Misha Collins aparecendo como um cara twittero, twittando tudo que acontece nos bastidores do seriado foi a cereja do bolo. O que foi aquilo? kkkkkkkk. É incrível como Castiel rouba a cena em todo fucking episódio que ele aparece, e o Misha Collins é muito bom. Ele nem precisa falar, você ri só com as caras que ele faz. Sério, quem não se mijou de rir com a cena dele dando os gritinhos quando o Virgil encurralou ele? Aquilo foi engraçado demais. Melhor foi o Dean estranhando o nome dele também: " Misha? Quem se chama Misha? Kkkkkkkkk muito bom!!!!
E depois dessa comédia toda, o episódio ainda termina de uma forma espetacular com Rafael aparecendo em uma casca feminina e com Castiel revelando que tudo não passava de um plano para despistar Rafael, enquanto Baltazar passava as armas celestiais para ele e ele adquirisse o poder. Castiel, já te disse que te amo hoje?

Ps: só para mencionar a participação da atriz que fez a Ruby na quinta temporada e que é a esposa do Jared na vida real. Foi legal ver eles brincado com isso também.
PS 2: é incrível como a trama dos alfa e do Purgatório não faz falta. Um episódio sobre a briga entre Castiel e Rafael e já foi melhor que a grande maioria dos episódios dessa temporada.
2018-10-24 11:26:29


Episodio 6x16 - Nota 9

A partir do episódio 9, a temporada parece que retomou fôlego e engrenou, não pelos motivos certos, afinal continuo achando a trama central a coisa mais fraca dessa temporada, mas porque conseguiram fazer uma sequência de episódios que, quando não eram muito bons, eram pelo menos decentes (exceto o doze, porque detestei aquele episódio).
Retomamos a trama do alfa, ou melhor, A Mãe de todos, o que tinha tudo pra fazer com que eu detestasse esse episódio, mas sua estrutura e principalmente suas referências me fizeram gostar do que vi.
Pra quem não sabe, o nome desse episódio pode ser uma referência a um livro da Agatha Cristie, de mesmo nome (meu favorito dela, btw), e nele acompanhamos a história de um grupo de estranhos que ficam presos em uma casa e acabam por suspeitar um do outro, já tem alguém matando um por um. Se você parar para pensar, essa é exatamente a mesma estrutura usada nesse episódio, e eu amei isso. Tá certo que isso não é algo totalmente novo em se tratando de produções audiovisuais, principalmente aquelas com temática de apocalipse zumbi (Oi, Resident Evil, você por aqui?), mas é aquele negócio: um clichê bem feito é sempre válido.
Confesso que tomei um puta susto quando, do nada, Dean mata a Gwen, logo soltei um "Opa, tem algo de errado acontecendo", seguido de um " Pronto, agora só falta o Dean estar desalmado também". Acredito que o episódio foi bem decente em fazer você sentir tensão, mesmo ele falando miseravelmente em nós fazer acreditar que Bobby, Dean e Sam poderiam morrer, eles até tentam, mas não conseguem. Entretanto, eles compensam isso ao trazerem Rufus, Gwen e Samuel para cumprir esse papel, e as mortes foram interessantes.
Tá certo que tem que ter uma suspensão de descrença muito grande pra ninguém ter visto um verme gigante como aquele entrando no ouvido das pessoas e deixando praticamente nenhum rastro. Mesmo com a pessoa desacordada, alguém deveria ter visto, não é possível!
Enfim, foi um episódio interessante e tenso, me diverti e dentre as circunstâncias da temporada isso é um puta saldo positivo.

PS 1: a Mãe de todos aparece no início do episódio e seu nome é Eve. Cara, desculpa, mas eu ri desse nome. Sério mesmo que colocaram o nome dela de Eve para fazer referência a Eva do jardim do Éden? Apenas melhorem.
PS 2: ao contrário de Bathalzar, Samuel é facilmente o ponto negativo dessa temporada. O personagem foi trazido de volta de uma forma Whatever, com um propósito Whatever e morreu de uma forma Whatever, ou seja, sua participação nessa temporada foi totalmente... WHATEVER!!!! Uma pena, porque eu gostei do personagem na quinta temporada, mas nessa sexta não teve como defender.
2018-10-24 11:29:24


Episodio 6x17 - Nota 9

Mais alguém aí se lembrou de Premonição quando assistiu esse episódio? Não só essa morte do começo - muito foda, diga-se de passagem- como todas as demais poderiam estar em qualquer sequência de Premonição. Inclusive, uma delas é chupinhada do filme original.
Eu acho que o plot que motivou tudo nesse episódio talvez seja um dos mais cretinos de Supernatural. E isso não é um ponto negativo, muito pelo contrário, adoro um plot cretino, desde que seja um cretino bom.
Aparentemente, o Titanic afundar foi um acontecimento importantíssimo para os eventos de Supernatural, porque basta Baltazar impedir que ele afundasse para que várias coisas na timeline da série se alterase.
Ellen e Jo, por exemplo, continuam vivas, e os Winchesters não têm mais o Impala. Agora, alguém me explica por que esses eventos são tão dependentes assim do Titanic afundar ou não? Tipo, elas eram descendentes de alguma pessoa que estava no navio? Forçado isso, não?
Bathalzar está me saindo um belo de um alívio cômico. Eu rachei de rir com a motivação dele quando perguntado do por que impediu que o Titanic afundasse, rendendo um maravilhoso diálogo: "Por que eu detesto o filme e não gosto da música da Celine Dion"
" Quem é Celine Dion?"
"Ah, uma cantora que canta num bar de segunda" kkkkkk sério, eu rio mais com Supernatural do que com muita comédia por aí. Sensacional! E ainda teve uma piadinha com o Kutcher depois.
Mas é claro que isso era um desculpinha esfarrapada do Baltazar para despistar o verdadeiro motivo daquilo tudo. Ele fez isso a mando de Castiel (plot twist na minha cara), que tinha como objetivo ganhar mais almas para fazer uma arma necessária na guerra. Castiel, como assim, meu filho? Ah, gente, eu queria tanto ver essa guerra! É claro que nada disso deu certo, porque Atropos, sim, uma daquelas três moças que ficam controlando o destino das pessoas na mitologia grega, aparece putíssima porque Sam e Dean evitaram o Apocalipse e acabaram com o trabalho dela. É tanta loucura que acontece nesse episódio, que parece que não faz sentido, mas na verdade faz sim, por incrível que pareça. Menos a explicação da Ellen e da Jo e do Impala, porque né.

PS: como não amar a cena do Dean e do Sam morrendo de medo de morrerem? Hahaha ri bastante com isso.
PS: os nomes dos episódios de Supernatural são muito criativos. Não me canso de me surpreender.
2018-10-24 11:32:13


Episodio 6x18 - Nota 8

Acredito que a maioria das pessoas devem ter amado esse episódio, e eu queria ser uma delas, mas eu não consegui gostar tanto assim. O episódio foi ruim? Não, não foi, tiveram algumas coisas que eu gostei, mas a verdade é que eu fiquei um pouco entediado e torcendo para acabar.
Eu até que curti as referencias a de volta para futuro e lance da Fênix. Btw, esse lance da Fênix me fez lembrar do homem de preto de Westworld kkkk.
Teve também a parte do Castiel que me intrigou muito. Eu queria saber por que aquela Rachel do nada ficou contra o Castiel e tentou matá-lo. Castiel tá muito misterioso com essa guerra rolando. Eu tô com raiva desses roteiristas que só ficam mencionado essa guerra e não aprofundam mais nisso. Faz um episódio todo sobre essa caralha de guerra, porra!!! Aposto que do nada Castiel vai aparecer para os Winchesters e dizer que derrotou Rafael e ficou tudo bem no céu e valeu. Tipo, acho bom eles fecharem esse plot direito.
2018-10-24 14:19:10


Episodio 6x19 - Nota 7.5

Sabe a Mãe de Todos? Aquela que era a grande ameaça da temporada, que ficaram trocentos episódios enchendo a nossa paciência com monstro alfa e tudo mais, que era a única que sabia a entrada pro Purgatório e iria tacar o terror em tudo? Pois é, morreu! Em um episódio a mulher MORREU!!!
Essa temporada de Supernatural, pra mim, é disparada a mais mal estruturada de todas, além de ter a trama central mais porca e mais mal desenvolvida de todas. Parece que os roteiristas não sabiam o que fazer e a medida que foram tendo as ideias, eles foram jogando e tentando amarrar as pontas, mas em nenhum momento eles pareceram se questionar se as explicações que eles estavam criando eram realmente boas, o que passa bem longe de ser.
A morte da Eve é um grande exemplo disso, tudo bem que o final deu a entender que Crowley talvez seja o grande vilão da temporada, mas nem isso consegue ser interessante visto que a quantidade de vezes que ele aparece pode ser contada nos dedos, a última aparição dele foi no episódio 10. Fora isso, o resto ,em grande maioria, foi tudo em volta de monstros alfa avulsos e a expectativa criada em cima da Mãe de Todos. Daí a mulher finalmente aparece e vem botar a cara a tapa e mostrar a que veio e eles a matam assim de forma fácil e boba. WTF, pra que gastar tantos episódios em torno disso então, se fosse pra resolver tão fácil assim.A sensação que fiquei foi de decepção. Foi triste ver algo que tomou tanto espaço em uma temporada ser jogado fora de maneira tão boba.
2018-10-28 10:11:09


Episodio 6x20 - Nota 9

Da série: quando um personagem é tão bom que salva uma trama ruim.

Deveriam ter mais episódios centrados no Castiel, pelo menos isso seria uma garantia de episódio bom, mesmo que eu tenha ressalvas com algumas explicações expostas nesse episódio.
Tá, o episódio passado terminou com a revelação de que Castiel e Crowley estão juntos e armaram tudo isso, o que nós não sabíamos era o porquê.
Gostei do episódio se passar inteiramente sob a perspectiva de Castiel e explicar como essa aliança entre os dois surgiu pra enfim mostrar que Castiel não é mal e fez isso porque foi forçado, perante as circunstâncias. Basicamente ele precisa de almas para ficar mais forte e enfrentar Rafael. Há vários episódios eu venho dizendo que a trama da guerra celestial é a coisa mais empolgante da temporada, o problema que os roteiristas a colocaram de escanteio praticamente a season inteira, ficando apenas mencionando que tá tendo uma guerra no céu, com Rafael aparecendo uma ou duas vezes, tudo isso pra servir a parte mais fraca disso tudo que é Crowley e os alfa. A guerra mesmo ficou o tempo inteiro nos bastidores. É frustrante e um indício forte de que a temporada foi muito mal desenvolvida.
Eu adoro o Crowley, o ator é ótimo e eu adoro vilões sarcásticos que riem da cara dos protagonistas, mas sua grade motivação para "comprar" Castiel e ir atrás do Purgatório é fraquíssima e... boba, cara. No fim, ele só queria almas pra brincar, SÓ isso. O demônio da encruzilhada que virou rei do inferno,tem como motivação só isso. Cara, ainda não engulo o fato de que um anjo e um demônio não sabem a localização do Purgatório e uns monstros avulsos sabem. Só porque eles vão pra lá quando morrem, eles deveriam ser os únicos a saberem? Pô, Castiel e Crowley são anjo e demônio, eles deveriam saber onde fica céu, inferno e o diabo a quatro. Fica parecendo que eles só existem e pronto, são burros e não sabem de nada. As motivações da parte do Crowley pra mim ficaram fracas e mal feitas. Pra mim o lance deles precisarem dos alfa foi só uma saída pra justificarem tirar Sam da jaula de Lúcifer e pronto.
Dito isso, quero comentar as partes que mais gostei. Primeiro que adorei que foi o Castiel quem tirou Sam da jaula de Lúcifer e o tirou de lá sem alma com um propósito que, por incrível que pareça, fez sentido. Ele nunca deixou de pensar nos Winchesters e estava até o último segundo ele estava tentando fazer o que ele tinha que fazer e ao mesmo tempo protegê-los. Foi muito legal ver que Dean foi o que teve mais dificuldade de acreditar que Castiel poderia trair eles, mostrando que tem um sentimento de amizade muito grande ali.
Castiel é o tipo de personagem que alavanca qualquer temporada ou qualquer episódio, esse é um ótimo exemplo disso. Putz, seus dilemas e aquela cens dele pedindo ajuda pra Deus são incríveis. Eu simplesmente amo Castiel, e não tenho medo de falar que ele é melhor coisa dessa série disparado.
No fim, chego a conclusão que a trama central dessa temporada não é de toda ruim, ela é muito mal desenvolvida e com explicações pífias. Só gostaria que eles tivessem tido mais criatividade em algumas motivações. A série me ganhou muito justamente pela sua criatividade na hora de construir sua mitologia, são vários comentários meus em que eu rasgo elogios a isso, mas, infelizmente, nessa temporada eu não fui tão surpreendido assim.
PS: a representação do inferno ficou muito da hora. Que fila é aquela? Crowley mui filho da mãe, né kkkkk
Em compensação o céu achei apenas ok.. nada demais.
2018-10-28 11:18:51


Episodio 6x21 - Nota 8.5

Esse episódio teve muita ação e todo um lado emocional muito bom, mas a parte do H.P Lovecraft eu não consegui gostar tanto assim.
O lado bom do episódio ficou por conta de Dean tendo que lidar com uma Lisa com o demônio no corpo. Foi bom, e, claro, teve Castiel tentando salvar o dia. Btw, Castiel está ficando muito poderoso, não sei se isso vai dar bom.
Fiquei triste com o fim que teve entre Dean, Lisa e Ben. Era óbvio que a série não iria deixar Dean ter uma família, e por isso eles tinham que resolver isso. Foi cruel ele ter que tomar aquela decisão de fazer Castiel apagar as memórias deles, mas foi uma saída interessante para o plot.
Depois do episódio do Titanic, eu espero qualquer coisa de Supernatural, e não deu outra. Até H.P Lovecraft eles enfiaram no meio. Acho isso criativo e super apoio, mas a verdade é que achei tudo um saco, inclusive a parte da moça dona da espada, que era uma alma que fugiu do Purgatório.
2018-10-28 11:45:03


Episodio 6x22 - Nota 10

Essa season finale me surpreendeu bastante. Muito mais interessante e superior que a finale pasada e o gancho deixado para a próxima temporada é realmente empolgante.
Tenho que dizer que estava revirando os olhos quando percebi que Sam tomaria grande parte da finale, não escondo que o personagem é o que eu menos gosto dentre os irmãos - nada contra, é que tem momentos que ele irrita mesmo-, mas eu gostei do que fizeram com ele aqui. Um verdadeiro embate entre dois Sam, com eu claramente torcendo para o Sam sem alma, hahaha brincadeirinha. O negócio do muro cair ou não tem um grande potencial para virar um pé no saco, se eles pretenderem estender isso na próxima temporada, mas eu tô pagando pra ver, então tô aí na chuva pra me molhar mesmo. O fato é que o plot funcionou no episódio e eu cai na surpresa da mina lá ter sido morta pelo Sam sem alma e tudo ter se passado em seu subconsciente. E o pior é que foi Cas quem provocou isso. O poder parece estar subindo a cabeça de Castiel, não?
Falando em Castiel, é ele o responsável por eu estar empolgado com a proxima temporada. Ele sambou muito nessa finale, mostrou que para se vencer uma briga pelo céu, tem que também ter inteligência, o que me parece que Rafael e Crowley não têm. Gente, que burros. Dá zero pra eles! Principalmente o Rafael. Como que ele foi mesmo acreditar que o Castiel iria entregar o pote para abrir o portal do Purgatório de bandeja asssim? Que tapado. Castiel sambou tanto que já tinha ido lá, abriu o portal sugou as alma tudo e ainda teve tempo de dar aquela risada dos dois trouxões.
O que fiquei mais de cara mesmo foi com a frieza com que ele matou o Rafael. Só estalou os dedos e EXPLODIU Rafael. Cara, fiquei impactado com essa cena. Brutal! Game over, bitch!!!
E pra piorar, o poder subiu tanto a cabeça que achei que ele iria acabar com os Winchesters ali mesmo, tá, não achei isso, mas temi por ele fazer algo de muito ruim com eles. Inclusive Sam tenta matar Castiel com a faca de matar anjos, mas não consegue. Adorei a frase que o Castiel fala pra eles, melhor jeito de se terminar uma temporada: “I’m not na angel anymore. I’m your new God. A better one”. Bummmmmmm!!!! Plot twist. Gente, será que o Castiel vai ser o vilão da próxima temporada? Será que teremos Winchesters vs. Castiel? Olha, se Supernatural tiver culhões para fazer isso, irei bater palmas. Por mais que eu ame Castiel, nem sei se conseguiria odiá-lo mesmo como vilão, devo dizer que adoraria se essa sugestão se concretizasse, sem contar que seria um dos plots mais ousados da série, se não o mais. Porém, só vendo o próximo episódio pra saber.
2018-10-28 12:26:35


Episodio 7x1 - Nota 10

"Há coisas muito mais antigas que almas no Purgatório. Muito antes de Deus criar os anjos e os homens ele criou seus primeiros animais: os Leviatãs. Eu, pessoalmente, os achava divertidos, mas ele estava preocupado. Então ele os trancou. Porque você acha que ele criou o purgatório? Para que os venenosos não saíssem para fora."

Essa premiere foi muito boa. Mesmo tendo uma quebra de expectativa muito da fudida, terminei o episódio satisfeito com o que vi.
Eu estava na torcida de Castiel se tornar o vilão da temporada, mas Supernatural resolveu ficar no safe place.
Todas as cenas de Castiel foram excelentes, ele está tão poderoso como o Novo Deus, que ficou assustador. É muito estranho ver Castiel falando daquela maneira com os Winchesters, foi tão bom! Adorei esse plot demais! !! E como novo deus, Castiel não poupou esforços e tá dizimando geral. O que ele com os anjos lá do céu? Chocado! Mas no fim, a série trata de nos situar e mostrar que Castiel sugou mais do que só almas, ele sugou também os tais dos Leviatãs. Tenho minhas ressalvas quanto a isso, por um lado, foi bom a série já no primeiro episódio apontar qual é a trama central que eles pretendem desenvolver, já é bem melhor que a temporada passada que enrolou muito quanto a isso, por outro, fica difícil comprar a ideia de que Castiel tenha sido tão burro assim a ponto de não saber da existência dessas criaturas, que foram criadas por Deus, e não ter cogitado a hipótese dele sugá-las também quando abriu o Purgatório.
Mas enfim, a questão é que essas criaturinhas querem sair pra brincar e estão estragando a casca do Castiel.
Ah, e ainda teve a participação da Morte, que sempre faz participações excelentes na série.
Ainda confuso com a parte de Sam, e todo o lance da queda muro, mas eles trouxeram Mark Pellegrino como Lúcifer de novo, e o personagem é muito bom. Só não consigo comprar essa dúvida de que o Sam ainda pode estar na jaula com Lúcifer, porque eu tenho certeza que isso é só mind game mesmo.
A temporada começou muito bem, torcendo para os Leviatãs serem bons antagonistas e que a temporada seje melhor do que a anterior.
2018-10-28 13:14:14


Episodio 7x2 - Nota 8.5

Gente, por favor, me digam que Castiel não morreu? Eu não sei o que acontece nas próximas temporadas, então eu realmente não sei se ele volta ou não. Mas, considerando que Supernatural é aquele tipo de série que adora ficar trazendo personagens mortos de volta, a possibilidade dele voltar são altas.
Gostei do episódio, menos do que o primeiro, mas ainda assim um bom episódio. Os Leviatãs se disseminaram por aí e o que achei mais estranho é que me parece que o objetivo deles seja só sobreviver e comer kkkk. Olha, eles até que são espertos, porque se ele não pretendem levantar suspeita, um hospital é uma ótima escolha. O plano deles fez sentido. E parece que tem um Leviatã chefão que deve mandar em tudo, só gostaria que a motivação deles, fosse uma motivação muito melhor do que só disseminar por aí e possivelmente dominar o mundo.
No mais, Lúcifer continua atormentado Sam e eu continuo achando que isso no fim não vai levar a nada, mas Lúcifer e o ator que o interpreta são tão bons, que consegue fazer esse plot ficar bom e render boas cenas.
2018-10-28 13:46:07


Episodio 7x3 - Nota 7

Um episódio que tinha tudo pra que eu gostasse, mas que infelizmente não me agradou tanto. Foi ruim? Não, não foi, porém, ao comparar com os dois primeiros, foi bem inferior.
Talvez o que mais tenha me desagradado tenha sido as "intenções" por detrás desse episódio. Em fato, o possível drama desnecessário entre os irmãos que o gancho do episódio pode vir a causar, é o que mais me irrita. A série me parece ter sempre em algum momento o desejo de colocar os dois protagonistas em conflito, o que não tem problema nenhum, algumas tramas até funcionaram, como quando Sam foi responsável pela libertação de Lúcifer de sua jaula no inferno, algo que foi difícil para Dean digerir, causando um atrito entre os dois que foi interessante de acompanhar, apesar das lamentações irritantes de Sam. Mas, o mesmo não posso dizer com as intenções de "the girl next door". O único objetivo que vejo nesse capítulo é o de fazer Dean guardar um segredo que muito provavelmente vai ser descoberto por Sam mais lá pra frente, e causar esse atrito entre os dois. O problema é que, diferente do dilema que usei como exemplo, esse aqui pouco me interessa, muito pelo contrário, só de imaginar a chatissse que Sam vai ficar quando descobrir, eu já fico revirando os olhos. Desnessario.
No mais, a minha alegria ao ver esse episódio foi rever Colin Ford interpretando Sam versão adolescente. Achei bacana demais eles terem trago o mesmo ator que o interpretou quando criança, só que agora aproveitando que o ator cresceu e usando isso para abordar uma passagem de sua adolescência.
2018-11-15 08:57:59


Episodio 7x4 - Nota 8.5

Por episódios fillers como esse que a temporada anterior ficou devendo, pelo menos em sua primeira metade. Adorei!!!!
Depois que fizeram um episódio inteiro sobre Titanic, eu espero qualquer coisa dessa série. Os roteiristas quando querem, podem ser bem criativos, como foi o caso desse episódio. Gostei bastante de como utilizaram o deus egípcio Osíris aqui. O lance do julgamento foi muito bom, assim como o Sam tendo que atuar como advogado de defesa de Dean, para tentar salvá-lo. A forma como trouxeram a Jo de volta encaixou perfeitamente no contexto do episódio e não me pareceu nenhum pouco forçado, pelo contrário, só trouxe mais peso pro julgamento, e mesmo eu não acreditando nenhum pouco que ela iria conseguir matar o Dean, o final foi agoniante. O único problema foi a forma abrupta e rápida com que Sam se livrou do Osíris. Foi muito fácil, e isso é algo que noto desde o início da série, em vários episódios.
Pelo visto vão postergar ao máximo o segredo que o Dean está escondendo, o que é um saco! Repito, não é interessante, não é necessário e eu não tô a fim a ficar vendo Sam fazendo drama. Stop!!!!
PS: foram vários episódios que ou Dean ou Sam fazem o círculo de sal perto de uma janela e um vento fantasmagórico assopra e estraga tudo. Por que diachos eles não param de fazer essa caralha perto de uma janela? Pô, meu, presta atenção. Custa fazer num lugar onde a probabilidade de ventar é menor? Dãããn!
2018-11-15 08:59:51


Episodio 7x5 - Nota 6

Uma belíssimo exemplo de como desperdiçar atores convidados e tornar um episódio que tinha tudo pra ser interessante em um episódio CHATO!
O início foi ótimo, a morte da mulher no salão de beleza foi muito bem feita, e logo depois já apareceu o James Marsters e a Charisma Carpenter de Buffy, logo comecei a ficar animado com a possibilidade deles fazerem uma homenagem a Buffy, mas, infelizmente, eles conseguiram desperdiçar tudo. Por mais que ver ambos atores atuando juntos novamente seja bom, não foi o suficiente para salvar o episódio. Os diálogos foram péssimos, as piadas muito ruins e o plot twist de ambos serem bruxos foi horrível. Eu só queria que acabasse logo, pois estava irritante. Uma pena, pois não souberam utilizar o tom cômico muito bom presente em Buffy e fazerem uma homenagem a série da caça vampiros. Somente o início e a morte do carinha no banheiro sanitário foi aproveitável.
O final do episódio deu a entender que no próximo voltaremos a trama dos Leviatãs, o que me parece promissor, visto que é a trama principal da temporada, e por incrível que pareça eu estou interessado nela, o que não aconteceu na temporada passada.
2018-11-15 09:01:32


Episodio 7x6 - Nota 10

Essa temporada está muito montanha russa. É incrível como saímos do pior episódio da temporada pra, logo em seguida, parar no melhor episódio da season, na minha opinião.
Esse episódio foi muito bom!!!! Até agora, a sétima temporada já ganha da sexta pelo simples motivo de já no início nos apresentarem a trama central, que mesmo não sendo tão forte como a de outras temporadas, está interessante e dando conta do recado.
Se na temporada passada a trama central era tão ruim a ponto dos episódios fillers serem o ponto alto da temporada, nessa sétima está sendo o contrário. Até o momento, episódios 1,2 e 6 foram os melhores, e detalhe: todos giraram em torno dos Leviatãs.
Talvez os Leviatãs não sejam os vilões mais originais da série, eles se assemelham muito com os metamorfos. Porém, a série parece que sabe disso e tratou de adicionar mais características aos vilões, e eu amei cada detalhe. Mais uma vez Supernatural mostrando que sabe ser criativa em sua mitologia.
Começando pelo início, o assalto ao banco pelo Dean e Sam mega evils foi bom demais, me lembrou bastante um episódio lá na segunda temporada envolvendo os metamorfos, que tem uma problemática bem parecida. Gostei muito da cena do restaurante, deu medo do Dean e Sam fazendo o menino gravar toda a matança toda que eles estavam cometendo no restaurante. Apesar de pesada, a cena foi muito boa.
Gostei muito também da participação do Bobby. Foi por meio dele que a série aproveitou para aprofundar os Leviatãs, já que Bobby estava estudando um Leviatã capturado, em seu porão. Gente, esses bichos não morrem!!! Eles não querem morrer. What a hell, que porra é essa, cara. Não adianta cortar a cabeça, torturar, ou até mesmo jogar um carro em cima deles, eles não morrem. Eis que Supernatural samba na minha cara e tira uma solução muito da cretina, mas é aquele plot cretino bom, crocante e maravilhoso de fazer os Leviatãs morrerem com nada mais nada menos que um Borax! Isso mesmo, um produto de limpeza e mais do que suficiente para matar um Leviatã, olha que maravilha!!! Pra que eu vou perder tempo fazendo algo trabalhoso como cortar a cabeça de um Leviatã, sendo que eu posso só jogar um produto de limpeza na cara deles? Achei prático. Sério, palmas pra quem teve essa ideia. Muito bom!
Ah, curti também a participação da xerife Mills aqui também. Ela foi um ótimo alívio cômico junto com o Bobby e foi graças a ela que a descoberta do Borax foi possível. Amei o Bobby todo desconcertado perto da Mills, e finalmente rolou um beijo. Shippo muito esse casal.
A sequência final foi incrível. Dean matando Dean e Sam foi muito show e ainda teve o mega evil por detrás do mega evil aparecendo, o tal do Dick.
PS: Crowley aparecendo e tentando fazer aliança com o Leviatã pai foi muito nada a ver. E melhor foi o desdém de Dick para o senhor do inferno. Tipo, "Bitch, não dou a mínima pra você, sai do meu carro".
PS 2 : eu falei que o Sam iria descobrir o segredo do Dean e fazer a drama queen. Sam, seja menas.

2018-11-15 09:03:59


Episodio 7x7 - Nota 6.5

Dentre vários episódios sobre fantasmas que teve nessa série, esse aqui é de longe um dos piores. Foi muito chato! Mais nada a comentar, next!
2018-11-15 09:05:32


Episodio 7x8 - Nota 9

A partir da quinta temporada, parece que os roteiristas de Supernatural resolveram reservar um episódio que seria o "episódio da zoeira", aquele episódio em que eles podem pesar a mão na veia cômica, brincar com as referencias e até tirar sarro de si mesmos. Tanto na quinta quanto na sexta temporada, esses episódios não só deram certo, como entram fácil entre os melhores episódios da série, na minha opinião.
"Season Seven, Time for a wedding!"segue essa mesma cartilha, e apesar de não ser tão bom quanto os seus companheiros foi um excelente episódio.
Todo o plot do episódio foi divertido.Tivemos o retorno de Becky, que estava se preparando para um casamento com o Sam!!! Morri de rir com essa parte, já estava me preparando pra no fim tudo se revelar um sonho de um dos dois Winchesters, mas as ligações que a série fez foram muito mais surpreendentes. Adorei todo o lance da Becky estar metida com um demônio da encruzilhada e dele estar matando as pessoas antes do tempo.
Outro ponto bastante positivo foi a introdução do Garth, um novo caçador que ajudou Dean a investigar as mortes. Não sei se ele vai aparecer em episódios futuros, mas já fica minha torcida para que sim, pois de todos os caçadores coadjuvantes que apareceram na série até então, ele foi sem dúvidas o mais interessante e legal. A dinâmica dele com o Dean foi muito boa, sem contar que o personagem é um ótimo alívio cômico. Muito bom.
Não sei se estou gostando da participação do Crowley nessa temporada. O personagem já apareceu duas vezes, e em ambas eu fiquei com a sensação de que eles não estão sabendo muito bem o que fazer com o personagem. Tá, ele não conseguiu fazer aliança com os Leviatãs, então isso significa que agora ele vai ficar do lado dos Winchesters? Tô meio confuso com o personagem. Acho que nem ele mesmo sabe o que quer.

PS 1 : amei o nome desse episódio;
PS 2 : na última aparição de Becky ela não tinha ficado com o Chuck? O que aconteceu entre eles?
2018-11-15 09:08:09


Episodio 7x9 - Nota 8.5

Apesar da sequência final, do cliffhanger e de alguns momentos cômicos realmente muito bons, em sua maioria protagonizados pelo Dean, eu achei esse episódio bem ok. Nada mais do que isso.
Foi um episódio que retornou a trama dos Leviatãs e por mais que eu ache esse plot a melhor coisa da temporada, começo a ter alguns problemas com as motivações dos vilões. A impressão que eu fico é que eles estão mais interessados em comer do que qualquer outra coisa. Sim, eles querem se disseminar, e dominar os humanos, mas ainda assim sinto que falta algo, um tempero a mais em suas motivações/ ações para torná-los vilões mais memoráveis. Mesmo assim, ainda estou curtindo a trama.
Gostei do Leviatã chefe ter possuído um humano de poder, o que mostra que eles pretensões de usar sua posição de poder para influenciar as pessoas. Talvez seja isso, não sei.
Ri peças com o Dean nesse episódio, principalmente com ele todo alterado com o sanduíche batizado. Com o tanto de gosma nojenta que saiu daquilo, fico chocado de nem ele nem ninguém daquele restaurante tenha notado algo comigo aquilo em seu sanduíche. Btw, uma coisa que sempre fico me perguntando como que o Dean tem aquele corpão, luta de boa com as criaturas e tá com a saúde em dia comendo tanto sanduíche assim? Hahaha.
O cliffhanger foi bom, tá que eu não acho que o Bobby vá morrer, mas gosto do personagem e tá muito bom ver tão envolvido assim na trama central da temporada.

2018-11-15 11:35:53


Episodio 7x10 - Nota 10

É tão bom quando uma série te surpreende positivamente quando você menos espera. Fica até difícil de me recuperar e conseguir comentar depois desse episódio. Nao tenho mais estruturas, porque foi de partir o coração!!!!
Supernatural é uma série cujo os protagonistas são bons personagens, mas ela é uma série que também tem bons coadjuvantes, coadjuvantes esses que os roteiristas podem se dar o luxo de escrever um episódio inteiro em torno deles e ainda assim render um episódio excelente. Bobby e Castiel são dois coadjuvantes incríveis e eu gostei de praticamente todos os episódios centrados em cada um.
Não esperava que me surpreenderia tanto com esse episódio, ainda mais quando considero o final, que foi completamente ousado dado que eu acreditava que eles teriam coragem de matar um personagem tão importante como o Bobby.
A construção do episódio utilizando a narrativa dos ceifadores novamente foi incrível. Eu amo essa parte da mitologia de Supernatural, sempre rendeu ótimos plots e dilemas, como o lance de quando a morte está batendo na porta, não tem muito pra onde correr. A recusa por parte de Bobby de aceitar seu fim e permitir que o ceifador colha sua alma, abriu uma ótima oportunidade do roteiro aprofundar um pouco mais no passado do personagem, e isso foi incrível. Passei a gostar ainda mais do personagem, se é que isso é possível, quando abordaram sua infância e sua relação turbulenta com seu pai. O bacana foi ver que ele carregou cicatrizes desse relacionamento até o seu presente, e isso influenciou também sua relação com Dean e Sam, bem com sua esposa. A partir de seu passado fica ainda mais claro ver de onde vem tanto carinho de Bobby pelos irmãos Winchesters. No fim, todo o cerne desse carinho parte do princípio de que Bobby queria se distanciar ao máximo do que o pai representou para ele. Tudo que ele queria era não ser seu pai.
Se o desenrolar foi emocionante, o final foi mais ainda. A julgar que eu não considerava que eles matariam o personagem, fiquei o episódio inteiro esperando que Bobby, de alguma forma, realmente conseguisse burlar o sistema do ceifador e sobreviver a tudo isso, mas, não, a série foi fiel ao que já havia construído na mitologia desses seres e foram ousados e frios ao dar a Bobby alternativas cruéis: ou ele aceitava seu fim e fazia a travessia, ou ele ficaria ali preso na forma de fantasma. O engraçado é que parece que a série deixou isso em aberto, mas eu, sinceramente, prefiro acreditar que ele fez mesmo a travessia, porque eu iria odiar Bobby aparecer na série como fantasma. Isso, pra mim, seria muito tosco, sem contar que jogaria toda a ousadia e o peso desse episódio por água abaixo. Era mais fácil não ter escrito esse plot do tiro. Torcendo muito pra que isso não aconteça, mesmo sendo doloroso perder o Bobby.
Esse episódio ainda serviu injetar uma boa dose energética na trama central dessa temporada, afinal, imagino que Sam e Dean vão ficar furiosos e com os olhos fervendo pra destruir todos os Leviatãs, principalmente o líder, Dick. Engraçado é que a motivação de Sam e Dean para ir atrás dos Leviatãs e muito mais forte do que a dos próprios vilões de existirem.

PS : episódio com muitos diálogos bons, entretanto eu não poderia escolher outro senão o de Bobby, quando diz: "Eu adotei dois garotos e eles cresceram muito bem. Eles cresceram como heróis".
2018-11-15 11:38:33


Episodio 7x11 - Nota 9

Um episódio que teve de tudo, teve um "caso da semana", mas também teve desenvolvimento da trama dos Leviatãs, e ambos foram muito bons, fazendo com que esse episódio segurasse o exce nível que seu antecessor deixou.
Bom, partindo para a trama dos Leviatãs, devo dizer que a série foi bem rápida com o mistério dos números que Bobby escreveu na mão de Sam. Achei que iriam estender esse mistério por no mínimo cinco episódios, mas, não, foram bem ágeis. Ponto super positivo. Com o retorno de Frank, Dean consegue ajuda e descobrimos que os números são uma cordenada de uma propriedade dos Leviatãs. Confesso que fiquei curioso pra saber o que eles pretendem com essa propriedade, só espero que não seja algo relacionado com comida. Eu até gosto do Frank, o jeitão carrasco as vezes o deixa chato, porém, paradoxalmente, isso rende momentos bons, como quando ele dá umas patadas no Dean. Dentre as cenas entre os dois, o destaque fica pra cena deles disfarçados de técnicos de companhia elétrica. Foi muito bom!
A parte procedural não deixou nada a desejar, muito pelo contrário, diria que ela me agradou muito mais do que a parte envolvendo os Leviatãs. Adorei que colocaram uma "caçadora" criança, e de abordarem novamente a questão de que desde criança a pessoa já tá meio que obrigada a levar a vida de caçador. É algo que não tem como fugir. Gostei de terem colocado Krissy para interagir com Sam e depois com o Dean. A personagem tem muito a ver com ambos. Com Sam, tem aquela questão "Como seria minha vida se não fosse caçador?" e com Dean tem todo o lance de desde pequeno se virar sozinho e ter um pai caçador que meio que te puxa pra essa vida. A interação entre os três ficou muito, muito boa. Adorei.
Enfim, é por mais episódios como esse que eu desejo que o restante da temporada se pareça. Até agora a sétima temporada está muito mais coesa que a sexta, principalmente na trama principal, que é mais digerível e mais bem trabalhada do que anterior.

2018-11-15 11:40:40


Episodio 7x12 - Nota 7

Qual é a fixação que Supernatural tem com viagem no tempo? Se não me engano, esse deve ser o terceiro episódio que eles utilizam esse recurso. Eu não vejo problema, mas eu não consegui gostar de nenhum deles.
Tipo, eu gostei da ideia do vilão ser o Chronos e tal, mas foi muito maçante e quando eu vi, já tinha perdido o interesse pelo episódio.
2018-11-15 11:42:19


Episodio 7x13 - Nota 7.5

É, os dois últimos episódios fizeram a temporada dar uma caída. Eu entendo a necessidade ter que fazer episódios fillers, visto que eles têm uma temporada de 23 episódios pra preencher, mas quando eles erram, eles erram feio. Nossa, têm alguns fillers que são muito difíceis de gostar.
O engraçado é que tanto nesse episódio quanto no anterior, Supernatural até se esforça pra ser criativa. Chronos e as Amazonas são criaturas inéditas até então na série, e isso é um ponto positivo porque pelo menos é algo novo. Até a parte que a barriga da mulher cresce de um dia pro outro, eu estava interessado, mas depois o episódio foi caindo e no fim achei bem mais ou menos.
2018-11-15 11:43:56


Episodio 7x14 - Nota 6

Caralho, Supernatural, que merda foi essa? Puta que pariu, para de ficar fazendo esse tanto de episódio filler ruim em sequência!!!! Tá tudo muito ruim, e eu estou começado ficar muito puto. Esse episódio não foi só horrível, ele foi uma bosta. Uma BOSTA!!!!
Arghhh nem as partes cômicas, que geralmente funcionam muito bem, deram certo. Cara, surreal.
Supernatural se superou de vez e eles tiveram a coragem de colocarem um unicórnio, isso mesmo, UM FUCKING UNICÓRNIO, no meio do episódio, praticamente peidando um arco- íris. Eu suponho que deveria ter sido engraçado, assim como os palhaços, mas não, só foi ruim mesmo.
Olha, parabéns pela coragem, porque noção não tiveram.
2018-11-15 11:45:23


Episodio 7x15 - Nota 9

Ahhhhh, finalmente um episódio bom nessa bagaça! Estava começando a ficar preocupado com a destruição que os últimos quatro episódios fizeram com as minhas impressões da temporada. Não sei como essa season vai terminar, mas até agora se tivesse que resumir essa temporada em uma palavra, seria esquizofrênica. Cara, são muitos altos e baixos em uma temporada só.
Indo para o episódio em si, nossa esse foi muito bom. História envolvente, uma plot twist que realmente funcionou e ainda teve a participação do Mark Pellegrino como Lúcifer, que como sempre lacrou na atuação.
Tenho algumas considerações sobre o plot de Lúcifer nessa temporada a fazer: primeiro que a estrutura do plot tá muito mal feita. Primeiro que o personagem não aparecia desde o segundo episódio, daí o plot é esquecido no churrasco pra ser retomado só aqui no episódio 15? Wtf, muito mal desenvolvido isso dai. Segundo que,apesar de amar Lúcifer aparecendo e os comentários ácidos que ele faz pro Sam, o plot em si não acrescenta nada e não tem muito propósito. Fico com a sensação de ele vai terminar do nada também. Então, whatever.
Amei eles abordarem um caso do passado, que aconteceu lá no meio dos acontecimentos da terceira temporada. Fiquei torcendo pra que Lilith aparecesse, mas aquele previously me trollou mesmo. A twist do episódio foi incrível, porque o vilão de fato não era um demônio e sim o próprio cara que foi possuído, que, na verdade, era um serial killer que gostou da sensação de ser possuído, porque o demônio fazia ele botar pra fora toda a insanidade que ele tinha. Sensacional! Foi uma twist inesperada e muito bem feita. Muitos pontos para Supernatural.

PS : Lúcifer mostrando a língua bifurcada foi muito bom. Rachei com essa cena.
2018-11-15 11:48:43


Episodio 7x16 - Nota 8

Eu tinha gostado de praticamente todos os episódios envolvendo os Leviatãs, mas esse aqui foi tenebroso.
Confesso que não estava achando os Leviatãs vilões tão ruins assim, é fato que eles nem chegam os aos pés dos incríveis vilões que a série já teve, como Azazel, Lilith e Lúcifer, mas pelo menos já são melhores que a Mãe de Todos e aqueles monstros alfa da temporada passada, por exemplo.
Talvez meu grande problema com eles é tentar ver graça em suas motivações. Eles não me parece ter um propósito descente que não seja sobreviver. É algo muito simples para uma trama central, principalmente em uma série que já teve como plot central o Apocalipse.
Enfim, mais um mistério em torno deles foi adicionado nesse episódio: o que diachos eles querem com investir em ações para a cura do câncer. Tipo, oi? O que isso tem a ver? A única coisa que me passa a cabeça é que eles querem evitar que os humanos adoecem para que tenham mais humanos para se alimentarem. Se for isso, pare, Supernatural, porque é um plot muito ruim.
2018-11-18 10:40:38


Episodio 7x17 - Nota 9

Nada como Castiel retornado para dar um gás na temporada. Tá certo que as explicações para esse retorno foi muito da canalha, mas se é para trazer Castiel de volta, a gente releva, né?
Cara, um episódio que tem Castiel, Meg e Lúcifer não tem como ser ruim.
Gente, e as caras que o Deam fazia ao perceber que o Castiel não lembrava dele nem de nada? Adoro um bromance. E ainda teve Meg e toda a tensão sexual entre elas e o Castiel. Melhor parte foi ela tentando lembrar Castiel de que ele é um anjo.
Meg: "Você é um anjo"
Castiel: "Isso é algum tipo de flerte?"
Hahahahaha Castiel, porque tão fofo? < 3
As cenas do Sam no sanatório também foram muito boas. Lúcifer estava mais sarcástico do que tudo e estava um verdadeiro pé no saco torturando a mente do menino. Gostei também da interação do Sam com a paciente suicida. A história dela com o irmão foi curta, mas ainda assim muito boa.
Achei que o Castiel " transferir" Lúcifer da mente de Sam para a sua mente, uma saída muito fácil para a resolução do plot. No fim, aconteceu exatamente o que eu já tinha dito, o plot não fez muito sentido de existir e só valeu a pena mesmo por trazer Lúcifer de volta e a gente poder se deliciar mais um pouco com a atuação do Mark Pellegrino.

PS: Quero Castiel fixo na série. Não quero saber, providenciem isso, já!
2018-11-18 10:41:55


Episodio 7x18 - Nota 8

O vilão desse episódio era a Samara, não a do poço.
Apesar de ser um episódio bem inferior ao anterior, por exemplo, eu gostei e foi um filler bem melhor que muitos horríveis que tiveram nessa temporada, o que já é um baita ponto positivo.
A sequência inicial foi muito boa, mas o grande acerto do episódio foi o retorno de Garth. Sério, que personagem carismático. Ele funciona tão bem com os Winchesters que eu não me importaria se ele virasse fixo e passasse a caçar junto com eles.
O lance de ter que ficar bêbado pra poder enxergar a Samara foi legal, e ajudou a render momentos cômicos interessantes.
A única coisa que não gostei foi o Bobby se tornar o fantasma camarada. Sério, se fosse pra manter ele na série como fantasma, por que mataram ele então? Fora que tira completamente toda a genialidade e ousadia do episódio 7x10. Uma pena, detestei. Infelizmente, Supernatural tem um dos problemas que mais me irrita em uma série, que o lance de matarem personagens 479 mil vezes e ressussitá-los outras 479 mil vezes. Isso é o tipo de coisa que me irrita, seja em que série for, pra mim isso é total preguiça de escrever um roteiro decente.
2018-11-18 10:43:20


Episodio 7x19 - Nota 7.5

Ahnnn, não! Desculpa, mas detestei.
Não dá, não consigo gostar do plot do Bobby fantasma. O personagem merecia muito mais.
Sobre a mansão mal assombrada, caguei.
2018-11-18 10:44:38


Episodio 7x20 - Nota 10

Essa temporada, assim como a anterior, está indo aos trancos e barrancos, mas episódios como esse só reforça um dos maiores acertos dessa série: saber inserir personagens coadjuvantes bons.
Se lá atrás eles nos deram Garth, um excelente personagem, aqui eu me apaixonei pela Charlie. Cara, que personagem boa!!! Incrível como só precisou de um episódio pra me fazer gostar desses dois.
Ela roubou o episódio pra ela. Amei as referencias (a da Hermione foi sensacional), amei também a interação dela com os Winchesters, sem contar que que ela é muito divertida (a parte em que ela tem que dar em cima do guarda foi hilária).
A trama foi toda trabalhada em cima do plot dos Leviatãs, o que foi muito bom, estava cansado de tanto caso da semana. Ainda estou meio perdido com relação aos grandes planos dos Leviatãs, mas confesso que estou interessado pra saber o que é essa tão misteriosa placa de barro. Segue o baile...
Talvez esse tenha sido o uns dos melhores episódios da temporada.
2018-11-18 10:57:34


Episodio 7x21 - Nota 9.5

Mais um episódio excelente, dando um gostinho de que a temporada tem tudo pra terminar muito bem, obrigado.
Olha, gostei do aterfato ser a palavra de Deus, que no fim, dá a dica de como se livrar do Leviatãs. Só não entendi muito bem por que o profeta guardião da palavra escolheu exatamente aquele garoto, kelvin, pra possuir.
Gostei do retorno da Meg, não vou mentir, eu estou adorando a personagem, e sempre que ela aparece rende episódio muito bons. E pra completar teve o Castiel, que dispensa comentários. Tá certo que foi muito mal explicado a casca do anjo ter sobrevivo aquela invasão em massa de Leviatãs, assim como ele ter perdido a memória e bastar apenas ele dizimar os demônios pra lembrar de tudo. Mas mesmo com tudo isso a gente ama Castiel e vê-lo retornando a série é muito bom.
Com certeza os dois momentos mais engraçados foi quando Sam sai correndo atrás do Kelvin e a dinâmica Castiel/Meg.
Meg: "Querido, você é um anjo".
Castiel: "Isso é algum tipo de cantada? "
Kkkkkkkkkkkkk Castiel, te amo!!!
PS : a pergunta que me faço é por que Leviatãs podem matar anjos? Ainda mais com aquela facilidade.
2018-11-18 11:24:43


Episodio 7x22 - Nota 8

Ok, vamos combinar que as resoluções dessa reta final de temporada estão pra lá de forçadas. A palavra de Deus, e os ingredientes que os Winchesters precisam para derrotar os Leviatãs brotaram magicamente do nada na narrativa, porque eles precisam fechar a trama e pra isso tinham que correr. Se isso não foi um puta deus ex-machina, eu não sei o que é. Mas, pelo menos, tá mais digerível do que um monte de filler chato que tive que aguentar nessa temporada.
Continuo achando o Crowley avulso nessa season. Primeiro que ele aparece do nada pra tentar criar uma aliança com os Leviatãs, leva um pé na bunda e agora está ajudando os Winchesters. Tipo, pra mim, por mais que eu ame o personagem, sua justificativa nessa temporada é péssima.
Esse episódio só confirmou que os Leviatãs são muito fracos como vilões, ainda prefiro isso ao lance dos monstros alfa e da Mãe de Todos, mas puta que pariu, no fim, eles só pensam em comer. O que é todo aquele lance de processo de engorda do humanos e do pacto com os vampiros? Só consigo rir de tudo isso. Na moral, Supernatural já foi mais bem servida de vilões.

PS 1 : o que fizeram com o Bobby é imperdoável. Ele virar um espírito vingativo é a última pá de terra que essa série jogou no personagem e na excelente trama do episódio 10. Um dos piores plots que a série já criou.
PS 2 : vamptonita é de matar!

2018-11-18 11:52:30


Episodio 7x23 - Nota 7

Pior season finale da série até aqui, sim ou com certeza?
Nada funcionou e tudo foi tão óbvio que tornou o episódio sonolento, nem tenho muita vontade de comentar sobre.
Finalmente a trama do Bobby fantasma foi encerrada, eu espero, e o personagem pode descansar em paz, algo que eu gostaria que eles tivessem feito já no episódio 10 mesmo.
A morte de Dick foi horrível e muito fácil, chega a ser revoltante eles baterem na tecla que os Leviatãs eram tão fortes e poderosos, podendo matar até anjo, , pra no final o líder ser derrotado de maneira tão fácil.
Os ganchos para a próxima temporada causa sentimentos mistos. Por um lado, deram a entender que Crowley será vilão da próxima temporada, o que bom já que o personagem é mil vezes melhor que os Leviatãs, por outro, Dean e Castiel irem parar no Purgatório mostra que a série está com um vício de linguagem cretino e preocupante. Afinal, toda temporada está terminado com um personagem preso em algum lugar, seja inferno, purgatório ou o diabo a quatro. É sempre isso, já tá ficando enjoativo. Pô, vocês não sabem escrever outro cliffhanger não? Vamos ser mais criativos, por favor.
Termino essa temporada triste pela sensação de que a série perdeu muita qualidade desde a sexta temporada, e com o desejo de ver a série melhorando o nível nem que seja só um pouquinho e seja mais criativa em suas tramas.
2018-11-18 12:13:38


Episodio 8x1 - Nota 8.5

Mais uma temporada se inicia e novamente a sensação de "hum, já vi isso antes" me toma ao longo do episódio.
Eu gostei da premiere. Foi boa até, mas não dá para negar que os roteiristas de Supernatural estão reciclando plots. Por exemplo, o que acontece nesse episódio é o Dean retornando do Purgatório, encontrando Sam que, advinha? Sim, parou de caçar e está vivendo uma vida normal. Onde já vimos algo assim na série? Isso, na sexta temporada, quando Sam voltou do inferno e encontrou Dean "aposentado" e vivendo uma vida normal. Eu só queria entender o porquê dessa repetição. Por que não tentar algo novo, algo mais criativo? Tá cansativo já. Tá tão repetitivo que dá pra você prever como a temporada vai começar. Pronto, momento desabafo feito com sucesso.
Agora, vamos aos elementos que me agradaram: primeiro, gostei bastante que a série vai mostrar por meio de flashbacks a estadia de Dean no Purgatório, algo bastante positivo, principalmente com a adição do mistério de que algo aconteceu com Castiel lá, já que ele e Dean se desencontram e somente o Wincherter conseguiu sair do Purgatório. É um ótimo mistério, já que Castiel é um personagem com quem eu me importo e ,portanto, quero sim saber o que aconteceu com ele. Além disso, alguém alguém ajudou Dean a sair de lá, e veio com ele para o mundo dos humanos, Benny, um vampiro. Eu achei um personagem interessante, e o bacana é que ele aparenta ser aquele tipo de personagem que você não sabe se confia ou não. Veremos mais pra frente o que os roteiristas tramaram para a gente.
Mais uma vez tivemos o típico draminha entre os irmãos. Um deles some, o outro se cansa, para de ser caçador e o que volta fica putinho porque o outro desistiu de procurá-lo, blá, blá, blá. Chatoooo! Vocês já passaram por isso, seus bundões, poderiam nos poupar disso.
Foi bom rever Kevin, gostei de retomarem esse plot. É algo que tem bastante potencial. Achei Kevin bem esperto, conseguiu fugir e enganar o Crowley, um feito que deve ser exaltado.
Enfim, a oitava temporada da série começa muito bem ao meu ver. Ela corrige o principal erro da sexta temporada ao deixar bem claro qual é o enrredo central, e ainda se mostra mais promissora que a sétima ao ter um vilão e uma trama central melhores, além do mistério entorno de Castiel e Benny. Ou seja, elementos para construir uma temporada boa eles têm, resta saber se a execução vai favorecê-los, ou vai jogá-los por terra.

PS : gostei da construção do Purgatório nos flashbacks do Dean. Uma fotografia meio enegrecida, pálida e gélida. Uma coisa bem down. Realmente, uma coisa bem próxima do que eu poderia imaginar de Purgatório, em termos de clima.
2018-11-23 21:06:13


Episodio 8x2 - Nota 10

Socorro, a minha Supernatural está viva!!!!!!!!
Que hino de episódio!!!!
Eu sei que não devo me empolgar muito, porque é só o segundo episódio e tem muita água pra rolar debaixo dessa ponte, mas vamos lá: trama central boa? Check. Vilões bons? Check. Episódio criativo e incrivelmente foda? Check. Check. Check. Check!
Tenho que falar do ícone de personagem que é a mãe da Kevin. Gente, que mulher é essa? Hahaha ri muito com o Dean e Sam jogando água benta na mulher kkkkk. E a cena da tatuagem? Hahaha, rainha que mal entrou na série e já robou a cena.
Meu, já apareceu de tudo nessa série, mas que diacho de série que sabe surpreender e ser criativa.
Todo mundo louco, tentando rastear a tal da segunda tábua. Teve Beau, o chapeleiro louco, teve leilão do inferno com Plutão (dei pala nesse leilão. Véiooo, ofereceram até o Vaticano como moeda de compra, caralho kkkkkk), apareceu anjo, apareceu Crowley e ainda teve o martelo do Thor. Repito, O MARTELO DO THOR. Pirei na cena do Sam pegando o martelo e puff na cabeça do cara. Muito bom!!! O melhor foi o carinha: "agora me devolva", hahaha que otário.
Palmas pro Crowley que foi bem badass nesse episódio e menos dez pontos para Winchesters que dormiram no ponto e cairam no plot da alma e acharam que ele iria desistir.
Ainda tiveram tempo de trabalhar os flashbacks no Purgatório. Gente, o que aconteceu com o meu Castiel? Help, please!!!
Depois desse episódio, minhas expectativas com a temporada estão altíssimas. Por favor, Supernatural, mantenha esse nível.

PS 1 : Crowley é muito diferentona. A fumaça dele é vermelha.
PS 2 : essa arma que o Dean usa no Purgatório é muito foda. Quero uma pra mim.
PS 3 : frase do episódio:
Dean: como foi que você fez o exorcismo reverso?
Sam: peguei as palavras e recitei-as ao contrário.
Dã, tão simples, não?
2018-11-23 21:08:05


Episodio 8x3 - Nota 7

O primeiro banho de água fria da temporada. Eu sei que temos que ter os tradicionais episódios de caso da semana, mas nessa altura do campeonato, a única forma de eu me envolver e gostar desse tipo de episódio, principalmente em uma temporada em que a trama central é muito boa, é eles sendo no mínimo interessantes, o que não aconteceu aqui.
Tirando o comecinho, nada me despertou o interesse, pelo contrário, achei tudo um sonífero. É o tipo de episódio que você assiste e depois logo esquece.
Meu único apelo é para que os fillers dessa season sejam bons. Por favor, não me torturem!

PS : Sam mais uma vez falando que quer ter uma vida e tal. Meu, pega suas coisas e vai embora, mas para de ficar enchendo saco!!! Ninguém aguenta mais.
2018-11-24 10:27:52


Episodio 8x4 - Nota 8.5

Viu? É por fillers assim que eu estou pedindo, Supernatural.
Apesar de não apresentar nada de novo na mitologia da série (tivemos um episódio sobre lobisomens), a forma como executaram fez total diferença. Foi um ótimo episódio!!!!
Eu detesto found footage, eu fujo disso igual diabo foge da cruz e é algo que Hollywood já trabalhou a exaustão, deixando o negócio mega saturado. Mas de alguma forma foi justamente o uso do found footage que deu um algo a mais para a história. Não sei, deu um ar de documentário para a história daqueles três jovens e fez bastante sentido para a proposta.
Engraçado é que Sam e Dean quase não apareceram e mesmo assim eu me importei com aqueles três personagens. Talvez minha única crítica seja no motivo bobo que o Brian quis que o professor o transformasse em lobisomem. Em compensação, gostei da forma como o episódio terminou, com Sam e Dean deixando Kate livre.

2018-11-24 10:31:15


Episodio 8x5 - Nota 8.5

O início dessa oitava temporada de Supernatural está realmente me agradando, até agora foram cinco episódios e somente um não me agradou. O mais legal é que estão distribuindo muito bem os episódios ligados à trama central com os episódios de casos da semana, algo que não aconteceu nas duas temporadas anteriores e que prejudicou muito a dinâmica das mesmas.
Desde que Benny apareceu, o personagem carrega consigo um grande ar de mistério. O tempo todo que ele estava em tela com Dean eu me perguntava se o personagem era realmente confiável, ou se ele não estava usando o Dean para sair do Purgatório e por em prática algum plano do mal grandioso.
Esse episódio foi bom justamente por trabalhar a persona de Benny, seu passado, bem como o que motivava a sair do Purgatório. No fim, eu acabo por acreditar que a amizade entre Dean e o vampiro é mesmo verdadeira e Benny tem boas intenções.
Como o personagem vampiresco é bom, eu fiquei intretido com sua história, mesmo ela sendo simplória demais. Eu esperava algo maior para funcionar de motivação para o personagem do que o já batido desejo de vingança , mas ainda estamos no quinto episódio, portanto eu julgo que Benny ainda vai dar às caras na temporada. Achei o vampiro alfa mega evil bem bundão, Benny e Dean derrotaram ele bem rápido, mas na grande maioria dos episódios, os vilões da série são derrotados de modo muito fácil, isso é um problema em Supernatural.
Para não dizer que não teve Sam, tive que aguentar seus tediosos flashbacks nesse episódio. Diferente dos flashbacks de Dean no Purgatório, que são importantes e funcionam, os de Sam não são. Eu não tenho interesse em ver como esse relacionamento com a veterinária avulsa começou e como ele tocava sua vida de hunter aposentado. Sério mesmo? Zzzzzzzzz
2018-12-11 19:24:30


Episodio 8x6 - Nota 8.5

Um episódio bom, mas que tem um sério problema: ESSA CARALHA DE DISCUSSÃO ENTRE SAM E DEAN!!!!
Sério, gente, eu não aguento mais. Oitava temporada e esses roteiristas ainda investe nisso de ficar criando draminhas entre os irmãos? É muito chato!!! Isso tá tão repetitivo quanto as temporadas terminando com um deles preso em algum lugar. Moving on!
Eu entendo os dois lados e ambos tem sua parcela de razão, mas tenho pra mim que SAM é a verdadeira drama queen dessa série. Ele tem o dom, a proeza de ser irritante elevado a enésima potência quando resolve pagar de dono da razão. Olha, difícil aguentar!
Quem salvou o episódio foi Garth, um dos melhores coadjuvantes que já apareceu na série, que trouxe consigo um caso da semana bem bom. A oitava temporada está ótima nos casos também. Nem me toquei que era a moeda o objeto maléfico, fizeram um bom trabalho em me fazer acreditar que era o negocinho de asma.

Ps: sei que a série é sobre os irmãos Winchesters, mas me diz aí se não seria bacana se o Garth se juntasse a eles e os três passassem a caçar juntos?
Um spin off do personagem, bem mais carregado pro lado da comédia, também seria uma boa ideia, CW. Eu super assistiria.
2018-12-11 19:26:38


Episodio 8x7 - Nota 10

Caraca, que episódio bom!!!
Olha, parece que Supernatural está voltando aos bons tempos e está até agora entregando uma temporada bem redondinha.
Primeiro, que finalmente tivemos a conclusão do que aconteceu no Purgatório e o retorno de Castiel. Claro que ele iria retornar sem memória, não é mesmo? Isso é bem a cara de Supernatural. Ainda tivemos essa adição da Naomi, que é um bom mistério. Gente, estão manipulando o Castiel? O que está acontecendo?
Crowley casa vez mais está se provando um excelente vilão. Tá muito bom!!! Ele é o equilíbrio perfeito entre ser ácido, sarcástico e mau. Que ideia de gênio raptar possíveis profetas para ler a tábua. Surpernatural têm criatividade e eu sempre vou elogiar isso, porque ideias como essas faz a mitologia da série ficar ainda melhor, o que me agrada muito.
Ahhh que maravilha ver a mãe de Kevin novamente, essa mulher já está no meu coração. Se não fosse aquela bruxa maldita, ela é Kevin estariam bem. Mama japa foi bem em conseguir se esconder de Crowley esse tempo todo. Morri na parte que ela usa arminha de brinquedo para atirar nos demônios, hahaha.

PS1: devemos concluir que Chuck morreu?
PS2: a justificativa do Castiel para ficar no Purgatório foi patética, pelo amor!
2018-12-11 19:29:00


Episodio 8x8 - Nota 8.5

Os episódios nonsenses de Supernatural, em que eles chutam o pau da barraca mesmo, parece que foram feitos para mim. Cara, nessa série você pode esperar de tudo, TUDO MESMO!!!
Se me falassem que uma série faria um episódio utilizando características de desenhos animados, como o lance de uma bigorna surgir do nada e cair na pessoa, eu diria que não tem a mínima chance disso dar certo. Acontece que Supernatural fez, e o melhor, funcionou!!!
Que episódio divertido!!!! A criatividade estava a mil e eu não poderia ficar mais feliz com isso. Por incrível que pareça tudo fez muito sentido, todas as explicações foram bem encaixadas e bem feitas. Muito bom o lance do cara, conhecido de John, ter poderes psíquicos e imaginar tudo como uma realidade de desenho animado. Melhor ainda foi o vilão se ultilizar disso para usar o famoso buraco negro de transporte muito utilizado nos desenhos para assaltar bancos, que nostalgia isso me deu. Adorei!!!
Ah, e ainda usaram o famoso coração pulsando para fora do peito na morte do início do episódio, um clássico dos desenhos animados!!! Sério, eu adorei tudo!!!
O episódio foi tão bom que até os flashbacks do Sam funcionaram. Não vou mentir que pela primeira vez eu me importei com o romance dele com a Amélia por conta da história do ex marido dela, e da conexão dos dois por estarem lidando com uma perda e usando esse relacionamento como uma fuga da realidade. Teve até uma twist com o marido da dita cuja estando vivo.

PS: Castiel querendo caçar com os Winchesters rendeu várias cenas hilárias. É incrível como ele é Dean funcionam juntos.
2018-12-11 20:04:22


Episodio 8x9 - Nota 8.5

Olha, até agora não tenho nada a reclamar dessa temporada. Incrível como eu estou gostando do rumo que história está tomando. Depois que a trama do Purgatório foi concluída, é certo que Benny não tem mais tanta ligação com o plot central, mas o personagem é um ótimo coadjuvante e está rendendo episódios muito bons para a série, como esse aqui.
Eu adoro a amizade entre Dean e Benny e como um confia no outro, o engraçado é que a relação entre Dean e o amigo está melhor que sua relação com seu irmão. A verdade é que Sam está um porre, um chato, um verdadeiro pé no saco. Eu sei que ,em se tratando de um vampiro, é normal ele desconfiar, sem contar que é foda ver Dean fazendo amizade com um vampiro quando o mesmo matou a amiga monstro do irmão. A diferença é que Benny já demonstrou que é confiável e que não pretende fazer mal a ninguém, e Dean confia muito nele, acho que Sam deveria confiar mais no irmão.
Detestei esse caçador Martin, mesmo depois do caso solucionado o imbecil foi lá e tentou usar a Elisabeth para matar Benny. Ainda bem que se ferrou, pena que Benny não pôde ficar na cidade que cresceu, perto de sua tataraneta.
Eu pensei que os flashbacks do Sam iriam concluir nesse episódio, fez total sentido a Amélia ter ficado com o marido e tal, mas o final deu a entender que vai ter mais, o que eu não acho ser uma boa ideia. Espero estar errado em minhas conclusões.
2018-12-11 22:32:12


Episodio 8x10 - Nota 9

Porrã, essa Naomi é a versão feminina do Zacarias? Por favor, NÃO!!! Que mulher chata!
Eu não tive estruturas com essa tortura do coitado do Alfie (direi esse nome mesmo, porque o nome de anjo dele é muito feio). E que porra é essa que estão fazendo com o Castiel? Que horrível mandar matar o coitado, cara. Mais alguém aí se lembrou da cena de quando o Castiel entregou a Anna??? Essa Naomi já entrou na minha lista de personagens que detesto.
Essa temporada tá muito boa. Adorei a existência dessas placas. Com o Crowley sabendo da existência da placa dos anjos, o cenário para uma guerra demônios vs. anjos, com cada um defendendo o seu, está aberta. Sério, o potencial dessa season está incrível e eu tô mega feliz que a série está com uma trama central tão boa quanto a dos tempos áureos da série. Nada a reclamar, vamo que vamo!
Ah, ainda bem que concluíram a trama de Amélia e da picuinha entre Sam e Dean, a única coisa triste nessa história toda, é que muito provavelmente o Benny não aparece mais também.
2018-12-11 22:35:09


Episodio 8x11 - Nota 9

Hahahaha que delícia de episódio.
Supernatural está fazendo uma temporada muito boa nesse oitavo ano, parece até que minhas reclamações na sexta e setima temporadas foram ouvidas e corrigidas nessa season. Tudo que a série precisa para me agradar é uma trama central boa e fillers criativos e bons, como esse aqui.
Eu não entendo nada de RPG, eu até já fiz um esforço para tentar conhecer e despertar interesse pela coisa, mas acontece que eu sempre fui ruim em jogos como esses. Mesmo assim, sempre achei fascinante o universo de RPG, e eventos nerds assim como o desse episódio me parece ser bem divertidos.
Falando em coisas nerds, Supernatural não seria nem louca de fazer um episódio assim sem a presença de Charlie. Desde que a personagem apareceu, eu fiquei louco para ela retornar. Gente, a Charlie é maravilhosa demais! Como não amar toda a história da dela ser a Rainha e todo o lance de época medieval? Ah, e Dean e Charlie também formam uma bela dupla. Dean sempre foi o mais nerdão entre os irmãos, então é natural que ele fique louco e saiba muito sobre essas coisas. Amei demais.
Agora, melhores partes do episódio foram o romance entre a fada e a Charlie, e o final com o Dean dando uma de Mel Gibson em Coração Valente, hahahaha. Impagável!
2018-12-12 19:35:24


Episodio 8x12 - Nota 10

PARA TUDO que eu não estou sabendo lidar com essa oitava temporada de Supernatural . Cara, até agora foram doze episódios e eu só não gostei de um. CHO-CA-DO!!!! Não lembro disso acontecer nem nas temporadas mais fodas do show.
E palmas lentas para esse episódio em específico, porque ele não foi nada menos do SENSACIONAL!!! Eu não esperava que teríamos um episódio trabalhando mais do passado dos Winchesters, muito menos que o avô deles, pai de John, Henry Winchester, iria dar as caras.
Eu não curti muito os dois últimos episódios envolvendo viagem no tempo na série, portanto, quando Henry, bem antes de saber que era de fato Henry, apareceu no quarto de hotel dos rapazes, eu logo pensei que se trataria de um filler ruim, mas daí pra frente foi só ação, tiro, porrada e bomba, com Abbadon aparecendo em 2013 também, e toda a história dos Homens das Letras e a tal caixa contendo a chave, que foi impossível não vibrar e ficar extasiado com cada minuto, cada segundo desse episódio. Foi foda demais!!!
Muito boa essa mitologia dos Homens das Letras, e saber que toda a linhagem dos Winchester, inclusive John, eram Homens das Letras só torna tudo ainda melhor. O diário nem era do John, era do Henry!!!! Falando em Henry e John, meu, tadinho do Henry, senti muita pena, porque ele amava o filho e queria protegê-lo, saber que John pensava que o pai o abandonou deixa tudo ainda mais triste.
Sobre Abbadon, EU AMEI ESSA BITCH MARAVILHOSA!!!! Ô série boa para adicionar coadjuvantes bons. Abbadon é aquela BITCH que a gente ama odiar. A atriz é ótima, mesmo sabendo que ela foi pro espaço nesse episódio, já fica aqui meu apelo para essa mulher apareceu mais vezes.

PS: com o Dean e Sam de posse dessa chave, quero saber logo onde isso vai nos levar. Será que tem algo que pode ajudá-Los contra Crowley?
2018-12-12 19:38:44


Episodio 8x13 - Nota 8

Um episódio muito confuso para a minha cabecinha. Não entendi muito bem o lance de sociedade secreta, necromance e o esses paranauês. Mesmo não me irritando, acho que coloco esse episódio junto com o terceiro, foram os que eu menos gostei.
Ainda assim, tiveram coisas que gostei, como o Golem (ficou muito bom), a batcaverna encontrada pelos irmãos e a cena hilária do Dean achando que o Aaron estava passando uma cantada nele. "Então não tivemos um momento?" Hahaha.
2018-12-12 20:29:02


Episodio 8x14 - Nota 9

Supernatural feat Dallas???
Está ficando difícil não me repetir e não elogiar essa temporada de Supernatural. Eu estou amando tanto o plot dessa temporada, mas tanto que está sendo impossível não devorar os episódios.
O que dizer da vida que o coitado do Kevin está levando? Todo enclausurado, isolado, se alimentando mal e ficando praticamente 24hrs tentando decifrar essa maldita tábua. Sério, ele está acabado. Não tem como não ficar com pena desse moço.
Achei muito legal o lance de realizar três tarefas para poder fechar de vez os portões do inferno. E a primeira tarefa, achar um cão do inferno e se banhar com o seu sangue, foi muito foda! Olha, se todas as tarefas forem nesse nível, já temo pelas próximas. Não era fácil fazer isso, aqueles cães do demônio são literalmente do demo. O Dean foi muito esperto em lançar a ideia deles procurarem pessoas que fizeram pacto com um demônio da encruzilhada há 10 anos, nem me toquei nessa possibilidade quando Kevin contou qual era a primeira tarefa. Porém, eu achei que foi muito fácil eles acharem o rancho da família do J.R wanna be lá, mas isso é o de menos.
Todas as sequências no rancho foram ótimas, sério, aquela família foi muito Dallas. Mesmo eu tendo quase certeza de que a Ellie também tinha feito um pacto com demônio, foi legal eles brincarem com o lance de quem é o culpado. O efeito dos cães invisíveis ficou muito bom, eu adorei a aparência deles, eles realmente dão medo. No fim, Dean queria tanto ser o Hércules que iria concluir as tarefas, até fez um discurso emocionante para convencer Sam disso, mas foi Sam quem acabou por derrotar o cão e se banhar de seu sangue. Aliás, que cena incrível essa, não?
Com duas tarefas para serem concluídas, Castiel sendo controlado por Naomi, Crowley querendo as placas dos anjos e impedir os Winchester de fecharem as portas do inferno a reta final dessa temporada tem tudo para terminá-la da mesma forma que ela foi até agora, maravilhosa!!!

PS1: Sam e Dean ficam bem de óculos.
PS2: é tão a cara de Crowley não contar a parte que as pessoas vão morrer na hora de fazer os tratos kkkkk.

2018-12-12 21:37:33


Episodio 8x15 - Nota 8

Um episódio bom, mas só bom. O grande ponto positivo desse episódio tenha sido trabalhar mais a questão dos bruxos dentro da mitologia da série. Tivemos poucos episódios envolvendo bruxos na série e o último que eu me lembro foi com dois atores de Buffy lá na sétima temporada, aquele episódio foi um desastre.
O que eu mais gostei foi o lance do Familiar. Muito legal o bruxo ter um "animal" que se transforma em gente para ser seu protetor. Quando James e sua familiar foram apresentados, eu notei que algo entre os dois poderia estar rolando, portanto não fiquei surpreso quando isso foi confirmado. Eu gostei do caso, o homem policial que decidiu virar bruxo foi interessante. Só não curti tanto assim o desfecho, mas isso não foi o suficiente para me fazer desgostar do episódio por completo. Teve bons momentos também na parte cômica, com Dean sendo alérgico a cães.

PS1: o ator que fez o homem fato tinha uma aparência meio felina mesmo, né?
PS2: Sam sofrendo efeitos da conclusão da primeira tarefa e escondendo de Dean no final, prevejo mais drama entre os dois vindo aí.
2018-12-12 21:42:04


Episodio 8x16 - Nota 8.5

Nessa temporada tudo está funcionando, até os fillers estão muito bons. Cara, adorei esse episódio!!! É incrível como a série já trabalhou de um tudo em sua trajetória, e desde que abordaram deuses gregos e nórdicos lá na quinta temporada, eu esperei por mais oportunidades e episódios em que eles voltassem a abordar-los.
Nem desconfiei que o morto andante poderia ser Prometheus, até uma cena de referência da hora, com um urubu comendo o fígado do cara fizeram. E ainda teve a aparição de Ártemis e Zeus. Tudo muito bom!
A única coisa a reclamar talvez, foi a facilidade com que Zeus foi derrotado, devido sua grandeza eu esperava uma batalha mais grandiosa, porém como eu já disse em comentários anteriores, Supernatural as vezes peca em suas resoluções meio apressadas. Mesmo assim, um episódio fechadinho muito bom, dizer isso já está ficando redundante, para a minha alegria.
2018-12-13 19:00:39


Episodio 8x17 - Nota 10

Melhor episódio da temporada e um dos melhores da série até então, na minha opinião.
QUE EPISÓDIO FOI ESSE??? FOI MUITO BOM!!!
Teve Crowley, teve Castiel, teve Meg, teve demônios e todo mundo defendendo o seu indo atrás das tais placas. Já falei isso, mas o plot dessa temporada foi muito melhor do que eu poderia esperar, o lance das placas que fecham as portas do inferno e do céu seria um ótimo plot para uma temperada final. Imagina no final de tudo, Dean e Sam finalmente conseguindo trancar anjos e demônios em seus respectivos lugares de uma vez por todas e livrando a Terra desses seres??? Talvez seja como eu imagino uma última temporada do show.
Preciso falar sobre Meg, que para a minha alegria retornou à série e ainda por cima loiríssima. Arrasou no estilo, demônia!!! Que virada a dessa personagem na série, não? Surgiu lá na primeira temporada, super vilã e seguidora de Azazel, mas foi ficando cada vez mais do lado dos irmãos Winchester depois que Crowley assumiu o inferno, e do nada virou uma personagem que eu gosto bastante. Até para alívio cômico e para um pseudo romance com Castiel a personagem funciona. Eu shippo muito os dois,sim, vai me dizer que a cena do Castiel ajudando a fazer os curativos na Meg e ela aproveitando para relembrar aquele beijo incrível que eles deram na sexta temperada não foi bonitinho? Ahhhhh, só faltou rolar mais um beijo, achei até que ela iria arrancar um dele ali mesmo. "Se você está se referindo ao cara da pizza, sim, eu me lembro dele. É uma boa lembrança", Ownnnnnnn!!!
Falando em Castiel, vibe season four nesse plot da Naomi a.k.a a chata da vez. Olha, essa daí só não supera Zacarias porque esse é insuperável, mas ô mulherzinha irritante. Castiel tá sendo manipulado, ou melhor, controlado por Naomi, que o fez mentir mais até que Castiel mentiu na sexta temporada para os Winchester. Até sessão de treinamento (melhor abertura de episódio ever) para motivá-lo a matar Dean, caso necessário, ela fez. Nunca irei perdoá-la por isso, cretina!!! Esse episódio teve muita ação, mas um dos momentos mais tensos, além do começo, foi a briga entre Dean e Castiel. Dean percebendo as mentiras que Castiel estava contando, teve que questioná-lo. Nãoooo a minha amizade do pop está ficando abalada!!! Foi tenso ver aquela briga. Aliás, que surra que Dean levou, ainda bem que Castiel consegiu se livrar do controle de Naomi e fugiu com a placa dos anjos, finalmente uma dentro hein, Castiel!!!
Eu não acredito que a Meg morreu, lendo um pouco sobre a atriz nas internet da vida, descobri que ela foi diagnosticada com esclerose múltipla e, por isso, pediu para que os roteiristas matassem sua personagem. Confesso que eu acho que a personagem merecia uma despedida melhor, não achei que foi bem feita ou digna de sua importância , porém achei coerente ser pelas mãos de Crowley. Ademais, também curti os diálogos entre a Meg e o Sam momentos antes dela partir.
Depois desse episódio sensacional, nem preciso dizer que estou mais do que animado com essa reta final, tantas possibilidades e tanta coisa ainda pra acontecer. Eu estou muito empolgado, só se eles cagarem muito para a temporada não terminar bem.

PS1: Meg chamando Castiel de seu unicórnio foi a coisa mais fofa da série. Nem acredito que não teremos mais esse shipp;
PS2: é impressão minha, ou deram a entender que Naomi e Crowley tiveram algo?
PS3: Sam não sabe nem disfarçar, jura que você achou que o Dean não iria vê-lo jogando o guardanapo com sangue no lixo? Pelo menos ele já contou logo o que tá pegando no final.
Ps 4: tadinho do Dean, irmão e amigo mentindo para ele não tá fácil. Ô, Christina Rocha, tá na hora de levar esse povo para o Casos de Família, estão precisando.
2018-12-13 20:04:21


Episodio 8x18 - Nota 8

Depois de um episódio sensacional, eu ficaria surpreso se o episódio seguinte não fosse um filler. Foi bom? Humm... até que foi, mas confesso que foi um dos que eu menos curti dentre os que tivemos nessa temporada.
O retorno da Krissy foi excelente, eu amei a personagem em sua primeira participação na série, e lá mesmo comentei que inevitavelmente ela iria retornar, só não achei que seria tão cedo.
O que eu mais gosto no plot da personagem, é a correlação que a série faz entre ela e os Winchester, bem como na relação quase que paternal que Dean tem com a menina. Em Supernatural, muito se discutiu o fato de tanto Dean quanto Sam terem começado a vida de caçadores desse criança e como é difícil se livrar dessa vida depois que se entra nela. Dean e Sam se deparam com isso ao se verem em Krissy, que passa pelo mesmo e desse muito jovem já vem se desenvolvendo como uma caçadora. Pra mim, o episódio valeu por isso, assim como no primeiro em que ela parece. Tudo porque os diálogos entre a menina e o Dean sempre roubam a cena e são muito bons.
O plot dos outros caçadores mirins, do vampiro da van azul e do Xavier mega evil foram só ok, meu maior problema foi a justificativa forçada por detrás das motivações do cara.
No fim, é apenas mais um episódio do qual não lembrarei muito, mas que cumpriu bem seu propósito de trabalhar a questão do fardo do ofício de um caçador.
2018-12-13 20:52:33


Episodio 8x19 - Nota 9

AHHHHHHHH FODAAAAAAAA!!!!
Não é brincadeira, essa temporada está lacrando muito, estou me sentindo nos bons tempos de Supernatural, quando vejo episódios como esse. Todos os episódios desenvolvendo a trama central foram incríveis. Tenho algumas ressalvas quanto à algumas coisas, mas logo chego lá.
Primeiro, palmas para a criatividade dessas três tarefas (foram duas até agora, mas tenho um palpite de qual será a terceira tarefa). Deus não quis facilitar mesmo hein? Porrã, tá difícil para fechar essas portas do inferno, ajuda aí, pô. Meu, a primeira tarefa foi fichinha perto dessa, imagina você ter que ir até ao inferno, pegar uma alma que foi parar lá de uma forma injusta e levá- lá até o céu? Fácil, não? Muito, muito, muito bom!!!
A construção desse episódio, tirando uma coisinha, me agradou muito. Primeiro que eles utilizaram vários elementos trabalhados ao longo dessa temporada, como Benny e a fuga do mesmo e de Dean do Purgatório, reafirmando a importância deles na temporada, e conectaram com o plot das tábuas. De quebra, ainda trouxeram Bob para a trama, dando a ele um final (por enquanto, já que em Supernatural é difícil cravar que a pessoa está morta mesmo) melhor do que foi dado a ele na temporada passada.
Gostei do táxi driver, que meio que atuou como um coiote e ajudou Sam a entrar no Purgatório por meio de uma passagem secreta. Esse momento até me lembrou o beco diagonal do Harry Potter, hehehe. Eu confesso que não entendi como o Bobby foi parar no inferno, achei meio forçado, assim como essas passagens entre Terra, Purgatório e Inferno, principalmente porque isso coloca por terra todo o plot da sexta temporada, fazendo com que o plot não faça muito sentido. Lá na sexta temporada, tudo que o Crowley queria era achar o Purgatório, mas se existe uma passagem do Purgatório para o inferno, logo o caminho inverso é possível (senão Sam não conseguiria voltar), como que o Crowley, COMO REI DO INFERNO, não tinha conhecimento dessa passagem? Será que ele não conheceria bem o território que ele próprio governa? Isso também cabe quando levamos em consideração a figura desse táxi drive, que tinha esse conhecimento da passagem da Terra. Um demônio sabia da existência do mesmo e foi fofocar para o Crowley, que foi lá e então o matou, ou seja, porque que esses demônios já não contaram para ele sobre esse cara e a tal passagem e o Crowley não a usou para saber a localização do Purgatório? Ele nem precisaria fazer acordo com Castiel e nem precisaria tirar o Sam da jaula de Lucifer!!!! Gostei do episódio, mas não consegui não pensar nisso enquanto eu via. Depois desse episódio, eu gosto ainda menos da sexta temporada.
Sam encontrou Bob no inferno de maneira muito fácil, isso é fato. Gostaria que tivessem gastado mais tempo no local, mas gostei de mostrarem os prisioneiros e nos deram um gostinho do local, espero que em algum momento no futuro a gente tenha a oportunidade de visitar o local novamente.
O fim de Benny foi muito emocionante, incrível como o personagem me cativou. Ele tentou muito ter uma vida, mas viver do jeito que ele estava vivendo, sem propósito e sem poder ficar ao lado da tataraneta é foda, ele não estava feliz. Eu entendi perfeitamente ele se sacrificar e não querer voltar. Acredito que ficando no Purgatório ele pelo menos vai poder ficar com os seus, não sei, triste!!!
Eu entendi melhor a Naomi nesse episódio, ainda não gosto dela e não confio nela, mas eu entendo. Castiel tocou o terror no céu, desde sempre nessa série o céu parece um caos, e ela só tá querendo botar ordem no chiqueiro. Ela batendo de frente com Crowley e permitindo que alma de Bobby fosse descansar no céu, fez com que ela ganhasse uns pontinhos comigo, mas só um pouco, dona Naomi.
Ciente que Sam e Dean estão perto de fechar as portas do inferno, Crowley teve que se movimentar e tratou de sequestrar o Kevin. Nãoooooo, esse menino só sofre, deixem ele respirar um pouco!
Não consigo, com esse nível, preciso de mais episódios!

PS: difícil imaginar qual será a terceira tarefa, mas tenho por mim que Sam de alguma forma terá que morrer.
2018-12-13 21:44:46


Episodio 8x20 - Nota 8.5

O quê???? Charlie aparecendo mais de uma vez na mesma temporada??? Foi isso que a gente pediu simmmmmmm!!!
É oficial, eu amo muito a Charlie e também amo muito a interação dela com o Dean. Eu sei que Dean e Castiel ainda é a melhor dinâmica da série, mas com certeza Charlie + Dean não fica muito atrás. Enquanto isso, Sam é apenas.... Sam. Hahaha, brincadeira.
Episódio muito bom, Charlie como sempre rainha master que rouba a cena. Ainda deram um bom background para ela com a história da mãe. Nossa, muito triste isso.

PS: Charlie lendo Hobbit para a mãe < 3

PS 2: Charlie dando uma de Castiel e também se atrapalhando com o crachá do FBI

PS3: rachei com a cena que Dean vai com Charlie comprar roupas kkkkkkk
2018-12-13 22:38:52


Episodio 8x21 - Nota 9

EU TO MUITO APAIXONADO POR UMA SÉRIE E POR UMA TEMPORADA IRRETOCÁVEL! Sim, eu estou surtando, porque está sendo lacre atrás de lacre. Supernatural está vivíssima e em plena forma.
Quando penso que não teria como eles se superarem na criatividade na construção das três tarefas, ele me vêem e sambam na minha cara ao apresentarem a terceira tarefa: CURAR UM FUCKING DEMÔNIO!!! Meu, pausa para as minhas palmas. Showwwwww!!! Como que faz isso???? EU NÃO SEI, mas eu estou louco para descobrir. Como restam apenas dois episódios, infelizmente (nunca torci tanto para uma temporada não acabar), acredito que já no próximo episódio iremos descobrir.
Para ter acesso a essa informação, Sam e Dean tiveram que ir atrás do Metatron, escrivão de Deus, que ajudou a construir essas tarefas. Cara, que bundão!!! O céu está um caos, todo mundo se matando para conseguir as placas, inclusive tentando impedir que tranquem o céu, e o cara se isolando e se isentando? Ah, meu, passa amanhã (essa expressão ainda existe? Não sei, só saiu assim). Enfim, Metatron, apenas melhore.
Crowley é um vilão tão bom que até como alívio cômico ele arrassa. Chorei com ele brincando de diretor e usando Sam e Dean fakes para arrancar informações de Kevin. Atuações péssimas daqueles demônios, dava pra ver que algo estava errado ali.
Naomi chata e burra, Crowley foi muito mais esperto que ela em descobrir onde Castiel escondeu a placa dos anjos. E o baile que o Castiel deu nos anjo tudo? Reizinho!!!!
Não tem como parar de assistir. Que temporada, meus amigos, que temporada!!!!!
2018-12-14 19:29:52


Episodio 8x22 - Nota 9.5

Assistir uma série com um sorriso de orelha a orelha, vibrando e vidrado na tela sem piscar é essencial. Foi isso que Supernatural fez comigo nessa season. Gente, por que essa oitava temporada não é ovacionada entre os fãs? Não deve em nada a 3, 4 e 5 temporadas. Fácil, fácil meu top 4 e digo isso antes mesmo de ver a finale.
Começando pelos flashbacks, você percebe que nada que aconteceu nessa season foi gratuito ou aleatório. Toda a história do homens de letras contribuiu muito para aprofundar o passado de nossos protagonistas, introduzir Abbadon e todo o conceito do local, apelidado de Batcaverna, que oferece todo o conhecimento do Sobrenatural. E é por meio desse rico local de conhecimento que os Winchester encontram o material em vídeo que os ajuda a entender como curar um demônio. Esse local poderia facilmente ser visto como um Deus ex-machina dentro da narrativa, mas a série trabalhou pouco a pouco o elemento, o apresentando e estruturando para que chegássemos até aqui e fosse plausível e funcionasse. Sendo assim, palmas para Supernatural e sua construção narrativa, em especial nessa temporada.
Sam e Dean são duas burras !!!! A ideia de curar Abbadon foi boa, mas a ingenuidade dois naquela cena foi demais. Como que eles me arrancam a mão da demônia e deixam perto do corpo assim, livre e de bandeira para ela? E como que os dois ainda me saem do local e a DEIXA SOZINHA??? Meu, troféu joinha para vocês. Destaque para a cena digna da Família Adams com a mão de Abbadon criando vida e ajudando-a a arrancar a bala da cabeça. Sensacional!
Se os Winchester não usam o cérebro que têm, quem sobrou e abusou de inteligência foi Crowley, que tendo que correr contra o tempo elaborou um plano maravilhoso e que atingiu os irmãos no alvo. Se seus inimigos são movidos pelo coração e pelo senso de heroísmo, o que você faz para chamar a atenção deles e impedir que alcancem seus objetivos? Começa a matar pessoas com quem eles se importam, é claro!!!! Muito bom Crowley chantageando os dois com pessoas que eles já salvaram no passado, e o plot ainda deu para matar um pouco de saudade das primeiras temporadas no previously.
Pararelo a isso, também teve corrida para fechar os portões do céu. Será que vão conseguir fechar o céu e o inferno ao mesmo tempo? A criatividade também foi usada nas tarefas do céu. Amei o Castiel tendo que ir atrás e matar um Nefilim (filho de um anjo e de um demônio). A moça foi tão simpática no restaurante que deu peninha dela.
Dando play nessa season finale agora, porque eu preciso saber o que vai acontecer, gente!

PS: Crowley sambou com força na cara de Sam e Dean usando "Saving people.. hunting things...the family business" Hahahaha que CRE-TI-NO!!!! Pisou muitoooooooo!

2018-12-14 19:57:28


Episodio 8x23 - Nota 10

ALGUÉM ME SEGURA, PORQUE NÃO ESTOU ME AGUENTANDO.
QUE HINOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Essa é a season finale que eu estava esperando e, no fim, foi além do que eu esperava. Ahhhhh, teve até um plot twist maravilhoso bem na minha cara.
Quem diria que Sam e Dean iriam capturar Crowley e o tal demônio que teria que ser curado seria nosso rei do inferno. Eu super acreditei que iria dar certo, que Sam iria pro saco e na próxima temporada iríamos ter a chance de ver o Crowley humano. Confesso que fiquei curioso para ver isso. Foi por pouco, porque Dean teve que implorar para Sam parar. Coitado do Crowley, nem como rei do inferno é respeitado. Ele achando que Abbadon iria salvá-lo e não, não, não ela pisou ainda mais, disse que não gosta dele (isso tá ficando comum hein, amigo) e praticamente apontou o dedo pra ele e o chamou de CHACOTA!!! Hahahaha morri. Rainha que mesmo queimada viva, sobrevive. Podem abrir as portas da nona temporada que eu quero essa bitch maravilhosa dando as caras novamente.
Se essa parte já foi muito boa, a grande surpresa ficou por conta da revelação do mega evil por detrás do mega evil: Metatron! Booommmmm plot twist in my face, o cretino estava enganando todo mundo, enganou a gente, enganou Castiel, enganou os anjos tudo. Muito filho da mãe. Amei a sequência que ficou entre Naomi e ele tentando convencer quem estava mentindo. Eu acreditei nele, até porque Naomi foi tão pé no saco que não dava para acreditar nela. Metraton ficou puto com os anjos "o céu é meu e aqui vocês não vão ficar", puff expulsou todo mundo do céu, jogando todos na Terra. Tá aí o plot da nona temporada.
Btw, essa cena com os anjos caindo do céu é uma das mais bonitas da série. Angels are falling!!!!!!
A oitava temporada de Supernatural reergueu o nível da série, até o momento está no meu top 4 com toda certeza. Trama bem construída, redondinha, empolgante e muito boa. Tudo que queremos em uma série. Torcendo muito para que esse nível seja mantido na próxima temporada.

PS: Castiel perdeu a sua graça, agora ele será um humano normal? Cuidem do meu Castiel!!!!
PS2: não sei o que esperar de uma Terra recheada de anjos andando por aí. Só vem season 9.

2018-12-14 20:47:01


Episodio 9x1 - Nota 9

Mais uma temporada se inicia e cada vez mais eu chego a conclusão que Supernatural tem o poder de me levar a felicidade com sua capacidade criativa, ao mesmo tempo de que me deixa irado com a sua insistência em apostar em coisas que já fizeram antes, mas que por algum motivo eles continuam apostando.
Gostei muito dessa premiere, mas tenho minhas ressalvas, é claro. O gancho que a excelente oitava temporada deixou é muito bom, ter os anjos banidos e caídos na Terra é um plot com bastante potencial.
O estado em coma de Sam deixou o episódio bem emocional, o que me agradou muito. Dean ama muito seu irmão, a união entre eles é uma das grandes mensagens da série, e Dean já deixou bem claro que é capaz de fazer de tudo para salvar seu irmão, vide fazer um pacto com um demônio da encruzilhada para salvar Sam. Amei a cena dele orando para Castiel, e consequentemente para os demais anjos, para que eles pudessem salvar o irmão , mas a ajuda acabou vindo não de Castiel, mas sim de Ezequiel. Adoro o ator que faz o papel de Ezequiel, mas não sei por que eu não consegui acreditar muito no personagem, tudo bem que o plot do anjo possuir Sam para curá-lo e ao mesmo tempo se curar do estrago da queda fez sentido, e a série vendeu bem o plot, mas, ainda assim, mantenho meu pé atrás com ele. Os próximos episódios me dirão se devo ou não confiar nele. Meu único problema com essa narrativa está no vício que a série tem em criar um drama entre os irmãos com a questão de "guardar um segredo". Parece que toda temporada um deles tem um segredo que esconde do irmão para mais lá na frente o outro descobrir e ficar pistola e vir todo aquele drama e discussão. Sério? Não há necessidade disso, estamos na nona temporada, é óbvio que Sam vai descobrir que tem um anjo dentro dele, e é claro que ele não vai gostar e eles vão brigar. Não entra na minha cabeça por que eles continuam insistindo nisso, se esse tipo de coisa já foi trabalhada na série a exaustão. Eu já sei que vou detestar quando isso acontecer, portanto já estou sofrendo com isso de antemão desde já. Me dêem forças!!!!
O conflito do "quero ou não quero morrer" dentro da cabeça de Sam foram bem bons também. Fez sentido e foi bem desenvolvido também. Destaque para as ótimas participações de Bobby e da Morte. Bobby sendo o lado da consciência de Sam responsável por convencê-lo de que tem um lado bom na morte, foi um interessante. Gostei muito disso, sem contar que foi uma forma inteligente de aproveitar o personagem para uma participação especial.
O plot de Castiel foi muito bom também. É claro que quero ver meu anjo favorito com sua graça e seus poderes novamente, mas poder ver o Castiel com características humanas é muito interessante, é um plot que tem tudo para dar certo, fora que ele ir atrás de sua graça é uma motivação muito boa para o personagem. Destaco a cena do carro entre ele e a Halo.
A temporada começou muito bem, tem um plot central muito bom para ser desenvolvido. Parece que, como sempre, os anjos estão divididos e poderemos ter anjos vs anjos aprontado todas no meio dos humanos. Agora que o Metatron jogou os anjos tudo na Terra, qual é o plano dele? O que ele quer? E o que os anjos vão querer na Terra? Será que eles vão preferir ficar aqui do que no céu?

PS 1: incrível como a maioria dos anjos mal caíram na Terra e já têm uma casca. Eles são rápidos, não?
PS 2: Crowley mantido refém preso no Impala foi hilário, o rei do inferno está muito sem moral kkkkkk
PS3: com o céu fechado pra balanço, o que acontece se eles forem mortos??? Pra onde eles vão?

2018-12-16 10:42:42


Episodio 9x2 - Nota 9

O inferno tem uma nova Queen????
Olha, começo de temporada promissor, parece que os roteiristas se encontraram na oitava temporada e tão conseguindo manter a qualidade da mesma nessa nona, pelo menos a julgar por esses dois episódios.
Abaddon foi disparada a melhor coisa desse episódio, simmmmm. Minha demônio rainha, bitch maravilhosa está vivíssima e com sangue nos olhos. Não entendi muito bem por que aquela casca voltou, depois de literalmente virar churrasquinho, mas a verdade é que a atriz é excelente e eu já associei a imagem de Abbadon com essa aparência, então foda-se. Gente, que cretina, né? Amei ela querendo se tornar a nova rainha do inferno e já começando seu exército. E o discurso de campanha dela? Hahaha muito bom. Amo Crowley, mas a verdade é que ele como rei do inferno tá pisando muito na bola, mesmo. Não sei nem como os demônios ainda têm medo dele. Aí, Abaddon, meu voto é seu!!!!
Cara, pensei que iria demorar um pouquinho para ela partir pra cima dos Winchester mas não, já foi com tudo. Ezequiel feat Sam é que foi o Salvador da pátria, acho que podemos diminuir as suspeitas e confiar nesse cara.

PS1: Crowley fazendo mind games com o Kevin utilizando sua mãe foi maldade. Afinal, ela morreu mesmo? Não acredito que mataram mama japa e nem se deram o trabalho de mostrar. Essa mulher tem que estar viva, gente.
PS2: Jared fazendo uma atuação muito robotizada do anjo Ezequiel. Me desculpe os fãs do rapaz, mas atuação péssima!
PS3: amei a velhinha demônia pedindo provas da morte do Crowley. Hahahaha maravilhosa.
2018-12-16 11:24:19


Episodio 9x3 - Nota 9

Três episódios seguidos trabalhando a trama central, é isso mesmo, produção?
Até agora, três episódios muito bons nesse início de temporada, mostrando que season tem potencial para ser tão boa quanto a anterior.
Castiel é o melhor personagem dessa série, sim. Sei nem o que dizer desse meu amorzinho. O desenvolvimento do lado humano de Castiel foi perfeito. Com o plano de Metatron dando certo e a queda dos anjos, Castiel perdeu sua graça e agora vaga por aí tendo que lidar com a adaptação a vida humana enquanto tem que fugir da facção de anjos que querem sua cabeça. Essa adaptação foi muito muito interessante e rendeu momentos tristes e cômicos muito bons, como Castiel praticamente virando um mendigo e descobrindo uma característica humana nova a todo instante, como frio e fome. Os momentos mais engraçados foi quando ele começou a notar a mulher e se tocou que agora ele tinha desejo sexual, ele até perdeu a virgindade nesse episódio, hahahaha. Falando nisso, malditos roteiristas que me fizeram acreditar na April. Eu acreditei o tempo todo nela, nem lembrei que tinha anjos indo atrás do Castiel de tanto que eu estava envolvido com o romance platônico dos dois e achando fofa cada cena entre eles. Quando ela se relevou evil, eu não acreditei e gritei aqui um alto e sonoro NÃOOOO!!!! Mas, assim, como evil, adorei ela também, altas tiradas engraçadas por parte dela kkkkkkkk. Só não sei se gostei de saber que ela era uma anjo ceifeira. Como assim anjos ceifeiros fazendo esse tipo de trabalho? Era óbvio que Dean e Sam iriam chegar bem na hora de salvar o dia. Esse anjo Ezequiel, Zeke para os íntimos, é muito confuso. Ele está ajudando os Winchester, mas depois pede, ou melhor ameaça, para que não abriguem o Castiel? Achei essa desculpinha muito suspeita, sigo ficando meio lá meio cá com esse personagem.
O surgimento de Bartolomeu como líder dos anjos que querem caçar Castiel é promissor, gostei da maneira como eles mostraram anjos procurando cascas resistentes. No aguardo de mais informações sobre o personagem. No entanto, segue a pergunta: e Metatron?
2018-12-20 18:40:16


Episodio 9x4 - Nota 8.5

Primeiro filler da temporada e devo dizer: eu gostei!!!! Hahahaha. Bem, mas BEM fora da caixinha esse episódio, mas numa série que já fez episódios sobre Titanic, já apareceu Zeus, Prometeus, viagem no tempo, palhaços, mitologia nórdica e por aí vai, por que não Oz? Acho totalmente plausível.
Acho que Supernatural consegue construir bem episódios assim, porque eles se esforçam muito para conectar tudo a sua mitologia e de certa forma funciona.O surgimento do local dos homens de letras, a Batcaverna, hehehe, como o grande lugar que abriga todo o conhecimento do Sobrenatural abre caminho para coisas assim aparecerem na série de forma ainda mais fluída, talvez seja por isso que o surgimento de Dorothy e da bruxa má do Oeste não tenha me incomodado e eu tenha comprado a idéia tão rapidamente como eu comprei. O que eu não gostei foi como fizeram a bruxa, mas chego lá.
Cara, fez total sentido trazerem a Charlie para esse episódio. Desde que apareceu na série, a personagem se demonstrou uma nerd convicta, facinada pelo o universo da fantasia, como o mundo de Oz. Foram vários os momentos no episódio em que ela se diz insatisfeita com a vida de caçadora, porque desejava mais fantasia em seu caminho e foi o que aconteceu. A propósito, muito bom o desenvolvimento da personagem. A trama dos leviatãs e o encrontro com os Winchester mudou sua vida para sempre, foi interessante a série não ignorar isso e aos poucos ir fazendo Charlie criar interesse na vida de caçadora. Outro ponto positivo foi na abordagem criativa de Dorothy. Amei ela toda decisiva, forte e bem badass, sem contar os flertes entre ela e Charlie que foi a cereja do bolo. Que dupla incrível!!! Por outro lado, a abordagem da bruxa é o ponto baixo do episódio. Detestei!!! Suas aparições são toscas e trash, é não um trash bom. Sério, tudo que ela fazia é ficar grunindo como um animal e fazendo caras e bocas horríveis. Muito ruim!!! Sei lá, para uma personagem vilã tão icônica chega a ser ofensivo o que Supernatural fez. Uma pena. O desfecho foi totalmente plausível. Quando o portal para Oz se abriu, eu já tive a certeza que Charlie iria junto, afinal, tudo que ela queria era poder viver num mundo de fantasia como esse. Que nerd não iria querer conhecer Oz se tivesse a oportunidade? Inclusive, esse seria um ótimo desfecho para a personagem, não sei se foi o caso,mas se foi, ficarei satisfeito, porque o desenvolvimento de Charlie na série foi bem feito, teve começo, meio e fim, até um background com a mãe dela tivemos. Não conseguiria pensar num desfecho melhor e condizente para a personagem como esse que foi dado a ela nesse episódio. É claro que fica aqui meu desejo pelo retorno da personagem, mas caso não aconteça estou feliz com o esse desfecho.
Sobre Zeke, a informação de que cada vez que ele utiliza seus poderes ele volta a ficar fraco é meio confusa. Se eu fosse o Dean eu iria me perguntar: "Pô, então não está adiantando, porque toda hora você usa seus poderes e meu irmão não vai ficar bom nunca". Está na cara que a série está forçando muito em criar situações em que ele tem que usar seus poderes justamente para postergar ao máximo esse plot, e o pior é que é um plot que está lá só para criar um drama entre os irmãos zzzzzzz. A única coisa que anda me animando nisso é saber se podemos ou não confiar em Zeke. Nesse sentindo, a série está fazendo um bom trabalho em me confundir, pois ora confio, ora fico com um pé atrás.

Ps : a participação de Crowley foi ótima, como não amar a amizade do pop entre ele e a bruxa? Duas fofoqueiras kkkkk.
Assim, sério mesmo que ele vai ficar a temporada inteira preso no bunker ? Hahaha. Tadinho, moral zero.

2018-12-20 18:42:18


Episodio 9x5 - Nota 6

Incrível como esse episódio me fez ter uma experiência totalmente oposta do episódio anterior. Se o 9x04 me agradou pela criatividade, esse que foi 100 por cento comédia, e portanto tinha muito mais possibilidades de me agradar, eu detestei. O fato de Dean ter praticamente ter virado um cachorro e ter tido cachorros falantes no episódio não me incomodou, só não me fez rir nem nada assim. Na verdade, o episódio gritava Dr. Dolittle o tempo todo e eu detesto Dr. Dolittle. A única passagem realmente boa foi a do pombo, simplesmente porque foi um pombo inexplicavelmente abusado kkkkkkk. Fora isso, episódio muito ruim. Até a resolução do caso foi ruim, então caguei.
Colocaria esse episódio numa lista de piores episódios de Supernatural facilmente, sim, me julguem!
2018-12-20 20:21:43


Episodio 9x6 - Nota 9

Ahhhhh eu estou amando o plot de Castiel humano. AMANDO!!!! É o plot que está mais me agradando nessa temporada, sem dúvidas!
A nona temporada não está tão boa como a oitava, mas não está nem perto de ser ruim como a sexta e a sétima. Diria que até agora é uma temporada bem honesta e que está me deixando satisfeito.
Gente, não tem jeito, o Castiel rouba a cena. O que dizer dele se virando na vida humana e trabalhando numa farmácia, chegando até morar clandestinamente nos fundos do estabelecimento? É, eu sei, Castiel, não está fácil para ninguém. O caso que conectou Dean e o anjo que não é mais anjo foi ok, apenas ok eu diria. A história do anjo que estava matando pessoas que desejavam morrer até que foi legal, a parte mais interessante aí foi conhecer essa nova categoria de anjos "Mãos da Misericórdia" que, no céu, tinham essa função. Porém, para mim, o lado cômico do episódio na figura de Castiel foi o melhor. Gente, como assim alguém tem coragem de rejeitar o Castiel? Um homem desses ninguém rejeita, tadinho. Ele todo bonitinho levando a flor para a mulherzinha lá e na verdade ela o queria para servir de babá kkkkkkkk. Castiel defenitivamente não está se dando bem com as mulheres.
Em paralelo a isso tivemos Kevin tentando decifrar a tábua dos anjos para poder reverter o feitiço do Metatron. Sério, isso é muito abuso. Esse menino passou a participação dele na série inteira traduzindo tábuas, praticamente virou um zumbi ou um robô, nem vida mais o cara tem. Enfim, tiveram que recorrer a ajuda de Crowley, o que serviu para render uma cena maravilhosa com Abbadon rindo da cara dele mais ainda. Sério, essa briga entre os dois pelo título de King of Hell está maravilhoso. Eu estou SEDENTO por esse plot. Sério, Supernatural, me dá esse plot, quero na minha mesa, já! ME DÁ!!!! Pensa como seria da hora, Crowley e Abbadon brigando no maior estilo debate eleitoral, com os demônios tudo no meio tentando decidir a quem é melhor seguir? Sensacional!!!! Só espero que esse plot não fique esquecido no churasco como o plot da guerra do céu na sexta temporada, que era um plot promissor, mas muito mal executado.

PS: Crowley ficou viciado em sangue humano? Gente, se Castiel virando humano tá redendo muito, imagina Crowley tendo sentimentos?
2018-12-20 20:24:28


Episodio 9x7 - Nota 9.5

Supernatural feat Being Erica???

Esse foi um episódio que teve um roteiro digno de atenção, que além de ser nostálgico por lembrar muito a primeira temporada, aproveita para trabalhar ainda mais o personagem de Dean e mostrar o quanto o amor que ele sente pelo irmão motiva suas ações.
Eu não consigo ver defeito nenhum nesse episódio, gostei muito, mas muito mesmo. Até mesmo o caso simplório, a mãe fantasma que continua na Terra para proteger o filho de bullying, foi satisfatório porque resgatou muito o clima da primeira temporada, sem contar que as cenas das mortes foram muito bem feitas, tanto a do começo quanto a do banheiro. Porém, é a abordagem do passado de Dean que rouba a cena, entregando diálogos incríveis como a da sequência final que é muito emocionante. A estrutura do episódio, intercalando a investigação do caso no presente com os flashbacks de Dean, foi excelente. Devo ressaltar a atuação do jovem ator que interpretou Dean aos 16, que pegou os trejeitos do personagem muito bem: ora de rabugento, teimoso e com insistente necessidade de demonstrar valentia e independência, ora se mostrando vulnerável e sentimental. Amei a abordagem do primeiro amor de Dean (Ahhhh, fiquei tão feliz quando vi a atriz que faz a Erica de Being Erica, adoro ela e a série ),bem como o primeiro beijo. É a série mais uma vez nos mostrando que, desde criança os Winchester nunca puderam viver com plenitude coisas que parecem simples, como crescer e ser uma pessoa "normal". Disse que o final foi emocionante justamente por ser uma cena singela que traduz com clareza quem é Dean Winchester. Ele receber a notícia que o pai o espera e ao olhar pela janela e ver Sam na janela do carro, optando assim por não ficar, se privaando de uma experiência que nunca viveu como o baile e ir embora, mostra que o que motiva Dean desde criança é seu amor pelo seu irmão, é o instinto de proteção que Dean tem para com seu irmão. Quando olhamos as principais decisões de Dean ao longo da série, fica evidente que elas foram motivadas em função de proteger Sam, como quando ele vendeu a própria alma para ressucitar o irmão, ou quando nessa temporada, por exemplo, ele permitiu que um anjo possuísse seu irmão porque era a única alternativa para mantê-lo vivo. Acredito que depois desse episódio é impossível não amar ainda mais Dean Winchester < 3

PS: esse episódio serviu também para reafirmar que John Winchester é mesmo um péssimo pai.
2018-12-20 21:35:38


Episodio 9x8 - Nota 8.5

Morri que Sam e Dean fizeram a Ângela Bismarchi e se "revirginaram" nesse episódio kkkkkkkkk
Essa temporada está gostosinha de se assistir, a grande maioria dos fillers estão leves e divertidos e mesmo não sendo uma temporada tão boa quanto às melhores da série, tá bem honesta. Minha única reclamação é que gostaria que o plot central dos anjos evoluisse mais, sinto que está muito devagar, mesmo que o que já vimos seja interessante.
O caso da semana não foi aquele tipo de caso que marca, mas rendeu momentos divertidos e hilários, como Dean e Sam se "revirginando" e o Dean descrevendo um momento hot e as pessoas em abestinencia se contorcendo de vontade kkkkkkkkk não tem como não chorar de rir com essa cena. A parte dele com a ex atriz pornô foi muito boa também.
A resolução do caso eu achei muito óbvia, tipo, estava escrito na testa da ruivinha que ela era evil desde a sua primeira cena. Mesmo assim, curti ela ser uma deusa romana e tal, mais uma vez Supernatural se mostrando plural na sua mitologia, definitivamente pode aparecer de tudo nessa série.
É incrível como Dean não questiona Ezequiel, cara. O anjo está dentro do Sam já um tempão e até agora ele não curou o Sam??? Quando a ruivinha lá diz que Sam está todo quebrado por dentro, ficou evidente que não tá tendo cura porra nenhuma. Pra mim esse maldito anjo tá ali só parasitando Sam para se esconder ou coisa assim. Esse plot já tá um saco, não aguento mais ter quer ver Jared do nada virando um robô e chamando isso de atuação. Acabem com isso, por favor.
2018-12-20 21:37:10


Episodio 9x9 - Nota 10

GENTEEEEEEEE, socorro que isso não foi um episódio, isso foi uma máquina de soltar plot twist atrás de plot twist!!!
Com esse episódio e tudo que já vimos os anjos aprontaram desde que entraram na série, podemos concluir que são todas umas BARRAQUEIRAS!!!!!! Enquanto os demônios se mantêm unidos, esperando e ponderando em meio a uma briga pela posse do inferno entre Abbadon e Crowley, os anjos fazem o quê? Se matam, brigam uns com outros e é só barraco, tapa na cara, dedo no cu e gritaria. Olha, tá pra nascer uma raça mais desorganizada do que os anjos. Não vou mentir, adoroooooooooo!!!!! Adoro principalmente porque isso trás uma trama política muito rica para Supernatural, e é aqui que tenho que me repetir e elogiar a série por ter uma das mitologias mais criativas que já tive o prazer de acompanhar. Sério, eu fico muito empolgado.
Como bons deorganizados que são, tem vários anjos querendo bancar os líderes e o que vemos é a criação de duas facções opostas, uma liderada por Bartolomeu e outra liderada por Malachi.
Daí o episódio não parou, é sangue pra todo lado, torturaram o probre do Castiel, que mais uma vez se mostrou rei dessa série e roubou uma graça alheia e agora tem seus poderes de volta. Bravo, Castiel.
Eu sabia que Ezequiel era mega evil!!!! Que cretino, cara, só não imaginava que ele era um impostor, cujo o nome nem era Ezequiel, que inclusive morreu, e na verdade atende por Gadreel, um anjo cuja a função era guardar os jardins de Deus e foi trancado pelo mesmo após cagar tudo. Wow!!! Just, wowww. Nossa, velho, que ele fosse evil eu até desconfiei, mas que ele roubou identidade de um anjo morto? Nunca iria advinhar. Ei, aqui não é A Usurpadora não, amigo. Tá muito abusado. Meu, e esse cretino ainda vai lá e mata o Kevin a mando de quem? Metatron, arghhhhhhhhhh filhos da mãe!!!! Tadinho desse moço, praticamente não teve vida e ainda morre assim???? Muito injusto, quero deixar aqui meus pêsames pelo personagem.
Ah, e ainda teve espaço para a revelação do grande plano de Metatron, que quer repaginar o céu e ofereceu a Gadreel a vaga de segundo comandante. Estou com muita raiva desses dois, muita mesmo, mas esse plano dele é bem plausível.
Olha, trama central bem empolgante, se bem trabalhada, a temporada pode crescer ainda mais, sem contar que ainda tem o ótimo plot da briga entre Abbadon e Crowley pelo título de King of hell, que eu tô torcendo muito para que não seja largado no churrasco.

2018-12-20 22:24:46


Episodio 9x10 - Nota 10

Essa temporada está seguindo um caminho de crescente muito bom. Depois do excelente episódio passado achei que nesse as coisas seriam mais calmas, mas não, esse episódio manteve a mesma qualidade e o mesmo ritmo de seu antecessor.
A descoberta da verdadeira identidade de Ezekiel, vulgo Gadreel, bem como a morte de Kevin fez com que Dean ficasse com sangue nos olhos e saísse atrás de algum jeito de salvar seu irmão. Eu amei eles terem que pedir a ajuda de Crowley para localizar Sam e tentar se comunicar com o Winchester sem que Gadreel tomasse conhecimento. Primeiro que isso fez todo o plot de Crowley preso no banker fazer ainda mais sentido, e segundo por ser muito bom ver os mocinhos tendo que, além de pedir a ajuda do inimigo, ter que confiar no mesmo e praticamente ficarem em suas mãos. O jogo virou totalmente para o lado de Crowley, uma oportunidade de ouro. Com essa oportunidade, Crowley mais uma vez me surpreende e se mostra um vilão esperto, se utilizando de seu valor diante da situação e negociando sua liberdade. Diria que a esperteza de Crowley nese episódio foi além, ele poderia ter enganado Dean e Cas facilmente no começo e deixado eles se ferrarem após a sua liberdade, mas ao ajudá-los ele consegue ganhar uma certa confiança com os mocinhos e uma brecha para quem sabe cobrar isso em algum momento futuro. Achei genial.
Cas, Crowley e Dean formam um trio de respeito, difícil escolher qual cena envolvendo os três personagens foi a melhor. Bom também é ver a amizade de Dean e Castiel, bem como o drama pessoal de Dean, que agora está tomado pela culpa da morte de Kevin e pela situação que colocou Sam. Castiel é um fofo, ele compreende Dean e é reconfortante para Dean tê-lo ao seu lado. Essa amizade merece respeito.
O episódio foi muito bom também pela presença de Abbadon, minha demônia debochada favorita. Há alguns episódios venho comentando do quanto eu estou adorando esse plot dela vs Crowley pelo controle do inferno, para mim é um plot tão bom quanto o dos anjos caídos, e aqui deram uma pinceladinha nesse plot com Crowley abrindo sua campanha e fazendo um discurso muito condizente e tentador para os demônios. Acho que agora a coisa entre os dois vai pegar ainda mais fogo, com o perdão do trocadilho infame kkkkkkk.
O final aconteceu exatamente o que se é óbvio concluir desde a premiere: Sam, ao descobrir que foi Dean quem permitiu que Gadreel entrasse dentro dele, ficou puto, os dois brigaram e cada um seguiu seu caminho. Isso é algo totalmente repetitivo que vem acontecendo na série de mais. Eu vejo isso como um problema, sim, porque é muito cansativo você ficar vendo a mesma coisa sempre, sem contar que é chato você ficar prevendo acontecimentos da série antes mesmo deles acontecerem. Mesmo assim, dando uma pequena interpretação da briga, os dois estão dentro de duas razões, não tiro a razão de Sam por achar ruim o que Dean fez, porque não cabe a Dean escolher por Sam se ele deveria partir ou não, ao mesmo tempo, acho que o que falta a Sam é um pouco de compaixão para com seu irmão. Dean fazer o que fez pode ter sido fruto de um instinto fraterno que ele já demonstrou ter várias vezes na série, inclusive nessa temporada, diria até que a temática dessa temporada é juntamente mostrar que Dean faz tudo por amor ao seu irmão, talvez Sam deveria valorizar mais o irmão e buscar pelo menos entender suas motivações e pegar mais leve com ele.

PS: O background de Gadreel foi muito bem feito, fizeram um excelente trabalho em dar a ele uma motivação condizente e que faz sentido para justificar suas ações, porém sua busca por redenção não me causa apelo depois dele ter sido capaz de matar o próprio amigo para se provar a Metatron. Duvidaria nada Metatron passar a perna nele e, se for o caso, eu vou achar bem feito.
2018-12-21 20:00:23


Episodio 9x11 - Nota 9

Três episódios muito bons em sequência e a aposta na dinâmica entre Crowley e Dean foi mais do que certeira. A interação entre os dois está se saindo melhor do que eu imaginava, me redendendo boas risadas.
Mais uma vez Supernatural se utilizou de uma história bíblica para a construção de sua mitologia. Já tivemos apocalipse, profetas e agora até Caim e Abel teve sua versão na série. O que eu mais gosto nisso é maneira criativa com que a série se utiliza dessas referências, conseguindo me surpreender muito em sua construção mitológica.
Sensacional a forma como a história de Caim e Abel foi subvertida aqui, com Caim vendendo a própria alma para salvar seu irmão e com isso a tal marca ser uma marca demoníaca.
Para matar Abbadon era necessário a "Primeira Lâmina", única arma capaz de matar um cavalheiro do inferno, somente Caim sabia do paradeiro da tal arma. Os flashbacks do personagem foram bem bons, fiquei com uma certa pena do fim que levou sua esposa. No fim, Caim transferiu sua marca para Dean, mas não antes de lhe dizer que ter a marca trás consequências à pessoa que o porta. Nessa parte, achei muito precipitada a ação de Dean em aceitar logo a posse da marca antes de ouvir qual é a consequência. Dean deveria ter raciocinando melhor a situação. Acho que vai dar uma merda muito grande essa marca no braço de Dean, ainda mais descobrindo no final que Crowley meio que armou a situação toda para que Dean garantisse a marca.
Sam e Castiel também formaram uma bela dupla no outro plot do episódio. Castiel sempre pareceu se dar muito melhor com Dean do que com Sam, acho que poucas vezes tivemos Sam e Castiel sozinhos em cena, talvez seja por isso que eu tenha curtido tanto os diálogos entre os dois nesse episódio. Ah, outra coisa legal foi perceber que mesmo com uma graça emprestada, a experiência de Castiel como humano modificou a maneira como ele enxerga os irmãos e por tudo que eles tiveram que passar. Foi como se ele criasse mais empatia pelos mesmo e os entendesse melhor pelo simples fato de que são humanos. Achei isso tão bacana.

PS: Castiel me matou de rir tentando comer comida humana e não sentindo mais prazer. "Moléculas" hahaha.
2018-12-26 18:52:41


Episodio 9x12 - Nota 8

Eu gosto de Garth, gosto muito. Talvez eu tenha gostado de todos os episódios que o personagem apareceu. Porém, esse aqui eu não gostei, infelizmente.
Na temporada passada, o personagem foi citado várias vezes, principalmente por ter ficado encarregado de ser o guardião de Kevin. No entanto, do nada ele desapareceu de vez e a série ficou devendo uma explicação melhor para o sumiço do personagem. Para um sumiço de seis meses, a série teria que dar uma explicação boa para fazer coerência, e eles conseguiram. Transformá-lo em um lobisomem fez total sentido. Mas, sendo sincero, eu não curti o destino que deram ao personagem. Sei lá, foi muito difícil assimilar a ideia de que agora ele é um lobisomem e terá que viver com essa condição. Na minha cabeça parece que a ideia não casa. Em fato, por ele ter até construído uma família e tal, fiquei com a sensação de que eles estavam tentando dar um fim para o personagem. Não me surpreenderia se essa for a última vez que o vimos.
No final do episódio tivemos mais drama dos Winchester para aturar. Já disse isso uma vez e vou me repetir: sim, Sam tem tido o direito de ficar chateado e tal, mas, cara, os DOIS já fizeram muita merda nessa série. Alô, quem foi mesmo o responsável por permitir que Lucifer saísse da jaula e desse início ao apocalipse? Quem foi que ficou drogadaço e viciado em sangue de demônio? Sim, a senhora mesmo, então vamos parar de fazer drama e trabalhar mais o diálogo e o perdão. Acho que ele precisa perceber que Dean tá se culpando, tá pra baixo e tá tentando consertar as coisas. Sam poderia ao menos enxergar os dois lados da situação e pelo menos tentar entender o que motivou Dean a fazer suas escolhas. Sam é muito drama queen, só drama, drama, drama. Calma amigo, get over it!!! Ficar esfregando a culpa na cara da Pessoa não vai ajudar. Vocês precisam um do outro para derrotar Abbadon, derrotar Crowley e ainda dar um jeito no bando de anjos vagando na Terra. Tá bom pra você? Melhore!
2018-12-26 18:54:28


Episodio 9x13 - Nota 8

Realmente, a segunda metade da temporada deu uma decaída. A trama dos anjos parece que foi esquecida no churrasco. Onde estão Metatron, Gadreel, Bartolomeu, Castiel e por aí vai????
Eu achei o começo desse episódio bom, mas depois eu fui achando bem monôtono. Eles até tentaram criar uma conexão com a trama dos Winchester brigados, já que a moça monstro dona do spa estava tentando proteger o irmão, mas no fim foi só um típico caso de meio de temporada. Talvez o melhor mesmo tenha sido as cenas cômicas tipo Sam de instrutor de yoga, Dean "drogado" com pudim e Dean comendo donuts.
Parece que o objetivo dessa temporada é fazer a gente pegar ranço de Sam mesmo, porque, olha, como ele tá insuportável. Achei desnecessário ele falar que se fosse o Dean na situação dele, ele o deixaria morrer. Affsss... Queridinha, você queria estar morta? Então vaza ou deixa um vampiro ou qualquer outro bicho te matar, mas PARA DE FICAR ENCHENDO O SACO!!! Não aguento mais. Se eu fosse o Dean, já tinha mandado ele ir tomar naquele lugar
2018-12-26 22:40:19


Episodio 9x14 - Nota 8.5

Ok, esse parece ser aquele tipo de episódio que você fica dividido. Achei melhor que os dois últimos, porém algumas resoluções, ao meu ver, foram péssimas.
A princípio eu amei o retorno de Kevin como fantasma, a explicação de que ele não conseguiu ter acesso ao céu por esse estar fechado e ficar preso no tal véu fez total sentido. Lembro de lá no começo da temporada ter feito esse questionamento do que aconteceria com as almas das pessoas que morressem depois que o céu foi fechado.
Eu adoro a mama japa, mas, nossa, esse plot dela estar viva e presa no cativeiro do Crowley veio do nada. Enfiaram ela aqui de uma forma bem ruim só para dar um fim a personagem que tinha sido esquecida há tempos atrás. Aquele cativeiro nem parecia coisa do Crowley.O pior pra mim foi o final. Depois que temos o encrontro do Kevin com a mãe, ela resolve levar ele pra casa. Oi? Que bizarra essa situação. Na minha cabeça eu só fiquei imaginando a mama japa em casa convivendo com o filho fantasma. Bizarro!!! Não curti.
Plot do Castiel teve suas reviravoltas, mas não teve como lamentar o desperdício e o desenvolvimento pobre de Bartholomeu. O vilão em sua primeira aparição prometia muito, mas ficou nisso mesmo. Praticamente não acrescentou nada a trama e morreu de forma pífia. Qual foi o objetivo desse personagem mesmo? Facilmente se junta a Eve como vilões mais Whatever de Supernatural. O bom mesmo nesse plot foi ver Castiel recuperando a confiança dos anjos e ganhando seguidores.

PS: o sermão de Kevin pra cima de Dean e Sam me representou. Foi tudo que eu queria dizer para aqueles dois. Pena que Sam parece querer ficar na quinta série mesmo.
2018-12-26 22:42:03


Episodio 9x15 - Nota 6.5

Ah, credooo!!! Horrível
Eu não gosto dos Ghostfacers, na verdade DE-TES-TO eles. Não teve um episódio que apareceu essas criaturas que eu tenha gostado, e com esse não foi diferente. Não entendendo por que Supernatural insiste em investir neles, de verdade. E não, eles não são engraçados.

PS: eu estava tentando evitar isso, mas cheguei num momento que não dá mais. Preciso desabafar: SAM, VAI TOMAR NO CU!!!!!
2018-12-26 22:50:15


Episodio 9x16 - Nota 9

Finalmente Supernatural voltando a focar nos episódios centrais. Acredito que essa temporada está mal estruturada da mesma forma como foi com a sexta e sétima, só que com tramas centrais mais interessantes. Tá uma montanha russa de qualidade. Para mim, a primeira metade estava melhor estruturada, uma distribuição muito boa entre fillers e episódios focados na trama central, ao contrário dessa segunda metade, que está com essa destruição muito mal feita e, para piorar, os fillers estão péssimos.
Falando desse episódio em si, foi muito bom!!!! Teve um balanço perfeito entre comédia e ação e ainda desenvolveram a trama da primeira lâmina.
Eu imaginei que a tentativa de curar Crowley de sua natureza demoníaca poderia fazer com que o mesmo ficasse viciado em sangue humano, só que não me atentei que ele seria afetado nessa magnitude. Esse plot me lembrou muito o plot de Sam e seu vício em sangue de demônio na quarta temporada, ou seja, faz muito sentido. Sendo assim, fiquem longe de sangue nessa série, de qualquer natureza, ele pode fazer um estrago danado, hehehe.
Esse vício de Crowley rendeu momentos cômicos maravilhosos. Nunca imaginei que veria o rei do inferno com sentimentos e depressivo, deu até para você criar simpatia por ele, tadinho. Essa vulnerabilidade abre uma brecha enorme para Abbadon contra atacar. Crowley precisa se recompor.
Toda a busca pela tal lâmina foi demais, ainda mais por conectarem a trama dos Homens de Letras a ela trazendo Magnus, um dos últimos homens de letras, que foi expulso do ciclo de convívio dos mesmo. Adorei o personagem, principalmente a parte que ele tenta manipular Dean por esse possuir a marca de Caim. Nesse momento, é revelado a tal consequência do uso da arma: uma fúria excessiva e um constante desejo de matar. Gostei disso, e deu para ver em Dean que o negócio é pessado. Ou seja, não acho uma boa ideia continuar com essa marca no braço. O final também foi bom. Mesmo vulnerável, Crowley ainda se mantém esperto e pressumiu que Sam e Dean poderiam querer acabar com ele ali, e ainda por cima levou a lâmina. Boa jogada!

PS: o número de Crowley ser 666 é clichê, mas não deixa de ser engraçado.
PS: Dean: "Você vai deixar o inferno virar um inferno?".
PS: Crowley pisando no Sam e ainda o chamando de Alce. Uhulll, pisa mesmo nessa chata!!!
2018-12-28 18:40:32


Episodio 9x17 - Nota 9

Ah, agora sim, a julgar por esses dois últimos episódios, parece que a temporada está voltando aos trilhos.
Abbadon é mais um dos casos de personagens coadjuvantes que Supernatural nos presenteou. A vilã tem personalidade, estilo e presença em tela, sem contar que a atriz que dá vida a ela é ótima.
Para mim, o máximo de background que teríamos de Abbadon a.k.a Josie (humana possuída) seria o que já vimos na oitava, mas eu gostei mais ainda deles terem voltado ainda mais no passado e mostrado uma das primeiras missões de Henry e Josie enquanto homens de letras. O caso foi ótimo, e quando o episódio adentra nos flashbacks de 1958, fica ainda melhor. Achei bonitinho descobrir que Josie tinha sentimentos por Henry, foi triste ela se sacrificar para que o demônio não possuísse Henry. Já pensou se Abbadon ao invés de se manifestar no corpo de Josie andasse por aí com a fisionomia de Henry? Isso daí renderia, hein. Gostei também da narração da velhinha, outra atriz muito boa. O plot trouxe um peso dramático interessante assim como trabalharam bem o sentimento de culpa.
Sobre Dean, não vai dar bom mesmo. O cara já tá ficando viciado nessa tal lâmina e só falta o Crowley o colocar contra Sam e Castiel. Não sei onde eles querem chegar com esse plot, resta esperar para ver.

PS: gente, e a trama dos anjos? Foi esquecida no churrasco mesmo. Essa não era a trama central da temporada? Essa season realmente foi muito mal estruturada. Tipo, ????????????
2018-12-28 19:18:18


Episodio 9x18 - Nota 8

A trama de Metraton e a trama que ficou dessa temporada como todo está muito confusa para mim. Eu não consigo entender ,por exemplo, qual é a do Metatron e por que é tão importante para ele a obediência de Castiel e tê-lo ao seu lado, principalmente considerando o histórico dos dois, era meio óbvio que não daria para tirar uma aliança dali. Eu tô muito assim "???" com o personagem.
Por conta disso, eu diria que esse episódio não teve muita funcionalidade. Por mais que rever Gabriel tenha sido maravilhoso, porque o personagem é um dos melhores coadjuvantes que já passaram na série e faz muita falta, todo esse plano do Metatron não fez muito sentido e não levou a nada. Em nenhum momento eu acreditei que Castiel aceitaria a proposta de Metatron , então pra que perder tempo com isso, se a resolução das problemáticas do episódio são óbvias. O mesmo se diz sobre Castiel relutar em ser o líder daqueles anjos, quando era óbvio a conclusão de que cabe somente a ele ser o líder. Nada surpreendeu!!!! Essa trama dos anjos tinha um potencial político muito grande para ser desenvolvido, mas acho que a execução foi muito superficial, e o desperdício do que Bartholomeu poderia ser é o maior exemplo disso. Dentro dessa trama houve pouca evolução, está quase tudo do mesmo jeito que estava quando a temporada começou.
A prisão/tortura de Gadreel por parte de Dean e Sam foram os melhores momentos do episódio. Novamente estão reforçando que Dean está possuidíssimo com o desejo assassino que a marca trás e a sua ira com Gadreel só potencializa isso. Tirando matar Abbadon, eu não sei o que mais eles estão querendo fazer com esse plot, talvez transformar Dean num vilão? Mesmo assim, é um plot que está sendo muito melhor desenvolvido do que o da queda dos anjos.

PS: a abertura diferente ficou bem boa.
PS2: saudades Chuck.
2018-12-28 20:04:04


Episodio 9x19 - Nota 8

Esse episódio foi até melhor que muitos fillers que tiveram nessa temporada, mas pô, com tanto plot importante ainda em aberto vão me colocar um episódio desses logo agora? Isso só me trás a sensação horrível de que esses plots vão ter um encerramento bem apressado, e isso não é nada bom.
Eu consigo ver algumas qualidades nesse episódio, na verdade, eu teria aproveitado ele bem melhor se ele fosse lá pro meio da temporada, não aqui.
Supernatural até se esforçou em fazer algo diferente com algo que foi explorado em demasia na série que são os vampiros. Eu até gostei da twist da menina ter sido criada pelos vampiros e a questão da marternidade e a falta que a xerife Mills sente da família, mesmo achando o apego dela com a moça muito rápido. Tentaram até uma abordagem de síndrome de Estocolmo, então eu consigo ver um esforço aqui. A questão é que eu já não acho que vampiros são criaturas que ainda têm algo a acrescentar na série, não algo novo. Sei lá, já não me empolgam tanto como era no começo, sem contar que esse não era o tipo de episódio que eu esperava ver a essa altura do campeonato.

PS: esse episódio valeu muito só por ter Dean shadeando Sam. "É, eu sei, você não faria o mesmo por mim" LOL tomou, distraída!!!
2018-12-28 20:47:50


Episodio 9x20 - Nota 6

Já sabemos por que esse spin off não foi pra frente, não é mesmo? Isso não foi só ruim. Isso foi HORRÍVEL!!!!
Eu acho que dormi umas 477 vezes tentando ver esse episódio. Se você está com problemas de insônia, dê play nesse episódio que eles serão resolvidos.
Eu não consigo acreditar que eles tenham pensado nessa trama como um possível spin off de Supernatural, quando a série mãe oferecia muitos outros meios mais interessantes do que esse para se fazer um spin off. Alô, olha o Garth dando sopa aí.
Meu, que trem ruim. Que personagens ruins. Nossa, triste. Tirando os monstros, esse episódio nem teve tanta conexão assim com Supernatural. Consigo até imaginar na sala dos roteiristas: "Precisamos fazer um spin off de Supernatural, pegue todos os monstros mais conhecidos da série e taca no episódio", pronto saiu uma salada com metamorfo, lobisomem, vampiro, Djinn e por aí vai. Todos mal trabalhados com Dean e Sam aparecendo no episódio para lembrar que se tratava de spin off. A trama do episódio é fraca e boba, até tentaram forçar um Sam 2.0 com o plot da namorada morta como o estopim para ele querer virar caçador. Não, cara, NÃO!!! Já vimos isso feito de forma muito melhor na própria Supernatural, pra que essa reciclagem porca? Resumindo: desnecessário, uma BOSTA!!! Apaga e esconde na fã base.
2018-12-28 21:33:36


Episodio 9x21 - Nota 8.5

Aqui jaz uma personagem muito foda que teve um encerramento não tão digno de sua importância. Descanse em paz, Abbadon.
Diante dos episódios que víamos tendo, esse foi bem melhor. Acredito que não teremos mais fillers (graças!!!), e mal vejo a hora de acabar logo essa temporada, que prometeu, prometeu, mas não cumpriu.
Eu ri demais da interação de Crowley com Abbadon, os dois são ótimos vilões e todas as cenas que dividiram juntos me divertiu bastante. Achei que ela foi até esperta em voltar no tempo, trazer o filho do Crowley e se aproveitar da humanidade que o personagem anda tendo para chantageá-lo, mas a esperteza da personagem para por aí. Sério mesmo que ela morreu daquele jeito? Gente, ela tá vendo que o Dean ficou super forte, os poderes dela não estavam funcionando daí ela resolve ir chegando mais perto? Oi? Não fez muito sentido e ficou uma bosta. Em compensação, Dean completamente sádico surrando o corpo de Abbadon mesmo ela já estando morta foi irado. Será que em dois episódios eles vão conseguir resolver esse plot da marca de Caim?
O plot de Castiel e dos anjos ficou muito chato. Incrível como esse plot começou super bem e do nada ficou insuportável. Eu não aguento mais Metatron, Gadreel e esse tanto de anjo. Ainda bem que a temporada está acabando. A única parte boa foi o interrogatório de Dean e Sam com o anjo capturado por Castiel. Aquilo foi muito engraçado kkkkk.

PS1: que figura aquele filho do Crowley kkkkkkkk
PS 2: " Ninguém na história das torturas jamais foi torturado, com a tortura com que vocês serão torturados". Que trava-línguas hein, Crowley. Tente dizer isso cinco vezes seguidas de forma rápida.
2018-12-28 22:54:22


Episodio 9x22 - Nota 8

Que raios fizeram com essa temporada??? Acho que todos os plots já me saturaram. Na boa, termina essa season logo, porque pra mim já deu.
Metatron ficou só um vilão bobo mimado, assim como essa guerrinha entre ele e Castiel, que está cada vez mais sem graça e o Gradreel no meio perdido, não sabendo nem o que quer fazer.
Esses anjos são tudo sem personalidade alguma, é por isso que são um bando de desorganizados e sempre dá merda no céu. Nesse sentido, os demônios pisam neles, são muito mais organizados e objetivos. Não ficam nessa encheção de saco. Pô, jura que eles deixaram de seguir Castiel porque ele omitiu que roubou uma graça e porque ele não quis matar Dean??? E não faz sentido eles irem pro lado do Metatron sendo que há um episódio atrás eles estavam contra ele. Anjos não têm cérebro? Eles não pensam! É só aparecer um qualquer, jogar uma historinha que eles acreditam em tudo e segue a pessoa. PQP, sem personalidade alguma. Não tem a menor coerência. Estou com tanta raiva dos anjos que quero que pegue todos eles, coloque numa sala e exploda todos dessa série!!!!
Nem vou comentar o que fizeram com a Tessa e aquela história de "estou fazendo o que eu tenho que fazer". Oi???? Mds, que morte foi aquela??? Estão destruindo personagens bons de uma forma muito pífia, isso é muito triste.
O plot de Dean já deu também né. Pô, sabe que a primeira lâmina tá fudendo com a cabeça do homem, por que que não pegaram essa lâmina e esconderam? Com tanto anjo naquela lugar não poderiam ter designado três para ficar na cola do cara umas 24hrs?
Animação zero para a reta final de temporada.

PS: alguns momentos cômicos foram bons. "Agente Spears e Aguilera" Hahahaha Castiel melhor personagem.
2018-12-29 09:07:36


Episodio 9x23 - Nota 8.5

Essa nona temporada foi muito esquizofrênica. Começou tão bem, tinha um plot central forte, que estava sendo bem desenvolvido e os fillers estavam igualmente bons. Porém, após o episódio 11 a temporada se perdeu total, nada funcionou e o que estava funcionando antes, deixou de funcionar. Por conta da primeira metade nem chegou ser tão ruim quanto a sexta e a sétima, mas quase chegou lá.
Eu nem sinto muita vontade de comentar sobre essa finale, que apesar dos pesares foi até boa. Por que diachos não mataram Metatron? Deixaram ele lá preso no céu, cara. Só espero que não me inventam de no futuro soltar esse cara, porque ninguém merece. Se junta à Zacarias como um dos personagens mais pé no saco que já passou por essa série.
Sobre a morte de Dean, assim, foi até emocionante e tal, mas é mais uma reciclagem de uma coisa que acontece sempre: um deles sempre morre ou fica a beira da morte. Cadê a novidade? A única surpresa foi Dean ter virado um demônio, porém nem vou criar expectativas dele ser o grande vilão da próxima temporada, porque da sexta pra sétima eu fiquei torcendo pro Castiel ser o vilão e resolveram o bagulho nos primeiros dois episódios, ou seja, duvidaria nada esse plot durar só os dois primeiros da décima temporada.
Sam irrita pela incoerência. Passou a temporada inteira falando que não se importa mais com o irmão, que no lugar do Dean ele o deixaria morrer, pi pi, pó pó. Foi só Dean morrer e o que ele fez? Correu atrás de Crowley para tentar fazer um acordo e salvar o irmão!!! Coerência pra que te quero?
2018-12-29 10:20:35


Episodio 10x1 - Nota 8

Achei essa premiere bem mais ou menos. Eu tentei não criar expectativas para o que o cliffhanger do Dean demon, e não é que curti. Manteram algumas características dele como ser mulherengo e gostar de bebida, mas de uma forma bem mais exagerada. A melhor coisa desse episódio foi a parceria entre Crowley e Dean, os dois juntos funcionam e rendem muitas risadas. Acho que apostarem nessa dupla pode ser um caminho bem bom para a temporada. No entanto, eu não sei muito bem onde querem chegar nesse plot. Por mais que seja legal ver o Dean como um demônio com vontades próprias, a ponto de Crowley ter dificuldades de usá-lo como uma arma letal, esse episódio me passou a ideia de que Dean versão demon está mais interessado em zueiras e tal, gostaria de vê-lo fazendo muitas maldades e tal junto com o Crowley, e não só sendo violento em coisas como brigas de bar.
Por outro lado, Sam ficou com a parte repetição da temporada. O irmão que vai atrás de alternativas para salvar o irmão que no final de temporada de ferrou e blá, blá, blá. Tá repetitivo, gente. É triste, mas uma verdade seja dita: pra que uma série que se provou ser inúmeras vezes criativas, recorre sempre ao mesmo tipo de plot??? Cansa, cara, ainda mais pra quem faz uma maratona. Chega. Basta. Muda, Brasil!!!
Quem é esse avulso que brotou do nada e sequestrou Sam??? Fiquei tipo indiferente com essa criatura.
O plot de Castiel não me parece promissor. Sim, por gostar do personagem eu fiquei preocupado por ele estar doente e down, mas a temporada passada me fez pegar ranço dos anjos e gostaria muito que eles dessem um tempo da série, foi too much. Poderiam deixar só o Castiel mesmo e tá bom. Portanto, se o plot de Castiel nessa temporada for sair por aí atrás de anjos que não querem voltar para o céu, acho que tem grandes chances de eu não gostar.
Enfim, foi bonzim, não foi aquela coisa "Uau, tô empolgadaço", mas tem chances de dar bom. Vamos ver....

PS: eu achava que não poderia existir ninguém que seja pior do que eu no Karaokê, até eu ver o Dean cantando nesse episódio. Que constrangedor! Kkkkkkk.
2018-12-29 11:02:37


Episodio 10x2 - Nota 8.5

Bem melhor do que a premiere.
Eu confesso que não entendi muito bem porque está tendo esse conceito de que Dean tem um lado humano que está lutando com o lado demônio, pra mim ele tinha se transformado em demônio por completo. Mas, eu acho que a única saída mesmo seja dando sangue de humano, então segue o baile.
O vemos é que a marca ainda está aprontado e o cara está com fome!!! Fiquei chateado com a quebra da amizade do pop Dean e Crowley, mas foi legal ver o Dean descontrolado matando até o cliente. Agora, como assim o marido manda matar a mulher e fica no carro esperando pra ver? Cedro, que horror!!!
O plot do moço da vingança foi até bom. Tá, Dean enquanto jovem matou o pai dele, que provavelmente era um monstro, mas acho que pegaram um ator muito mais velho pra fazer ele, não? Parece que ele tem a mesma idade do Dean. Tem algum problema de datas nesse plot, ou será que estou viajando?
Anyway, plot do Castiel está chatinho. Nenhuma cena empolgou, pelo contrário, irritou. Quando Hannah foi atrás de Metatron, então, sofri. Bitch, NÃO!!!! Não quero esse homem de volta não. CHEGA!
A única coisa que pode me animar nesse plot é possibilidade de Castiel e Hannah se pegarem, porque eles querem muito se pegar.

PS1: o mocinho foi na biblioteca estudar a mitologia dos demônios para ir atrás de Dean de novo. Olha, muito provavelmente vai se ferrar again, mas tá de parabéns pela insistência. É isso aí, desistir nunca;
PS2: como não ficar com dó com Crowley com saudades de Dean olhando a foto dos dois no celular? Ownnn
PS3: Crowley chamado Sam de Samantha foi IM-PA-GÁ-VEL!!! Isso foi tão bom que vou chamar Sam assim de agora em diante, hahahaha muito bom.
2018-12-29 11:49:16


Episodio 10x3 - Nota 9

Eu gostei bastante desse episódio, porém não há como negar que a resolução do plot Dean demon foi bem decepcionante. Mais um vez eu me lembro da season finale da sexta temporada, com Castiel com os Levitãs no corpo e a sétima temporada dando a possibilidade dele ser o grande vilão. Seria ousado e corajoso assim como Dean demon, mas o plot foi resolvido nos dois primeiros episódios e ficou por isso mesmo. Aqui aconteceu exatamente a mesma coisa, o mesmo banho de água fria. O plot do Dean demon era muito promissor, na verdade, foi disparada a melhor coisa desses três episódios iniciais, e com certeza poderia render ainda mais. É triste, porque com a cura do personagem, esse plot acabou não servindo para nada. Dean demônio não fez nada de muito impactante, eu até imaginei que ele iria acabar matando o carinha da vingança, e quando Dean voltasse ao normal, ele iria acabar se corroendo pela culpa. Isso, por exemplo, seria algo impactante. Do jeito que foi, pareceu que o plot entrou na série e saiu sem trazer consequência nenhuma.
Por que então eu gostei do episódio? Porque teve muita cena boa e foi um episódio bem dinâmico.
Crowley continua se mostrando um vilão esperto. Seu plano era ter Dean ao seu lado e usá-lo para seus negócios maléficos, mas acabou não dando certo e sua reputação com seus comandados está péssima. Logo, ajudar Sam e Castiel a curarem Dean foi uma sacada de gênio para eliminar logo de vez uma possível ameaça. Adorei Crowley matando a anja avulsa para devolver a graça a Castiel, isso trouxe ação para um plot morto e sem graça, sem contar que eu já não anguentava mais ver Castiel doente.
As cenas no banker foram excelentes, talvez este tenha sido o episódio que melhor explorou o espaço físico que o cenário tem a oferecer. Amei as perseguições de Dean a Sam no local com um machado em mãos , teve espaço até para uma bem feita referência a "O Iluminado". Agora, se o episódio tem gente jogando verdades na cara do Sam, aí eu gosto mais ainda. Dean deixou de ser demon muito cedo, isso é verdade, mas não antes de sambar na cara do irmão, jogando na sua cara muitas verdades. E pensando bem, ele estava corretíssimo. Mesmo não sendo a intenção de Sam, ele sabia que estava usando e manipulando o humano e o encaminhou para a morte, afinal, ele só fez o pacto com o demônio por influência de Sam.
O episódio terminou com uma nova possível vilã aparecendo pregando uns homens no teto. Tipo, oi? Que cena mais gratuita. Quem é ela? Não sei, mas é o que temos pra hoje, então let's go!!!

PS: Crowley - “Porque vocês simplesmente não sentam em nuvens e tocam harpas, como deveriam?” Caralho, Crowley, ME BEIJA!!! Disse tudo. Sim, se os anjos fizessem isso, muita merda que aconteceu nessa série não teria acontecido.
2018-12-29 13:06:50


Episodio 10x4 - Nota 7.5

Um episódio para esquecer.
Quando a trama do Dean demon foi resolvida no episódio passado, eu já pude imaginar que nesse teríamos um filler, o que é natural. Só não imaginava que seria um filler tão ruim quanto foi.
Na décima temporada, acredito, pelo menos é o que venho percebendo comigo, que episódios envolvendo vampiros, lobisomens e fantasmas precisam ter um algo a mais na criatividade para me envolver. Essas talvez sejam as criaturas que mais foram exploradas pela série e já tá ficando cansativo ver sempre a mesma coisa as envolvendo. Se Supernatural não tentar criar um "Q" a mais, ou uma abordagem um pouco diferente nos episódios envolvendo essas criaturas, tende a acontecer o que aconteceu comigo vendo esse episódio: bocejos atrás de bocejos, sem me surpreender com nada e desejando que o episódio acabasse. Usar e abusar da criatividade, ao meu ver, é a coisa mais importante que os roteiristas de uma série tão longa devem levar em consideração para constituir episódios como esse.
Falando do episódio em si, foi legal eles trazerem a Kate, lobisomem que os Winchester optaram por deixar viva na oitava temporada, de volta. Porém toda a historia com a irmã lobisomem foi chata e previsível, portanto, esse retorno acabou nem sendo tão bem aproveitado assim.
O mais irônico, é que esse próprio episódio que Kate aparece na oitava temporada é um perfeito exemplo de um filler abordando lobisomem que eu achei excelente pela forma criatividade pela qual abordaram o episódio.
2018-12-30 10:24:45


Episodio 10x5 - Nota 10

Quando uma série chega a grande marca de 100 episódios, é algo a se comemorar, afinal, é um feito que poucas séries têm em seu histórico. Imagina então chegar a uma marca como 200 episódios?
Ao contrário do episódio 100, que eu achei que não fez jus a essa importante marca, o episódio 200 de Supernatural acertou em cheio.
Nostálgico, metalinguístico e emocional na medida certa, esse episódio me pegou, atigiu perfeitamente seu objetivo, sem defeito algum. Palmas para os roteiristas.
Em minha opinião, quando você vai fazer uma homenagem a algo, nesse caso a se homenagear, é muito importante que você consiga abordar todos aqueles elementos importantes característicos daquela série que a fizeram tão famosa, que você bate o olho e percebe "ISSO É SUPERNATURAL"!!! É por isso que julgo esse episódio perfeito, ele conseguiu colocar em 45 min todos os elementos característicos de Supernatural de forma coerente e dando a elas aquela nostalgia gostosa, e ainda foi além ao brincar com fan fics que os próprios fãs criaram ao longo da série, como as pessoas que shippan Dean e Sam, Dean e Castiel, Jensen e Jered e por aí vai, btw, meus momentos favoritos do episódio foram as cenas que Dean teve o conhecimento dessas fan fics e teve as melhores caras e reações possíveis. Me representou muito, porque até agora fico me perguntando por que as pessoas shippam Dean e Sam. Agora, Dean e Castiel eu até entendo, porque eu sou total team Destiel.
Abordaram os casos ( na figura do espantalho e Caliope), deram o digníssimo e merecido espaço ao Impala, teve citação a personagens importantes e por aí vai. Eu achei a ideia do musical perfeita, uma saída muito criativa para abordar tudo de forma concisa, não daria para colocar personagens como Bobby e Adam, por exemplo, de forma coerente no episódio e esse recurso permitiu isso. O musical ainda foi perfeitamente justificável, ao se utilizar das famosas histórias criadas por Chuck como inspiração para aquelas meninas criarem o espetáculo. Bravo!!!
O final foi a cereja do bolo: todos encenando "Carry on wayward my son" e a câmera dando close nos olhares de Dean e Sam. EMOCIONANTE!!! Nesse momento eu já estava com os olhos marejados. Fico pensando, se eu, que estou fazendo uma maratona e já me apaguei a série e aos personagens me emocionei, imagina quem acompanha a série desde o começo, esperando uma semana por um episódio novo e aguardado os hiatos entre as temporadas durante todos esses anos???
Definitivamente um episódio digno de uma marca de 200 episódios e digno do fãs que tem.

PS1: Chuck aparecendo no final foi muito inesperado. Será que ele está vivo mesmo, ou foi só a série brincando com os nossos corações?
PS2: " Carry on, my wayward son
There'll be peace when you are done
Lay your weary head to rest
Don't you cry no more" Essa música está agora na minha cabeça e não sai. Amo muito < 3
2018-12-30 10:28:30


Episodio 10x6 - Nota 8.5

Foi o Coronel Mostarda, na biblioteca, com o castiçal.
Quando eu era criança, por um motivo que ainda desconheço, eu adorava jogar e ganhar de presente jogos de tabuleiros. Já joguei vários e com certeza um dos mais marcantes foi Detetive. Acredito que esse seja um dos jogos de tabuleiro mais famosos por aqui e é muito difícil encontrar alguém que não tenha jogado esse jogo.
Esse episódio teve muita influência de Detetive e o enrredo me lembrou muito esse jogo. Talvez seja por isso que eu não tenha desgostado desse episódio, mesmo sendo mais um filler sobre metamorfos. Esse lance de todos numa casa, todos sendo suspeitos e de você tentar descobrir quem é o culpado, me entretém muito. Sendo assim, o episódio fluiu bem e foi agradável. O grande mérito pra mim foi o plot twist. Eu estava mesmo acreditando que se tratava de fantasmas, então quando se revelou se tratar de um metamorfo, eu fui pego. A única coisa que não gostei foi a empregada ser o metamorfo, ela no início despertou minhas suspeitas e fiquei um pouco decepcionado de ter sido ela mesmo, porém isso não destruiu o episódio por eu estar imerso na história.

PS: a parte cômica desse episódio foi bem boa, com destaque para as duas mulheres dando em cima de Sam e Dean kkkkkkkkkkk
2018-12-30 11:48:50


Episodio 10x7 - Nota 9

Esse sétimo episódio trouxe algumas surpresas e também resoluções (definitivas?) de alguns plots que já foram tarde, eu espero.
Preciso comentar do que realmente funcionou nesse episódio e que, para mim, foi a grande surpresa: Rowena. Ela apareceu de forma completamente avulsa no fim de um dos episódios lá atrás, e eu fiquei me perguntando qual seria a importância dessa personagem. Eu já estava gostando de toda a sua participação nesse episódio. A história do bordel chefiado por demônios que trocavam uma noite com as mulheres por almas, foi genial. Por mais horroroso que seja isso, é uma ideia bem pensada para se ganhar almas para o inferno, inclusive se não fosse por Rowena destruir tudo, acredito que Crowley ficaria bastante orgulhoso do esquema de seus comparsas. Rowena é uma personagem que já chegou chegando. O que eu mais gostei foi do fato dela ser uma bruxa, o que, diferente de vampiros, lobisomens e metamorfos, bruxos não foram tão aprofundados na série. Adorei todas as justificativas da personagem, o lance dela ser expulsa da tal convenção de bruxas e dela salvar as meninas no esquema do prostríbulo, foram muito interessantes. Até as roupas que ela usa faz ela realmente parecer uma bruxa. Mesmo convencido por toda a narrativa da personagem, eu estava pensando que ela seria apenas a típica vilã de um episódio semanal da série, até que veio o plot twist do final. Como assim ela é mãe do Crowley???? UOQUÊ???? Gente, adorei essa twist e já quero saber os por menores dessa relação, até porque fiquei com a sensação de eles não se gostam muito. Enfim, eu não sei quais são os planos da série para Rowena, mas a personagem é boa e esse episódio cumpriu muito bem seu objetivo de apresentá-la.
Em contrapartida, tivemos dois plots que meio que "fecharam" a participação de dois personagens que para mim já foram tarde: Cole e Hannah. A narrativa de Cole até que me interessou no começo, mas confesso que a cura de Dean demon meio que matou todo o meu interesse nesse plot. O personagem ficou resumido a apenas vingança, e eu já sabia que Dean não iria matá-lo e iria dar um jeito de convencê -lo de que as coisas não eram exatamente como ele imaginava. No fim, o plot ficou ruim e previsível. Cole voltou com o rabo entre as pernas e com sua realidade de uma vida toda alterada. Assim, é triste, mas o plot ficou chato demais para que eu me importasse com ele. Tchau, espero que não volte mais.
Hannah é outra personagem que não é de toda ruim, sim, eu estava shippando ela é Castiel, mas o plot dos dois numa Road trip eterna em busca de anjos rebeldes foi um saco. Chatoooo demais. Anjos, para mim, são seres que,por conta da temporada passada, ficaram muito desgastados. Eu preciso, ou gostaria, que a série desde um tempo deles na narrativa, por enquanto. Talvez tenha sido por isso que eu tenha até gostado da forma como eles encontraram de tirá-la da série. Todo o lance do marido da casca dela aparecendo só agora foi muito forçado, mas a execução me agradou. Fiquei com muita pena do tal marido e achei plausível a Hannah questionar a forma como eles utilizam as cascas e as consequências que isso trás para os humanos, quando eles deveriam ser prioridades dos anjos. Só acho que isso vir agora foi meio estranho, visto que ela passou metade da temporada passada com essa casca sem questionar nada e ela abandonar o Castiel também é contraditório, porque ela ficou batendo o pé de que queria ajudar o Castiel e por aí vai. Mas, foi ótimo, a personagem já estava fazendo hora extra mesmo, então estou no lucro. Vai, minha filha, vai para a luz. Tchau pra você também.

PS1: eu estou muito animado com um possível vilão, nesse caso vilã, da temporada ser uma bruxa. Nunca tivemos na série um antagonista importante sendo um bruxo.

PS2: Castiel vai atrás de Jimmy?????
2018-12-31 12:14:58


Episodio 10x8 - Nota 8

Poxa, eu estava gostando tanto desse episódio, mas aí chegou a parte em que eles revelam qual era a criatura vilã e o péssimo clímax, e cheguei a conclusão de que cagaram o episódio.
Eu gosto das participações da xerife Mills na série, mas desde sua última participação parece que o único plot que eles querem trabalhar nela é a questão da família, o que eu até entendo, mas é um pouco desgastante. Devido a isso, não consegui me envolver com ela ligando várias vezes para a tal filha que ela adotou em sua última participação na série.
Porém, curti muito a ideia do retiro de xerifes e de trazerem Donna de volta. Donna e Mills formaram uma dupla maravilhosa e foram disparadas a melhor coisa do episódio. Donna funciona muito bem como alívio cômico, tem uma personalidade cativante e sua conexão com a xerife Mills soou muito natural. Até o caso começou muito bem e intrigante, estava achando e torcendo para se tratar de alguma criatura nova, mas daí para frente os roteiristas perderam a mão e nos apresentaram mais um caso sobre vampiros avulsos, com resoluções óbvias.
Cheguei ao clímax do episódio totalmente chateado e desinteressado e achei tudo tão sem graça. Na verdade, eu fiquei irritado, porque convenientemente os vampiros amarram Sam num toco que tem um prego ali de presente para ele cortar a corda. Simples, não? Affs....
Triste, porque o episódio tinha tudo para ser bom, mas Supernatural parece estar bastante preguiçosa quando se trata de escrever os episódios de casos semanais.
2018-12-31 12:16:48


Episodio 10x9 - Nota 7

Nossa, o que foi isso??? Supernatural pelo jeito que virar Boringnatural.
Só ao assistir o "Then" que eu me lembrei que o Jimmy estava morto, o que só piorou o plot de Castiel, na minha opinião. Tudo bem ele ter curiosidade de ir atrás da tal Claire depois daquele papo com a Hannah, mas, putz, foi muito chato.
Não consigo não pensar o quão casos de família essa série de repente de tornou. Claire sendo uma adolescente rebelde que foi acolhida por um tal cara que a utiliza para roubo é um clichê muito do batido. Sério, vários filmes e novelas já fizeram isso, pra que Supernatural me veio com isso??? E outra, Jimmy já tá morto, então não tem como Castiel devolver o pai da moça, e mesmo que estivesse é óbvio que ele não abandonaria essa casca e voltaria para o céu. Qual o objetivo desse plot mesmo? Para mim é só enrolação numa temporada que parece cada vez mais perdida.
O plot de Crowley com Rowena foi o que teve de mais interessante, mas também não deixou de ser um drama familiar. Minhas perspetivas, que muito provavelmente não irão se concretizar, é Rowena manipulando Crowley para quem sabe se tornar rainha do inferno ou colocá-lo contra os Winchester. Aliás, Crowley está perdido nessa temporada, ele é o rei do inferno, mas é como se não fosse, porque até agora não fez nada de útil. O que estão fazendo com os personagens, cara?
Esse final deu a entender que a marca vai incomodar Dean novamente. Esse plot foi introduzido no 11episódio da nona temporada, sendo exaustivo já naquela season. A parte mais interessante nesse plot foi Dean virar demônio, mas mataram isso no terceiro episódio. Jura que o resto dessa temporada vai ser só ao redor dessa marca???? Poxa..... sem comentários. Pela primeira vez na minha maratona, o desejo de abandonar a série bateu forte aqui, mas seguirei firme e forte na esperança de plots e episódios melhores.
2018-12-31 12:18:22


Episodio 10x10 - Nota 7

É, realmente, parece que a marca de Caim é tudo que Supernatural tem a me entregar nessa temporada. Considerando que esse plot foi introduzido no 11 episódio da nona temporada e já estamos no 10 dessa décima temporada, já são 21 episódios com o Dean com essa marca no braço. Muito provavelmente o enredo do resto da temporada é tentar encontrar um meio de remover essa marca, logo serão quase 40 episódios em torno da marca de Caim!!!! Difícil entender porque insistir tanto nesse plot, mas fazer o quê?
Não sei, eu tô tentando, mas tirando Rowena, uma personagem que apareceu a pouco, nenhum plot me agrada. O quê temos aqui é só mais um episódio do Dean tentando controlar os efeitos da marca, daí vão atrás de Metatron e nada leva a nada. Parece até que ainda estamos na nona temporada, porque as situações parecem as mesmas.
Pior plot com certeza vai para Claire, que eu espero que tenha sido a última vez que apareceu, porque necessida não há. O que foi aquela cena dos avulsos atacando o Dean? Melhor esquecer.

2018-12-31 12:47:49


Episodio 10x11 - Nota 8

Você nota que uma temporada está fraca quando eles conseguem fazer um episódio ruim até com uma personagem muito boa, como a Charlie. Depois de darem plots ruins para Castiel, porque não fazer o mesmo com a Charlie, não é mesmo?
Olha, eu amo a personagem e gostei de todos os episódios em que ela apareceu, mas esse aqui não deu para defender não. Fumaram para escrever isso aqui, só pode, porque mágico de oz, Charlie dark side, homens de letras. Tipo, misturaram tudo com explicações até que dá pra engolir, mas no fim foi tudo muito chato e sem graça. Eu só fiquei olhando no player quantos minutos restavam para acabar. Não consigo defender isso aqui não, sinto muito.

2018-12-31 13:05:58


Episodio 10x12 - Nota 10

Depois de um sequência de episódios sofríveis, finalmente Supernatural fez um episódio sem defeito algum. Um episódio EXCELENTE que me prendeu desde o primeiro segundo até o último.
Sabe, esse episódio no final não passa de mais um filler nessa temporada, mas é Supernatural voltando a fazer fillers criativos novamente. E graças que não teve vampiro, lobisomens ou metamorfos e sim João e Maria!!!! Olha só que sensacional!!! Adoro quando a série traz fábulas e mitologias para a sua narrativa, e ainda teve o retorno de mini Dean, versão adolescente, ou seja, não tinha como esse episódio dar errado.
Quando Dean foi transformado na sua versão adolescente, eu pensei que seria mais um episódio de viagem no tempo, então ao revelarem que Jão adulto estava ajudando a bruxa má a transformar adultos em crianças para se alimentar e sobreviver, eu fui a loucura. Nunca imaginaria que seria esse o plot e foi tudo muito bom. A bruxa ainda era uma conhecida da Rowena, hahaha adorei essa parte.
Tenho que elogiar muito esse ator que fez a versão jovem de Dean. Sim, ele já tinha lacrado na primeira vez que apareceu na temporada passada, e aqui ele novamente domina o episódio. Meu, é incrível como ele pegou todos os trejeitos do Dean. Convence muitoooo!!! Esse menino tem muito talento, palmas para ele.
O roteiro também esteje bem amarrado, trabalhando até uma mensagem de segunda chance e esperança. Achei muita maldade a marca ter desaparecido quando ele estava adolescente, Dean chegou até a cogitar a ficar com aquela aparência para se livrar da tal marca. Aliás, a sensação de falta de esperança que o personagem está sentindo por conta dessa marca foi muito bem trabalhada. Eu realmente fiquei muito mal pelo personagem, isso também me lembrou muito a terceira e quarta temporada, quando Dean estava perdendo as esperanças por ter vendido sua alma. Ah, eu não acredito que falarei isso, mas desde muito tempo que não gostava tanto do Sam como eu gostei nesse episódio. O apoio que ele deu ao irmão me surpreendeu e aquela cena no carro foi muito bonita.
Por mais episódios como esse é que eu espero dessa segunda metade de temporada, sigo torcendo por isso.

PS1: episódio focado no Dean tinha que ter muita comédia, e todas as piadas funcionaram muito. Dean assumindo que estava gostando de ouvir Taylor Swift foi impagável. "Sam, eu escutei uma música da Taylor e..... Eu gostei " kkkkk

PS2: Shake it off tocando no final kkkkkk
2018-12-31 15:07:51


Episodio 10x13 - Nota 8.5

Apesar de não ter sido tão bom quanto seu antecessor, esse episódio foi gostosinho de se assistir.
Não sei por que, mas a trama desse capítulo me lembrou muito "Eu sei o que vocês fizeram no verão passado". Não sei se isso aconteceu só comigo, ou se foi a intenção dos roteiristas, mas eu curti muito essa vibe.
Sim, no fim é somente mais um episódio de fantasma, mas a estrutura do mesmo permitiu que ele fluisse bem, a trama me prendeu e as mortes foram bem interessantes, em especial a do carro do início.

2019-01-05 11:28:12


Episodio 10x14 - Nota 9

Um episódio excelente que me dá esperanças de que a temporada tem chances de terminar bem. Bom, não nego que o plot da marca de Caim me cansou. Ele começou lá na metade da nona temporada e está sendo trabalhado até agora na série, ou seja, foram muitos episódios em torno disso, o que permitiu a série trabalhar o plot a exaustão até chegar o ponto de me irritar. Porém, eu curti muito esse episódio e, ironicamente, ele foi todo dedicado a essa marca, então se os próximos episódios forem nesse nível, eu consigo aguentar essa maldita marca até o final da temporada.
O retorno de Caim foi mais do que bem vindo, ele é um ótimo personagem interpretado por um igualmente ótimo ator. Você sente que o personagem/ator tem presença só por aquela cena de abertura, que rapidamente capta sua atenção e te deixa empolgado para o que vem a seguir. Eu achei que Caim até que demorou muito para se render a maldição da marca e voltar a se tornar um assassino, visto que Dean, por muito menos, não conseguiu resistir tanto. Inclusive, não que isso minimize nada, é claro, achei até esperto ele ir atrás de prisioneiros assassinos e montar sua lista no caderninho revenge, no maior estilo Emily Thorne, mas daí ir atrás dos descendentes dos mesmos foi um pouco too much hein, senhor Caim!
Adorei o quarteto fantástico, vulgo Dean, Sam, Castiel e Crowley se juntar para combater a máquina de assasinar, a série acerta muito quando aposta na dinâmica entre os quatro personagens. A justificativa para trazerem Crowley na narrativa de Caim foi boa, afinal, o que melhor do que a primeira lâmina para mata-lo? O que me chocou é que precisou de Dean mentir para Crowley, se colocando na posição de perigo para convencê-lo a dar a lâmina. Nesse ponto eu confesso que estou perdido com relação ao personagem, afinal, a série está dando indícios de que Crowley desenvolveu um carinho absurdo pelo Dean que eu não consigo entender, entendo que isso aconteceu na época do Dean demon, mas isso já foi faz tempo, não consigo ver sentido dele continuar nesse bromance com Dean. É por causa do sangue de humano que ele tomou? Mas isso também foi há bastante tempo na série. O efeito é permanente? Confuso estou. Enfim, a série quer se apoiar nisso , porque até ficar magoado por Dean ter entregue a espada à Castiel, o Crowley ficou.
Partindo para as cenas entre Rowena e Crowley, devo dizer que gosto da personagem, mesmo eu tendo expetativas maiores para a personagem dentro da narrativa que até o momento não foram alcançadas. Mesmo assim, eu estou com ela e para mim ELA ESTÁ CERTA. Se você parar para pensar, Crowley virou mesmo a putinha do Dean e do Sam, é só os dois estalarem os dedos que ele vai igual a um cachorrinho, abanando o rabo e fazendo tudo que eles fazem. E o pior, eles cagam para ele! Crowley nesse sentido caiu muito enquanto personagem, porque o cara é o rei da porra do inferno, mas isso não causa peso nenhum dentro da narrativa e ele parece está lá só esperando os Winchester ligarem para pedir a ajuda dele e usá-lo. Até o governo dele no mundo do enxofre tá uma bosta, não sei como que não aconteceu um impeachment naquele lugar. Eu entendi a série querer manter o Crowley, mas eu prefiro muito mais o Crowley da oitava temporada do que o Crowley dessa temporada.
Eu não sei quais as intenções da Rowena, a personagem parece bem dúbia e é aquele tipo de personagem que pode meter uma faca nas suas costas quando você menos espera. Talvez seje por isso que eu esteja curtindo a trama entre ela e o filho, porque ao mesmo tempo que ela pode estar realmente querendo abrir os olhos do filho por gostar dele, ela também pode estar só o manipulando para colocá-lo contra os Winchester.

PS: a cena da Rowena com suas malinhas, sendo mandada para fora pelo Crowley ficou com um tom cômico, hahaha.
2019-01-05 11:30:30


Episodio 10x15 - Nota 8.5

Quem foi que pediu o retorno do Cole mesmo???
Tá, tô falando isso, mas esse foi o episódio em que o personagem apareceu que eu mais gostei.
A série faz muitas referências a cultura pop, mas tem casos que eu não consigo identificar se algo foi uma referência mesmo, ou se tal característica foi só uma interpretação minha mesmo. Tipo nesse episódio com todo o lance do verme e da contaminação que ficou me lembrando o tempo todo de Alien.
Aliás, ai está o ponto alto desse episódio: abordarem um monstro, que agora me fugiu o nome, que apareceu somente uma vez na série lá na sexta temporada. Detalhe, consegui gostar dos dois episódios envolvendo esse bicho, então o saldo está mais do que positivo. Gostei bastante da interação do Cole e do Dean, de como o ex militar está estendendo melhor o mundo do Sobrenatural e de todo o lance dele ser contaminado e Dean fazer de tudo para buscar uma cura. Btw, nojenta aquela cena do verme saindo da boca dele, urgh.
O grande ponto positivo do plot da marca de Caim está com certeza na falta de perspectiva que ela causa no Dean. Algumas possoas podem ficar incomodadas com seu pessimismo e derrotismo, mas eu consigo comprar a ideia e me simpatizo com o personagem quando ele mergulha nesses sentimentos. É claro que eu sei que a série vai nos apresentar uma solução, mas ela não é óbvia ou previsível, não sei o que vai acontecer, por exemplo, por isso entendo perfeitamente o Dean ficar com essa sensação de que está num beco sem saída, sem esperanças e tal, além, é claro, de me lembrar muito como ele se sentiu na terceira/quarta temporadas.

PS: "Não é pornô"
"Cara, na mesa que a gente come não" kkkkkkkk Dean Winchester, ladies and gentlemen.
2019-01-05 12:08:05


Episodio 10x16 - Nota 7

Ah, gente, chatinho, sem graça e um caso bobo. Mais um episódio perfeito para acabar com a sua insônia. É isso aí, beijos. Thank u, next!!!
2019-01-05 12:23:26


Episodio 10x17 - Nota 9.5

Episódio muito bom. Essa décima temporada só engrenou nessa reta final, felizmente, diferente da temporada passada.
Foi um episódio direto, que trabalhou os plots centrais e trouxe participações bem pontuais de Bobby e Metatron. Mais uma vez souberam encaixar Bobby na narrativa respeitando sua condição de "morto". Foi uma excelente ideia utilizá-lo como um contato no céu para permitir a entrada de Castiel e assim terem acesso a Metatron. Adorei o céu particular de Bobby, é bem a cara dele ficar sentado, com uma revista da Tori Spelling, acompanhado de uma boa cerveja, hahaha.
O episódio permitiu ótimas interações também, principalmente entre Bobby e Castiel, Sam e Castiel e Dean e Crowley. Engraçado que mesmo morto, Bobby ainda se mantém o mesmo paizão e pega as coisas que são deixadas nas entrelinhas muito rapidamente. Adorei a pressão que ele deu no Castiel para que o mesmo confessasse que Dean de nada sabia daquela operação. Muito boa também foi as cenas de Sam e Castiel com o tal médium que é ateu! Sensacional!!!
O jogo de manipulação entre Rowena e Crowley ganhou um capítulo movimentado e decisivo aqui. Sim, ainda acho que Rowena é a parte certa disso, mesmo que ela esteja querendo o apoio de Crowley porque é conveniente. Quem sai perdendo nisso tudo é o Crowley. Até agora essa amizade entre ele e Dean está atrapalhando muito o personagem, e ele perdeu muita força com isso de ser bonzinho e estar sempre do lado dos Winchester, nem parece que ele é um vilão, ou era, vai saber. A única coisa que gosto nisso tudo é que realmente a dinâmica entre Crowley e Dean é muito boa, visto o excelente diálogo entre os dois sobre família.
Finalmente Castiel parece que vai ter um plot decente nessa temporada com a procura de sua graça. Acho esse plot tem chances de dar bom, mesmo eu detestando Metatron.

PS1: com a conclusão de Rowena sobre a marca, fiquei com a impressão de que vai ser ela a única capaz de remover a marca. Será?

PS2: "o rio termina na fonte", Metatron sempre muito claro, não é mesmo?
2019-01-06 12:16:31


Episodio 10x18 - Nota 9.5

Caraca, essa temporada engrenou bonito hein. Estava tudo tão morno, mas de uns quatro episódios para cá o salto de qualidade foi tremendo. Conseguiram resgatar em mim uma animação para ver essa reta final de temporada.
Bom, eu não poderia ficar mais feliz com o rumo que a trama principal está tomando, e olha que eu sou um dos maiores críticos do plot da marca de Caim, porém tenho que dizer que o desenvolvimento está bem bom.
Diferente da última participação de Charlie na série, que foi o único episódio com ela que eu não gostei, eu adorei o retorno personagem. O mais bacana é que ela tá muito desenvolta e comprometida com o lance de caçadora que tem que realizar suas missões, diria até que acompanhar suas aventuras daria um excelente spin off. Eu super assistiria. Enfim, é através de Charlie que Dean encontra uma nova esperança para se livrar de seu martírio na figura do tal livro dos condenados.
Já tinha pincelado isso, mas esse dilema entre Sam e Dean sobre desistir por falta de perspectiva é um dos mais bem feitos na série. Tudo porque não é aquele drama chato, pelo contrário, é convincente e bem trabalhado. Sabe quando você quer muito uma coisa, porém não consegue ter, ou surge aquele problema que você não sabe como resolver e fica quebrando a cabeça, tentando encontrar meios até que surge algo que te dá esperanças, só pra depois você quebrar a cara e ficar desmotivado de novo? Bom, é assim que eu sinto com o Dean. Jensen está sabendo passar muito bem essa angústia, esse medo e essa falta de esperança que o personagem está sentido por a todo momento ficar perto de uma solução que vai remover a marca, mas que logo se mostra inconclusiva e cai por terra. A trama do livro acrescentou muito nesse aspecto, até de Sam eu tô gostando muito nessa temporada. Supernatural é em sua essência sobre esses dois irmãos, sobre família. É sobre eles se protegerem, é por isso que gostei da série resgatar todo aquele discurso que Sam fez sobre não está nem aí por irmão e tal, para aqui ele dizer que não era aquilo que ele queria falar, que foi tudo dito da boca para fora num momento de raiva. Típica briga de irmãos, né? Quem nunca? Tá muito bom ver essa inversão de papeis e ver o Sam como o pilar de esperança no meio dessa história toda e fazendo de tudo para salvar o irmão. A única coisa que não gosto é novamente termos a questão de um estar escondendo algo do outro. Tipo Sam escondendo de Dean que não queimou o livro e indo recorrer a Rowena para decifrá-lo. Eles não aprendem? Bom, parece que isso já se tornou parte da estrutura da série, não entendo por que insistir tanto nisso, mas me resta aceitar.
O núcleo envolvendo Castiel e Metatron foi muito bom também. Como disse, conseguiram resgatar Castiel nessa temporada com o plot da procura da sua graça, porque os plots dele estavam horríveis. Por incrível que pareça o Metatron não me incomodou nessa temporada. Todavia, puta que pariu, essa DESGRAÇA conseguir fugir e ainda roubar a placa dos demônios foi o fim da picada. Eu odeio esse homem!!! Por favor alguém mata ele??? Engraçado, Abbadon, que era uma vilã ótima, com presença e que era realmente boa vocês matam rápido, agora essa merda vocês deixam vivo né, seus panacas.
Eu gostei demais do Metatron tendo que lidar com as questões humanas, a parte do Castiel tendo que o ajudar a ir no banheiro foi hilária kkkkk. Pelo menos Castiel conseguiu recuperar sua graça. E que cena!!! Ficou lindo aquelas assas aparecendo, foi claramente uma alusão a primeira cena que o personagem aparece na série, lá na quarta temporada.

PS1: Castiel me representou muito dando aquele mega soco na cara do Metatron. Comemorei como se fosse final de Copa do Mundo. Melhor que isso só se eu mesmo tivesse dado esse soco.

PS2: achei bem interessante essa tal família que estava atrás do livro aparecer.
Fiquei interessado em saber mais sobre eles.

PS3: Aham, sabia que a Rowena seria peça chave para remover a marca. Quero saber qual vai ser esse acordo entre Sam e a bruxa.
2019-01-06 19:22:51


Episodio 10x19 - Nota 9

A mitologia de Supernatural sempre me agradou, algumas execuções ao longo da série podem não ter sido as melhores (leviatãs e a mãe de todos que o diga), mas um fato que me atraiu e me fez apaixonar pela a série foi sua capacidade criativa. Permeados de conceitos e tramas centrais incríveis, foram várias as vezes em que eu bati palmas para as ideias que me eram apresentadas em tela.
Sem dúvidas, a narrativa dos Homens de Letras é uma delas. Desde que a história dos mesmos foi inserida lá na oitava temporada, eu já tinha ficado muito satisfeito com o que a que a série estava propondo. Daí veio Henry Winchester, a ótima ligação dos irmãos como decendente do Homens de Letras, a tal "Batcaverna" contendo todo o conhecimento do Sobrenatural, a propósito, um dos melhores cenários da série e todo o lance do primeiro homem expulso da organização e sua ligação com magia. Tudo tão bem feito e encaixado na série, sem defeitos. Aqui novamente eles trazem a narrativa dos Homens de Letras para a temporada, e novamente fiquei satisfeito com o que vi.
O começo já foi muito intrigante, fiquei chocado com o que aconteceu no passado da menina, bem como me deu a maior pena de vê-la crescer isolada e preocupada em proteger a todo custo aquela caixa para Sam do nada vir e estragar tudo. Porra, Sam!!! Aliás, Rowena tá finalmente mostrando a que veio nessa série, e parece que a inteligência de Crowley é de família. Genial o acordo que ela fez com Sam. Por que Não colocar seus dois inimigos um contra o outro? Esperta!!! Não imaginei que ela iria pedir que Sam matasse Crowley em troca de decifrar o livro. Já quero ver Sam tendo que partir pra cima de Crowley para matá-lo, e o pior, sem que Dean saiba, já que ele não quer contar para o irmão o que anda fazendo. Btw, por que o Sam não conta logo, caralho? Até porque todo mundo sabe que Dean vai ficar puto, mas mesmo assim Sam iria continuar procurando soluções para remover a marca, então Whatever!. Sim, eu sei que ele não quer dar mais uma esperança incerta para Dean, mas, diante das circunstancias, isso nem faria tanta diferença assim. Por outro lado, Sam foi muito esperto em trancar a Rowena no porão para se certificar que ela ficaria concentrada em realizar seu trabalho. Adoro isso de "não confio em você, mas temos que confiar pois é a única alternativa". Confesso que estou até ficando com pena dela, porque ela ficou praticamente a temporada inteira trancada como refém de alguém, hahaha.
Gostei da participação de Benny no episódio. Foi inesperada e muito boa, assim como rever o Purgatório foi bom.

PS: a dinâmica de Sam com Rowena foi ótima, tá aí uma dinâmica entre dois personagens que eu não esperava que poderia render e está incrível.
2019-01-08 18:24:13


Episodio 10x20 - Nota 7

Todas as definições de chatisse foram redefinidas nesse episódio. Putz, isso foi muito chato.
Para mim essa narrativa da Claire e da culpa de Castiel foi disparada a pior coisa dessa temporada, e foi uma das narrativas mais chatas da série. Quem teve a ideia de investir na Claire, parabéns, você falhou. Chatoooooooo!!!! Não consegui gostar de nenhum episódio com essa guria e olha que ultimamente ela tá aparecendo muito. Pior que acho que vou ter que ver essa personagem de novo, já que parece que ela vai ficar morando com a Jody.
2019-01-08 18:26:26


Episodio 10x21 - Nota 9

WHAT??????? Eu nem sei como começar a escrever esse comentário. Minhas estruturas foram abaladas com esse final. Olha, nem se eu fosse demasiado otimista, eu poderia imaginar que essa temporada tinha chances de me surpreender e terminar bem. Ela começou promissora, mas logo perdeu força, ficando morna e bem enfadonha, logo, não esperava por uma reta final tão boa quanto está sendo.
Como sempre nessa série, os irmãos guardarem segredos um do outro sempre trouxe problemas, mas eles não aprendem e Sam foi pego na mentira. Incrível como ele conseguiu esconder a Rowena, Castiel e Charlie no mesmo lugar, longe das vistas de Dean por tanto tempo. Aliás, que maravilha que foi ver Castiel conhecendo Charlie e Charlie e Rowena não se dando muito bem e tendo dificuldades para trabalharem juntas. Isso ficou muito cômico, me diverti bastante com essas cenas. Melhor parte foi Sam dando aquele discurso sobre a importância de todos trabalharem juntos e de salvar a vida de Dean, para logo em seguida a Rowena soltar um "Eu mal conheço esse homem", hahahaha. Morri!
A explicação sobre a tal família Styne foi uma surpresa positiva para mim, eles apareceram no episódio dezenove e abrem esse episódio com um dos membros arrancando um olho de uma pobre garota. Eu fiquei "Hã???" com essa cena, que foi muito boa por sinal. Mesmo assim eu não me toquei que eles poderiam ser a família Frankenstein, portanto quando revelaram tal informação, conseguiram me surpreende. Foi bem bom. Porém, o que não tá nada bem é a burrice de Dean e Sam, ou melhor, quando o roteiro convenientemente quer que eles sejam burros, porque não é possível. Alguém me explica por que diachos eles me prendem só uma mão do cara??? Pô, meu, eles nunca fizeram isso, por que agora eles me dão essa mancada? Claro que para o final acontecer ele tinha que fugir, logo escreveram essa cena merda. Olha, Supernatural, melhore, porque sua audiência não é burra. Vai se fuder!!!
Mesmo com isso, o final foi a grande surpresa da temporada para mim. Charlie é o tipo de personagem cujo a morte pega qualquer um de surpresa, ela precisou de apenas um episódio para me conquistar, isso no mundo das séries para qualquer personagem coadjuvante que entra em uma produção é muito difícil. Eu nunca imaginaria que eles iriam ter coragem de matá-la visto o quanto a personagem é querida pelos fãs e pelo o quanto às participações dela acrescentam a trama. Sendo assim, foi um baita choque vê-la morta naquela banheira. Isso me lembrou muito a morte de personagens como Ellen e Jo, e mesmo triste e com raiva pela morte de Charlie, eu tenho que aplaudir a série por ter culhões de matar personagens importantes quando necessário. Por enquanto né, porque vai que eles resssucitam essa mulher. Enfim, tô cada vez feliz com essa reta final e mal posso esperar para ver os dois últimos episódios da temporada.

PS: RIP Charlie. Penso eu que, se ela tivesse a oportunide de falar uma última coisa para os Winchester, com certeza seria "PEACE OUT BITCHES!"

PS2: Charlie falando que Sam e Dean são como irmãos para ela foi a coisa mais fofa do episódio. Insere-se aqui um emoji de um coração partido.
2019-01-08 18:28:50


Episodio 10x22 - Nota 9

Dean sendo Dean e Sam sendo Sam.

Outro episódio sensacional!!!! É oficial, a reta final da décima temporada de Supernatural está viciante.
Era de se imaginar que Dean ficaria putaço com a morte de Charlie e pelas mentiras de Sam, se deixando levar pelos sentimentos e pelo desejo de vingança, um clássico comportamento de Dean. O episódio já começa emocionante com o funeral, no estilo funeral de caçador (que gesto mais lindo por parte de Dean e Sam). Sério, não teve como não ficar triste ao ver que era o corpo de Charlie queimando ali. Porém, o funeral rendeu um momento tenso de "cuspindo culpas na cara do irmãozinho" com Dean dizendo para o irmão que desejaria que fosse Sam quem estivesse queimando ali e não Charlie. LOL, que frase pesada!!!! Deu até pena da carinha que Sam fez ao escutar isso.
Dean querendo vingança não surpreende, afinal, como eu disse, isso é Dean sendo Dean. Porém, o cara esqueceu totalmente que tem a marca de Caim no braço, e isso era tudo que ela queria. Putz, pray por todos, porque ninguém conseguiu segurar esse homem. O cara virou um mercenário que saiu dizimando todo mundo. Gente, ele matou a família Frankenstein praticamente toda e adendos em um mísero episódio. Ninguém conseguiu segurar o cara, incrível Hulk deve estar com inveja desse moço.
Posso falar, essas cenas ficaram muito boas, foi corpo sendo estraçalhado para tudo quanto é lado. E quando ele matou o único menino da família que prestava? Eu jurando que ele deixaria o menino vivo, mas não, puff, meteu uma bala bem na cabeça do garoto no maior sangue frio. Gente, SÁDICO!!! É ainda tivemos o round 2 daquele figth entre Castiel e Dean na oitava temporada, só que dessa vez foi Castiel que levou a pior. Putz, que surra.
Sam foi muito Sam também ao ter a faca e o queijo na mão para matar o Crowley e mesmo assim ele não o fez. Como parte de seu trato com Rowena, ele tinha que matar o rei do inferno, e ele foi inteligente em montar aquela armadilha para o cara, porém como Sam é uma toupeira, ele ficou enrolando, soltando um bando de blábláblá, permitindo que Crowley contra atacasse. Meu, se você vai matar alguém, MATA LOGO, não fica dando discursinhos que ninguém se importa, pô. Os vilões sempre fazem isso quando têm os heróis na mão, já reparou? Enfim, amei a conclusão desse plot, porque finalmente Crowley percebeu que os Winchester não são seus amigos, e se precisar que eles o jogue under the bus para conseguirem algo, eles vão jogar. Quando ele falou "Obrigado por me lembrar de quem eu sou", eu vibrei. Acho que agora o personagem pode voltar ao seu eu vilão e ficar contra os irmãos.
Resta um episódio e eu tô esperançoso de que ele vai ser bem bom. Tem Dean mercenário para parar, tem a marca para remover (tomara que concluem esse plot, já deu) e Crowley e Rowena podem aprontar algo também. Veremos.
2019-01-08 19:52:34


Episodio 10x23 - Nota 10

UAU!!!! Supernatural is back na sua melhor forma. Essa season finale foi tiro, porrada e bomba para todo lado. Impossível conseguir respirar diante de tantos acontecimentos e informações novas.
Dean foi tomado pela marca, estava com sede de matar, mas dentro dele ainda existia um Dean que estava tentando lutar contra o poder da marca. A parte inicial do episódio, com Dean se envolvendo no caso do moço amigo caçador foi a que eu menos gostei, mesmo rendendo cenas interessantes como a forma grosseira que ele tratou a família da vítima dos vampiros avulsos, bem como ele tratando com irresponsabilidade a situação que culminou na morte do tal caçador. Nesse ponto, eu estava pensando que iríamos ter um caso bem na season finale, mas ainda bem que eu estava enganado. O que veio a seguir foi muito bom, e talvez a melhor sequência do episódio: Dean procurando a Morte como única esperança de por fim na influência da marca. Morte é mais dos personagens coadjuvantes de Supernatural que é sempre muito bom quando aparece. Adoro as participações do personagem, e diria que essa foi uma das suas melhores participações. Tudo porque o acordo que a Morte propõe a Dean foi um acordo de gênio. Cara, fui ao chão quando a Morte pede a vida de Sam em troca de mandar o Dean para o espaço, o que faz sentido, alguém aí tem dúvida de que Sam iria fazer de tudo para trazer Dean de volta? Como Dean não pode morrer por conta da marca, ele tinha que aceitar sacrificar o irmão para evitar que ele mate mais gente por conta da dita cuja. Aliás, pausa aqui para comentar o quanto essa marca é muito filha da puta, essa merda não sai de jeito nenhum, cara, depois que a Morte conta que Deus criou essa maldição( literalmente falando) então, eu fico com ainda mais raiva do Deus dessa série. Puta que pariu, só faz merda, pô.
Quando entram na história da Escuridão, o episódio fica ainda mais incrível. Real oficial, a mitologia de Supernatural É MUITO FODA!!! É incrível como eles souberam expandir seu mundo com tanta criatividade, que mesmo na décima temporada eles são capazes de inserirem um conceito como o conceito da Escuridão e explodir minha cabeça. Eu AMEI a história de como a Escuridão veio antes de Deus e a Morte e a batalha épica que Deus teve que travar junto com seus arcanjos, dentre eles Tio Lucifer (Lulu para os íntimos), tendo que enganá-la e trancá-la, sendo a marca de Caim sua invenção que funciona como uma fechadura para mantê-la aprisionada. Wooww, sensacional!!!!!!!! Gente, e o Lucifer também foi corrompido pela a marca. QUÊ??? BUMMM BEM NA MINHA CARA. Incrível!!! Amei, amei, amei. Palmas para essa mitologia. Sensacional.
Antes de Sam chegar no tal celeiro, ele encarregou Castiel de ajudar Rowena a concluir o feitiço. Eu entendi Castiel ter ido atrás de Crowley para acessar o terceiro ingrediente da poção que dependia de Rowena , mas confesso que Crowley ainda está me confundindo. Afinal, pra que Crowley ajudaria Castiel, Sam e Rowena? Considerando o final do episódio passado, ele caiu em si e todos eles são seus inimigos, logo, na minha opinião, a atitude mais esperta seria ele virar as costas e deixar eles se ferrarem. Sem o feitiço, Dean estaria fora da jogada, Sam ficaria com raiva de Rowena e muito provavelmente a mataria e, assim, seriam dois inimigos a menos, sobrando apenas Sam e Castiel para lidar. Sim, quando ele percebeu que iria tirar algo que sua mãe amou, amor esse que ele nunca teve por parte dela, ele enxergou uma oportunidade de humilhá-la, mas isso foi muito pouco diante de um cenário que ele sairia ganhando muito mais. Quem foi esperto mesmo foi Rowena, que após fazer o feitiço, enfeitiçou Castiel influenciando-o a matar Crowley. Hahahaha muito boa essa parte, e ela ainda fugiu com o livro dos condenados,o que a deixa ainda mais poderosa. Olha, gostei dela fugir, porque, me permitindo ter uma little compadecida pela personagem, essa mulher só se ferrou a temporada toda. Primeiro ela foi expulsa da tal convenção, depois o filho amargurado a tranca, quando ela consegue fugir o Sam vai lá e tranca de novo. Porrã, ela é praticamente a versão feminina do Kevin: nascida e criada em cativeiro, hehehehe.
Outro momento muito bom e inesperado foi a morte da Morte. Gente, como assim? Então quer dizer que a Morte morre é? Hahaha. Penso que deve ser uma casca né? Até porque a Morte é essencial para manter as coisas funcionado. Falando da cena em si, foi muito boa, de verdade. Achei inesperada. Épico o Dean com a foice da Morte fazendo todo mundo acreditar que ele iria decepar a cabeça de Sam e puff, acertou a Morte.
O cliffhanger para a próxima temporada é muito promissor. A libertação da Escuridão na Terra é promissor estilo Apocalipse na quinta temporada, tem tudo para ser muito bom. Essa décima temporada não foi lá essas coisas, mas sua reta final foi ótima e conseguiu trazer caminhos interessantes para a próxima temporada. Eu estou empolgado novamente com a série, torcendo para que essa empolgação persista daqui para frente.

PS: considerando todo o histórico de Deus e Escuridão, não é errado eu esperar que finalmente Ele apareça na série, né? Já está na hora, Supernatural.
2019-01-08 20:52:31


Episodio 11x1 - Nota 8.5

The Walking Dead feelings????
Essa premiere teve um gostinho estranho, ela não foi ruim, pelo contrário, foi boa, mas de alguma forma eu fiquei com a sensação de um "quase chegou lá"
Em partes eu estava certo, o plot da Escuridão é um bom plot e bem promissor no nível Apocalipse. A julgar pelo que ela fez na cidade, os roteiristas tem um vilão forte suficiente para fazer algo épico. Mas, será que ela é vilã mesmo? Aí que está o "x" da questão: EU TENHO DÚVIDAS!!! Afinal, ela salvou Dean, dando a entender que ela deve algo a ele, portanto devo julgar que ela não deve considerar os Winchester seus inimigos. A propósito, qual é a dela? Nesse primeiro episódio não ficou bem claro quais são os objetivos da Escuridão, pareceu que ela se libertou e ainda está meio perdida.
O clima The Walking Dead do episódio foi bem legal, por um momento até pensei que tinha dado o play na série errada. A tal contaminação, com as veias negras no pescoço ficou bem da hora, mas confesso que eu ficaria mais empolgado se não só aquela cidade tivesse sido afetada, e sim uma área geográfica maior, tipo um Estado inteiro e a temporada toda fosse nesse clima apocalíptico. Enfim, mesmo assim, foi um episódio de estreia bem decente.
Eu fico triste de falar isso, mas Castiel voltou novamente a ter plot ruins, considerando esse episódio, é claro. Suas cenas foram de longe as piores do episódio, e é de dar raiva como o cliffhanger entre ele e Crowley foi resolvido aqui da maneira mais sem graça possível. Eu não dei a mínima para aqueles anjos que o pegaram e tal. Foi muito ruim essa parte e eu espero que, diferente da temporada passada, eles não demorem a dar um plot decente para Castiel.
Crowley foi bem legal nesse episódio. Vê-lo no corpo de uma mulher na menopausa foi hilário, ele se permitiu até participar de uma orgia. Olha só.
Eu não entendi muito bem qual foi o propósito daquela conversa entre Dean e Sam sobre eles terem que mudar e pensar em salvar todo o tipo de pessoas, digo, foi uma discussão interessante, mas, sendo sincero, não acho que eles vão levar isso a frente. No fim, eles ainda vão continuar se colocando um na frente do outro e fazendo de tudo para salvar um ao outro independente de terceiros. Pelo menos penso assim.

PS1: fiquei com a sensação de que a Escuridão tem uma quedinha pelo Dean.

PS2: onde estará Rowena, e como ela irá se encaixar na narrativa dessa temporada?
2019-01-09 18:35:40


Episodio 11x2 - Nota 9

Aos poucos a temporada vai engrenando e se tornando ainda mais promissora. Até agora tenho mais pontos positivos do que negativos. Na verdade, só uma coisa não anda me agradando nesse começo de temporada: Castiel, infelizmente, mas ainda assim, nesse episódio parece que deram o fim no plot dos anjos torturadores e parece que agora vai.
Dean e Crowley foram a melhor parte do episódio. Quando mostraram a marca no bebê, conclui que se tratava mesmo da Escuridão, portanto tanto a policial quanto a avó estavam correndo perigo. Gente, eu berrei com a vó querendo chamar um padre para exorcizar a bebê satânica e o Crowley aparecendo como padre, numa referência a Exorcista. Sensacional. E ele chamando o Dean de coroinha? Kkkkkkkk muito bom. Fiquei com pena da policial sendo possuída e matando a avó. Escuridão já mostrando que é bem poderosa, inclusive essa moça já passou de um bebê para criança em um único episódio, duvido nada ela já ser uma mulher no próximo episódio. No entanto, eu sigo não sabendo qual é a dela, porque me parece que ela só está com a intenção de se alimentar para se fortalecer, por outro lado, adorei o final juntamente pela a ideia de Crowley querer atraí-la e usá-la como uma arma letal para seus planos. Muito boa essa ideia e Crowley foi bem esperto. Btw, esse sorrisinho maléfico de Amara versão kids me lembrou muito Lilith Dmônia. Mds, saudades Lilith, bons tempos aqueles.
Gostei também do plot de Sam. Ok, é sim bem conveniente do roteiro a infecção ser diferente para cada pessoa, porque assim Sam teve todo tempo do mundo para ir atrás e descobrir a cura. Porém isso rendeu dois momentos muito bacanas dentro do episódio: o primeiro quando ele orou a Deus para que protegesse Dean e depois com o surgimento da ceifadora Billy, que já chegou chegando, com muita presença e batendo a real para Sam. Em resumo, o que ela disse foi: estou cansada de você e Dean morrem o tempo todo e voltarem (sim, Billy, todos nós estamos, você está certa), desta vez irei me certificar de que quando morrem, permaneçam mortos. Gostei dessa ceifadora, ela tem presença. A propósito, poderiam falar se a Morte morreu mesmo ou não. Uma coisa me veio a cabeça na cena de Sam na capela: a série está tocando muito no nome de Deus, o que me deixa ainda mais esperançoso de que Ele pode sim aparecer nessa temporada. Gente, isso tem cara de que vai ficar tão bom.
O plot de Castiel continuou ruim, mas pelo menos parece que acabou. Enfiaram Hannah no meio e ela morreu (ela tava comandando o céu???? ). Who cares????!!! Méhhh, next.

PS1: Rachei com Dean chamando Crowley de Velma e ele dizendo que está mais para Daphne kkkkkkk

PS2: será que era Deus por detrás daquela visão de Sam? E gente, aquilo lembrou muito quando o muro na cabeça de Sam estava caindo. Será que tio Lucifer pode voltar? Gente, as possibilidades que essa temporada está criando só melhoram. Por favor, Supernatural, nunca te pedi nada!!!
2019-01-09 19:55:30


Episodio 11x3 - Nota 8.5

Rowena é a personagem que menos é levada a sério nessa série, hahahahaha.
Primeiro que nem as bruxas parecem levá-la a sério. Parece que tudo que ela quer é levantar aprendizes/seguidoras para formar a tal Mega Convenção, mas ninguém tá nem aí para ela, kkkkk. Confesso que fico com pena. Para piorar ela é péssima para se esconder, porque é só os Winchester resolverem ir atrás dela que a acham fácil, fácil. Ela de peruca loira ficou irreconhecível.
Finalmente o Castiel foi curado. Sim, eu diria que ele seja meu personagem preferido da série, e olha que essa série tem muitos personagens bons, mas, infelizmente, desde a nona temporada que os plots dele não me empolgam, ficando totalmente dependente de sua interação com Dean e Sam para me conquistar. Eu espero que isso mude daqui para frente e, se for para ele ter algum outro plot próprio, que seja bom, senão deixe ele junto com os Winchester mesmo que é melhor.
O objetivo de Crowley de usar Amara a seu favor é louvável, mas esse episódio mostrou que não vai dar muito certo, porque Escuridão não parece ser o tipo de pessoa que gosta de ser mandada. Ela praticamente papou metade do elenco da trupe de Crowley, então, amigo, acho que você não está se beneficando disso. Melhor repensar seu plano.
Uma coisa que curti nesse episódio foi a tal conversa entre aquele anjo e demônio. Muito pelas possibilidades que essa conversa abriu. De conclusão pude tirar que ambos, anjos e demônios, temem a Escuridão, tendo-a como um inimigo comum que pode acabar com a existência de suas raças, bem como do Mundo. Eu gostei muito disso, pois me anima a possibilidade de termos uma aliança entre anjos e demônios contra a Escuridão. Seria muito bom além de ser algo inédito na série, e inesperado também. Será que acontece?
2019-01-12 10:00:25


Episodio 11x4 - Nota 8.5

Um episódio inteiro mostrado sob a perspectiva de um dos personagens mais importantes da série: o Impala 67.
Desde sempre, o carro esteve presente e mesmo que já tenha ganhado seu valor dentro da série e com os fãs, não tivemos um episódio em que ele fosse o centro da narrativa, não que eu me lembre.
O grande acerto desse episódio para mim foi fazê-lo todo da perspectiva do carro. Foi uma direção excelente que realmente conseguiu passar essa sensação de um terceiro olhar daquelas situações ali. Em vários momentos eu fiquei com a sensação de que eu era o carro, o que foi muito bom. Infelizmente o caso em si eu achei meio enfadonho, mesmo o Nosferatus sendo uma criatura relativamente nova na série, porém isso não chegou nem perto de estragar o episódio, porque ficou bem claro que o objetivo era inserir um caso bem simples para mostrar a rotina de uma caçada dos irmãos tendo suas road trips, caçando monstros. Inclusive a rara inserção de trilha sonora e a câmera trêmula foram bem pontuais para deixar as situações ainda mais realisticas. Esse episódio conseguiu evocar muito o clima da primeira temporada, de quando a trama ainda era mais simples e a preocupação principal dos Winchester era cair na estrada caçando monstros.
Foi um episódio diferente, que cumpriu muito bem seu objetivo e foi uma homenagem bem digna e necessária a figura do Impala 67.

PS 1: John jovem aparecendo no episódio foi uma aparição inesperada. A pergunta que fica é: será que é realmente Deus quem está enviando essas visões para Sam e tentando falar com ele? É Supernatural mais uma vez dando sugestões de que a figura do divino pode aparecer nessa temporada.

PS2: Não, Dean, não acho que essas visões sejam por conta da infecção de Sam. Eu espero que não, por favor.

PS3: amei Dean viciando Castiel em Netflix: "Eu não entendo como laranja pode ser o novo preto" hahahaha Castiel muito amorzinho!
2019-01-12 10:02:54


Episodio 11x5 - Nota 7.5

Esse episódio me deixou um pouco preocupado quanto aos rumos da série. Achei legal eles tentarem inserir a Escuridão num episódio que aparentemente seria totalmente filler, mas, pelo menos para mim, nada funcionou.
A abordagem da história famosa da tal Lizze tinha tudo para ser bom, mas não foi, o caso foi chato, desinteressante e aquela vilã no final explicando seus motivos bobos, só enterrou de vez o episódio.
Amara apareceu aqui se alimentando de almas, mas confesso que a personagem enquanto grande ameaça da temporada está começando a me decepcionar. Sim, eu entendo que ela está saindo por aí se alimentando para se fortalecer, mas até agora de objetivos concretos da personagem temos somente isso. A forte história que ela tem no passado com Deus trás possibilidades grandes para a trama da temporada que eu espero muito serem abordadas, porém parece que tá faltando um gás, uma energia na vilã e nessa trama central. Não me entenda mal, eu estou gostando do geral que vi até agora, porém eu estava esperando um pouco mais e estou com medo de não gostar da execução, afinal, nona temporada está aí para mostrar que tramas centrais promissoras , não necessariamente são sinônimos de execuções boas.
2019-01-12 10:04:42


Episodio 11x6 - Nota 9

Caraca, Supernatural está brincando com meu coração e tá me deixando ansioso com suas provocadas.
Esse episódio foi muito bom e finalmente consigo encontrar mais sentido na personagem Escuridão, exceto uma coisinha que comentarei mais a frente.
A trama central dessa temporada está me ganhando cada vez mais. Olhando o plano geral das coisas, Supernatural está nos apresentando o começo de tudo, literalmente o começo de tudo: a relação de Deus e SUA IRMÃ, Escuridão (BUMMMM essa informação me pegou de surpresa, e faz todo o sentido dentro da mitologia da série). E se já imaginávamos que as diversas relações familiares que vimos na série até agora eram complicadas, essa entre Deus e SUA irmã é outra ainda mais complicada. Sim, eu acho que o lance de "quero vingança contra meu irmão", algo bem batido como motivação, mas, pô, imagina você ser trancada pelo seu irmão por milênios, sem aparentemente você ter feito nada demais. Eu acho que a série ainda precisa ir mais afundo nessa história toda, conto com isso, mas o Deus dessa não parece ser aquele Ser perfeito que só toma atitudes corretas, o que me agrada muito. A única coisa que ainda não me convence é esse pseudo amor/devoção/amizade/dívida/EU NEM SEI O QUE É ESSA COISA que Escuridão tem pelo Dean. Sério, só porque ele te libertou você já o considera como seu best friend ou seu crush? Acho isso tão bobo e uma saída fácil para ela não se virar contra eles. Aliás, o problema dela é com Deus mesmo, porém os humanos são uma criação de Deus, logo, penso eu, atacar humanos, inclusive Dean, seria uma ótima maneira de atingir seu inimigo.
CARALHO CROWLEY SEU BURRO! Hahahaha que chacota. Adoro você, mas para de passar vergonha kkkkk. Na boa, ele foi muito ingênuo achando que poderia manipular mini dark. Que cena foi aquela dela quebrando a mão dele? Eu ri muito, não consegui kkkkk. A cara que ele fez foi impagável e se você pausar essa cena bem na hora que ele solta um grito com a mão para cima, a cena fica ainda mais hilária. Desculpa, eu ri kkkk.
Sam está cada vez me ganhando a atenção. Sério, aquela cena da Jaula foi muito foda. Gente, aquilo era a FUCKING JAULA DE LUCIFER, não era??? Putz, esses roteiristas estão me prometendo Lucifer e Deus na mesma temporada. Tem noção de quão épico essa temporada pode ficar???? Eu tô morrendo de ansiedade com isso. E depois dessa visão, eu não acho que seja Deus quem está por trás dessas visões, a menos que Deus queria que Sam liberte Lucifer da jaula para juntos lutarem contra Escuridão. Woww. Eu não sei, só sei que todas essas possiblidades e sugestões têm que acontecer. Não quero nem saber, Supernatural. SÓ VEM!!! VOCÊ ME PROMETEU!!!
Eu ainda não sei qual é o propósito de Metatron ainda aparecer nessa série. Sério, parece que ele é o Deus Ex-machina dessa série, porque quando os Winchester e o Castiel julgam que ele tem uma informação que pode ajudá-los, ele aparece. Pior, ele nunca trás nenhuma informação relevante, ou seja, ele não ajuda. Então, por que não matam ele? Fica aí o mistério. Btw, qual foi o propósito dele ter roubado a placa dos demônios? Ah é, aparentemente nenhum.

2019-01-12 10:47:41


Episodio 11x7 - Nota 8.5

Supernatural nessa temporada está acertando até nos fillers. Tirando o episódio de Lizzie, todos até agora foram interessantes.
Nem tem muito o que falar desse episódio, só que aquelas máscaras são muito creepys e todas ficaram ótimas, em especial o coelho. Donna aparentemente vai ser uma coadjuvante que irá aparecer na série ao menos uma vez nas temporadas, estilo a Jody, o que para mim é bacana, gosto da personagem, acho que ela cumpre bem seu papel cômico dentro da série.

#liberatioLuludajaula
2019-01-12 11:10:28


Episodio 11x8 - Nota 8.5

Mais um episódio muito bom. Essa temporada parece estar seguindo um caminho parecido com o da oitava temporada, sendo efetiva tanto na trama central quanto nos episódios mais fillers.
Mais uma vez fui surpreendido com as ideias de Supernatural. Agora, os roteiristas nos apresentaram os Zannas, ou melhor, amigos imaginários. Sensacional!!!
Eu gostei muito! Foi diferente, bacana, divertido e trouxe flasbacks muito bons dos Winchester quando crianças. Fez total sentido Sam ter tido um amigo imaginário, ele sempre foi mais solitário por Dean sempre estar envolvido com o ofício da caçada, logo por que não ter um amigo imaginário? Os flasbacks de menino Sam com Sully foram bem bons, inclusive a cena com a despedida entre eles foi minha favorita do episódio, e ainda teve uma pequena participação daquele ator maravilhoso que faz Dean adolescente. O caso também foi muito bacana, com o assassino dos amigos imaginários tudo. Consegui até a resolução final foi interessante.
Mesmo estando mais interessado no plot da Escuridão e curioso para saber se Lucifer vai sair da jaula ou não, estou bastante feliz com os fillers dessa temporada.
2019-01-14 18:55:50


Episodio 11x9 - Nota 10

Caraca, isso não foi só um episódio, isso foi um HINO!!!!!!!!Supernatural foi construindo muito bem essa temporada, foi aos poucos nos apresentando a grande vilã da temporada, Escuridão, reposicionando as peças, abrindo possibilidades excitantes e finalmente nesse episódio eles nos dão a recompensa, entegando um episódio maravilhoso e que superou todas as minhas expectativas.
É gente, depois de tantas teorias e sugestões de que Lucifer poderia voltar por conta das visões de Sam, ele de fato voltou!!! AHHHHHH ESSE MOMENTO É MEU!!!!!! Sim, tio Lu, junto com Lilith são os melhores vilões que já passaram nessa série e isso não choca ninguém, então é claro que vou comemorar a volta de Lucifer na série, sim, ainda mais em uma temporada que temos Escuridão e a possibilidade de Deus aparecer. Ou seja, se a temporada já estava boa, meu amigo, mal posso esperar para o que vem a seguir.
Esse é o típico episódio da série em que você não pode nem piscar, porque é uma cena melhor que a outra. Adorei todo "esquadrão", vou passar a chamá-Los assim, orquestrando toda a operação para que Sam pudesse ter acesso a Lucifer na jaula sem que o mesmo corresse perigo. Eu sou daqueles que não gosta do Crowley bonzinho que fica do lado dos Winchester, porém a temporada trabalhou muito bem para justificar que ele, junto com sua mãe, se aliasse aos irmãos e colaborasse com o plano, afinal, ele não conseguiu trazer Amara para seu lado, logo ela se torna uma grande ameaça para seu reino e, portanto, o ideal seria eliminá-la. Além disso, meu, essa dinâmica entre Crowley, Rowena, Dean e Sam foi maravilhosa demais, só faltou Castiel para completar. Eu confesso que fico com pena da Rowena as vezes, a personagem vive sendo presa e usada para fazer as magias e só leva patada em troca kkkkkk. Eu ri litros com ela nesse episódio, principalmente com ela suspirando horrores por Lucifer "Ele é tão macho alfa, né? Pena que não deve pensar em casar" KKKKKKKK I'M DYING!!!!
Cara, a cena deles entrando no inferno ficou muito épica! Sério, ficou incrivelmente dark e para mim foi o melhor retrato do que imagino na cabeça quando me vem a palavra inferno que já vi em uma série. Sensacional!!! E a cena da jula com aqueles escritos ao redor da mesma não ficou atrás. INCRÍVEL!!!
Mark Pellegrino, preciso falar desse homem. Ele não só atuou nesse episódio, ele deu um show de atuação. Olha, a imagem que eu tinha desse ator não era das melhores, ele já participou de várias séries e em nenhuma a atuação dele me chamou a atenção, por isso que acredito que seu papel em Supernatural seja o papel de sua vida. Ah, só foi Lucifer abrir a boca para eu que eu ter real noção de como eu estava com saudade desse personagem. Se um vilão é mega sarcástico, já é meio caminho andado para me conquistar, não vou negar A-D-O-R-O, e Lucifer tem isso de sobra. Difícil escolher qual frase que o personagem usou que foi mais debochada, hehehe. Ele chamando Sam de sua mais velha roommate foi hilário, assim como a cena em que ele fala "E aí, vai querer a cama de cima ou a debaixo?" Hahaha como é debochada. Nossa, Mark Pellegrino arrasou demais. Até Jared Padalecki arrasou na cena em que ele vê Tio Lu. Em your face eu vi a cara de alguém atormentado, com medo e até pertubado, como de fato Sam foi em toda sua passagem na jaula com meu malvado favorito. E, claro, o twist de que não era Deus nenhum, e sim o próprio Lucifer por detrás das visões só reafirmou que Sam é aquela pessoa que todo mundo passa para trás. Tá, não vou ser hipócrita de dizer que também não pensei que era de fato Deus, mas eu fico impressionado no quanto é fácil convencer Sam e usá-lo. Beijos Ruby!!!!
Amara teve nesse episódio sua melhor participação/ cenas/ diálogos desde que entrou na série. O problema dela é com seu irmão, é com Deus, e ela está cansada de esperá-lo para seu tão sonhado acerto de contas. O que mais me chamou a atenção em seu plot nesse episódio foi ela ver aqueles seres humanos mostrando suas devoções para Deus, sem nem ao menos terem O visto. A cena com o fiel que estava na fonte foi muito boa, sem contar que os questionamentos que Amara estava colocando ali foram bem plausíveis. Ainda acho que a explicação da fascinação de Dean para com Escuridão, bem como a dela para com ele bem nada a ver. Assim, a justificativa faz sentido, mas para mim é uma justificativa fraca. O mesmo posso dizer da cena daqueles três anjos atacando a Escuridão. Apesar de gostar de finalmente os anjos estarem se unindo diante um propósito em comum, afinal, o que mais vimos dos anjos nessa série é desunião, não dá para entender porque os três acharam que seriam suficiente e poderiam matar Amara ali. Meu, faz um levante ou organiza um exército de sei lá, todos os anjos que têm no céu para só depois ir para cima da mulher. Três. TRÊS? Sério mesmo? Isso não fez o menor sentido!!! Depois veio aquele raio ou seu lá o que atingindo Amara. Tipo, quê? Nem deu para entender direito.Eu já estava empolgado com a temporada, mas esse episódio a elevou a outro nível. Eu espero que a participação de Lucifer seja ampla, é não dure só até o próximo episódio, porque isso é bem o tipinho de Supernatural fazer, mas, sendo sincero, a décima primeira temporada está ótima e eu estou explodindo de felicidade com isso.
PS1: gente, e Miguel? Não era para ele estar na jaula também? Confesso que fiquei perdido com esse lance.
PS 2: meu, eu nunca pensei que fosse elogiar uma atuação do Jared Padalecki, mas ele de fato mereceu. Isso pode ser também um reflexo de como eu estou muito dada para essa série.
PS3: por onde anda Castiel mesmo????
2019-01-14 20:03:35


Episodio 11x10 - Nota 10

CARALHOOOOOOOO!!!! BEST SEQUÊNCIA DE EPISÓDIOS EVER!

A abertura desse episódio é hiláriamente icônica kkkkkkk. Primeiro eu pensei: "Pera, isso é um episódio de natal???", depois que se revelou ser um sonho de Rowena, é que eu me situei no que tava rolando. Cara, esse sonho da Rowena foi muito engraçado, hahaha. O Crowley ganhando um funko pop do Sam, a Rowena fantasiada de hena e o Lucifer como papai Noel foram coisas que eu não imaginava ver nessa série. Tudo isso me lembrou de como o aspecto cômico de Supernatural é bom kkkkkkkk. Meu, não me aguentei de tanto rir com essa sequência. Maravilhosooooooo!!!
As cenas entre Sam e Lucifer foram as melhores do episódio, na minha opinião. É por isso que eu gosto tanto do Lucifer, o vilão é extremamente manipulativo e é muito bom nisso. Gostei dele levar Sam para aquela viagem no passado e mostrar a ele como ele costumava ser um cara melhor, digamos mais impotente nas suas atitudes. Mesmo que seu objetivo principal com isso, que era fazer Sam dizer sim, não tenha dado certo, deu para ver que os argumentos de Tio Lu balançaram o Winchester e ele remoeu muita coisa ali. Além disso, foi bem bacana rever algumas cenas da série, como a cena da finale da quinta temporada.
Consegui gostar das cenas de Castiel também. Para o final desse episódio me convencer, era necessário que eles dessem uma trabalhada nessas motivações do Castiel, e foi isso que fizeram. Basicamente pisaram no coitado do Castiel, mostrando para meu anjo favorito que ele não anda dando muitas bolas dentro, nem sendo muito útil, o que o deixou bem chatiado e com um desejo de fazer algo pelos irmãos Winchester. Daí, quando Castiel disse sim para Lucifer, eu fiquei convencido e em minha mente ficou mais claro o porquê dessa discussão que trouxeram para o personagem nesse episódio. No entanto, vou ter que ir contra a maré aqui e dizer que não curti a atuação de Castiel como Lucifer, achei muito forçado e caricato demais para meu gosto, sei lá, simplesmente não me convenceu, infelizmente. Torcendo para que essa minha impressão seja apenas por esse episódio e que nos próximos o ator acerte mais no tom. Mesmo assim, gostei do momento que ele mata a Rowena, torcendo seu pescoço. Foi muito inesperado esse momento. E agora, Crowley perderá o título de Rei do Inferno?
Dean e Castiel dentro da jaula junto com Sam e Lucifer também foi muito bom, destaque para quando Lucifer para a briga mó tensa e do nada começa a tocar uma música super pra cima e começa a dançar HAHAHA IM-PA-GÁ-VEL!!!!! Muito bom ver que cada vez mais Mark Pellegrino está a vontade com personagem.

PS1: o funko do Sam ficou igualzinho hahahaha. Será que esses funkos existem de verdade?

PS2: Supernatural tem umas coisas que me matam de curiosidade para conhecer a mente criativa por detrás dessas idéias. Tipo o brinquedo de Crowley, o PEGA BRUXAS!!!! Gente, hahahaha palmas para a criatividade.

PS 3: todas as vezes que Dean liga para Crowley vem uma mensagem engraçada
"Obrigado por telefonar para Crowley, rei do inferno. Para ofertas demoníacas, pressione 1. Para relatar um avistamento daquela prostituta de gengibre, Rowena, aperte 2."

PS 4: Colin Ford retornando para interpretar Sam versão adolescente. Isso foi bacana demais de ver.
2019-01-18 19:13:59


Episodio 11x11 - Nota 8.5

Essa temporada está me lembrando muito a oitava temporada no sentido de regularidade. Estão conseguindo desenvolver a trama central de forma interessante e plus a isso, os episódios fillers, em sua maioria, estão bem bons, o que torna a season fluida e nada maçante.
Gostei bastante desse episódio, foi um caso muito interessante, que me prendeu o tempo todo, e que teve bons personagens coadjuvantes e a apresentação de uma criatura que não tinha sido abordada na série ainda: o Banshee.
Eu não tinha conhecimento dessa criatura nos folclores da vida, inclusive depois de ver o episódio, fui ler um pouco sobre o Banshee e isso me fez gostar ainda mais do que vi. Todas as principais características da criatura foram abordadas, principalmente sua conexão com o lance da morte. Foi uma ótima arborgem da série. Talvez o que eu menos esteja gostando nessa temporada seja esse negócio do Dean com a Amara, isso é algo que não me convence, mas já aceitei porque está claro que isso vai ser importante para o fechamento da temporada, visto que até num episódio como esse eles deram um jeito de mencionar isso. Ah, eu adorei a Eileen, a camareira caçadora, fiquei surpreso dela ser o bebê lá do começo.
Tivemos pitadinhas de Castiel a.k.a Lucifer nesse episódio e eu consegui gostar mais da atuação do Misha. Acho que ele está tentando emular alguns trejeitos do Mark, e até conseguiu me lembrar um pouco o ator aqui. Tá me descendo melhor essa atuação.

2019-01-18 19:20:17


Episodio 11x12 - Nota 8.5

É, pelo visto Claire Novack vai ser uma personagem que vou ter que me acostumar a ver em Supernatural em toda a temporada, pelo menos é o que estão dando a entender desde a temporada passada.
Eu não gosto da personagem, esse estereótipo de adolescente mirrada e mal educada me cansa, e ela é insuportável, né gente, não tá fácil gostar dessa garota.
No entanto, diferente de todos os episódios em que a personagem apareceu, esse eu até curti. Não por causa dela, é claro, e sim porque foi um caso interessante e também pela cômica cena do jantar. Eu entendo terem juntado Jody, Claire e Alex criando essa família muito unida e muito ouriçada, mas sei lá, Alex e Claire para mim não estão nem perto do carisma e força de outros personagens recorrentes que a série já teve. Porém, devo dizer que gostei da dinâmica entre as três e da narrativa da Jody tentando ser mãe de duas adolescentes adotadas e crescidas, que dão mais trabalho do que criança. A cena do jantar, com o todo o papo de sexo e usar camisinha, e as maravilhosas caras de Dean e Sam, tipo "Meu, Deus, o que eu estou fazendo aqui?" foi muito engraçado. Adorei, ri horrores e foi de longe a cena do episódio. No fim, foi mais um episódio de vampiros, o que poderia me incomodar, mas fluiu legal. Eu gostei da estrutura, do lance do namorado da Alex estar envolvido, mesmo eu desconfiado dele desde o começo, e da cena final. Acho que se agora em diante, toda as vezes que a Jody aparecer, tanto Alex quanto Claire vão dar as caras, porém vai depender do caso para que o episódio funcione, já que as duas personagens em si não são suficientes para sustentar meu interesse.

PS: amei ver Dean dando uma de paixão com a Claire.
2019-01-24 18:46:11


Episodio 11x13 - Nota 8

Affs, mais um filler?
Ok, esse episódio foi até bom, mas apenas isso, bom!!!
Temos mais um episódio com o dia dos namorados como temática. Quando aconteceu o primeiro assassinato, eu, assim como Dean e Sam, pensei que se tratava de mais um caso de metamorfo, e ainda bem que eu estava enganado.
O episódio me lembrou muito Corrente do mal, aquele filme de terror em que as pessoas vão passando a maldição uns para os outros. É difícil afirmar, mas parece que Supernatural andou se inpirando no filme para construir a narrativa desse episódio, já que o filme fez bastante sucesso e ficou bem famosinho. Talvez o lance de passar a maldição foi o de mais interessante na trama e foi o que segurou no episódio.
Mais uma vez deram um jeito de abordar a conexão de Dean com Amara, e mais uma vez eu achei bobo e forçado. Sinceramente, não vejo por que investirem nisso.
No mais, é isso, foi um episódio ok, mas meu desejo mesmo é que voltem para a trama principal.
2019-01-24 18:47:40


Episodio 11x14 - Nota 8.5

Humm... novas perspectivas à vista.
Eu não sou muito fã dos episódios de viagem no tempo de Supernatural, mas esse eu gostei. Bom, parece que agora os irmãos têm algum norte para onde ir e o que procurar para derrotar a Escuridão. Adorei toda a trama da Mão de Deus, artefato do passado tocado pelo todo poderoso, e da perspectiva da arca da Aliança. Adoro quando Supernatural pega essas coisas e insere em sua mitologia de forma criativa e convincente. Será que esses objetos vão funcionar somente se Deus aparecer? Eles vão ter que ir atrás de outros objetos? Eu tô curtindo as possibilidades no horizonte.
Outro ponto positivo no episódio foi Sam descobrir que Castiel é Lucifer, sinceramente, eu estava achando que ele iria enganá-los por muito tempo, mas ainda bem que não. Eu me acostumei com Cas de Lucifer, e não teve como não rir das caras que ele fazia toda vez que Sam abria a boca, tipo "Deus, como Sam é chato" kkkkkkkkk muito bom.
Finalmente descobrimos o que Lucifer fez com o Crowley. Basicamente Crowley virou seu cachorrinho e está sendo feito de chacota perante muitos demônios. Olha, considerando que Crowley não curte muito bem ser humilhado, diria que ele deve estar bem puto por dentro.

2019-01-24 18:48:58


Episodio 11x15 - Nota 7.5

Ahnnn.... NÃO!!!!
Episódio muito chatinho. Não curti o caso e aos poucos meu interesse foi diminuindo. Mesmo tendo um demônio da encruzilhada como vilão do episódio, a trama não me desceu, infelizmente.
Por outro lado, a narrativa Lucifer vs Crowley foi boa. Era óbvio que o Crowley iria dar um jeito de fugir, ele é esperto. O lance dos artefatos bíblicos continuam interessantes.

PS: Gente, Amara foi esquecida no churrasco?
2019-01-24 18:50:09


Episodio 11x16 - Nota 8

Os fillers nessa segunda metade de temporada está começando a me incomodar um pouco. Não que estejam ruins, mas, nossa, parece que só teve filler e a trama central pouco está evoluindo, e olha que ela é muito boa. As vezes essa distribuição dos fillers ao longo da temporada é muito mal feita.
Falando do episódio em si, foi bom, não foi lá essas coisas, mas foi bom. Claro que o melhor foi poder rever o Bobby, e Rufus também. Abordar um caso antigo de Bobby e Rufus novamente, mostrando um parelo com a dinâmica entre Dean e Sam foi interessante.
Eu estou gostando das saídas que eles estão encontrando para trazerem as participações de Bobby na série. Em uma série em que praticamente todo mundo que morreu voltou a vida, encontrar outras maneiras e fugir disso é até criativo.
2019-01-24 18:51:23


Episodio 11x17 - Nota 8.5

Nossa, nem parece a mesma temporada de antes. Eu não aguento mais casos semanais, gente. Cadê Amara?
Tá, não vou mentir, os primeiros minutos me prenderam e algumas cenas me envolveram, tipo a raiva que eu fiquei do carinha tentando matar Sam, e eu gostei da esposa dele. Porém, algumas explicações/ situações foram muito WTF!!! O que dizer de Sam levando um tiro, ficar mega debilitado e do nada conseguir matar os lobisomens tudo e salvar todo mundo??? Olha, beeemmmm forçado.
A melhor cena foi Dean com a ceifadora Billy, porém o discurso da anjos ceifadora tá muito repetitivo. Todas as vezes que ela aparece ela repoduz as mesmas falas over and over again. "Vou me certificar que, se vocês morrerem novamente, que fiquem mortos de vez", tá, mulher, a gente já entendeu. Você repetiu isso umas QUINTEZAS VEZES!!! Gosto da ceifadora Billy, mas suas participações não estão fazendo mais sentido, sem contar que todo mundo já sabe que se Dean e Sam vierem morrer novamente, eles vão ressuscitar de novo, tudo porque isso é o que os roteiristas querem. Então, pra que isso? Pra quê?
2019-01-24 18:52:31


Episodio 11x18 - Nota 9

Finalmente lembraram que a Escuridão existe e trouxeram a personagem de volta.
Um episódio que tem Crowley, Escuridão, Castiel/Lucifer no mesmo episódio não tem como o episódio ser ruim.
Esse começo foi bem diferente, demorei a me situar sobre os objetivos de Crowley. Adorei a ideia dos instrumentos tocados por Deus, e agora apareceu até a trombeta de Josué. Sensacional essa ideia, porém não tão sensacional quanto Dean dando uma de terapeuta e dando apoio moral para o personagem na sua briga com Lucifer, hahahaha amei. Eu gosto da Rowena, mas achei muito fácil essa volta da personagem da morte, bem como ela facilmente conseguir acesso à Escuridão e do nada já está lá sendo sua puxa saco e tal. Já aceitei que ninguém morre nessa porra mesmo, mas putz simplesmente jogaram a desculpinha dela usar uma magia whatever lá e PAH "Tô de volta bitches". Então devo concluir que ela é imortal? Porque é só fazer uma magia e pronto. Enfim.... Se isso não me agradou, a volatilidade da personagem é muito boa. Ela é bem aquele tipo: se você tá ganhando a guerra, é do seu lado mesmo que eu vou ficar, ou seja, o puxa sacado escrachado. Eu gosto dessa característica dela porque assume um ar muito cômico.
O ponto alto do episódio foi claro a tentativa de exorcismo de Lucifer do corpo de Castiel. Foi demais!!! Ao mesmo tempo fiquei confuso, porque Lucifer é um arcanjo que possuiu um anjo, e depois ainda teve Crowley, um demônio, entrando no Castiel também, ou seja, um verdadeiro SURUBÃO!!!! Na boa, nem pensei nessa ideia de usar a possessão que fizeram com Ezequiel para sakvar Castiel, boa! Gente, e Castiel todo tranquilo assistindo TV enquanto Crowley e Lucifer estão se acabando, se batendo tudo do lado dele kkkkkkkkkk MUITO BOM! Saudades Castiel
É para completar teve Amara maravilhosa mostrando para os machos tudo quem é que manda, botando Lucifer no chinelo e ainda o fazendo de prisioneiro. Só acho que Deus vai cagar para Lucifer e esse plano dela de usá-lo para chamar a atenção do irmão não vai dar muito certo. Ficarei surpreso se ser certo...

PS: amei Lucifer no céu tentando fazer os anjos segui-lo na contra Amara.

2019-01-24 18:54:20


Episodio 11x19 - Nota 8

Enquanto esse episódio se desenrolava eu tentei prestar atenção e me envolver com ele e gostar do caso. Mas, esse episódio foi bem fraco e cansativo e nem mesmo abordando uma criatura até então inédita na série foi suficiente para me fisgar.
Uma quebra de ritmo bem fraca justo na reta final de temporada, infelizmente.
2019-01-24 18:55:45


Episodio 11x20 - Nota 10

Para tudo: O QUÊ??????? DEUS APARECEU!!!!! E Chuck é Deus, ou seria, Deus é Chuck???? Eu não sei, só sei que eu estou fora de mim com esse episódio. COMO ASSIM??????
Que episódio FODAAAAAA!!!!
Desde a quinta temporada, que aborda a trama do Apocalipse, que eu venho desejando que Deus aparecesse nessa série, tudo porque com tudo acontecendo e que já aconteceu nessa série, foram intermináveis as vezes que eu me peguei perguntando "Cadê Deus? Cadê que Ele não está fazendo nada? O mundo está literalmente se acabando e Deus não dá as caras!!!". Inclusive, eu cheguei até garrar um ódio desse personagem justamente por ser um isentão e por a maioria das merdas serem de certa forma sua culpa/responsabilidade. Essa temporada reavivou minhas esperanças de que o personagem aparecesse na série. Eles foram pouco a pouco construindo essa expectativa, me deixando ansioso, até que chega esse fantástico episódio e eles sambam na minha cara ao mostrar que o dito cujo já tinha aparecido porque ele é o CHUCK!!! Eu não sei se eu fui o único que não pegou isso, ou fui inocente em não pensar nessa possibilidade, porque se você parar para pensar faz o total sentido considerando que o CHUCK é o escritor das histórias de Supernatural, mas, nossa, fui pego de surpresa e amei cada segundo disso.
Tenho que bater palmas para as cenas e os diálogos incríveis, maravilhosos, espetaculares e mais outros adjetivos que posso inserir aqui entre Deus e Metatron. Sério, nesse episódio temos os diálogos mais bem escritos da série com certeza. Considero a construção de Deus nessa série fabulosa, isso porque ele não é aquela figura toda poderosa e perfeita, pelo contrário, pelo menos para mim, ele se mostrou muito falho, tomou várias decisões que prejudicaram a humanidade, mesmo querendo fazer o certo como no caso de Lucifer e a marca de Caim, mas a verdade é que ele não é perfeito, o seu próprio relacionamento com sua irmã e suas decisões de fuga dos conflitos são provas de que ele também tem dúvidas e erra. Eu achei isso tão sensacional, porque além de não esperar tais discussões, me peguei tendo diversos sentimentos com relação ao personagem. E o pior, eu também senti isso com o Metatron!!! Eu não acredito que direi isso, mas eu gostei muito do Metatron nesse episódio, sim, estou pasmo com isso, mas sua inserção nesse episódio foi perfeita. Metatron basicamente se tornou nós mesmos enquanto audiência, fazendo todas aquelas perguntas e questionamentos para Deus. Se eu tivesse que confrontá-lo eu seria o Metatron e faria exatamente essas mesmas perguntas. Aliás, Metatron foi o salvador da pátria aqui, porque foi o responsável por abrir os olhos de Chuck /Deus e fáze-lo confrontar sua própria realidade e assumir uma posição diante dos acontecimentos. Olha, quem diria que eu iria algum dia aplaudir o Metatron, um dos personagens que até então eu considerava um dos mais irritantes que já apareceram em Supernatural.
A parte de Dean e Sam foi muito boa também. Agora a Amara parece estar com sangue nos olhos mesmo e essa névoa na cidade mostra que ela se cansou de esperar por Deus. O final com Chuck aparecendo, cantando e resolvendo tudo foi bem impactante e deixa essa reta final de temporada fabulosa. Gente, olha só esse cenário, podemos ter o revival da guerra entre Deus e Escuridão, com Lucifer sendo usado com guerreiro e ainda temos Crowley, Dean, Sam e Rowena, ou seja, tem tudo para ser épico!!! Eu tô muito fora de mim, porque vamos combinar, a mitoligia dessa série é muito foda.

PS: como será que Dean e Sam vão reagir à Deus, eu tô louco para ver a reação deles e principalmente o que eles vai falar para ele.
2019-01-24 18:57:00


Episodio 11x21 - Nota 9.5

Ahhhhhh, eu tô amando muito tudo isso!!! O que Supernatural criou nessa 11 temporada está maravilhoso demais.
Assim como o arranjo central da oitava temporada, sinto que esse plot da décima primeira funcionaria perfeitamente como o plot de uma temporada final da série. Considerando que ainda restam dois episódios para fechar a temporada, penso eu que o plot da Amara vai se encerrar nessa temporada mesmo. A série já abordou de tudo e eu não consigo imaginar qual o plot das próximas temporadas, visto que até Deus e o início de tudo foi abordado, mas deixarei isso para quando eu chegar lá, isso só foi um devaneio que me peguei pensando enquanto assistia o episódio.
Falando desse episódio, ele foi bem frenético, eu diria. Algumas coisas foram bem apressadas, como a introdução do Donatello. Eu adorei ele e a ironia dele ser o novo profeta mesmo com todo o seu misticismo, mas foi tudo muito rápido. Em um episódio ele foi apresentado, tomou conhecimento de que é um profeta, conheceu Chuck/Deus e os Winchester , assimilou tudo e ainda teve tempo de estar no meio do plano de regaste de Castiel. Tipo, muita coisa. Não que tenha sido ruim, pelo contrário, eu adorei, porém se você piscar, é bem capaz de você perder alguma informação por aí.
Finalmente Dean e Sam puderam ter conhecimento da verdadeira identidade de Chuck e, surpreendente, foi a reação de Sam que mais me chocou. Dean eu já esperava encher Deus de perguntas, ficar irritado e pedir explicações da ausência dele quando tudo poderia ser diferente se ele tivesse dado uma ajudinha, enquanto que Sam ficou praticamente encantado e todo empolgado por ter Deus em sua frente. Tipo, quê???? Eu entendi ele agir assim, mas, nossa, não esperava. Olha, se eu fosse o Dean escutando todas aquelas explicações de Deus, eu teria a mesma reação. Sorry, Sam. E, gente, esse plano de Chuck é muito nada ver. Meu, foi um praticamente foda-se para humanidade. Acho muito difícil a Amara deixar de fazer algo com os humanos caso ela ganhe a guerra, tipo, não fez muito sentido a linha de raciocínio Dele. Aquele jeito todo tranquilão do Chuck só me deixa ainda mais puto kkkkk. Foram vários "arghhhh" assistindo suas cenas.
Caraca, conseguiram fazer eu ficar triste/comovido com a morte de Metatron. Meu, eu estava louco para esse personagem morrer, fiquei pedindo isso desde a nona temporada, e quando isso aconteceu,eu não senti vontade de comemorar. Roteiristas filhos da mãe que fizeram a redenção do personagem e ainda o fizeram se sacrificar no final, resultado: eu lamentei a sua morte. Tão pisando muito na minha cara.
Nem preciso dizer que eu estou louco para ver o encontro Lucifer e Deus, nem acredito que estou prestes a ver isso, nunca pensei que isso poderia acontecer na série. Obrigado pelos mimos, Supernatural.

PS: Amei Kevin aparecendo e finalmente tendo um final digno e um descanso merecido com sua alma indo para o céu. Descansa em paz ícone!
2019-01-24 18:58:31


Episodio 11x22 - Nota 10

Chamem a Christina Rocha que esse episódio foi o verdadeiro CASOS DE FAMILÍAAAAAA!!! Hahaha. Eu não sei nem por onde começar a falar sobre esse episódio incrível!
A minha expectativa para o encontro entre Deus e Lúcifer estava altíssima, mas eu não estava esperando que iria rir tanto desses dois como eu ri aqui. Eu achei que iria rolar faíscas, que tio Lu iria ficar possesso e iria partir pra cima de Deus, mas, não, ele se demonstrou bem magoado, chateado, e doido para um pedido de perdão para com seu Pai. Como eu disse, foi um verdadeiro casos de família, com Deus e Lúcifer de cada lado e os Winchester no meio tentando mediar o acordo de paz. Foi muito engraçado Lucifer bancando o adolescente rebelde, se trancando no quarto de Sam e escutando música alta com a porta trancada kkkkkkkkkk. Eu acho que de certo modo, como o próprio Lucifer disse, Deus tem certa dificuldade de assumir que fez merda. Sim, dá para entender que suas intenções sempre foram as melhores, mas é como o Sam disse “Pedir perdão não é assumir que você está errado e ele certo. Às vezes é só isso mesmo: pedir perdão”. Eu nunca imaginei que teríamos Deus e Lúcifer fazendo as pazes e ficando como aliados contra um inimigo comum. E nesse episódio a série foi mais além: Deus, Lúcifer, anjos, demônios e bruxas se juntaram para enfrentar a Amara!!!!! Bicho, isso é SENSACIONAL. Olha, Amara, você merece meu respeito só por ter proporcionado esse fato épico para a série. É por isso que eu só apaixonado pela mitologia de Supernatural. Nada é como costumamos a ver, já tivemos anjos malvados, demônios virando mocinhos e ajudando os heróis, e até vilões como Lucifer ajudando os Winchesters e Deus, ou seja, nada daquele conceito unidimensional que eu tenho em mente quando penso nessas figuras.
E vamos bater palmas para esse squad sensacional: Deus, Lúcifer, Dean, Sam, Crowley, Rowena, mais anjos, demônios e bruxas. Dá vontade né, Esquadrão Suicida? Eu ri dos demônios rindo da cara do Crowley tentando fazer uma reunion e convencê-los de se aderir a batalha, e, falando sério, eu não sei como ele ainda consegue ser rei, porque seu mandato foi uma bosta. No fim, eu nem entendi direito como que os demônios aderiram a causa. Bem que eu ainda me lembro daquela cena avulsa de um anjo e um demônio falando de aliança lá no início de temporada, mas ficou tão jogado essa cena que fica aqui meu lamento por não terem trabalhado isso melhor, teria sido sensacional ver anjos e demônios fazendo uma união, criando planos mesmo até sem o conhecimento do Crowley. Por outro lado, eu adorei a ideia de trazer as bruxas para o ataque. Gente, não consigo odiar a Rowena, cara. Ela tentando convencer a amiga bruxa lá a voltarem no tempo para poderem viver numa época boa para bruxas já que o mundo presente estava com os dias contados. Isso foi muito engraçado. Às vezes eu fico com pena, sabe. Fico com a sensação de que ela só quer ser reconhecida. Ser vista como uma bruxa poderosa e ter sua tão sonhada convenção de bruxas, hahaha.
O embate com a Amara foi muito bom também, mas, porra, essa mulher é muito poderosa porque nem juntando todo mundo deu certo. Ela A-CA-BOU com todo mundo, até Deus. Porrã, Deus está se demostrando um fracote, né? Perdeu muito fácil para a irmã, e olha que o ataque das bruxas, dos anjos e dos demônios a deixou mais fraca. E o que ela fez com o Lúcifer? Ela o tirou do corpo do Castiel? Não entendi. Só sei que foi muito foda toda essa sequência. Mas e agora? Já que o plano deles deu errado, como eles vão destruir a Escuridão? Eu tenho um palpite de que vai ser pelas mãos do Dean, afinal, ainda tem aquele lance dele com ela e ela com ele que não está na temporada à toa, apesar de eu não gostar. Eu não sei como, mas penso que tem algo a ver e que vai ser usado contra ela.

2019-01-24 19:01:15


Episodio 11x23 - Nota 10

Um final surpreendente justamente por ter fugido do lugar comum que eu achei que iriam cair.
Com o fracasso da batalha no episódio anterior, eu fiquei pensando (e os personagens também) como eles iriam enfrentar a Amara. Eu não entendi muito bem porque decidiram seguir coma ideia de matar a Escuridão com a tal bomba de energia, se Deus tinha falado que não poderia matá-la devido a existência do dois ser necessária para manter o equilíbrio no Universo, talvez eu tenha me perdido nessa parte. Até o surgimento da ideia de Dean praticamente servir de homem bomba e matar Escuridão, estava seguindo mais ou menos o caminho que eu achava que iriam seguir. Inclusive já estava sofrendo de antemão pela possibilidade de o irmão Winchester mais velho morrer novamente e isso servir como cliffhanger DE NOVO. Mas, surpreendentemente, o que os roteiristas tinham reservado para essa finale era muito mais grandioso: a reconciliação entre Deus e Escuridão.
Isso tinha tudo para me desagradar, afinal, eu estava esperando um confronto épico, e por mais que a batalha no episódio anterior tenha sido excitante e legal de acompanhar, a ideia que eu tinha de um confronto entre as duas forças do Universo era mais épica e grandiosa do que foi no 11x20, porém, eu adorei o que fizeram e eu fiquei satisfeito como tudo foi conduzido para o final que teve. Foi coerente, porque se você parar para pensar, a Amara não queria isso, o que ela queria é justamente o que Lúcifer quis de Deus no episódio anterior: perdão. Ela queria perdão, ela queira ser notada, reconhecida e libertada, porém com a recusa, o distanciamento e o descaso de Deus e o que Ele fez com ela, fez com que ela nutrisse um desejo de vingança, até ela mesma não estava feliz com o grande estrago que essa vingança dela estava causando. Eu gostei de Deus/Chuck finalmente tomando responsabilidade e encarando as coisas e se permitido a dialogar com a irmã. Para mim, essa resolução para o plot foi totalmente condizente com o relacionamento proposto entre os dois e com assunto central da série: família. No fim, Supernatural é uma série sobre família e relacionamentos familiares: Dean e Sam, Rowena e Crowley, Deus e Lúcifer e pro aí vai. Sem contar que, diante de tantas seasons finales em que terminamos com várias pessoas morrendo, gente apanhando e tiros, porradas e bombas, ter uma finale cujo o mote principal é resolvido de forma pacifista e por meio de diálogos, é no mínimo surpreendente, inesperado e, por que não, original.
Ponto negativo: ceifadora Billy aparecendo do nada somente pra servir de Deus Ex-machina, surgindo como resolução mágica para os problemas de Dean e Sam. Olha, tá difícil entender qual foi a função da personagem nessa temporada. Gosto da personagem, mas se ela aparecer na próxima temporada, eu torço para que ela tenha uma função mais objetiva e seja utilizada com mais naturalidade na série, porque, ao menos nesse episódio, sua participação, para mim, foi muito forçada.
Pontos positivos: os cliffhangers. Praticamente todo mundo já ressuscitou nessa série, então, não foi surpresa nenhuma o retorno da Mary no final do episódio. É claro que ela é o tal presente que a Escuridão deu a entender que daria a Dean, e, sendo sincero, eu ADOREI esse cliffhanger. Acho que esse retorno é bastante promissor, eu tô louco para ver qual vai ser a reação de Dean e de Sam, e, claro, o que os roteiristas estão planejando para a personagem. Será que ela vai se lembrar de tudo? Será que ela será uma morta viva? Hahaha. Será que essa nova vida tem prazo de validade, como no caso do retorno da esposa do Bobby? Tantas perguntas interessantes e empolgantes.
O outro cliffhanger também me soou bem promissor, afinal, ficaram intercalando as cenas dessa avulsa britânica o tempo todo no episódio e eu fiquei perdidinho me perguntando “Quem é essa mulher?”, “Que porra é essa bem na minha season finale?!”, para no final, eles jogarem na nossa cara que ela era do escritório britânico de letras e depois ela atira no Sam. O QUÊ????? Existem outros homens de letras em outros países? Achei que Dean e Sam eram os últimos descendentes. Qual é o objetivo dessa moça? E por que ela atirou no menino? Hahaha. Então tá né. Devo concluir que ela será a vilã da próxima temporada? Mais perguntas interessantes e que eu estou doido para descobrir as respostas.
A 11 temporada de Supernatural, assim como a oitava, não deve em nada as temporadas dos tempos áureos da série, mostrando que os roteiristas quando querem podem dar um gás nessa série tão longa. Os caminhos deixados para a próxima temporada têm tudo para render uma season boa, resta saber que vai dar bom.

PS1: o que foi a ceifadora Billy praticamente secando o Crowley com aquele olhar? É claro que eu shippei esse casal simmmmmmmmm!!!!

PS2: Lúcifer está vivo? É isso mesmo, produção? Entendi direito?

PS3: considerando que até Mary ressuscitou, será que podemos nutrir uma esperança de ver John Winchester sendo ressuscitado? Olha aí.....

2019-01-24 19:01:46


Episodio 12x1 - Nota 8.5

Ainda na décima primeira temporada, eu me perguntei o que mais Supernatural poderia abordar, afinal, onze temporadas de 23 episódios de média não é pouca coisa, e mesmo uma série com um universo tão rico e cheio de possiblidades como Supernatural, em algum momento fica cada vez mais difícil de se reinventar e criar novas histórias. Nesse sentido, eu julgo que a série, como um todo, se saiu muito bem. Ela soube explorar bem seu universo, teve algumas execuções fracas, é claro, mas isso é um sintoma que toda série que dura mais de cinco temporadas corre o risco de enfrentar. Mesmo assim, depois da abordagem da Escuridão, do começo de tudo e da aparição de Deus, fiquei me perguntando para qual caminho a série pretendia seguir. Na finale passada, a série me deu um gostinho do que poderia ser o tema abordado nessa temporada. A princípio não curti muito o lance dos homens de letras britânicos e o retorno de Mary do mundo dos mortos, mas, considerando essa premiere, acho que temos uma trama inesperada e que tem potencial para dar certo.
Eu sempre gostei da abordem da mitologia dos Homens de Letras na série, e até então eu pensava que Dean e Sam eram os únicos restantes dessa linhagem, até chegar os homens britânicos de letras. O surgimento dos britânicos foi interessante, amplia o conceito e me leva a perguntar: se existe homens de letras britânicos, então existe outros homens de letras em outros países? Os britânicos querem interferir apenas nas ações dos caçadores americanos, neste caso Dean e Sam? Quem é que manda nos homens de letras como um todo? Sabe, são perguntas interessantes e que eu torço para que ao longo da temporada sejam respondidas. Enfim, pelo que tivemos no episódio, teremos na figura dos caçadores britânicos a figura dos nossos vilões da temporada, e eles estão putos com o método de Dean e Sam e por eles serem os responsáveis por tragédias como iniciar o Apocalipse, Leviatãs e a libertação da Escuridão. Uma coisa que penso que pode ser interessante é o dilema que isso pode trazer para Dean e Sam: esse questionamento de como suas ações estão impactando a vida daqueles que eles salvam. Acho que temos boas coisas a serem abordadas e estou torcendo menos o nariz para a trama dessa temporada, mesmo ela não sendo tão forte como a da temporada anterior, por exemplo. Mesmo assim, eu estou aberto e pronto para pagar para ver.
Mesmo tendo gostado do plot dos homens de letras britânicos, é Mary Winchester quem rouba a cena nesse primeiro episódio. Eu não gosto de séries que ressuscitam personagens o tempo todo, mas quando eu percebi que Supernatural recorreria a isso o com frequência, eu tive que aceitar isso caso quisesse seguir com a série. Ironicamente, o retorno de Mary do mundo dos mortos me agradou bastante, tudo porque ela é uma personagem pouco explorada, e o cenário dela interagir com os filhos agora adultos tendo os conhecidos somente bebês, é muito interessante. Só por esse episódio suas cenas com Dean renderam momentos emocionantes. Eles estão ligados pelo parentesco, mas já deu para peceber que tanto tempo longe, a época diferente e o fato de ficarem praticamente uma vida sem contanto, pode ser um empencilho para convívio entre os três. Além disso, será que Mary está perfeitamente "normal"? Ou será que voltar dos mortos trouxe alguma consequência? E como ela vai lidar com o fato de seu maior receio, seus filhos cairem na vida de caçador, se tornou realidade? Eu gosto das perguntas que as tramas centrais dessa temporada me provocaram, resta saber se a execução vai ser boa, ou se é nada disso que eles têm como proposta para essa season.

PS: nem preciso dizer que a melhor cena é quando Mary revê o Impala e diz que tem boas memórias com John e aquele carro, olhando para o banco traseiro do mesmo e Dean fazendo aquela cara entendendo o que aquilo realmente significava, hahahaha.

2019-01-24 19:03:20


Episodio 12x2 - Nota 9

Até o momento estou gostando bastante dos rumos dessa temporada.
A verdade é que já nesse segundo episódio os homens de letras britânicos confundiram um pouco a minha cabeça, ou melhor, acho que confundiram, não sei. É claro que não boto minha mão no fogo e nem acreditei muito no que o tal de Mitch disse, acho que ele só tentou uma abordagem diferente da abordagem bruta que a Toni vinha fazendo com sua tortura. Mas, afinal, eles querem recrutar os Winchester para a causa britânica? Se for isso mesmo, Toni, amiga, acho que não é assim que você vai concencê-los, hahaha.
Falando na personagem, eu gostei de Toni. Com o perdão da palavra, putz, que vadia!!! Olha, Sam em dois episódios sofreu mais do que eles costumam sofrer em uma temporada inteira. Palmas para esse moço porque sobreviver a aquela tortura é para poucos, o negócio foi nível hard mesmo. E se não bastasse a tortura física , a megera ainda fez um mind games fudido no cara, drogando e ainda aproveitando para trepar com ele kkkkkk. Maravilhosa! Adorei essa bitch. Mas, melhor ainda é ver Mary Winchester em plena forma, mostrando que é uma caçadora nata e salvando os filhos. Eu tô gostando muito da Mary, de verdade, seu retorno trouxe uma possível dinâmica diferente para a série. Considerando que com certeza a temporada terá o tradicionais casos da semana, já estou doido para ver os irmãos caçando com a mãe. Isso tem tudo para ser muito bom. Sobre o final, não sei para que serve aquele esse moço aí que os britânicos recrutaram, então não tem muito o que dizer ao não ser que muito provavelmente ele vai ficar seguindo os Winchester para onde eles forem.
Além disso, fiquei muito feliz do retorno do nosso querido Tio Lu para a série!!! VAI TER LUCIFER NA TEMPORADA SIM, CARALHO!!!! E eu que pensei que a Amara tinha mandado-o de volta para a jaula, mas, não, ele ficou vagando por aí de casca em casca até se apossar de um vocalista de uma banda aí. Nada contra o ator que fez esse músico, mas, pô, desembolsem aí, paguem o salário do Mark Pellegrino, inventem uma desculpa e bota ele na série!!! Lucifer É o Mark Pellegrino!!! É tão difícil assim fazer isso, cara???? Enfim, amei o plano de Crowley dando errado e ele fugindo. Crowley é um covarde mesmo hein, o negócio fedeu e puff, vai embora é ainda deixa a mãe dele para trás. Gente, tadinha da Rowena, nada dá certo para essa coitada kkkkkkk. Ela só se ferra!!! Olha,vida de bruxa não é fácil.

PS1: "Eu não suo em momento nenhum", Castiel me fazendo gargalhar com uma simples frase kkkk.

PS2: o abraço de Sam e Mary e ele dizendo que o retorno dela preenche um vazio que ele sentia, foi uma das cenas mais bonitas da série.
2019-01-24 19:05:00


Episodio 12x3 - Nota 8.5

Gente, a temporada está muito boa, obrigado!!!!
Eu gostei MUITO desse episódio, puro e simplesmente porque o dilema e a decisão final tomada por Mary Winchester foi muito bem feita e me agradou demais.
O caso em si não foi tão bom assim, mas seu propósito aqui foi fazer Mary enfrentar suas dúvidas e tomar sua decisão e, nesse sentido, o caso foi bem em cumprir seu propósito. É super entendível a Mary querer sair do bunker e ir caçar sozinha. Pensa bem, ela estava morta e de repente volta a vida num mundo totalmente diferente, com uma tecnologia difrente e se depara com seus filhos crescidos que você não vê desde quando eles eram bebês. Como você se sentiria? No mínimo deslocado, não? E é exatamente assim que ele se sentiu. Uma sensação de que ela não pertencia aquele mundo. Até mesmo coisas, como uma simples caçada rotineira ou fazer uma ligação, mudou muito nesse novo mundo que ela se encontra. A coisa mais incrível nesse episódio foi o maravilhoso diálogo entre a matriarca Winchester e Castiel, quando ela pergunta para o anjo quando ele sentiu que pertencia aquele mundo e se acostumou com tudo e ele lhe revela que ainda não sabe se algum dia sentiu que pertecesse a esse lugar. SENSACIONAL. Amei demais essa narrativa da personagem. Foi muito bem explorada, bem construída e serve até como uma metáfora para falar de coisas como depressão, por exemplo. Claro, Dean ficar com raiva com a decisão da mãe é perfeitamente normal, mas eu ficar com raiva dela por causa da decisão que ela tomou? Jamais!!! Até porque eu entendo muito ela.
A parte de Lucifer também foi ótima. Amei o retorno da dupla dinâmica Crowley e Castiel, ou melhor, agentes Byoncé e Jay Z, trabalhando juntos para encontrar Tio Lu. Os dois juntos é ótimo e, claro, rendem ótimas risadas. O troféu esperta da vez vai para Rowena, que ao contrário do filho bundão, soube lidar com Lucifer e o banir para bem longe, assim ganhando tempo para fugir. Agora ela tem que torcer para Lucifer não encontrá-la novamente porque o cara deve ter ficado irado!
2019-01-24 19:06:28


Episodio 12x4 - Nota 8.5

Por enquanto nada a reclamar também dos episódios de casos da semana. Apesar desse episódio não ter avançado muito na trama dos homens de letras britânicos, ele foi um ótimo episódio que além de ter uma crítica válida ao fanatismo religioso, também teve conexão com elementos lá da primeira temporada, o que trouxe um ar nostálgico, eu diria.
Sobre o caso em si, foi bem chocante. O jeito que aquela família tratava a filha, sobre pretextos religiosos, é deshumano. Várias vezes me peguei chocado com algumas cenas, achei até que tivemos cenas bem pesadas nesse episódio e que foram bem difíceis de se assistir. Passei bastante raiva nesse final de episódio com o assassino comandado pelos homens de letras britânicos matando a menina que os Winchester acabara de salvar. Só por essa cena já pode-se perceber a grande diferença entre os HDS britânicos com os americanos, visto que deu a entender que para os britanicos, se apresenta algo que é diferente do humano, tem que ser morto, ao contrário dos Winchester, que se deparam com um caso e vê que cada um tem sua particularidade e as coisas não são tão preto no branco assim. Eu gostei disso, gostei dessa diferença, que é primordial e pressumo eu vai ser o ponto de choque entre as duas oposições. Quero ver isso sendo trabalhado na temporada.
Para finalizar, mas uma vez vou ter que elogiar Sam. Surpreendentemente, o irmão Winchester caçula é o que melhor está sabendo lidar e interpretar a decisão da Mary. Sim, ele sempre foi o irmão mais centrado e que respondia melhor as coisas, o Dean sempre foi mais emocional, mais cabeça dura, mesmo assim, estou surpreso que desde a temporada dez o Sam vem me agradando bastante, o que é um baita ponto positivo considerando meu histórico com o personagem ao longo da série.
2019-01-24 19:07:43


Episodio 12x5 - Nota 9

Estou chocado que até agora eu gostei de todos os episódios até o momento. Esse episódio foi completamente filler, mas, nossa, eu ri e me divertir horrores com essa trama da volta de Hitler e dos necromantes. Meu, você pode esperar de tudo dessa série, até o Hitler apareceu!!! Fico imaginando o que mais falta aparecer, hehehehehe.
A trama tinha tudo para ser absurda, alguns pode até achar que foi, mas para mim, todo o contexto em torno do relógio conter a alma de Hitler, inclusive referenciando as horcuxes em Harry Potter, foi muito da hora. E ainda teve a divertida e tagarela Ellie, descendente ainda viva de Hitler. Realmente, ela não calava a boca, hahahaha. E gente, que Hitler mais zuado é esse? Kkkkk Totalmente patético e risível, um verdadeiro pamonha. Hahahaha amei essa sambada da série no líder dos nazistas.

PS: Dean se orgulhando no final porque matou Hitler foi impagável! Kkkkk
2019-01-24 19:08:42


Episodio 12x6 - Nota 9

Eu deveria ficar irritado com tanta sequência de episódios de casos da semana em detrimento de uma trama central até então pouco explorada, mas eu estou amando os casos, e para a minha surpresa, eles estão mais empolgantes que a trama dos homens britânicos de letras.
Primeiro eu amei como conectaram o caçador falecido com a Mary, mostrando o passado em que ela o salvou e o inspirou a se tornar um caçador. Isso só trouxe ainda mais carga dramática para o episódio e para as situações que sucederam esse fato, além que trouxe um peso enorme para a presença da personagem no funeral de celebração. Melhor cena sem dúvidas foi a mãe do falecido caçador a culpando pelo destino do filho, achei que a pegada de drama da cena estava no ponto. Olha, tenho que dizer isso, a Mary está sendo a melhor coisa dessa temporada. A proposta narrativa que trouxeram para a personagem a casa episódio se mostra acertada. Foram apenas seis episódios e a personagem já teve vários dilemas intressantes e pertinentes que me mantém muito interessado. De verdade, eu não esperava gostar tanto dela como estou gostando até o momento.
Eu adorei conhecer todos os outros caçadores, tivemos até irmãos gêmeos, cuja a origem até serviu de plot twist no final. O ataque do demônio, relembrando a problemática do "quem é que é possuído da vez", foi sensacional, inclusive deu até saudade de um episódio semanal com um demônio avulso como vilão. Foi tudo muito bom, talvez minha única crítica a esse episódio seja a aparição da ceifeira Billy. Eu adoro a personagem e a atriz é ótima, porém seu propósito na série está muito inconclusivo. Até agora não sei qual é o objetivo da personagem, na minha opinião, ela está muito mal aproveitada e deslocada na trama. Se pensar bem, ela foi o Deus- ex machina desse episódio. Ela apareceu do nada, falou basicamente as mesmas coisas que sempre fala e serviu mesmo só para colocar Dean dentro da casa novamente e salvar todo mundo. Isso, infelizmente, é uma pena porque a personagem é ótima.

PS: a reação da Jody vendo a Mary foi de mais surpresa até que os próprios filhos kkkk, pelo menos foi a impressão que fiquei na cena. Ela ficou chocadíssima.
2019-01-24 19:09:55


Episodio 12x7 - Nota 8

Incrível como essa temporada está confusa e está me virando do avesso . Os casos semanais estão de longe bem melhores que as duas tramas centrais, que tinham potencial e estão sendo porcamente abordadas. Bom, os homens britânicos de letras foram largados no churrasco e até agora o plot não disse a que veio, e olha que lá no primeiro episódio eu julguei que o plot tinha potencial, ao passo que Lucifer também parece estar perdido, possuindo corpos de estrelas de rock e preocupado em ganhar seguidores. Tipo, quê??? Sem contar que ele tá muito bundão, é facilmente derrotado e não fez nada de intressante a não ser fugir pulando de casca em casca e matando um ou outro ali no meio do caminho. E gente, não entendi, porque na temporada passada até ficar de bem com Deus ele ficou, agora Deus foi sabe-se lá onde com a Escuridão, tacou o foda-se de novo para a humanidade e deixou o pessoal aqui lidando com Lucifer, que resolveu voltar a tocar o terror. Tipo, ?????. Eu adoro o personagem, mas até agora como vilão ele está muito fraco.
2019-01-24 19:18:16


Episodio 12x8 - Nota 9

Um episódio muito bom, mas que escancara a falta de direcionamento dessa temporada.
Afinal, sobre o que é essa temporada mesmo? É sobre os homens britânicos de letras? Sobre Lucifer? Sobre tudo isso? Se sim, porque esses plots caminham a passos de tartaruga e praticamente não teve desenvolvimento algum?
Lucifer foi a grande decepção da temporada, infelizmente. Tê-lo como vilão dessa temporada seria maravilhoso, mas eu estava detestando o que eles estavam fazendo com o personagem. Ele praticamente não fez nada, ficou sua participação inteira na temporada , que aparentemente terminou aqui, só sobrevivendo entre cascas e, pelo jeito, seu único objetivo mesmo era engravidar a tal amante do presidente. Eu gostei desse plot, pra ser sincero, os Nephilim nunca foram abordados na série com profundidade, mas, novamente, agora é isso a trama central da temporada? Não dá para saber...
Do nada misturaram os homens de letras na situação, com Mr. Hetch finalmente mostrando a cara e auxiliando para que exorcizassem Lucifer. Ou seja, essa 12 temporada está uma bagunça de plots. Tá meio complicado de entender, tão apostando em tanta coisa.
Enfim, espero que daqui para frente a temporada seja mais objetiva, e os plots centrais fluem de forma mais orgânica, o que esse episódio deu a entender que pode acontecer.

PS1: essa prisão dos Winchester não fez muito sentido. Por que eles ficaram no quarto, gente?

PS2: a frase do episódio foi a Rowena dizendo para o Crowley após esse a salvar do namorado "Essa foi a coisa mais foda que você já fez por mim".

PS3: devemos concluir que Lucifer foi mandado de volta para a jaula?
2019-01-24 19:19:30


Episodio 12x9 - Nota 8

Agora finalmente eu estou entendendo mais ou menos onde querem chegar com o plot dos homens britânicos de letras, eu acho. Considerando o final desse episódio, eles querem atrair os Winchester e fazê-los por livre e espontânea vontade se unir a eles e aos seus métodos. Pelo menos foi o que pude concluir desse episódio.
Se no episódio passado eles tiveram a ajuda do Mr. Ketch, nesse novamente eles tiveram que recorrer a ajuda dos britânicos para fugir da cadeia. Aí que tá, os HBL não estão ajudando os irmãos à toa, parece que o objetivo é mesmo fazê-los ficar devendo para num momento oportuno cobrá-los pelos favores oferecidos. E parece que nem os Winchester se deram muito conta disso.
Gente, esse pacto com a ceifadora Billy foi muito forçado! Tipo, novamente a personagem servindo como um Deus ex-machina aqui, sendo resgatada na trama só para salvar os Winchester e servir de desculpa para tirá-los da cadeia. Pelo menos poderia ter sido pior, cheguei até a pensar que a participação da Mary na temporada se encerrase aqui, mais Castiel tratou de consertar o erro dos dois matando a ceifeira. Essa personagem prometia tanto, mas infelizmente foi maltratada pelos roteiristas, poxa, não deram bem seguimento naquele plot do flerte dela com o Crowley no final da 11 temporada #chateado.

PS 1: vixe, Mary aceitou trabalhar para os homens britânicos de letras. Com certeza ela vai esconder isso dos filhos e gerar muito drama. Pelo jeito a constante mania de esconder segredos que os Winchester tem é de sangue.

PS 2: como não se emocionar com o discurso lindo do Castiel falando da importância que Dean e Sam têm para ele? Foi uma verdadeira prova de amizade. Castiel, seu lindo!!!

2019-01-24 19:15:01


Episodio 12x10 - Nota 8.5

Há muito tempo eu não gostava de um episódio que tinha o background do Castiel como foco. Infelizmente, desde a décima temporada, com a inserção da Claire, uma personagem que eu tenho muitas dificuldades para gostar, que venho achando os plots que davam a Castiel bem fracos.
A abordagem que fizeram do personagem nesse episódio me lembrou muito como era feito lá no começo, quando o mesmo entrou na série. Com todo o lance de Lily, Castiel teve que confrontar decisões do passado e enfrentar um eu que hoje ele já não é mais. É realmente muito impactante ver um Castiel agressivo, ficado nas suas missões, sem questionar os motivos e seguindo a risca o que lhe é mandado. O personagem já evoluiu tanto, já desenvolveu tanta humanidade nessa caminhada com Dean e Sam que parece até dois personagens diferentes. Ele passou a fazer questionamentos contra aquele sistema que ele seguia a risca e como ele se comportava. Trabalhar essa dualidade elevou ainda mais esse episódio que só pela Lily já estava bem bom.

PS: foi uma grande surpresa ver Castiel em uma casca feminina.

2019-01-24 19:21:17


Episodio 12x11 - Nota 8.5

É oficial, essa temporada de Supernatural está sendo sustentada pelos casos semanais, que estão muito bons diga-se de passagem.
Foi um episódio hilário, Dean estava feito uma criança, andando até em touros mecânicos e esquecido que só, mas ao mesmo tempo teve espaço para drama e para cenas bem bacanas como aquela entre Dean e Rowena no meio do episódio.
Aliás, meu, adoro a Rowena como personagem. Ela funciona muito como alívio cômico, sempre tem frases sensacionais que me fazem cair na gargalhada e tem uma química/dinâmica incrível com os irmãos Winchester.
Gostei muito do caso, Supernatural deveria investir muito em casos envolvendo bruxos, porque de um tempos para cá, todos eles foram bem bons, bem melhor do que os já batidos episódios com vampiros e lobisomens.
2019-01-24 19:22:26


Episodio 12x12 - Nota 9.5

GENTEEEE, que episódio foi esse?
Amei tudo. Amei a montagem, a edição fazendo uma homenagem ao Tarantino, e amei os vários elementos lembrando a primeira temporada. Teve até o Colt e um dos generais do inferno de olhos amarelos, vulgo terror da Winchester family.
Olha, tá cada vez mais difícil de defender a Mary. Adoro a personagem, mas, amiga, O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO???? Não dá para te defender assim. Primeiro que ela está seguindo a risca a cartilha do dna Winchester e escondendo a verdade do filhos, depois ainda segue confiando nos homens de letras britânicos, e ainda leva o amigo caçador para morte. Poderia ser ainda pior, porque Cas quase passa dessa para uma melhor e se não fosse o Crowley, todo mundo estava ferrado. Ou seja, em um episódio essa mulher conseguiu colocar a vida do elenco inteiro em cheque. E, meu, mesmo assim ela entrega o Colt para o Mr. Ketch no final!!!! COMO ASSIM??? Miga, basta só você olhar para a cara dele que você vai perceber que ele é evil!!!! Olha, difícil...
Preciso falar sobre Ramiel. Bicha, a senhora é destruidora mesmo. Que personagem da hora, as lutas foram incríveis e ele foi bem badass. Quase torci para ele não morrer para termos a chance de ver esse personagem novamente. Adorei a interação dele com o Crowley, mesmo achando aquela explicação de como Crowley se tornou rei do inferno meio desnecessária. E parece que vai ter mais generais do inferno por aí: Dagon e Asmodeus? HUM ....

PS1: estão caprichando nos diálogos de demonstração de carinho entre os personagens nessa temporada. Dean e Castiel me matando com seus diálogos falando o quanto são importantes um para outro nesse episódio foi super fofo.

PS2: como assim o Crowley tá com o Lucifer preso? Oi? De onde veio isso?
2019-01-24 19:24:13


Episodio 12x13 - Nota 7

Ah, para né. Crowley também já foi super escroto com a Rowena uma vez, chegou a obrigá-la a matar a pessoa que mais amou na vida só pelo prazer de humilhá-la. Adorei que a Rowena fez sua revenge e pisou bonito, adoro essa relação meio amo e te odeio entre ela e Crowley. Além disso, esse filho do Cowley é um porre, muito chatoooo, inclusive foi o grande responsável por tonar esse episódio bem sem graça.
Eita que Dagon já apareceu nesse episódio mesmo e, putz, ela tá com a Kelly e o Nephilim!!!
Não entendi muito bem por que Crowley está com o Lucifer de refém, se for só para se vingar pela humilhação que ele passou, é muita burrice. Mandasse logo ele de volta para a jaula e pronto, game over para o Príncipe do inferno. Acho uma burrice, até porque tá na cara que ele vai fugir. Pelo menos, esse aprisionamento permite que vemos mais Mark Pellegrino interpretando tio Lu.
2019-01-24 19:25:34


Episodio 12x14 - Nota 8.5

Episódio muito bom.
Apesar de ter passado raiva com Mary Winchester nos últimos episódios, tenho que falar que dá para entender as decisões dela e o porque dela se aliar aos homens de letras britânicos. Esse episódio foi muito bom em pontuar isso. Ao longo de sua conversa com Sam, pude concluir que o desejo dela é proporcionar uma vida melhor aos caçadores, principalmente aos filhos e o discurso dos homens britânicos de letras corrobora para isso, pelo menos de maneira superficial é um discurso muito seduzente para alguém com as motivações de Mary. Ao mesmo tempo, achei compreensível Sam também aderir aos britânicos, porque na cabeça dele eu penso que funcionou assim: eles têm a tecnologia, os instrumentos e a praticidade, ele e Dean têm a experiência, por que não juntar os dois? E faz até sentido, porém quando você vê a figura de Ketch, por exemplo, e os dois primeiros episódios dessa temporada, você percebe que os britânicos não enxergam os ministros e os casos da mesma forma que os Winchester, querendo matar tudo e a todos, e esse deve ser o ponto de divergência entre britânicos e americanos.
Sobre a morte do vampiro alfa, eu fiquei abismado com o despreparo dos homens de letras britânicos. Eles dão um ar que são super preparados e tal, mas foram facilmente dominados pelo vampiro alfa e ainda tinha um traidor no meio deles, ou seja, a filosofia deles não é tão imbatível e 100% assim.
Parece que desencavaram o Colt mesmo, hein. A arma foi usada para matar o vampiro alfa e confesso que estava perdido não lembrando o que tinha acontecido com ela na última temporada em que apareceu.

PS: o que a morte do vampiro alfa pode afetar na aparição futura de vampiros na série?
2019-01-24 19:26:58


Episodio 12x15 - Nota 7

Episódio muito fraco, o que é uma pena visto que foi um episódio em torno de cães do inferno, criaturas sensacionais do universo de Supernatural que sempre rendem ótimos episódios quando aparecem.
Não foi esse o caso. No começo eu estava até envolvido e quando a moça mencionou que entrou na faculdade lá, eu pensei que ela tivesse feito um pacto com um demônio da encruzilhada. Mas, não, o que inventaram não teve nada a ver com isso, e o cão do inferno nem ligado ao pacto estava, ou seja, mehhh. As explicações desse episódio foram todas fracas e desnecessárias. Acho que dessw plot mesmo só valeu o Sam matando mais um cão do inferno. O cara já tá ficando profissional nisso.
Infelizmente não estou curtindo o plot do Crowley manter Lucifer como refém. Tudo bem que os diálogos entre os dois são divertidos, mas pelos atores mesmo, mas tudo mundo já sabe que eventualmente o Lucifer vai fugir, então por que estamos perdendo tempo com isso mesmo? Essa vingancinha do Crowley já tá ficando bem enfadonha.
2019-01-24 19:28:12


Episodio 12x16 - Nota 8

A única coisa que salva nesse episódio foi Mick, porque de resto....
Acho que já estou me cansando dos plots centrais dessa temporada. O plot dos homens de letras britânicos tá até tendo desenvolvimento, aqui ganhou uma camada interessante, mas demorou demais a ponto de já se tornar cansativo, assim como as cenas de Crowley e Lucifer, cujo o único propósito de estar na série ainda é ter dado origem ao Nephilim, outro plot que está estagnado com a moça que tá fugindo desde o início de temporada praticamente.
Eu gostei dessa humanização do Mick, já tá claro aqui que o cara vai entrar em conflito com a própria filosofia de trabalho e pode ser o responsável por trair os homens de letras britânicos e bater de frente com Ketch, talvez isso seja suficiente para dar um gás nesse plot.
E nem comentarei sobre a Claire. Por que Supernatural ainda investe nessa personagem é um mistério para mim. Já tentei, mas você não tinha nem que estar aqui, linda.
2019-01-24 19:29:21


Episodio 12x17 - Nota 8

Um episódio que não serviu para nada. Andou, andou e parou no mesmo lugar.
Mais uma vez tenho que dizer que Mick foi a melhor coisa do episódio, principalmente seu flashback infantil, que de infantil não teve nada. Gente, aquilo é muito sádico!!! Pensa você ainda criança ser condicionado a matar o próprio amigo? Achei esse flashback ótimo porque deu ainda mais valor a humanização do personagem. Porém os roteiristas têm um parafuso a menos e jogaram todo o tempo desperdiçado nessa humanização do personagem no ralo, já que logo no final a megera comandante dos homens de letras britânicos, que nem me deu o trabalho de gravar o nome, junto a Ketch mataram o cara. Tipo????? Então tá né, o tempo que gastamos nisso não serviu de nada. Ketch é outro que parece que vai desenvolver sentimentos pela Mary e lutar contra o sistema, pelo menos foi o que deram a entender. E gente, o que deu na Mary? Porque para dormir com esse cara aí tem que ter muita coragem. Mulher, o que você está fazendooooooo?????????
O plot do Nephilim também não mudou nada, afinal, localizaram a mulher, armaram a armadilha, tavam com as mãos na moça e mesmo assim a perderam para Dagon de novo, ou seja, o que mudou na história? Isso mesmo, NADA!!!! De fato novo nesse episódio, só a revelação da identidade da comandante dos homens de letras britânicos. Trazerem a Eillien de volta foi outra coisa WTF , porque achei forçado criarem aquela situação só para ele ficar mal pela morte do moço lá e o Mick ficar contra os chefes.
2019-01-24 19:30:36


Episodio 12x18 - Nota 9

Com clara inspiração no filme A Buxa, esse episódio só veio confirmar que as tramas centrais dessa temporada estão fracas, mas em compensação os episódios fillers, em sua maioria, estão ótimos.
Adorei esse episódio. Adorei o clima, o caso e seu desenrolar, a criatura abordada, o deus Moloch, e a mensagem do episódio em si. Acho que esse foi um dos episódios mais macabros da série em muito tempo. Sério, a concepção da criatura ficou ótima e dá um certo frio na barriga ficar olhando para aquela cabeça de bode, assim como foi bem macrabra aquela cena no porão relatando o ritual de sacrifício ao deus cara de bode. Nesse momento, não sei por que, veio aquele filme O Albergue na cabeça. Se para apontar um único ponto negativo nesse episódio, seria o fato que eu advinhei quem era o vilão por de baixo da máscara muito fácil, mas isso não me atrapalhou em nenhum momento, porque eu entendi qual era a questão que eles queriam trabalhar ao linkar as frustações do personagem por não ter seus esforços reconhecidos, com Dean e Sam se perguntando que herança eles receberiam pelo o que eles fazem ou se seriam lembrados quando partirem. Inclusive, o final com eles gravando as iniciais dos seus nomes na mesa do bunker foi muito singela e bonita, com certeza uma cena para ficar marcada na série.
Tivemos uma pitada de Ketch nesse episódio, como se alguém tivesse pedido, colocando escutas no bunker. Ok, é isso aí.
2019-01-24 19:31:51


Episodio 12x19 - Nota 9

Finalmente o plot do bebê nefilim tomou proporções épicas e me empolgou de vez.
Castiel, às vezes, ou quase sempre, mete os pés pelas mãos. Apesar de eu até entender que ele quer se sentir útil, o personagem entrou nisso com tudo. Por que não levou os Winchester de primeira lá no esconderijo da Dagon? Já teria poupado tanto esforço!!!
A Kelly tá muito confusa e eu igualmente. Bitch, desde que deram conhecimento da existência desse bebê, ficaram te falando que ele era filho do capeta e tal, que vai destruir o mundo e mesmo assim ela queria a criança, aí do nada a Dagon fala que a criança nascendo a Kelly morre, daí a Kelly resolve se matar e matar a criança junto? Filha, decide o que você quer. A criança a impede, é claro, daí ela já quer a criança de novo kkkkkkkk. Mas, dentro disso, eu tô gostando muito desse lance da dúvida que estão jogando na gente se a criança é de fato do bem ou do mal. Porque ela quer nascer, isso ficou claro, portanto manipular tanto Kelly e Castiel para protegê-lo até o nascimento seria genial!!! Ao mesmo tempo, será que esse bebê é apenas um bebê inocente que adquiriu poderes do pai e só quer sobreviver? Pode ser também!!!! Dean deve ter ficado com ainda mais raiva de Castiel, porque, no fim, Castiel comprou mesmo a ideia de ser guardião da criança e parece estar determinado a protegê-la até mesmo de Sam e de Dean. Btw, a cena que Castiel mata Dagon é muito foda!!! Aliás, Ramiel e Dagon estão out, ou seja, Asmodeus, se eu fosse você, não dava as caras nessa série, pode dar ruim pra ti.
A ideia que Sam teve de retirar a graça do bebê de forma similar ao que aconteceu a Gadreel, foi de gênio, eu não me atentei a essa possiblidade. E poderia funcionar! Mas eu acho que essa criança vai nascer mesmo, muito provavelmente na season finale.

PS 1: frase do episódio: "Você pode ser a Maria de Nazaré parte 2 edição Jesus do mal" kkkkkkkkkkkkkkkkkk morri.

PS 2: gente, como assim a Dagon destruiu o Colt? NÃOOOOOOOOOO!!!!!
2019-01-24 19:33:04


Episodio 12x20 - Nota 8.5

Olha, eu tô gostando dos casos que têm bruxos como vilões. Se não me engano, os últimos três episódios que tiveram bruxos eu gostei. Claro que eu estou com raiva de termos um episódio desses nessa altura do campeonato, ainda mais depois do último episódio ter sido bem bom e empolgante. Mas é Supernatural, né gente, então....
Enfim, o retorno de Max e Alicia foi bacana, gostei muito da bruxa evil que faz bonecos humanos e dela tentar convencer (e conseguiu) Max a herdar seus poderes. Só achei aquele cliffhanger no final meio desnecessário, afinal, eles pretendem retornar com essa história em algum momento???? Com a Alicia semi morta viva zumbi??? Não entendo pra que, mas então tá.
Sobre Mary, miga, cê me jura que não tinha sacado que Ketch era evil??? Ah, vá!!! Meu, ela é boa de luta, o cara suou para conseguir prender ela, por um momento cheguei até a pensar que ela conseguiria.

PS: se não bastasse Ketch, ainda temos que lidar com a volta de Toni, que resolveu dar as caras depois de 477 episódios sem aparecer. Ninguém pediu você de volta, só para ficar anotado. SAI DAQUI!!!!
2019-01-24 19:34:05


Episodio 12x21 - Nota 8

Vou logo já matar os comentários sobre Crowley e Lucifer aqui, porque PUTA QUE PARIU, SUPERNATURAL. O que aconteceu nesse plot foi o que eu, e mais o Universo todo, já sabia que iria acontecer desde sempre: Lucifer iria fugir. Uau, que surpresa!!!! Quem poderia prever??? Sabe o que me deixa com mais raiva nesse plot? É Crowley mantendo Lucifer preso praticamente a temporada toda, só por picuinha, para no fim Lucifer fugir. Meu, se você tem seu inimigo nas suas mãos, MANDA ELE DE VOLTA PARA A JAULA, não fica dando oportunidades dele fugir. Crowley, quando que você ficou tão BURRO???? E Lucifer é outro bem burro. Como que ele enfia a adaga no peito do Crowley e não percebe que nem brilhar o corpo brilhou, como de costume acontece na série, sendo que minutos antes ele arranhou a cara do cara e brilhou. E pior, como ele não viu uma fumaça preta gigantesca entrando no rato que estava passando magicamente ali perto???? Gente, isso não fez o menor sentido!!!!!! Sem contar que aquilo ali deve ter feito um barulho danado e tinha um monte de gente no cômodo, que convenientemente não viu NADA. Ah, vai tomar banho! Meu, muito, mas muito mal escrito essa sequência. A única coisa que salvou foi Lucifer levitando Crowley e obrigando ele a imitar seus movimentos, tudo porque a cena ganhou um ar trash cômico impossível de não rir.
Ainda sobre Crowley, que conexão forcadaça foi essa dele junto com os homens britânicos de letras? Oi? Quê? Hã? Cuma? Quando é mesmo que eles deram a sugerir essa parceria? Ah é, nunca, só foi jogado aqui mesmo. E gente, pra que matar a Eilleen a troco de nada só por matar? Trouxeram a mulher de volta nessa temporada só para matar? Pra que isso????????
Falando do que eu gostei: lavagem cerebral da Mary feita pela Toni, olha, as cenas da Mary ficando toda suada foram bem tensas, eu fiquei me sentindo mal por ela. E, claro, a cena do mega evil puxando o tapete de outro mega evil, com Ketch prendendo Toni junto com os Winchester no bunker. Tomou, bocuda!!! A sorte dela é que ela está com os Winchester e portanto não deve morrer. Aposto que ceifadora Billy vulgo Deus Ex-machina dessa série vai aparecer e salvar eles.

PS: amei a cena final com Lucifer sentindo o ar fresco da liberdade naquela paisagem linda. Ficou foda essa cena.
2019-01-24 19:35:23


Episodio 12x22 - Nota 10

ACABOU- Ô-Ô-Ô!!! ACABOU!!! Finalmente acabou esse plot chato, arrasto e cheio de personagens irritantes dos homens britânicos de letras. Olha, parece que o negócio durou uma eternidade.
Eu gostei muito desse desfecho. Sam ficou ultra badass aqui, comandando os caçadores americanos contra os britânicos e dizimando geral. Uma das melhores partes foi Jody metendo a bela bem na cabeça da chefona lá. Adorei!!! E eles tomaram conhecimento que tio Lu está livre, ou seja, teremos uma season finale com Dean e Sam vs Lucifer e Kelly parindo o nephilim. Tem tudo para ser muito bom.
A cena de Dean com a Mary foi FODAAAA!!! Amei eles usarem a máquina lá e colocarem Dean dentro da prisão mental de Mary. A série debulhou nos diálogos nessa cena. Sério, foi impecável!!! Dean finalmente vomitou para fora tudo que queria dizer para a mãe e externalizando porque ao mesmo tempo a ama e a odeia. E no final ele perdoando ela. Foi muito emocionante, sem dúvidas. Mais uma cena para ficar gravada na história do show.

PS: Mr. Ketch e Toni morreram e já foram tarde. Beijos da Lilith para vocês!
2019-01-24 19:36:17


Episodio 12x23 - Nota 10

O QUÊ???? REALIDADE PARALELA????? Socorro que Supernatural tá pura ficção científica.
Gente, que season finale bombástica e maravilhosa!!!! Meu, foi muito bommmmm!!!
Eu já estava esperando que o nephilim iria nascer, isso já vinha sendo desenhado pela série há muito tempo, mas fiquei chocado com esse poder dele liberar uma fenda no tempo que leva a uma realidade pararela onde Sam e Dean nem existiram e o mundo foi consumido pela guerra entre anjos e demônios. Ahhhhh será que eu amei isso? É CLARO QUE SIM. Primeiro que a ambientação do local ficou incrível, me lembrou muito o Purgatório. Segundo que isso abre uma gama de possibilidades para a série. Meu, se esse menino filho do capeta for do mal e as coisas que têm nesse mundo paralelo vierem pro lado de cá, FUDEU!!! Pray for Dean e Sam, porque né???
Tenho que falar um pouco do Crowley, que infelizmente foi um dos grandes pontos negativos dessa temporada. O personagem não teve muita direção e passou a temporada inteira mantendo o Lucifer preso e do nada ele vai ajudar os Winchester a fazer o feitiço para colocar Lucifer de volta na jaula. Meu, você ficou um tempão com tio Lu de refém, porque você já não fez isso??? Se você tivesse feito isso, ao invés de ficar brincando de rixa com Lucifer, eles não estariam nessa situação agora. BURRO. BURRO. BURRO!!! Bitch, please. Mesmo Crowley moscando , eu senti sua perda aqui, achei muito nobre ele sacrificar em prol do feitiço dar certo. Pena que.... NÃO DEU CERTO! Hahahaha . Mortoooo!!!!! E gente, por que quando o Castiel enfiou a faca no Lucifer, ele não morreu??? Eu não entendi. De verdade, eu não entendi. Alguém me explica??? O fato é que mataram o Castiel, buuuummmmm!!!! Olha, eu até poderia esperar que alguém morresse, mas Castiel e Crowley? Dois de uma vez? Nunca. E Kelly também morreu, ou seja, a galera estava mesmo com vontade de matar boa parte do elenco. Número da contagem de mortos nesse episódio: 3. Sem contar que a Mary ainda ficou presa no mundo paralelo com Lucifer. Btw, essa cena ficou super telegrafada e clichê, mas eu estava tão empolgado e sentindo a tensão dos acontecimentos que nem me importei tanto com isso.
E, claro, o final. O filho do capeta, ou melhor Jack, nasceu e é praticamente uma Amara 2.0 porque o bebê não é um bebê mais, e sim um adolescente.
Essa season finale foi muito foda. Quero muito saber se esse anticristo aí é do bem ou do mal e como Dean e Sam vão libertar Mary do mundo paralelo. E por favor, manda mais desse mundo paralelo na próxima temporada. Fico agradecido.

PS1: como assim Sam e Dean ficam surpresos dos Crowley ter se libertado, sendo que eles só enfiaram uma faquinha na mão do demônio? Pô, surpresa seria se ele não se libertasse né. Me poupe!

PS2: Bobby com aquela espécie de turbante na cabeça ficou muito Índia né? Só faltou ele soltar um 'Inshalá.
2019-01-24 19:37:14


Episodio 13x1 - Nota 9

Ahhhhh, adorei essa premiere!!!!
Se o objetivo dos roteiristas era fazer eu me apaixonar pelo Jack, parabéns, vocês conseguiram. Gente, como assim eu já tô caindo de amores pelo filho de Lucifer? Mas, sério, não tem como, ele é muito fofo!!!
Uma das maiores perguntas deixadas pela temporada passada era a dúvida que pairava sobre a natureza do recém nascido (que já é adolescente). Diria que até agora é impossível a gente tirar uma conclusão disso e isso é o primeiro grande ponto positivo desse plot. A princípio, considerando a natureza de seu pai, a gente poderia concluir que o menino é evil, assim como Dean deixou bem claro pensar nesse episódio, porém o que vimos de Jack por enquanto nos leva a crer, até o momento, que não é bem assim que as coisas são. O ator é ótimo e soube passar muito bem a sensação que o personagem vive de estar perdido. Jack pareceu um menino perdido, como se tivesse acabado de acordar num mundo que ele não conhece, tendo que lidar com um monte de coisas que ele não conhece, inclusive seus poderes. Talvez junto o desbravamento de sua natureza, saber controlar e usar seus poderes seja um dos focos desse início de temporada, e, claro, parece que Sam e Dean vão ajudá-lo, visto que Sam já criou uma ligação com o garoto.
Gostei muito de toda a sequência da delegacia que têm somente duas pessoas, hahahaha. O menino de Riverdale pensando que Jack era loucão e que tinha fumado umas rendeu vários momentos engraçados, e eu já estava envolvido na instantânea amizade deles. Além disso, o episódio soube trabalhar muito bem os momentos de dúvidas sobre as ações de Jack, como, por exemplo, a sensação que eles passaram de que Jack iria ferir o garoto. De fato feriu, mas como consequência da atitude agressiva de Dean e não porque ele quis. Mesmo assim, isso não impede de que mais pra frente ele aflora uma natureza mais maligna, ou será que o possível convívio com Sam e Dean vai matar de vez essa possibilidade?

PS 1: morto que Jack está considerando Castiel como seu pai, isso claramente não é a toa e só reforça a ideia de que Castiel irá retornar. Agora, como ele irá retornar é a pergunta.

PS2: muitos plots interessantes a vista. Além do nephilim, temos Mary e Lucifer presos na realidade alternativa e os anjos estão atrás de Jack, o que me leva a pensar que vai ter demônios atrás dele também

PS3: em apenas um episódio Jack foi de bebê a adolescente. Como eu já me apaguei a ele, eu espero que ele pare seu amadurecimento aí mesmo e não vire um adulto.

PS4: uma das coisas mais bonitas que Supernatural já fez foi esse ritual de despedida dos caçadores. É um ritual muito significativo e é uma maneira deles celebrarem a vida daquela pessoa que foi tão especial e importante para eles. Me emocionei muito com essa cena deles queimando o corpo de Castiel e se depedindo dele.
2019-01-24 19:49:58


Episodio 13x2 - Nota 9

Outro episódio ótimo. Incrível que essa temporada está recheada de plots e, para mim, até agora todos eles estão muito bons e são igualmente empolgantes.
Partindo do que está mais em foco, sigo amando Jack. Sua adição na série até o momento está se demostrando muito boa e essa escolha de deixar na dúvida sobre se o garato é ou não do mal está muito convincente. Tudo indica que não, ele só está tentando se entender e se conhecer, porém eu entendo Dean ficar com um pé atrás, porque nunca se sabe o dia de amanhã, portanto pisar em ovos é algo a se considerar. Só acho que Dean está sendo extremista de mais, ele poderia relaxar mais e confiar no Sam. Falando nisso, desde a décima temporada que Sam vem me agradando muito. Ele está sabendo lidar com as situações com uma sensatez sem tamanho e vem me surpreendendo bastante. É algo diferente para mim me ver gostando mais de Sam do que de Dean, quando eu passei mais da metade da série com um esse sentimento ao contrário.
Não esperava Asmodeus aparecer por agora. Gostei do estilo dele e pelo jeito ele vai ser mais uma figura que vai ficar atrás de Jack. Eu não entendi que bichos eram aqueles que estava tentando tirar do buraco com a força do Jack. Tipo, fiquei perdido naquela cena, e btw, essa cena ficou tosca.
O plot de Mary e Lucifer na realidade paralela tá muito fodaaa. Quem diria que Tio Lu e Mary renderam uma dupla, hein. Adorei eles brigando e desbravando o local. E caralho, como assim o Miguel apareceu???? O MIGUEL!!!! Socorro, que eu já quero um embate de Lucifer e Miguel na minha mesa já!!! Ahhhh, eu tô amando muito tudo isso.

PS: Sam e Dean levando Jack no tatuador foi muito engraçado.
2019-01-24 19:51:23


Episodio 13x3 - Nota 7

Considerando que o caso, do qual eu não gostei, tomou grande parte do episódio, eu terminei de assisti-lo com uma sensação de que foi bem fraco. Falando a verdade, Jack e Sam carregaram o episódio nas costas.
Não deu para entender muito bem por que trouxeram a Missouri (sim, eu não lembrava da personagem na primeira temporada) para matá-la logo na metade. Tipo?????? Adicionado a isso, achei essa morte dela muito sem sentido e pouco convincente. Então, realmente não rolou.
Eu estou AMANDO muito a dinâmica de Sam com Jack. Os dois praticamente viraram bffs e Dean já tá um PORRE. Amigo, já entendemos que você está de luto, mas para de descontar nas pessoas. Calma!!!!
Sam falando para o Jack que se identifica com ele foi muito fofo < 3

PS 1: que legal lembrarem do vídeo da Kelly e fazerem uma cena do Jack assistindo o vídeo.

PS 2: Jody oferecendo abrigo para mais uma garota. A casa dela praticamente virou o Lar da senhorita Jody para crianças peculiares, porque né?

PS3: esse lugar que o Castiel está é o vazio que Billy mencionou na temporada passada?
2019-01-24 19:52:41


Episodio 13x4 - Nota 8.5

Episódio muito bom, tirando a parte do Castiel, é claro buuummmm!!!
Mds, melhor coisa ever foi juntarem Dean, Sam e Jack em uma caçada. Meu, tá muito bom e ainda o caso foi excelente, criativo e com vários momentos bons.
Mesmo Dean resolvendo ser um embuste nessa temporada, Jack ainda está tentando ganhar a confiança do Winchester mais velho. Achei muito bonitinho ele arranjando um caso para eles. Ahhh, ele é muito fofo, estou apaixonado!!!
Dean tentando miná-lo do caso foi muito escroto, ainda bem que temos Sam, rei da educação, ensinando Dean a como tratar as pessoas.
O grande plot twist desse caso foi a metamorfo do bem e que é psicóloga. Hahahaha. Gente, muito bom!!! Se já tivemos até vampiro do bem, por que não um metamorfo? Tenho dois momentos preferidos : um foi quando a metamorfo começou a fazer terapia com Dean e Sam, com Sam desabafando e sambando na cara de Dean. E a cena que a metamorfo assume a forma de Kelly só para dar a Jack uma chance de vê-la e ter contato com ela. A carga dramática desses dois momentos foi incrível. O plot permitiu trabalhar muito bem o sentimento de luto nos três personagens. AMEI!
Não gostei do plot de Castiel. Adorei a ambientação daquele grande vazio em que ele estava, aquele fundo preto ficou da hora, mas a atuação do Mischa do alter ego do Castiel ficou forçada e seus trejeitos foram praticamente os mesmos de quando ele fez o Lucifer, que eu também já achava forçado. A justificativa para o retorno do personagem também foi bem fraca, não gostei não. Acho que a série já teve justificativas muito mais bem feitas para trazer personagens de volta a vida.

2019-01-24 19:53:50


Episodio 13x5 - Nota 8.5

Esse início de temporada está bem interessante. Apesar desse episódio não ter avançado muito na trama e do caso semanal ser bem básico, foi um episódio que correu rápido, com bons momentos e um final empolgante.
O jeito pra baixo de Dean até aqui tá algo digno de nota. Ele não esconde que está bem abalado com as perdas da mãe, de Castiel e por que não dizer de Crowley também. Mesmo sendo muito compreensível esse sentimento down do personagem, eu não me lembro do personagem deixar tão evidente assim um sentimento tão apático como ele vem demonstrando no começo dessa season, talvez na décima temporada com o plot da marca de Caim, mas mesmo ali o sentimento mais gritante era o de falta de esperança e perspectiva. Não sei explicar, o fato é que Dean Winchester está abalado.
Sobre o caso do doutor furadeira, foi nada demais, apenas um típico caso de fantasma, apesar de ter gostado muito da construção de seu visual. Mas é no surgimento da ceifeira Billy que o episódio se faz valer de fato. Eu vinha bem decepcionado com as aparições dessa personagem, tudo por que não estava curtindo a forma como estavam utilizando-a e sinto que não estavam aproveitando-a da melhor forma. Esse episódio trouxe uma nova perspectiva para a personagem que me agradou muito!!! Ao matarem a Morte, lá na décima temporada, sempre ficou a pergunta do que aconteceu com o Cavaleiro da Morte. A Morte pode morrer? Ela não é necessária para o equilíbrio natural das coisas? Como fica o esquema dos ceifeiros depois da Morte do coordenador disso tudo? Finalmente a série nos mostrou que a Morte é mais um cargo e, por ter sido a primeira ceifeira morta após esse acontecimento, Billy se tornou a Morte, a the new boss. Eu amei esse fato. Sempre disse que Billy era uma personagem com presença e combina muito com esse cargo. O visual dela com aquela foice ficou incrível, assim como o visual daquela cena da conversa entre ela e Dean no céu. Muito bom!
Essa conversa entre ambos foi bem energizante para Dean, no fim, ela não nos revelou nada que não concluímos antes na série: Dean é super importante no mundo e, portanto, tem muito a fazer. Senti que essa cena veio nesse momento mais para dar a Dean um propósito, fazê-lo se reerguer e continuar a fazer o que tem que fazer.
2019-01-29 23:01:38


Episodio 13x6 - Nota 7.5

Um episódio que valeu mais pelo reencontro de Dean e Castiel e pelas cenas entre Castiel e Jack.
Eu sei que 13 temporadas é muita coisa, mas um episódio tão simplório utilizando ghouls não é o que quero ver nessa altura do campeonato. O episódio teve até o tão tradicional tom de comédia de Supernatural, como a cena de Dean e Castiel no carro, mas como saldo final, foi um episódio muito fraco.
Como eu disse, as cenas entre Castiel e Jack foram as melhores. Eu já me apaguei ao Jack e quero que eles o protejam de qualquer maneira, não vou aguentar se por algum motivo ele se tornar do mal. Por favor, NÃO!!! Considerando a forma como ele ficou abalado e se sentindo culpado por ter sido responsável pela a Morte do guarda, eu quero acreditar que ele não corre o risco de se tornar evil, mas e se for algo inevitável por conta da natureza de seu pai? Aliás, esse dilema do personagem está ótimo.
#protectJack.
2019-01-29 23:02:56


Episodio 13x7 - Nota 8.5

Eu estou gostando da proposta da realidade alternativa que Supernatural trouxe para essa temporada, mas, putz, chutaram o pau da barraca mesmo hein. Estão ressuscitando TODOS os personagens praticamente , até gente que ninguém nunca gostou e nunca pediu para estar aqui estão trazendo de volta. Sim, estou falando do Ketch.
Gosto do Miguel como vilão e, para mim, está inevitável que ele vai conseguir sair do mundo paralelo para a nossa dimensão. Gosto da ambientação e aquele cativeiro que mantiveram o Lucifer ficou muito foda, inclusive, bem jogos mortais aquela tortura que Miguel fez com o príncipe do Inferno. Não gostei do retorno do Kevin. Gosto do personagem, mas, nessa versão, o Kevin ficou muito histérico a níveis irritantes, bem longe do Kevin que eu gosto. Curti não.
Alguém me explica POR QUE DIACHOS trouxeram o Ketch de volta? E o pior, com aquela explicação patética e ridícula???? Por favor, né. Pô, já é chato você ficar vendo personagem voltando a vida o tempo todo, mas pelo menos se dê o trabalho de criar uma justificava decente, não essa boba, fácil e sem graça. Nossa, horrível. Nem preciso comentar muito sobre toda aquela narrativa de irmão gêmeo e blá blá blá. Gente, era pra gente acreditar naquilo???? Ah, tá ok então.
O caminho para onde podem conduzir Lucifer me deixa na dúvida, se por um lado é até legal ver a interação dele com Castiel, por outro eu fico com medo dele se tornar o novo Crowley e fazer aliança com Dean e Sam, porque ambos vão ter Miguel como um inimigo em comum. A gente já viu isso na 11 temporada, btw e se recorrem a isso é fazer disso uma constante na série pode dar ruim.

2019-01-31 20:36:19


Episodio 13x8 - Nota 8.5

Esse episódio foi até divertido, impossível não rir da cena em que Dean fica com morrendo de medo de enfiar o braço na cabeça de javali e leva uma picadinha no dedo kkkkk.
Gostei da história do baú, mas quando você chega no final, nada valeu de nada porque queimaram o homem com o feitiço junto, ou seja, o episódio deu a volta em si mesmo e não serviu de nada.
Aquela moça era pra ser uma Charlie 2.0??? Aquela cena de despedida dela foi bastante idêntica ao da primeira vez que a Charlie apareceu na série.
2019-01-31 20:37:35


Episodio 13x9 - Nota 9

Apesar dos exageros da trama da realidade alternativa, é uma trama muito mais empolgante do que a trama dos homens de letras britânicos da temporada passada.
Esse episódio foi muito bom!!!! Jack segue sendo a melhor coisa da temporada e eu adorei a Kaia e o lance dos caminhantes de sonhos.

PS: Por que Dean ficou apontando a arma com aquela agressividade toda pra cima da menina???

PS2: socorro que tem a possibilidade de aparecer até dinossauros nessa série kkkkk
2019-01-31 20:38:50


Episodio 13x10 - Nota 9

Diferente daquele spin off horrível que fizeram lá atrás, a ideia do Wayward Sisters é muito boa e para mim funcionou bastante. A química entre Jody e as meninas é ótima, sem contar que ter uma série só com protagonistas femininas seria muito bem vindo. É uma pena que não tenha vingado.

PS: gente, como assim todo mundo vai ter uma versão alternativa no (s) outros mundos? Tá muito ficção científica isso daqui.

PS2: poderiam ter matado a Paticience, Kaia é uma personagem muito mais legal.
2019-01-31 20:40:00


Episodio 13x11 - Nota 8

Episódio que começou até bem, no meio ficou maçante e no final deu uma salvada. Nem tem muito o que dizer, pelo menos tentaram criar algo diferente para fazer um episódio com vampiros.
2019-01-31 20:41:19


Episodio 13x12 - Nota 8.5

Episódio muito divertido. Ri muito com o Dean enfeitiçado e todo bobão pelas bruxas lá hahahaha.
Adorei também o retorno da Rowena, sempre gostei da personagem e o jeito que ela sempre saí correndo por aí em busca de seus objetivos pessoais e acaba sempre se ferrando. O destaque ficou para cena entre Rowena e Sam em que ela assume estar com medo de Lucifer e ambos relatando terem visto a verdadeira face do mesmo.
Ah, gente, não estou curtindo muito o que estão fazendo com o Lucifer. O personagem era um ótimo vilão e do nada, desde a temporada passada, ele ficou tão bobo, as pessoas inclusive começam a rir e tirar sarro dele. Parece que ele está seguindo o mesmo caminho do Crowley, vilão carismático e forte mas que cada vez mais vai perdendo sua essência e função na série.
2019-01-31 20:42:26


Episodio 13x13 - Nota 8.5

Olha Supernatural olhou para a cara do limite e deu uma bela risada, porque chutaram o pai da barraca mesmo. Gente, estão trazendo todo mundo de volta. Até GABRIEL VOLTOU!!!! Como assim?????? Até o final da temporada Charlie, Crowley e até o John devem voltar kkkkk. Essa é a temporada da ressureição.
Brincadeiras a parte, foi bom o episódio. A temporada está até boa, só me irrita mesmo esse vai e volta de personagens, isso mata todo impacto que você pode ter sentindo quando um personagem morreu na série. Se alguém morre nessa série, eu nem dou a mínima mais, porque sei que uma hora esse personagem vai voltar.
Ketch. Meu, por que esse personagem está aqui????? Como que ele se aliou com o Asmodeus??? E sério, precisava mesmo? Nem os roteiristas sabem o que querem com ele, afinal, de que lado ele está mesmo???
Adorei a Anael e sua aliança com Lucifer, bem como o retorno do vilão ao céu e conseguir convencer os anjos a deixá-lo a governar por lá.
2019-01-31 20:43:55


Episodio 13x14 - Nota 8.5

A temporada está ficando cada vez mais intrigante. Estão conseguindo manter meu interesse tanto na Terra 1 como na narrativa da Terra 2.
Jack e Mary amizade do pop. Maravilhosos!!!! E Jack já deve estar com lordose de tanto estar carregando essa temporada nas costas. Reizinho que me fez o favor de matar Zacarias 2.0. Não aguento nem ouvir esse nome, affs. NÃO, SAI DAQUI!!!!!!
Muito bom também foi darem os ingredientes para o feitiço para abrir o portal para a Terra 2. Gente, bota logo esse povo lá, quero ver as tretas e a guerra acontecendo. E por favor, mata Asmodeus e Katch que ninguém se importa!!! E DEIXA essas caralhas mortas de vez.

PS: Donatello who? Já foi tarde, queridinha.
2019-01-31 20:45:02


Episodio 13x15 - Nota 7.5

Conseguiram fazer a busca pelos tais ingredientes algo BEM CHATO. NÃO consegui me manter interessado nesses 45min de episódio. Foi muito enfadonho e sem graça. Nada a mais a comentar. NEXT!
2019-01-31 20:46:08


Episodio 13x16 - Nota 10

AHHHHHHHHHHHHHHHHHH PARA TUDO QUE ESSE EPISÓDIO FOI MUITO BOM!!!!Acho que aqui temos um belo exemplo do que é um bom crossover: é você saber aproveitar a essência das duas séries e combiná-las perfeitamente. E isso foi o que me foi entregue nesse episódio. Quando soube da notícia desse crossover, eu logo virei a cara e até ri, porque só imaginava no quão tosco poderia ser, bem, ainda bem que eu estava errado e queimei minha língua. O episódio foi nostálgico, divertido e bem produzido.Eu cresci vendo Scooby- Doo no Sbt depois que chegava da escola e no Cartoon Network, e não poderia ter ficado mais feliz ao ver que trouxeram todos os elementos marcantes do desenho para esse episódio. Teve eles correndo loucamente enquanto tocava a música tema do Scooby, teve Fred fazendo suas armadilhas e obviamente dando errado com Salsicha e Scooby metendo os pés pelas mãos, teve Salsicha e Scooby comendo de montão, teve as explicações mirabolantes e ao ponto de Velma, tudo perfeitamente combinados com as características marcantes de Supernatural como o Dean sendo o "crianção" todo fascinado por ser um cartoon e o Sam sendo o mais racional dentro daquela situação em que eles estão. Foi muito bom, e só posso parabenizar os roteiristas por isso.Cara, o que foi Dean passando cantadas na Daphne e Velma toda saidinha pra cima do Sam? Chorei de rir kkkkkkkkkkk; Igualmente hilário foi o Dean no final usando uma echarpe kkkkkkkSomente a resolução do caso que eu achei meio mais ou menos, nada que tire o mérito do episódio é claro. Porém, o finalzinho com eles dando uma explicação alá Scooby com a coisa do canivete e tal foi muito bacana.Enfim, eu ainda estou na quarta temporada de Supernatual, mas assim que descobri da existência desse croosover eu tive que pular até aqui pra conferir, e não me arrependendo. Foram 41 minutos de pura diversão. Dou 10 com gosto!
2018-03-31 19:38:34


Episodio 13x17 - Nota 8.5

Caralho, essa Sandy me enganou diretinho. Mó mega evil.
O Ketch há alguns episódios atrás era evil e estava do lado do Asmodeus, do nada virou agente duplo e agora já está ajudando os Winchester kkkkk. Pelo menos serviu para salvar Gabriel e trazê-lo para o bunker. Gente, não vou aguentar se a Mary voltar para esse moço.
Sam estava certíssimo, por que não esperar o Castiel e a recuperação do Gabriel para tudo mundo atravessar a fenda? Nem sabe se tá a maior guerra do outro lado, quanto mais gente melhor. E alô, Miguel é um arcanjo, não é um qualquer.
Asmodeus prometeu ser um puta vilão e no final se tornou o que mesmo? Nada!!!
2019-01-31 20:47:13


Episodio 13x18 - Nota 8.5

Ah, gente, sério que vocês vão querer mesmo me enfiar Katch guela abaixo? Arghhhh.
Caraca, mais um personagem que voltou na série, dessa vez é a Charlie. Assim, eu adoro ela, mas, putz, eles devem estar querendo bater o recorde. Só nessa temporada foram ressuscitados Bobby, Charlie, Ketch, Gabriel, Kevin e por aí vai. Ô louco!!!
Parte do Gabriel foi muito da hora, adorei que ele matou Asmodeus. Asmodeus foi a decepção da temporada. Entrou e saiu da série sem causar impacto nenhum. Péssimo vilão. Gabriel sendo Gabriel nesse final. Pô, cara, vamos precisar de você. Não é para fugir não, affs!!!!
O plot no céu no episódio passado parecia prometer tanto, mas logo nesse episódio o plot ficou tão chato. Lucifer, desde daí e vai você mesmo logo atrás do Jack.
2019-01-31 20:48:17


Episodio 13x19 - Nota 8

Mas gente, a Rowena passou sua passagem na série até aqui em conflito com o Crowley , chegou inúmeras vezes tentar matá-lo e você versa, daí do nada ela está nesse luto imenso e querendo trazê-lo de volta? Como assim? Não consegui comprar esse plot.
Como assim a Naomi está de volta?????
Só tem nove anjos no céu???
E onde foi parar o Lucifer quando o Castiel foi para lá????? WTF
2019-01-31 20:49:16


Episodio 13x20 - Nota 8

Achei esse plot da vingança do Gabriel tão boring. E aí, ele vai ajudar agora????
Gente, faz esse feitiço logo e vão salvar meu Jack da Terra 2.
2019-01-31 20:50:26


Episodio 13x21 - Nota 10

AHHHHH agora sim, finalmente o enfoque no que interessa.
Queria dizer que já estou shippando Rowena e Gabriel sim. Os dois se pegando foi muito engraçado kkkkk. Chorei de rir. E os pensamentos dos dois? Hahahaha icônico.
As brigas entre Rowena e Lucifer estão cada vez mais cômicas. Ela mandando Lucifer sem querer para a outra dimensão kkkkk
Finalmente eles atravessaram, porra!!!!
Agora o negócio vai ficar foda. Meu squad todo reunido foi muito bom.
Sam morreu AGAIN???? Nem vou me preocupar, aposto que no próximo episódio ele já está vivo.
2019-01-31 20:51:25


Episodio 13x22 - Nota 10

Nossa, cara, PUTA QUE PARIU!!!
Todo mundo moscou muito nesse episódio, mas a Mary e o Sam ultrapassaram todas as barreiras. Mary, amiga, vem cá, não é a hora de bancar a super heroína e querer salvar o mundo inteiro não. Eles perderam um puta tempo para deslocar esse tanto de gente, fora o tempão que eles gastaram para decidir se iria acatar o plano dela ou não.
E, meu, SAM SEU BURRO !!! Deixasse para lidar com Lucifer aqui, mas, não, deixou o cara com o Miguel e ele sabe como fazer o feitiço que abre a fenda, otário!!! Olha, tá de parabéns pela coragem, porque nação não tem.
Por que trouxeram Gabriel de volta mesmo se mataram ele nesse episódio??? Então tá né. Não gostei porque queria mais de Gabriel com Rowena.
2019-01-31 20:52:25


Episodio 13x23 - Nota 9.5

Vamos bater palmas para Miguel, que desde a quinta temporada está tentando conseguir o sim do Dean e somente agora conseguiu. É isso aí, persistir sempre, desistir nunca.
Como assim o Jack perdeu seus poderes daquele jeito, muito conveniente ele perder os poderes justo quando mais de precisava dele.
A luta entre Miguel e Lucifer foi decepcionante. Tinha tudo para ser épica e foi bem qualquer coisa.
Olha, Dean/Miguel no final com aquela boina me fez querer parafrasear uma frase de Harry Potter: "Você pode não gostar dele, mas não pode negar, Miguel tem estilo".
2019-01-31 20:53:29


Episodio 14x1 - Nota 7.5

É mesmo né, não há nenhum King of Hell. Sam reizinho literalmente tocando o terror nos demônios tudo kkkkkk. Gente, estou adorando Sam de montão desde a décima temporada, menos quando ele dá suas burrices, tipo no penultimo episódio da temporada passada.
Aí, chatinho esse primeiro episódio.
Só quero saber do meu Jack lidando com a perca de seus poderes, tadinho!!!
E quais são os planos do Miguel mesmo?
Como assim Mary e Bobby flertando??? NÃO!!! PAREM!!!!
2019-01-31 20:54:33


Episodio 14x2 - Nota 8

O Miguel tá meio que tentando reunir um grupo de todos os monstros? Que experimentos eram aqueles??? Isso me lembra sexta temporada e isso não é bom, hahahaha.
Ata que Miguel simplesmente vai embora e aquele era o Dean real, real. Eles NÃO vão acreditar nisso.
Qual é a finalidade desse plot do Nick??? Assim, super entendo ele querer saber o quem matou sua família, mas não acho que isso seja um plot interessante da gente acompanhar, até porque isso pouco tem influência na trama principal, a princípio. De longe é o pior plot da temporada. Amo Mark Pellegrino, mas cagaram demais, melhor deixar quieto.
Como não se emocionar com Jack indo conhecer os avós.
2019-01-31 20:55:33


Episodio 14x3 - Nota 8

Mas a caralha do Miguel ficou enchendo o saco querendo o sim do Dean, daí quando consegue pula logo do barco??? Oi? Hã? Quê? Cuma???? Não faz muito sentido, mas a gente aceita né.
Eu não sei o que é mais fofo, se é Sam bancando o paizão com Jack ou se é Castiel sendo paizão com Jack.
Que tosse de sangue é essa???? Ah, não, se vocês matarem o Jack vão se ver comigo. Será que é conseqüência dele estar se tornando humano? Sério, ele não pode morrer.
Não sei opinar se curti ou não esse plot envolvendo o retorno da Kaia.
2019-01-31 20:56:35


Episodio 14x4 - Nota 9

Estou fazendo minha maratona de Supernatural (ainda estou na sétima temporada), mas eu vi fotos desse episódio e soube que era uma episódio de Halloween, daí a vontade de pular até aqui pra ver foi muito grande. O dedo coçou e puff, baixei o episódio.
Ahhhhhhhhh eu adorei. Típico episódio clássico de Supernatural que não tem muito a ver com a trama central da temporada, mas que é super divertido e você termina com um sorriso de orelha a orelha. Não sei por que o Dean estava triste, mas adorei que ele logo ficou animado ao saber que o caso envolvia um boneco de Thundercats que ganhou vida, ele estava muito engraçado nesse episódio, ri pacas.
Eles também souberam brincar muito bem com filmes de terror slashers antigos, teve até um momento que o carinha fala que que as sequencias geralmente são ruins, mas que ele gostava da terceira parte, hahaha. O visual do Hatchet Man ficou muito bom, muito bem feito, gostei bastante.
PS: Dean querendo que ele e o Sam se fantasiassem de Telma e Louise foi a cereja do bolo kkkkkkkkkkk. Eu queria muito ver isso!
2018-11-04 22:09:12


Episodio 14x5 - Nota 8.5

O caso até que foi interessante, apesar de ser sobre Djinn.
Tá, Miguel tá ainda dentro do Dean ou não tá, porque se tiver tá meio zuado isso daí. Miguel 2.0 veio com a maior gana de fuder a porra toda e faria isso? Ele quer montar um exército de seres superdotados??? Tá meio fraco ele como vilão.
E quando eles vão perceber que Mary e Bobby como casal tem zero química e não rola?
2019-01-31 20:58:02


Episodio 14x6 - Nota 9

Esse foi o melhor episódio até aqui. O plot do Dean com o Jack foi excelente!!! Adorei os dois juntos e chorei de rir em várias cenas. O Jack chamando Dean de coroa kkkkkkkk
Affs, eu não tô crendo que estão mesmo querendo matar o Jack. Não ousem fazer isso, por favor!!!!
O plot do Sam com a Charlie foi interessante, mas não tão empolgante quanto o do Dean. A Felicia Day está linda!!!
2019-01-31 20:59:04


Episodio 14x7 - Nota 9

OWNNN momentos Dean e Jack foram muito fofos!!! Quem diria que Dean demorou tanto a aceitar o rapaz e agora estão bem best friends forever. Ah, tô detestando esse clima de despedida do personagem que estão deixando no ar. Pray for Jack. E esse xamã aí? Ai, ai, ai.
Caraca, chocado com Nick todo psicopata. Adorei a sugestão de que ele já tinha tendências psicopatas e por isso era uma casca em potencial para o Lucifer. Mesmo assim, não sei se esse plot me empolga tanto. Acho que mostrarem o Nick e o Lucifer no vazio deve ser um indício de que o personagem pode voltar até o final de temporada.
2019-01-31 21:00:06


Episodio 14x8 - Nota 10

SOCORRO!!!! Eu estou sem estruturas depois desse episódio. Melhor episódio da temporada, sim!!! Sem defeitos.
Eu queria abraçar o Castiel, porque ele é lindo demais!!! Castiel fez o possível e o inimaginável para salvar o Jack e conseguiu, pena que teve que vender a alma para o vazio em troca disso.
Adorei trazem a Lili de volta na temporada. Sua participação na 12 temporada já tinha sido ótima, e a forma como uniram as motivações dela para ajudar os Winchester com seu passado foi muito plausível, sem contar que casa certinho com a temática da temporada. No fim, esse episódio é mais um que reforça que Supernatural é uma série sobre família.
Essa concepção do vazio tá bem legal. No começo estava com um pé atrás com esse plot, mas as justificativas e explicações foram se encaixando e tudo foi ficando mais claro. Não me surpreende o céu está sofrendo esses ataques e passando por mais bocados, afinal, os anjos já fizeram tanta merda nessa série que isso não me choca.
Agora, momento mais bonito do episódio foi quando Jack se encontrou com a Kelly e depois Castiel se unindo a eles e revelando porque está se sacrificando pelo Jack: "Porque eu fiz uma promessa. E porque eu te amo, Jack". AHHHHHH, CASTIEL!!!!!!!!!!!
2019-01-31 21:01:16


Episodio 14x9 - Nota 8.5

Mas, pera aí, o Miguel pode ficar transitando assim e possuir o Dean quando quiser? Deus, estou perdido nisso.
Olha, quando esse povo dana ser burro, eles conseguem em níveis estratosféricos. Conseguiram perder tanto o ovo quanto a lança. Parabéns!!!
Eu gosto do Garth, mas depois que o transformaram em lobisomem, sei lá, ficou meio estranho.
2019-01-31 21:02:34


Episodio 14x10 - Nota 9

A temporada melhorou muito do começo para cá. Esse episódio foi muito bom!!! Gostei das resoluções que apresentaram.
Bom, a ideia deles entrarem na mente do Dean já tinha acontecido duas vezes na série: com Sam e Castiel. Só restava entrarem na cabeça do Dean, muito que justo hahaha. Eu adoro esse plot. Sério, todos esses episódios foram ótimos e esse não foi diferente.
Adorei a ilusão que deram para o Dean e a muito que bem vindo o retorno de Pâmela Barnes. Eu nem cheguei a reconhecê-la no começo. Aquele looping com os dois matando os monstros no bar e dando o fora na vendedora foi muito bom.
Miguel tá querendo ser um Lucifer wanna be fazendo mind games com as pessoas? Horrível as coisas que ele disse para o Jack. O melhor do diálogo dele foi ele revelar que quer destruir todos os mundos criados e largados por Chuck vulgo Deus. Gostei dessa frase porque deu mais substância nos objetivos do vilão e eles ficaram mais claros para mim.
A resolução final coroou o episódio. A ideia de prenderem o Miguel dentro do próprio Dean é boa "I'm the cage", mas, na boa, devo acreditar que aquela porta vai mesmo ser suficiente para segurá-lo? Ainda mais um personagem que está se demonstrando tão fodão e poderoso? Hum .....
Caraca!!!! É claro que eu tô curioso para saber qual é o único final diferente, só espero que não seja um cenário em que um deles vai ter que morrer zzzz
Finalmente a ceifeira Billy sendo utilizada na série de forma inteligente. Até agora todas as passagens dela na temporada foram boas.
2019-01-31 21:03:44


Episodio 14x11 - Nota 8

Se tirar o plot do Nick, até que eu curti esse episódio. Para mim as cenas da Mary com o Dean foram legais. Gostei dos diálogos e dos momentos mãe e filho entre os personagens. Me lembrou o começo da 12 temporada, quando a personagem foi reintroduzida na série e Dean e Sam estavam doidos com ideia de poderem se reconectarem com a mãe.
Eu deveria prever que Dean iria ter a ideia de se matar para levar Michael junto com ele. Estava esperando uma solução mais criativa para o problema, que pode até vir mais para frente na temporada, assim espero. Mas de certo modo, é interessante ver essa metáfora para depressão e suicídio que o plot tenta trazer consigo, me peguei divagando sobre algumas coisas com relação a isso enquanto assistia o episódio. E outra coisa, mais uma vez vemos Dean sem esperanças e deprimido. Essa situação está novamente me lembrando o estado que ele ficou por conta da marca de Caim.
Sobre o plot do Nick, ainda tentando encontrar finalidade para tudo isso. For God's sake o que interrogar o demônio que matou sua família vai mudar para você??? Vai continuar todos mortos e no fim, ele é um DEMÔNIO, não precisa saber mais do que isso para entender por que ele mata as pessoas. Ele é evil, dãnnnn. Sei lá, não vou mentir que o plot até rendeu momentos de ação interessantes para o episódio, mas, de fato, esse plot não serviu para nada!!!!
2019-01-31 21:05:02


Episodio 14x12 - Nota 8.5

À medida que essa temporada vai caminhando, vejo cada vez mais paralelos com a trama da décima temporada na narrativa de Dean, digo com relação a marca de Caim. Essa marca foi difícil de superar e causou no nosso protagonista um sentimento horrível de que não iria conseguir, de que não tem saída e que está tudo acabado. Novamente estou vendo Dean lidando com esses sentimentos ao tentar resolver o lance de Miguel. É claro que haverá outra alternativa, que muito provavelmente será apresentada mais perto da finale, e de certo modo chega ser frustante a gente "adivinhar" o que vai acontecer na série, por ser coisas que já foram trabalhadas antes. Mas quando vejo cenas como o desabafo e pedido de Sam, eu percebo que eu não me canso de vê-los se apoiando e tentando enfrentar os problemas juntos. Claro que me emocionei com aquele diálogo e é claro que ele foi a melhor coisa do episódio. Outro ponto importante é o crescimento do Sam. Há bastante tempo ele vem lidando com as situações com uma maturidade incrível, sendo praticamente o alicerce mais forte entre os dois no sentido racional da coisa.
Eu realmente não estou gostando da trama do Nick. O personagem sem ser o Lúcifer não me causa tanto apelo. Não consigo me envolver com as suas cenas e pra mim elas ficam deslocadas demais com relação as outras tramas. Ainda estou tentando ver algum significado nisso, e o único que consigo vislumbrar é ele de alguma forma trouxer o Lúcifer de volta. Não sei, Lúcifer foi um bom vilão na quinta temporada, e sua participação na 11 foi interessante por conta que eu queria ver ele interagindo com Deus e a Escuridão, porém, desde a 12 sinto que perderam a mão com o personagem. Não sei, se for para trazer ele de volta, espero que ele venha com uma trama boa, que venha para acrescentar.

PS1: próximo é o episódio 300. Animação a mil!!!


2019-02-03 11:58:24


Episodio 14x13 - Nota 8.5

Termino esse episódio com uma sensação mista dentro de mim. Diria que foi um bom episódio, porém, diante de todo hype e expectativa criada em cima dele, diria que esperava bem mais do que vi.
Partindo do começo (dã!!!), eu gostei da forma criativa com que os roteiristas lançaram mão para justificar o retorno do John. Conhecendo bem a série, era óbvio que eles não o trariam de volta a vida, já que era para ser somente uma participação, logo eu imaginei que teria algo relacionado a viagem no tempo, um recurso bastante utilizado na série e que confesso ter me cansaço um pouco. A ideia da pérola que atende o desejo mais profundo do coração foi muito boa e bem utilizada. Casa com a temática da série e eu senti que os roteiristas se esforçaram para não serem tão óbvios e criar uma história mais original. Além disso, novamente eu me lembrei da décima temporada e de toda a situação de desespero e falta de esperança de Dean para remover a marca de Caim, com o mesmo pensando de primeira em usar a pérola para se livrar de Migual, para logo em seguida ver seu único fio de esperança recente cair por terra. A primeira metade do episódio me deixou um pouco nervoso, pois eu senti que o casinho que foi sendo construído ali tomou muito espaço no episódio, e isso, para mim, foi o que faltou para o desenvolvimento do que realmente importava, mas eu sei que para a justificativa da tal pérola não ficar rasa, isso essencial.
Eu esperava muito mais do retorno de John. Sim, senti que a série tentou retirar todo o drama que o retorno dele poderia render, mas infelizmente eles me decepcionaram muito nesse aspecto. Tirando a cena do diálogo de John com o Sam, que foi disparada a melhor coisa desse episódio e a única cena que de fato conseguiu me emocionar, o resto foi muito pouco para o que eu esperava que poderia ser. O reencontro do John com a Mary, por exemplo, poderia ter sido muito mais impactante e emocionante e não foi. De fato, ela dura muito pouco e logo cortam a cena, não dando tempo nem diálogo suficiente para construírem a emoção que eu gostaria que tivessem extraído desse reencontro. No fim, senti que eles não aproveitaram muito bem o John e ficou tudo muito corrido.
De tudo que aconteceu no episódio, o retorno do Zacarias e participação do Castiel foram as coisas que menos gostei. O retorno de Zacarias não acrescentou em nada na trama, e não falo isso porque ele é um dos personagens que passaram pela série que eu mais detesto, e sim, porque de fato não levou a nada. Quanto a Castiel, ele não precisaria ter participado desse episódio, mesmo que a cena que faz referência a primeira aparição dele na série tenha sido legal, toda historinha dele não se lembrar dos Winchesters e todo o embate entre eles me pareceu mais encheção de linguiça só para inserir ação no episódio, algo que não precisava e que, novamente, tomou espaço no episódio que poderia ser usado para construção de diálogos melhores entre Dean, Sam, John e Mary.
Enfim, como entretenimento, o episódio funciona, tem várias referências legais e o tom de comédia, como na maioria das vezes, tá excelente. Mas, como um episódio evento de comemoração de 300 episódios, digo que fiquei esperando bem mais do que foi apresentado. Não sei de fato até onde a minhas expectativas e o hype criado influenciaram para isso, talvez se eu mantivesse expectativas menores, teria aproveitado o episódio bem mais, vai saber, né? Dito isso, ainda considero o episódio 200 muito mais feliz que os episódios 100 e 300.


PS: gente, como não rir do Sam fazendo cosplay de Steve Jobs? kkkkkkkk

2019-04-28 14:12:26


Episodio 14x14 - Nota 9

Supernatural sendo Supernatural na hora de concluir plots de forma meio apressada.

Eu adorei esse episódio, mesmo tendo algumas ressalvas quanto aos acontecimentos do final. Essa parece ser daquelas temporadas em que os casos semanais são mais interessantes que o plot central. Sim, o plot do Michael até poderia render, mas o desenvolvimento já saturou e a trama vem me decepcionando ao longo dos episódios, o mesmo eu digo do plot do Nick, que julgo ser um dos piores que Supernatural já fez. E o que resta? Isso, os casos e o carisma de Jack. Ainda bem que, quanto a esses dois aspectos, não tenho nada a reclamar.
Esse episódio é um perfeito exemplo disso. Amei o caso do Gorgon, com pitadas de Medusa, um monstro complemente original nunca trabalhado na série. Era disso que eu precisava!!!! O começo teve um ar de suspense muito bom, me fisgou logo de cara e é um dos melhores começos de episódios em se tratando de episódios mais soltos de casinhos semanais. O tom de comédia, como sempre, estava maravilhoso. Supernatural tem personagens bons, eles sabem disso e sabem aproveitar ao máximo do que a dinâmica entre eles pode render. O time estava afiadíssimo. Dean, Sam, Castiel, Jack e Rowena funcionam muito bem juntos. E, gente, tenho que fazer menção especial a Sam e Rowena, que me surpreenderam muito positivamente nesse episódio me fazendo rir litros com toda a historinha do casamento fake e a ida do veterinário. Eu nunca imaginava que os dois juntos poderia ser algo bom, e isso vem já de um tempo para cá. Acho inclusive que ambos estão junto com Jack sendo meus personagens preferidos da série no momento. Jack disfarçado de cachorro foi impagável kkkkkkkkkkkkkk. Muito bom!!!!
A resolução do plot do Gorgon me pegou de surpresa. Primeiro que foi lindo ver o Jack cada vez mais apegado a família Winchester e a Castiel, usando o pouco de poderes que tem para salvar todo mundo, até vir a maravilhosa cena Rainha de Copas, com ele cortando a cabeça do monstro. Aquilo foi sensacional demais!!! Wow.
Quando o grande conflito do episódio se resolve em 20 minutos, eu começo a desconfiar de que alguma reviravolta vai acontecer, mas, de verdade, eu não estava preparado para o que aconteceu a seguir. A parte do Michael conseguindo sair da prisão dentro da cabeça de Dean e possuindo a Rowena foi uma grande surpresa. Mas a melhor parte disso tudo foi a luta do Michael com o Jack. Confesso que a derrota de Michael foi o que mais me incomodou no episódio, não porque eu estava gostando desse plot, pelo contrário, não aguentava mais o personagem e fiquei mega feliz dele, aparentemente, ter morrido de vez. Mas não podemos negar que Michael era o vilão da temporada e o plot central da mesma, tendo gastando 14 episódios com isso, é um pouco frustrante eles terem resolvido o plot dele em vinte minutos. Supernatural tem esse vício, basta lembrar do plot do Dean demon e do Castiel evil após ser incorporado alguns Leviatãs. Mas isso é de menos, adorei o episódio, foi um dos melhores da temporada sem dúvidas e Jack ter recuperado seus poderes foi a cereja do bolo. Porém fica a pergunta: o que acontecerá agora? Qual vai ser o foco da temporada nessa reta final. Eu apostaria em algo relacionado ao vazio e ao acordo entre ele o Castiel. Será? Será que tem chances de Jack se virar contar Dean e Sam e se tornar o vilão dessa reta final? Hum....

2019-04-28 16:33:19


Episodio 14x15 - Nota 9

Um episódio de explodir cabeças.... LITERALMENTE!!!!

Eu adoro o tom cômico de Supernatural. Acho que foram poucas as vezes que eles erraram a mão nesse sentido. E foi justamente a comédia que me levou a gostar bastante desse episódio.
Os começos dos episódios estão excelentes. Assim como o antecessor, esse aqui já começou com tudo. Pirei na cena da cabeça do cara expodinho e daí pra frente o mistério em torno da cidadezinha só foi ficando mais interessante e prendendo minha atenção. Aliás, não há nada mais bacana do que histórias em cidadezinhas pequenas que a princípio parecem perfeitas e aconchegantes, mas que logo se mostram perigosas. Adoro histórias assim, uma coisa meio "Mulheres Perfeitas".
Ri em vários momentos do episódio, mas, obviamente, a melhor parte foi quando Sam foi "convertido" a Justin, usando aquele rabo de cabelo e ficando horrorizado com o linguajar do Castiel kkkkkkkkkkkk. Amei!!!!
A parte envolvendo Dean, Jack e Donatello também foi interessante. Sinto que é nisso que a série vai investir nessa reta final de temporada: descobrir o tamanho do impacto que a Morte de Michael teve na alma de Jack. Os roteiristas fizeram um bom trabalho com o Jack enquanto personagem. Hoje, já o considero um personagem importante dentro da trama, e a série ganhou muito com ele. Gosto dele e me importo com ele, logo ficarei triste se ele vier a ficar sem alma e querer fazer mal aos amigos ou até mesmo morrer. Porém, vou entender se for isso mesmo que a série está tentando propor. No mais, essa conversa entre Jack e Donatello foi muito bacana.
2019-05-01 11:15:32


Episodio 14x16 - Nota 8.5

CUIDEM DO MEU JACK!!!

Gostei do episódio, mas precisamente das cenas do Jack do que do caso em que os irmãos Winchester estavam envolvidos.
Legal terem trago os adolescentes que apareceram no episódio trezentos, já que eles já sabiam do mundo Sobrenatural que os Winchester e Jack estão inseridos, ficando mais fácil construir a narrativa do episódio. Por um momento, eu estava ficando felizão por Jack está fazendo amigos da idade dele ( pausa para enaltecer o quão fofo o Jack é, sendo tão prestativo e ingênuo com os colegas, querendo agradá-los. Amei!), mas logo eu percebi que algo iria dar errado. Acho que vão voltar para aquele medo que ele sentia de usar seus poderes e matar alguém, até mesmo Dean e Sam estão com esse medo, afinal, eles o deixaram no bunker. Após esse episódio segue-se a dúvida de onde eles querem chegar com o Jack, e o medo pelo seu futuro é real oficial.
Sobre o caso, foi bacana e tal, diferente, mas eu estava tão envolvido na narrativa do Jack que achei só isso mesmo... bacana. Não tem muito o que comentar.
2019-05-01 11:17:10


Episodio 14x17 - Nota 9

GENTEEEEE, o que está acontecendo com Jack????
Essa reta final de temporada já deu um banho no seu início, tudo porque os dois plots que estava achando fracos, já foram resolvidos. Primeiro Michael, e agora Nick, vulgo um dos piores plots que Supernatural já fez.
Decidirem mudar o foco para o Jack foi uma decisão acertadíssima, porque por mais temeroso que eu esteja quanto ao futuro de Jack na série, não posso negar que história tá muito boa.
Olha, eu amo o Mark Pellegrino em Supernatural, foram intermináveis as vezes em que elogiei ele, mas como Lucifer. Para mim, o plot do Nick nessa temporada foi muito chato. Tá, que eu entendo que o cara ficou sentindo um vazio e foi tomado pelo desejo de ser possuído por Lucifer de volta, mas no fim esse plot não deu em nada, porque o dito cujo não voltou e ele ainda morreu. ALELUIA!!! Eu não sei se Mark Pelegrino ainda vai voltar à série, mas fica aqui minha indignação para o plot que deram à ele, pois ele merecia mais.
A ação do episódio foi ótima. Teve Donatello sequestrado, Nick enganado todo mundo, batendo no Jack, roubando sangue do Jack, mas nada foi mais icônico que a cena do Jack matando Nick. Aquela quebrada de mão ficou foda, se não me engano, tem uma cena parecida envolvendo Crowley em uma das temporadas anteriores.
O plot do CASTIEL foi legal, mas eu não sei se entendi direito se já ficou estipulado que a alma do Jack já se foi. Enfim, o que mais me empolgou nessa parte foi darem uma sugestão de que Chuck, vulgo Deus, pode retornar nessa temporada. Será?


2019-05-01 11:19:05


Episodio 14x18 - Nota 9

Sam Winchester: a voz da razão.

Sim, impressionante como Sam subiu muito na minha escala de personagens que mais me agrada dentro de Supernatural, isso desde a décima temporada. Sam já me passou muita raiva nessa série, mas ultimamente ele só vem acertando. Dentro do contexto do Jack, Sam demonstrou uma maturidade ao assumir uma parte da culpa além de lembrar que eles meio que são responsáveis pelo garoto e que são a única família que ele tem. Já Dean, ai ai ai, continua só me decepcionando.
Tudo bem ficar irritado e chateado, afinal, Jack foi mesmo responsável pela morte da Mary, mesmo que tenha sido acidente. No entanto, fiquei impressionado com a forma que ele estava falando do Jack e delegando culpas à Castiel e etc. As vezes, a forma como Dean vem reagindo às situações me irrita muito.
No mais, acho que agora Jack está numa batalha interna entre bem e mal, já que controlar seus poderes deve ficar cada vez mais difícil. A essa altura do campeonato não acredito que tenha mais volta para o personagem dentro do ciclo Winchester. Dean tá puto com ele, e ao ver sua única família lhe virando as costas, é bem capaz que Jack seja consumido e vire um vilão de vez, ou ele morre até o fim da temporada, infelizmente.
2019-05-02 20:34:14


Episodio 14x19 - Nota 9

Ah, eu tô amando o plot do Jack, por mais que eu esteja sofrendo com o que vem acontecendo com ele. Esse foi mais um excelente episódio, várias coisas acontecendo.
Antes de mais nada, eu preciso xingar Dean Winchester: CARALHO, CARA!!! VOCÊ É UM IMBECIL!!!!
Nada mais exemplifica o que o disse no episódio passado do que a maravilhosa ideia, só que não, de Dean. Colocar Jack na caixa??? Cê me jura??? O Dean fica irritado, não raciocina nem um pouco e o que surge são ideias como essa. Acho que eles esqueceram que Jack é um Nephilim, só pode. Não acreditei nem um pouco que isso daria certo, por isso que o final não me surpreendeu. Na boa, foi impossível não ficar com raiva do Dean nesse episódio. Ele só queria colocar o Jack na caixa e ainda colocou a responsabilidade de atrair o garoto para lá no Sam mesmo sabendo que ele nutre um carinho pelo garoto. Pô, foi bem sádico isso daí. Dean errou feio, errou rude!!!!
Se pararmos para pensar, Jack muito provavelmente vai se virar contra eles só por causa desse plano idiota, porque o garoto estava todo sentindo culpa é só aceitou fazer o que Duma pediu, porque ela o convenceu de que aquilo iria ajudar na reconciliação dele com os Winchester. Ou seja, eles mesmos cagaram ainda mais a situação e criaram um inimigo para si mesmos. Olha, meus parabéns!!!!
Se os Winchesters decepcionam, Castiel está sendo a salvação da lavoura. Amo esse sentimento de pai que Castiel tem pelo Jack, fazendo o que os Winchesters não deram a chance de fazer, tendo fé no garato e lutando até o fim para trazer a bondade de sua alma de volta. Aprende Dean!!!!
Confesso que fiquei perdido quanto ao plano da Duma. Era restaurar o céu? Criar mais anjos? Para qual finalidade?
Só sei que agora Jack é uma arma em potencial. Só não queria que ele morresse.

PS: que bacana ver o Lucifer aparecendo como ilusão para Jack, me lembrando de como Mark Pellegrino atua bem fazendo esse personagem. Nick o que eu tenho a ver?
2019-05-02 20:35:15


Episodio 14x20 - Nota 10

CARALHO!!!!!!!! QUE HINO DE FINALE FOI ESSA???????
Eu tô fora de mim. A pessoa que teve a ideia de colocar Chuck, o famoso deus de Supernatural, como o mega evil por detrás do mega evil, o chefão mór da última fase, é um gênio. G-Ê-N-I-O!!!!
Eu não vi isso vindo, e amei demais!!!
Vamos falar de Jack, que junto de Castiel estão sapateando na cara de Dean e Sam, que estão fazendo uma besteira atrás da outra. Cara, Jack é uma preciosidade, dá vontade de dar um abraço forte nele tamanha a ingenuidade dele. ELE SÓ QUE FAZER O QUE É CERTO, CARALHO! Só que ele é um Nephelim, somente Castiel parece ter entendido isso. Aquela conversa entre os dois foi muito linda. Tudo que Castiel fez foi dialogar, dar a Jack uma oportunidade de se explicar. CASTIEL é mesmo um paizão. Castiel, você quer o mundo? Eu te dou!!!
A parte cômica foi muito boa. Chorei de rir na cena que Dean e Sam percebem que não podem mentir e o caos é instaurado na empresa. Já perceberam que Sam curte muito uma diva pop? Outro dia era a Taylor Swift, agora descobrimos que a cantora favorita dele é Celine Dion kkkkkkk. E quando eles zoaram com o Trump? Kkkkkk Sensacional!!!!
Agora, quando Chuck apareceu, eu vibrei!!! Cara, a construção de deus em Supernatural ficou muito foda!!!! Lembrei de Mãe! na hora. Ai, qual dos Winchesters vai ser a nossa Jennifer Lawrence? Eu lembro até hoje, no começo da minha maratona, me perguntando onde estaria deus nessa série, que abandonou o céu a ponto de ter anjos sendo partidarios de Lucifer, deixou o mundo virar o caos, acontecer apocalipse e tal, e não fez nada? Essa ideia dele de não dar a mínima, de ser o escritor que cria os mundos e deixa os humanos se virarem é muito condizente com toda a construção do personagem desde o princípio. Basicamente o cara vê as coisas acontecendo, comendo uma pipoquinha, e quando as coisas saem fora dos planos dele, ele vem até os Winchesters dar a interferida dele. Cara, MUITO BOM. Deus ser o vilão da última temporada tem tudo para ser épico!!!! Eles têm a faca e o queijo na mão para fazerem uma última temporada FODA!!!
Eu fiquei com dó do Jack. Se eu fosse ele não me entregava não. Ainda mais com o Dean sendo um estúpido, mas daí Chuck vai lá e mata ele. Meu, ele foi muito mega evil naquela hora. Ainda bem que mostraram o Jack no vazio com Billie, vulgo a aquela que sempre é usada como Deus Ex-machina dessa série, aparecendo. Vai, Billie, esse é o seu momento, brilha e salva menino Jack!!!! Meu, qual será que a proposta que ela têm para ele? CARALHO, será que Jack vai ser o único com poder sufuciente para bater de frente com o Chuck? E se Jack se tornar o novo Deus no final??? Hahagaha aqueles que já está teorizando.
Aquela cena final foi ÉPICA!!!! Que agonia ver aquele monte de zumbis vir para cima deles e eles lá, parados, tentando entender o que está acontecendo. E aqueles fantasmas lá são das primeiras temporadas, né? Nossa, e se na última temporada eles tiverem que derrotar vilões que eles já derrotaram só que de uma forma diferente? As possibilidades para essa última temporada são excelentes, qual botão eu aperto para começá-la já?


PS: quem comeu meu iogurte?
2019-05-02 21:34:40


Episodio 15x1 - Nota 8

Confesso que esperava mais dessa season premiere. É verdade que não foi ruim a ponto de ser o pior início de temporada de todas, mas não posso mentir e dizer que fiquei completamente satisfeito com o que vi.
Dentre tudo que aconteceu, talvez o surgimento do demônio Belfegor foi o que teve de mais interessante aqui. Mesmo que essa aparição do personagem tenha sido jogada aqui do nada (não me lembro desse demônio sequer ter sido citado na série), e achar que ele foi colocado ali mesmo para possuir o Jack para os produtores conseguirem manter a dinâmica Dean, Sam, Castiel e Jack que já estamos acostumados a ver, sem ter que responder logo de cara sobre o que aconteceu com o Jack que conhecemos na season finale, eu gostei do personagem. Ele trouxe um tom de humor bom e sinto que ele pode render algo na trama. Óbvio que fiquei interessado em saber quais as intenções dele ao querer ajudar os meninos e, para mim, acho que não devemos confiar em nada que ele diz. Só espero mesmo que os objetivos dele sejam satisfatórios para justificar a inserção dele na série.
Por outro lado, eu não me senti fisgado pela tentativa de provocar nostalgia que, claramente, era a real intenção do episódio. Eu adorei rever monstros icônicos desses 15 anos de série, mas a queda de orçamento ao longo das temporadas está tão gritante que isso me tirou totalmente da imersão do episódio. Aquela peruca da bloody Mary é horrível, não lembra nem de perto a sensação que ela provocava na gente em sua primeira aparição. A caracterização dos outros fantasmas idem. E outra, gente, os fantasmas dentro de Supernatural pareciam ser os vilões mais fáceis de matar, não entendi aquela cena deles correndo dos fantasmas daquele jeito como se eles fossem os vilões mais imbatíveis do mundo. Tipo, oi? Breguíssima aquela cena, vergonha alheia total. Não deu para comprar nenhuma situação de perigo e conflito que as cenas de ação tentaram vender e eu também não consigo acreditar que eles vão investir tantos episódios com fantasmas como vilões para eles enfrentarem. Sei lá, para uma ultima temporada esperava bem mais, devo confessar. De nostalgia mesmo, somente a cena final que realmente funcionou nesse sentindo em mim.

2019-11-03 16:17:16


Episodio 15x2 - Nota 8

Episódio foi bem melhor que o anterior, mas ainda assim sigo tendo dificuldade de comprar esses fantasmas ruins como vilões nesse início de temporada. Sei lá, sabe, caguei para eles, não são vilões que insere emoção nos conflitos e faz você querer ficar vidrado no episódio. Parece que falta algo, saca? E, para mim, são vilões melhores. Sei que fantasmas fazem parte da história de Supernatural e, se o objetivo da temporada é passar por coisas que fazem parte da mitologia da série e provocar nostalgia, faz sentido eles colocarem esses fantasmas aqui. Só que, pelo menos para mim, eles não estão conseguindo esse efeito nostálgico.
Acho que é fácil dizer o que esse episódio teve de melhor: adorei rever a Amara, principalmente ela batendo de frente com o Chuck e mostrando personalidade. Eu sempre gostei da personagem e estou torcendo que a participação dela nessa temporada seja significativa, seja qual for a posição que ela venha a tomar no meio dessa bagunça toda. Outro lance bacana foi ver Chuck vulnerável. Apesar de ele ser Deus, ficou bem óbvio que o personagem tem suas fraquezas e está sentindo o baque que o tiro lhe provocou. Sem contar que ele não está subestimando seus inimigos e demonstrando que está sim preocupado, tanto é que ele foi atrás da Escuridão em busca de aliança. Eu gostaria que em todos os episódios eles balanceassem as coisas e mostrassem para gente o que os Winchesters estão fazendo, e ao mesmo tempo mostrando os passos de Chuck. Seria bacana a gente ver como cada um dos lados polarizados dessa guerra está agido para termos uma visão geral dos dois lados. O retorno de Kevin não fez tanta diferença para a trama do episódio em si, mas eu gostei de revê-lo, acho que dentro todos os personagens coadjuvantes que já apareceram na série, ele foi um dos que mais sofreram e me deu uma dó descobrir que ele está lá, preso no inferno.

PS: Gente, eu que eu quero com Ketch? Por que ficam trazendo esse cara de volta? E aquele flerte entre ele a Rowena? Ai, não....

2019-11-03 16:17:49


Episodio 15x3 - Nota 8.5

Na premiere eu tinha dito que tinha ficado intrigado com a inserção do Belphegor na temporada e curioso para saber qual seria o objetivo dele e a finalidade dele na trama. Pois então... que decepção!!!! O problema não está nas motivações. Sim, ele precisar da ajuda de um anjo para interpretar as escrituras lá e pegar o tal brinquedinho da Lilith, sugar as almas do inferno que escaparam e ficar bombadão, são ótimas motivações. Mas a partir do momento que você insere ele no primeiro episódio dessa temporada, conta essa lorota toda para gente e mata ele no terceiro episódio, se me desculpa, é impossível não ficar com a sensação de perca de tempo. Gente, ele e essa traminha dele não serviram para nada, porque JÁ MATARAM A CARALHA DO PERSONAGEM!!!! Então, para que eu vou me importar com isso? Olha, desculpa, mas para mim não fez o menor sentido. Não me entenda mal, em termos de ação, o episódio foi o melhor dos três. A luta do Castiel com Belphegor foi foda e a morte dele também foi foda, mas, né... em termos de propósito, de significância para a série... zero!!!!!
Ao menos a despedida da Rowena foi bem feita e foi de longe o momento nessa season, até então, que mais chegou perto de me emocionar. O que eu gostei foi terem feito a parceria Rowena/Sam que tanto já elogiei na série em suas últimas cenas. Acho que é um consenso que dentre os Winchesters, foi por Sam quem Rowena teve mais apego e mais, digamos assim, afinidade. A sensação que eu tenho é que voltaremos para os casos semanais, visto que o plano funcionou e o buraco foi fechado, o que não me anima muito, mas sigo na expectativa e desejo da temporada final melhorar daqui para frente.
PS: eu não senti absolutamente nada pela a morte do Ketch. Eu nunca gostei do personagem e, portanto, não me causou impacto nenhum. Sorry... Supernatural, fica para uma próxima.

2019-11-03 16:18:18


Episodio 15x4 - Nota 9

“Oh, Becky. Eu posso fazer qualquer coisa. Sou um escritor”.
Eu sabia que teríamos um caso semanal nesse episódio, e já estava me preparando para não ficar satisfeito com o resultado, mas devo confessar que, apesar de ter achado a parte procedural a parte mais fraca desse capítulo, não foi um episódio ruim.
Sim, mais um episódio sobre vampiros (tivemos poucos nessa série, não é mesmo?), e mais um episódio em que temos um transformado lutando com o dilema de ter que controlar sua fome por sangue para não matar inocentes. Isso não é novo, já tivemos episódios com essas exatas problemáticas, e isso me irritou um pouco. Mesmo assim, tentei me abrir ao episódio e me permitir absorver o caso semanal e tirar algum divertimento disso. A twist que eles tentam fazer no final, falando por mim, não me pegou de surpresa: suspeitei do menino desde o inicio do episódio. Ainda assim, tivemos casos piores na série, principalmente envolvendo vampiros, então, eu achei esse casinho ok.
Por outro lado, as cenas de Chuck foram ótimas e foram facilmente o que teve de melhor no episódio. Vou ter que fazer as vezes do repeteco e dizer que estou adorando a construção de Deus como personagem na série. Ele é egoísta em demasiado e quer ser idolatrado, ou, nas palavras de Becky, querem que puxem seu saco. O que foi mais interessante aqui foi ver Chuck sem criatividade e perdido. Deus não tá sabendo o que quer escrever e, depois da recusa da Escuridão, ele correu atrás de Becky, fã número 1 das estórias dos Wichesters, em busca de inspiração. Eu ri demais dessa parte. Foi muito bom ver a Becky praticamente esculachando a escrita do Chuck e apontando as várias vezes que o escritor foi pouco original e previsível, ao meu ver, eu senti até que a série estava criticando a si mesma, para tirar sarro de alguns vícios de acontecimentos que aconteceram nesses quinze anos de série, que a gente sabe muito bem que teve. O começo do episódio mostrou que Sam está tendo esses “sonhos”, o que me fez levantar uma questão: esses “sonhos” são visões premonitórias compartilhadas entre Sam e Chuck , no maior estilo Harry e Voldermort, e, por assim dizendo, vão mesmo acontecer e é uma pista que a série está nos dando do que pode ser o final, ou é apenas um dos possíveis finais que Chuck está criando, mas que não necessariamente vá acontecer, ou que vá acontecer dessa forma? Seja qualquer um, eu estou adorando isso e, para mim, foi uma sacada muito boa dos roteiristas para atiçar a gente a cerca de como vai ser o final da série.
PS1: Ao eliminar a família de Becky e, posteriormente a própria Becky, com apenas um estalar de dedos, Chuck fala que estão todos bem, que estão apenas num lugar distante. Fiquei curioso, afinal, para onde ele os mandou?
PS2: a série está mesmo comprometida a trazer o maior número de personagens importantes que passaram ao longo da série. Aqui, apenas no comecinho, o Benny retornou. Como eu disse, não sabemos se os sonhos do Sam são pedaços de algo que vá acontecer, ou é algo apenas sugestivo. Mesmo assim, fica a minha torcida para que ele apareça ainda nessa season de uma forma mais efetiva e que não tenham gastado a oportunidade de o personagem fazer sua participação com uma ceninha tão pequena.
PS3: no “sonho” Sam estava tomado pelo seu vício em sangue de demônio. Será que essa narrativa vai retornar nessa ultima temporada? Eu confesso que iria adorar.

2019-11-23 15:33:18


Episodio 15x5 - Nota 9.5

“É Deus, Sam. E está vindo pra cima de nós. Como é que se luta contra Deus?”

Os primeiros três episódios dessa temporada não me animaram muito, isso é uma verdade, mas o quarto e esse episódio começaram a introduzir coisas que fizeram essa ultima temporada tomar um rumo interessante.
Nem preciso dizer que a trama dos irmãos lobisomens foi a parte menos interessante desse episódio. Nada novo aqui, again, em termos de narrativa envolvendo essas criaturas, aliás, achei muito canalha por parte da série de colocar um episódio em que um dos irmãos ferozes está no dilema “não quero matar gente inocente e blá blá blá, sendo que no episódio passado tivemos esse exato dilema só que com vampiros. Porã... aí tá forçando a amizade, né colega. Mas, eu sinto que eu já peguei qual está sendo a proposta: os primeiro três episódios tivemos fantasmas, nos anteriores vampiros e nesses lobisomens. É a última temporada, portanto, vamos fazer episódios com os monstros clássicos da série e tal, não posso negar que faz sentido. O problema é que, sei lá, eu não me contento mais com episódios assim, já tivemos tantos dessa maneira ao longo da série que eu estaria sendo mentiroso se não dissesse que estou cansado disso, porém, eu imagino que eu seja uma minoria e que a grande maioria dos fãs deve estar curtindo essa proposta.
Entretanto, se no episódio passado a twist não me pegou, nesse tivemos uma puta twist e aquele que, pela minha pessoa, era o retorno mais esperado: LILITH IS BACK, BITCHES!!!! Meu, por essa eu não esperava. Eu queria que ela retornasse? É óbvio que sim, mas do jeito que eles fizeram foi muito de deixar o queixo ir ao chão. Caralho, foi muito sensacional. E ela voltou no maior estilo, sendo exatamente do jeito que eu adoro: DE-BO-CHA-DA. Olha, a minha versão favorita da Lilith ainda é a mini Lilith, aquela garotinha me dá medo até hoje (Deus me free), mas essa versão de agora foi incrível demais. Não conheço essa atriz, nunca nem vi na minha vida, mas ela está de parabéns. Eu coloco a Lilith ao lado do Lucifer e do Chuck como melhores vilões que passaram nessa série. Ela é aquela bitch que eu amo odiar. Os diálogos de deboche dela com os Winchesters são maravilhosos demais. E ainda bem que eles não a mataram já nesse episódio, porque eu fiquei com medo de fazerem isso já que todo mundo que trouxeram de volta está morrendo rapidinho. Tomara que ela apareça mais vezes porque vai acrescentar muito na temporada, fato!!!!
Aqui tivemos mais dos “sonhos” do Sam, só que dessa vez com Dean matando o Sam, e a volta da marca de Caim, certo? Ou seja, eu acho que o que esses “sonhos” significam são sugestões de finais que Chuck tem em mente para a os Winchesters, mas que não necessariamente vão acontecer. Se parar para pensar, isso bota a série num lugar seguro, pois ao mesmo tempo que eles provocam os fãs para ficar tentando adivinhar o que diachos está acontecendo e fazer referências as coisas que já aconteceram na série (sangue de demônio, marca de Caim), eles não entregam o ouro, deixando tudo ainda mais nebuloso e surpreendente.

PS: a série está dando a entender que, no final, um dos Winchesters irá morrer e, ainda que não seja pela mão de um deles, eu não tenho problema algum com isso, mas algo em minha mente diz eles não terão essa coragem de matar um deles e que eles querem que a gente passe a temporada inteira acreditando que esse será um final inevitável, para no fim ambos sobreviverem. Não me leva a mal, eu não estou torcendo para que um deles morra, ficarei satisfeito com ambas as ideias, desde que a execução seja boa, que é o que realmente importa para mim, mas não posso negar que seria audacioso matar um dos protagonistas no final, não seria?

2019-11-23 15:33:51


Episodio 15x6 - Nota 8

O retorno de Eileen é a única coisa que consigo apontar de positivo nesse episódio. Confesso que minha empolgação com a última temporada de Supernatural era altíssima, mas por mais que a trama principal envolvendo Chuck e seus finais seja muito boa, esses casinhos fracos que os roteiristas estão tentando me enfiar goela abaixo acaba por dilui toda essa minha empolgação. A forma com que eles estão intercalando os casos semanais com a trama principal está problemática, tudo porque simplesmente os casos dessa temporada em específico estão muito, mas muito fracos.
Eu já entendi que o propósito dessa temporada é explorar toda a mitologia ao longo dessas 15 temporadas e trazer elementos característicos que marcaram a série, tentando evocar em nós, fãs, um sentimento de nostalgia. As criaturas e afins são uns desses elementos e era óbvio que nessa temporada teríamos episódios com vampiros, lobisomens, bruxas e etc. O problema não é esse. O meu problema está sendo que, pelo menos em mim, quando se trata em episódios envolvendo esses seres, não são episódios bons ou que me provocam nostalgia. Eu não sinto nostalgia nenhuma, até porque a gente estava vendo episódios como esses, e até melhores, aos montes até a temporada passada. ELES SÃO MAIS DO MESMO! Não tem inovação. Não tem dinâmica. Não tem nada de diferente. ONDE ESTÁ A NOSTALGIA???? Caguei para esse bando de bruxas avulsas que nunca vimos aparecendo e querendo saquear coisas da antiga moradia da Rowena. Era mesmo para eu me importar com isso? O único ponto digno de nota foi ver Sam tentando trazer Eileen de volta de sua condição de fantasminha camarada e, para isso, usando do todo o seu conhecimento de magia que aprendeu com Rowena. Isso foi legal, mas não foi suficiente para salvar o polt por completo. Para piorar, eles ainda me inventam um plot dispensável e que não acrescenta nada do Castiel enfrentando um djinn avulso, para salvar uma mulher avulsa e seu filho igualmente avulso. GENTE!!! Foi muito chato!!! Eu quis pular, de verdade, e olha que Castiel é um dos meus personagens favoritos.

2020-01-05 17:20:36


Episodio 15x7 - Nota 7.5

Ai, eu não acredito que Sam É UMA HORCRUX!!! Ai, por favor, roteiristas, me diz que Chuck dividiu a alma em sete? Se tiver isso, vou a loucuraaaaa!!!!! Hahahaha, desculpa, mas é impossível não lembrar de Harry Potter diante das explicações que ganhamos nesse episódio.
Independente disso, tenho que dizer que eu gostei dessas conexões que criaram entre Sam e Chuck e a forma como escolheram para explicar isso. Apesar de lembrar muito Harry Potter, funcionou e adicionou um tempero a mais na trama principal. Isso pode ser a chave para derrotar Chuck, visto que Sam e companhia agora sabem que ele está fraco e podem usar essa conexão para explorar algum ponto fraco do vilão. Sei lá, achei interessante e funcionou para mim...
Ao contrário, a parte do Dean foi um fillerzão chato, sem graça e que, mais uma vez, não acrescentou nada. Em resumo, tapa buraco. E, meu, chega a ser risível a tentativa pífia dos roteiristas de tentar fazer um plot twist quando tu já sacas as coisas nos primeiros minutos. Sério, alguém aí ficou surpreso com aquela virada envolvendo o amigo caçador do Dean? Ãh.... NÃO!!!
PS: quando vai rolar o beijo do Sam e Eillen? Os constantes flertes entre os dois é tão bonitinho!!!
PS2: perderam uma chance de fazer o ferimento do Sam em formato de raio. Pensa só, hahaahaha.

2020-01-05 17:20:52


Episodio 15x8 - Nota 10

Eu estava cansado de reclamar desse ultima temporada e de terminar os episódios com aquela sensação de que não estava completamente satisfeito com o que via. A trama principal envolvendo Chuck está me agradando muito, nesse quesito, nada a reclamar, porém, a série vinha numa sequência de casos chatos e desinteressantes entremeados na narrativa principal, que acabavam por trazer os episódios para baixo no sentido qualidade. Até o momento, estava faltando para mim aquele episódio em que eu vibrava do começo ao fim, que eu ficava excitado com cenas e que me deixada ansioso pela chegada do próximo. Bom, meus amigos, finalmente esse episódio chegou. Digo com facilidade que, até então, “Our Father, Who Aren’t in Heaven” é o melhor episódio dessa temporada.
O retorno de Adam não foi uma surpresa para mim, tinha uma leve sensação de que eles iriam dar um jeito de trazê-lo nessa ultima temporada. Particularmente, eu não fazia questão desse retorno porque o personagem nunca teve qualquer tipo de apelo para com a minha pessoa, mas sei que sou minoria já que esse é um dos retornos que os fãs mais pediram que acontecesse tipo, há várias temporadas atrás. Eu gostei bastante do que fizeram aqui. Tudo foi muito coerente e perfeitamente justificável para trazerem Adam/Miguel de volta ao game. A grande pergunta para Dean, Sam e companhia nessa temporada é: como deter Chuck, ou melhor, Deus. A sugestão do feitiço e de prendê-lo numa jaula, como aconteceu com o Lúcifer, me soou preguiçosa, mas diante da mitologia da série faria sentido, já que Deus não pode ser morto visto toda a narrativa que tivemos na 11 temporada. Porém, o retorno de personagens como Amara, Miguel e a conexão Sam/ Chuck não é à toa e sinto que a grande arma para derrotar Chuck está entre esses três personagens. Além disso, nesse episódio é mencionado o tal “medo em segredo” de Deus, o que muito provavelmente é o seu calcanhar de aquilhes, seu ponto fraco. Fico me perguntando o que poderia ser e eu não faço a menor ideia do que Deus poderia ter medo. Mas, vendo um pouco de como a personalidade do Chuck nos é apresentada, penso que poderia ser algo como Chuck ser esquecido, meio que sem adoradores, ou sem poder reescrever estórias e etc. Um bom escritor quer que suas estórias sejam lidas e aclamadas, se ninguém mais se importar com o que Chuck faz, ou se ninguém mais se lembrar dele, como ele lidaria com isso. Digo, e se o meio de derrotar Deus seja fazendo com que Deus fosse algo esquecível e insignificante para toda a humanidade? Sei que posso estar falando um monte de baboseiras aqui, mas não consegui não pensar nisso enquanto sentava para escrever meus pensamentos sobre esse episódio.
Whatever, voltando a Adam/Miguel, uma coisa que eu tenho que enaltecer nesse episódio é a carga dramática. Eu particularmente nunca consegui comprar a estória do meio irmão Winchester, mas ela estava lá, faz parte da narrativa, então eu me permiti envolver com Adam e com todo o processo de perdão para com Dean e Sean que o episódio estava propondo. Porém, foi Miguel quem mais me surpreendeu. Foi interessante ver que ele teve uma enorme resistência em enxergar que todo o seu propósito, tudo aquilo que ele acreditava e toda a sua fé para com seu pai não valeram de nada. Ele teve que se deparar com a dura realidade de que Chuck não se importa com ninguém a não ser com ele mesmo, para enfim resolver ajudar Dean e Sam. Isso até me lembrou um pouco de Castiel e sua fé lá na quarta temporada. Isso foi muito bom e um dos destaques da temporada.
É engraçado , porque durante boa parte dessa temporada eu reclamei que não estava sendo pego pelo fator nostalgia quando a série tentava invocar esse sentimento em episódios envolvendo vampiros, fantasmas, bruxos e djinn; por outro lado, eu fico super nostálgico quando eles citam e mostram elementos como a marca de Caim, as tábuas com as escritas divinas, e fazem cliffhanger citando e sugerindo o retorno de Leviatãs e Purgatório. Acho que é por esse caminho mesmo que eles devem ir em se tratando de querer apelar pra nostalgia. Sim, a temporada envolvendo Leviatãs foi uma das mais fracas da série, mas eles fazem parte da mitologia assim como o Purgatório, então trazer esses elementos que não víamos a muito tempo na série me trás muito mais nostalgia do que episódios com vampiros, lobisomens e etc, que são muito mais rotineiros e excessivamente utilizados nesses 15 anos de série. Sério, fiquei muito animado com esse cliffhanger e mal posso esperar para ver o próximo episódio.

PS1: a sugestão de que teremos o Purgatório retornando na série me fez lembrar de uma das visões do Sam em que o Benny aparecia, o que me faz realmente questionar se aquela visão não seria um vislumbre do que pode realmente acontecer no futuro;
PS2: Crowley deve estar se revirando no túmulo vendo a Rowena como rainha do inferno. Aliás, se esse for o final definitivo dela, será ótimo, visto que ela sempre quis um monte de aprendizes, e aqui ela tem demônio aos montes para mandar e desmandar. Aliás, alguém aí não chorou de rir com a Rowena mediando uma conciliação entre Dean e Castiel? Hahahaha muito rainha, sim!!!!
PS3: a cena do Chuck possuindo o Leão Lobo, ops... Donatello foi muito foda!!!!
PS4: eu não entendi o que o Miguel fez com a Lilith naquela cena do restaurante. Ele a matou? Eu espero que não, porque se os roteiristas trouxeram uma personagem épica como aquela para subaproveitar desse jeito, vão todos tomar no cú!!!
PS5: a Eillen e o Sam caindo naquela armadilha fajuta do Chuck é para acabar com os pequis de Goiás. Puta que pariu, até eu desconfiaria daquela mulher.

2020-01-05 17:21:16



Obs:Precisa de mais de 5 comentarios para aparecer o icone de livro no seu perfil. Colaboradores tem infinitos icones de livrinhos, nao colaboradores tem 5 icones de livrinho do perfil

Johnathan Fernandes

Copyright© 2019 Banco de Séries - Todos os direitos reservados
Google+ | Índice de Séries A-Z | Contatos: | DMCA | Privacy Policy
Pedidos de Novas Séries